Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Wikitravel:Convenções de nomenclatura

Da Wikitravel
Revisão das 06h27min de 31 de maio de 2006 por Episteme (discussão | contribs)

Ir para: navegação, pesquisa

Há inúmeros lugares no mundo cujos nomes mudam de acordo com o idioma. As seguintes convenções têm por objectivo esclarecer a maneira de nomear os artigos, e também permitir encontrá-los mais facilmente. A maior parte dessas regras é aplicável tanto aos destinos quanto aos outros tipos de artigos.


Língua

Os nomes dos artigos devem ser em português , utilizando-se a versão mais corrente. A menção ao nome original pode e deve ser feita no artigo. Ex. Florença (italiano:Firenze) é uma cidade da Itália

No caso de destinos remotos ou relativamente desconhecidos, que não tenham um nome comumente utilizado em português, pode-se usar o nome local. Para os lugares que não utilizem o nosso alfabeto, tente convertê-lo. Contudo, não deve haver muitos lugares que nunca foram traduzidos. Procure nos guias de turismo, nas informações turísticas do governo local, nos dicionários, atlas, etc. O importante é que os artigos possam ser encontrados facilmente pelos utilizadores de língua portuguesa.

Nos casos em que lugares têm nomes diferentes no Brasil e outros países lusófonos (ex: Amsterdão/Amsterdã, Egito/Egipto, Polônia/Polónia...), qualquer dos nomes pode ser escolhido, bastando inserir um redirecionamento na outra versão. Se um artigo já existe com um nome, não o altere - prefira criar a página de remissão. Veja também a nossa política sobre grafia do português

Enfim, não hesite em discutir em caso de dúvida ou conflitos de nome, lembrando-se sempre da regra: o viajante em primeiro lugar!.

Hierarquia

Use o nome mais curto possível, inserindo outros elementos da hierarquia apenas quando necessário para não causar ambiguidade. Por exemplo, Denver deve ser chamar apenas Denver, e não [[Denver, Colorado]]

Exceção para os nomes dos distritos de uma cidade, como Paris/Montmartre, por exemplo.

Distinção de homônimos

Pode ocorrer de dois ou mais lugares terem o mesmo nome. As regras, nesse caso, são um pouco mais complicadas, mas deve-se proceder do seguinte modo:

  1. No caso de dois lugares situados no mesmo nível hierárquico, tomamos o nome do artigo no nível superior da hierarquia e o colocamos entre parênteses. Exemplos: Springfield (Kentucky) e Springfield (Missouri). Nos casos muito raros nos quais os dois lugares têm o mesmo nome de artigo no nível hierárquico superior, subimos até termos dois nomes diferentes.
  2. Se os dois lugares estão em níveis diferentes, o nome da unidade geográfica é utilizado entre parênteses. Exemplos: Rio de Janeiro (estado) e Rio de Janeiro (cidade). Uma exceção, contudo, ocorre se um lugar for realmente famoso, pelo que uma distinção apenas aumentaria a ambiguidade. Nesse caso, deixa-se o nome do local mais famoso tal como é, sem sufixo de distinção. Exemplos: Paris, a capital da França e Paris (Texas), uma pequena cidade dos Estados Unidos.
  3. Se três ou mais lugares tiverem o mesmo nome, aplique a regra 1 antes de aplicar regra 2. Pode-se utilizar a barra " | " para esconder as distinções no texto, como por exemplo, [[São Paulo (estado)|São Paulo]] , que será visível assim: São Paulo.

Procure fazer uma desambiguação, por exemplo São Paulo, que apresentará links para os diferentes artigos nomeados com as distinções adequadas.

Maiúsculas

As pequenas palavras como "da" e "e" não o serão capitalizadas exceto se vierem no início do nome. Exemplos:

Para os artigos que não são lugares, escreva a primeira palavra em maiúscula, e o restante em minúsculas. Exemplos:

Títulos das seções

Devem respeitar as mesmas convenções que os artigos.

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas