Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Diferenças entre edições de "Turquia"

Da Wikitravel
Europa : Turquia
Ir para: navegação, pesquisa
Linha 81: Linha 81:
 
*Séc. XIII - Fundação do Império Otomano. Tomada de Constantinopla (1453)
 
*Séc. XIII - Fundação do Império Otomano. Tomada de Constantinopla (1453)
 
*1922 - Fundação da República Turca. Início das reformas de Atatürk
 
*1922 - Fundação da República Turca. Início das reformas de Atatürk
*2005 - Início oficial da negociação para a acessão da Turquia à União Européia
+
*2005 - Início oficial da negociação para a acessão da Turquia à União Européia.
 +
 
 +
===Clima===
 +
O clima na Turquia tem uma grande diversidade, dependendo da topografia diversificada e latitude.
 +
Egeu,  Mediterrâneo e zonas costeiras desfrutam do clima mediterrânico típico.  Dificilmente se encontra uma gota de chuva durante o verão ensolarado e quente (maio-outubro).  Os invernos são suaves e chuvosos nestas regiões, e muito raramente neva no litoral, com exceção das zonas montanhosas superior a 2000 metros destas regiões, que são muito nevado e freqüentemente não são transitáveis.  A temperatura da água do mar Egeu e Mediterrâneo é quente durante o verão longo (maio a outubro), que constitui a estação de natação e oscila entre 23 ° e 28 ° C, de norte a sul.
 +
A região ao redor do Mar de Marmara, incluindo Istambul, tem um clima de transição entre um clima oceânico e clima semi mediterrânico, mas chove, embora não muito, durante o quente verão muito (como os chuveiros que tendem a durar por 15 -30 minutos).  Os invernos são mais frios do que os das costas oeste e sul.  A neve é comum nas áreas costeiras, apesar de não ficar no chão por muito tempo e é limitado a apenas alguns dias a cada inverno.  A temperatura da água no Mar de Mármara também é mais frio que o Mar Egeu eo Mediterrâneo, com a temperatura da água atingindo apenas entre 20 ° e 24 ° C durante o verão (junho, julho e agosto) ea estação de natação é limitada aos verão mês.
 +
A região do Mar Negro tem um clima oceânico (graças ao efeito protetor das montanhas do Cáucaso), com a maior quantidade de precipitação e é a única região da Turquia, que recebe uma precipitação elevada durante todo o ano.  A parte oriental da costa do que as médias 2,5 mil milímetros por ano, que é a maior precipitação no país.  Os verões são quentes e úmidas, enquanto os invernos são frios e úmidos.  A neve é comum nas áreas costeiras, apesar de não ficar no chão por muito tempo e é limitado a apenas alguns dias do inverno todos os dias, embora as montanhas sejam muito nevadas como é de esperar para ser, e muitas vezes não são transitáveis, há cerca de geleiras o ano em zonas altas.  A temperatura da água em toda a costa turca do Mar Negro é sempre fresco  e oscila entre 10 ° e 20 ° C durante todo o ano, e é ainda menos adequado para nadar durante o verão do que no mar de Marmara.
 +
A maioria das áreas costeiras, têm um alto nível de umidade relativa do ar durante a maior parte do ano, o que faz sentir o clima quente do tempo mais quente e mais frio sente mais frio do que realmente é.
 +
Interior áreas como Ancara, geralmente têm verões quentes (embora as noites frias o bastante para fazer alguém que está vestindo apenas uma fina camiseta outdoors desconfortável) e invernos frios e com neve.  A localização mais oriental é, o frio e os invernos são mais pesadas que a neve é.  A parte do nordeste (em torno de Erzurum e Kars ) é a única área que tem no interior e chuvoso verões frescos.
 +
A região sudeste, perto da fronteira síria, tem um como o clima do deserto, a temperatura é frequentemente superior a 40 ° C durante os verões sem chuva.  É ocasional queda de neve no inverno.
  
 
===Fuso horário===
 
===Fuso horário===

Revisão de 16h16min de 9 de dezembro de 2010

noframe
Bandeira
Tu-flag.png
Informações Básicas
Capital Ancara
Governo República parlamentarista
Moeda Nova lira turca (Yeni Türk Lirası) (YTL)
Área 780.580 km2
População 73.193.000 (est. 2006)
Idioma turco (oficial)
Religião Muçulmanos 99,8% (maioria sunitas), outros (a maioria cristãos e judeus) 0,2%
Eletricidade 220V/50Hz (tomada padrão europeu)
Código telefônico +90
Internet TLD .tr
Fuso horário UTC +2


A Turquia (Türkiye) está no Mediterrâneo, na região da Anatólia do Oeste da Ásia , com uma pequena parte no sudeste da Europa, separadas pelo Estreito da Turquia (Bósforo, Mar de Mármara, e Dardanelos). Com o Mar Negro ao norte do Mar Egeu e no oeste e no mar Mediterrâneo, a sudoeste, a Turquia é cercada por Bulgária e Grécia a oeste, Arménia , Azerbaijão e Geórgia a nordeste, Síria , Iraque e Irã a sudeste.

Índice

Regiões

Geograficamente, a Turquia pode ser dividida em 7 regiões:

  • Akdeniz - a região do Mediterrâneo, no sul do país, onde se destaca o balneário de Antalya
  • Anatólia
    • Anatólia Central (Ic Anadolu) - , onde se localiza a capital do país e a região histórica da Capadócia
    • Anatólia Oriental (Dogu Anadolu)
    • Anatólia Sudeste (Guney Dogu Anadolu)
  • Egeu - região do Egeu, cuja principal cidade é Izmir
  • Karadeniz - região do Mar Negro
  • Mármara, região de Istambul, inclui a parte européia da Turquia

Administrativamente, a Turquia está dividida em 81 províncias (il) cujos nomes seguem os de suas capitais.

Cidades

  • Ancara - a capital da Turquia tem um museu de civilizações pré-históricas e o mausoléu de Atatürk, o estadista que reformou o país no início do séc. XX


  • Adana - A quinta maior cidade da Turquia
  • Bodrum - Um popular balneário na costa do mar Egeu
  • Edirne - Cidade histórica próxima à fronteira com a Bulgária e a Grécia, foi capital do Império Otomano
  • Istambul - A maior cidade turca é uma vibrante metrópole com um pé na Europa e outro na Ásia
  • Konya - Antiga capital do império Seljúcida e berço da seita dos dervixes rodopiantes
  • Gaziantep - Junto à fronteira com a Síria e na entrada do Curdistão
Mapa da Turquia

Outros destinos

Castelo de Uçhisar, na Capadócia
  • Capadócia - uma região de paisagens lunares, rochas e cavernas que serviram de abrigo aos antigos cristãos
  • Pamukkale e suas cascatas petrificadas

Entenda

Há evidências de que o leito do Mar Negro era uma vez uma planície habitada, antes de ser inundada em épocas pré-históricas pela elevação do nível do mar. O dilúvio bíblico pode ser uma conta do evento. Monte Ararat (Agri Dağı), a 5.165 m, é o ponto mais alto do país, enquanto o local de desembarque do lendário Arca de Noé, encontra-se nas montanhas do leste da extremidade distante do país. A Turquia foi fundada em 1923 dos restos do Império Otomano. Logo depois, o país instituiu leis para substituir o tradicional secular decreto religioso. Em 1945, a Turquia se juntou a ONU, e em 1952 tornou-se membro da NATO. Turquia oferece uma riqueza de variedades de destino para viajantes: a partir da cúpula e-minarete se vê o horizonte de Istambul cheio das ruínas romanas ao longo do oeste e sul da costa, contra um plano de fundo montanhoso de Lycia e praias ensolaradas da Província de Antalya para o frio e montanhas nevadas do Oriente , partes "de Bodrum para o Leste com sabor de cidades do Meio Sudeste da Anatólia , de verdejantes montanhas enevoadas do Leste do Mar Negro para a paisagem de estepe gama de Anatólia Central , há algo para todos os gostos se estiver viajando em um orçamento extremo de carona ou por um multi-milhões de iate.

  • Ancara - a capital da Turquia e sua segunda maior cidade.
  • Antalya - a cidade que mais cresce. O centro de uma variedade de resorts de praia.
  • Bodrum - uma cidade costeira da moda no sul do Mar Egeu que se transforma em uma cidade lotada na temporada, quando ela serve como um playground para turistas internacionais e turcos, com uma fortaleza, ruínas romanas, discotecas da moda e uma série de aldeias em torno da península de cada um com um caráter diferente do clássico ao rústico
  • Edirne - a segunda capital do Império Otomano.
  • Istambul - a maior cidade da Turquia, a antiga capital de ambos os impérios, o Otomano e o Bizantino, e a única cidade no mundo a atravessarem dois continentes.
  • Izmir - terceira maior cidade da Turquia.
  • Konya - uma cidade muito grande que é o coração da ordem mística sufi, o local da tumba de Rumi, e com alguns seljúcidas, arquitetura elegante, tudo rodeado por vastas estepes.
  • Sinop - uma fortaleza e porto da cidade antiga na ponta norte da Anatólia.
  • Trabzon - o maravilhoso Mosteiro Sumela é apenas fora da cidade e é uma grande porta de entrada para a exploração do Nordeste turco.

História

Mesquita em Edirne

A Turquia é habitada desde tempos muito antigos. Por volta de 7500 a.C. já havia cidades na Anatólia, inclusive Çatal Hüyük, próxima à atual Konya, que disputa o título de cidade mais antiga do mundo. Alguns objetos dessa época podem ser encontrados no Museu das Civilizações em Ancara.

Eventos-chave na história da Turquia:

  • Cerca de 2500 a.C. - Surgimento do império Hitita, que prevaleceu até o séc. XII a.C.
  • A partir de 1200 a.C. - domínio dos Frígios, Lídios e outros
  • 547 a.C. - Chegada dos Persas. Florescimento da cultura grega nas cidades jônicas (Éfeso, Mileto, Izmir etc.)
  • 334 a.C. - Alexandre, o Grande, cruza o estreito de Dardanelos. Após sua morte, na década seguinte, vários reinos se formam, dentre os quais se destaca o de Pérgamo
  • Cerca de 190 a.C. - Conquista romana. Em 129 a.C., é estabelecida a província da Ásia, com capital em Éfeso
  • Séc. III - Com o declínio do Império Romano do ocidente, Constantino funda uma grande cidade (Istambul) no local da grega Bizâncio.
  • Séc. VI - O Império Bizantino floresce sob o comando de Justiniano, que funda a basílica de Santa Sofia, que se tornou o mais esplêndido tempo cristão durante 1000 anos
  • Séc. VII - Surgimento do Islã na Arábia e sua rápida expansão
  • Séc. XI - Vindos da Pérsia, os Turcos Seljúcidas formaram um império baseados na cidade de Iznik e depois em Konya. Fundada a ordem dos Dervixes rodopiantes.
  • Cruzadas
  • Séc. XIII - Fundação do Império Otomano. Tomada de Constantinopla (1453)
  • 1922 - Fundação da República Turca. Início das reformas de Atatürk
  • 2005 - Início oficial da negociação para a acessão da Turquia à União Européia.

Clima

O clima na Turquia tem uma grande diversidade, dependendo da topografia diversificada e latitude.

Egeu,  Mediterrâneo e zonas costeiras desfrutam do clima mediterrânico típico.  Dificilmente se encontra uma gota de chuva durante o verão ensolarado e quente (maio-outubro).  Os invernos são suaves e chuvosos nestas regiões, e muito raramente neva no litoral, com exceção das zonas montanhosas superior a 2000 metros destas regiões, que são muito nevado e freqüentemente não são transitáveis.  A temperatura da água do mar Egeu e Mediterrâneo é quente durante o verão longo (maio a outubro), que constitui a estação de natação e oscila entre 23 ° e 28 ° C, de norte a sul. 

A região ao redor do Mar de Marmara, incluindo Istambul, tem um clima de transição entre um clima oceânico e clima semi mediterrânico, mas chove, embora não muito, durante o quente verão muito (como os chuveiros que tendem a durar por 15 -30 minutos). Os invernos são mais frios do que os das costas oeste e sul. A neve é comum nas áreas costeiras, apesar de não ficar no chão por muito tempo e é limitado a apenas alguns dias a cada inverno. A temperatura da água no Mar de Mármara também é mais frio que o Mar Egeu eo Mediterrâneo, com a temperatura da água atingindo apenas entre 20 ° e 24 ° C durante o verão (junho, julho e agosto) ea estação de natação é limitada aos verão mês. A região do Mar Negro tem um clima oceânico (graças ao efeito protetor das montanhas do Cáucaso), com a maior quantidade de precipitação e é a única região da Turquia, que recebe uma precipitação elevada durante todo o ano. A parte oriental da costa do que as médias 2,5 mil milímetros por ano, que é a maior precipitação no país. Os verões são quentes e úmidas, enquanto os invernos são frios e úmidos. A neve é comum nas áreas costeiras, apesar de não ficar no chão por muito tempo e é limitado a apenas alguns dias do inverno todos os dias, embora as montanhas sejam muito nevadas como é de esperar para ser, e muitas vezes não são transitáveis, há cerca de geleiras o ano em zonas altas. A temperatura da água em toda a costa turca do Mar Negro é sempre fresco e oscila entre 10 ° e 20 ° C durante todo o ano, e é ainda menos adequado para nadar durante o verão do que no mar de Marmara. A maioria das áreas costeiras, têm um alto nível de umidade relativa do ar durante a maior parte do ano, o que faz sentir o clima quente do tempo mais quente e mais frio sente mais frio do que realmente é. Interior áreas como Ancara, geralmente têm verões quentes (embora as noites frias o bastante para fazer alguém que está vestindo apenas uma fina camiseta outdoors desconfortável) e invernos frios e com neve. A localização mais oriental é, o frio e os invernos são mais pesadas que a neve é. A parte do nordeste (em torno de Erzurum e Kars ) é a única área que tem no interior e chuvoso verões frescos. A região sudeste, perto da fronteira síria, tem um como o clima do deserto, a temperatura é frequentemente superior a 40 ° C durante os verões sem chuva. É ocasional queda de neve no inverno.

Fuso horário

Toda a Turquia está no fuso UTC +2. O país adota o horário de Verão, normalmente do fim de março ao fim de outubro, quando o horário oficial torna-se UTC +3.

Feriados

Os feriados religiosos são móveis, pois seguem o calendário lunar. Os mais importantes são:

  • Seker Bayrami - equivalente ao Eid al Fitr árabe, sinaliza o fim do Ramazan, mês de jejum. 23 a 25/10/2006, de 12 a 14/10/2007 e de 30/09 a 2/10/2008.
  • Kurban Bayrami - equivale ao Eid al Adha árabe, a festa do sacrifício. De 31/12/2006 a 3/1/2007, de 20 a 23/12/2007 e de 8 a 11/12/2008.

Os feriados fixos são:

  • 1 de janeiro: Ano novo
  • 23 de abril: Independência e Dia das Crianças
  • 19 de maio: Dia de Atatürk e Festa da Juventude
  • 30 de agosto: Festa da Vitória - comemora a vitória sobre as forças invasoras em 1922
  • 29 de outubro: Dia da República

Embora não seja um feriado turco, no 25 de abril os australianos e neozelandeses relembram o Anzac Day. Nessa mesma data, no ano de 1915, tropas daqueles países desembarcaram em Galípoli com o objetivo de conquistar Constantinopla (Istambul) e foram derrotadas. Todos os anos, milhares de pessoas viajam para a Turquia para participar do culto religioso em homenagem aos mortos naquela guerra. Como consequência do aumento do fluxo turístico, é recomendável reservar hospedagem e passeios com antecedência.

Chegar

Desde julho de 2004 [1], cidadãos brasileiros não necessitam tirar visto para a Turquia para estadias de até 90 dias em viagens de negócios e turismo. Visitantes de Portugal podem obter o visto de entrada ao chegar no país, mediante o pagamento de uma taxa de 15 euros. Portadores de passaportes dos países da África lusófona necessitam de visto. Os cidadãos dos demais países podem verificar a página do Ministério turco responsável para obter detalhes.

De avião

A principal porta de entrada de vôos internacionais é o aeroporto internacional Atatürk (IST), localizado a 23km do centro de Istambul. O aeroporto Sabiha Gökçen (SAW) tem sido crescentemente utilizado pelas companhias aéreas de baixo custo. Fica a 30km de Istambul.

Os aeroportos de Ancara e Antalya são menos movimentados, mas recebem alguns vôos importantes.

Entre as companhias aéreas que operam vôos da Europa para a Turquia estão: AtlasJet, Fly Air, Onur Air, além das econômicas Easyjet e Germanwings.

De barco

ferries conectando a Turquia a vários outros países, como a Grécia e a Itália. A Marmara Lines opera linhas regulares das cidades italianas de Ancona e Brindisi ao porto turco de Çeşme. De ilhas gregas como Rodes, também há ligações frequentes com a turquia, especialmente para a cidade de Bodrum

De carro

Para entrar na Turquia de carro é necessário o Cartão Verde de seguro internacional. O símbolo TR não deve estar marcado, isto é, o cartão deve estar válido para a Turquia. Caso contrário, será necessário adquirir uma apólice de seguro turca na fronteira. Confirme se o seu seguro é válido também para ocorrências no lado asiático do país.

De autocarro/ônibus

Há muitas linhas de ônibus entre importantes cidades européias e a Turquia. Eles normalmente chegam à ao país passando pela Grécia ou a Itália (via ferry) e são relativamente baratos, além de bem mais rápidos e confortáveis do que os trens.

Companhias que operam linhas internacionais incluem a Varan (de/para a Grécia e Áustria) e a Ulusoy.

De combóio/trem

O tempos áureos do Expresso do Oriente passaram e hoje o acesso de trem à Turquia sofre com a lentidão e a concorrência dos ônibus modernos e vôos baratos. Ainda assim, é possível chegar ao país de trem. Da Europa, chega-se a Istambul de Belgrado (23 horas de viagem), Bucareste (20 horas) e Tessalonica (15 horas), de onde é possível trocar de trem para outras partes do continente.

As principais conexões com países do Oriente Médio vêm da Síria e o Irã. A viagem de trem de Teerã a Ancara pode levar cerca de 60 horas.

A empresa de Ferrovias Turcas é a autoridade nacional de transporte ferroviário.

Circule

A Turquia é um país grande, com mais de 1500km de leste a oeste, e vale a pena levar em conta essas dimensões ao planejar a forma de se locomover pelo país.

De avião

As cidades mais importantes são servidas por aeroportos e, em distâncias maiores, os preços e o conforto de voar podem compensar em relação aos ônibus. A maior companhia aérea turca é a Türk Hava Yolları (Turkish Airlines), que voa para todas as regiões do país. Sua principal competidora é a Onur Air, que tem tarifas mais baixas. Outras companhias de baixo custo incluem a turco-alemã Sun Express, Atlas Jet e Fly Air, que também vende bilhetes nas agências dos correios conectadas à Internet.

Algumas localidades não têm vôos diários para Ancara ou Istambul. Os bilhetes normalmente podem ser comprados pela Internet, no terminal doméstico dos aeroportos ou nas lojas das próprias companias.

Em qualquer viagem, considere também o valor do transporte do aeroporto para a cidade, pois podem aumentar significativamente o custo de sua jornada.

De barco

Os hizli feribot são embarcações no estilo catamarã, que conectam várias cidades, como por exemplo, Istambul com o outro lado do Mar de Mármara. São bastante rápidos (50-60 Km/h) e podem reduzir bastante os tempos de viagem. Por exemplo, partindo do píer de Yeni Kapi em Istambul (logo a sudoeste da Mesquita Azul), você pode alcançar a otogar (terminal rodoviário) de Bursa em duas horas, sendo menos de uma hora dedicada à viagem marítima a Yalova. Seviços semelhantes operam ligando várias partes de Istambul ao lado asiático ou a lugares mais acima no Bósforo. A presença desse tipo de embarcação rápida tem se espalhado por todo o país, onde quer que se possa navegar.

De carro

A idade mínima para dirigir é 21 anos e é necessário portar, além do passaporte, a permissão internacional para conduzir, os documentos do automóvel (se não estiverem no nome do condutor, é necessário uma procuração) e a apólice (carta verde) de seguro com o símbolo TR visível. Para quem vem do Oriente Médio, é preciso também ter a chamada licença de passagem ("Carnet de passage"). Os veículos podem permanecer no país por até 6 meses.

As regras de circulação são bastante semelhantes às do Brasil e da Europa, mas são frequentemente desrespeitadas pelos habitantes locais. Não é incomum ver mudanças repentinas de faixa e, nas cidades, 4 fileiras de carros parados em um sinal de trânsito com apenas 2 faixas. Alertas curtos com a buzina são frequentes e servem apenas para avisar aos outros motoristas que há alguém ali. Os limites de velocidade são de 50 km/h no perímetro urbano e 90 km/h nas estradas. O uso do cinto de segurança é obrigatório para o motorista e todos os passageiros.

As rodovias, em geral, são asfaltadas, bem conservadas e servidas por postos de combustível e restaurantes. A sinalização, no entanto, não é frequente, a iluminação é falha e a quantidade de acidentes é alta. No interior do país, é comum ter que dividir as estradas com a população local, carroças e outros veículos lentos e sem iluminação, o que aumenta o risco de acidentes noturnos.

Para quem prefere alugar um carro, há escritórios das principais empresas de alguel nos aeroportos e nas cidades mais importantes.

De táxi

São obrigados a usar o taxímetro. Normalmente não se deixa gorjeta para os taxistas - se conveniente, arredondar o valor para cima.

Em dolmush

Os dolmush eram, originalmente, táxis compartilhados, mas hoje restam poucos desses em algumas cidades. Os mais comuns são as vans (peruas, micro-ônibus) que operam em rotas fixas e cobram de acordo com a distância que você percorrerá. Informe ao motorista o seu destino e passe o dinheiro adiante com a colaboração dos outros passageiros, que poderão pedir o mesmo de você. Na hora de descer, alerte o motorista para que pare.

De autocarro/ônibus

A Turquia tem uma ótima rede de ônibus interurbanos. Os ônibus são confortáveis, têm ar condicionado, poltronas reservadas e, no geral, bons serviços, especialmente nas grandes companhias.

A otogar (estação rodoviária) das principais cidades têm ônibus partindo freqüentemente para praticamente qualquer destino. Além do motorista, os ônibus têm “comissários de bordo”. Nas viagens mais longas, um segundo motorista assume a direção quando o primeiro se cansa. Durante a viagem, são oferecidas bebidas grátis, lanches e são feitas paradas a cada duas horas e meia, aproximadamente, em bons restaurantes ao longo das estradas.

Quanto mais a leste do país, menos freqüentes os ônibus se tornam, mas mesmo lugares mais remotos como Dogubeyazit ou Van têm linhas para localidades a centenas de quilômetros de distância. Uma vila tem de ser realmente muito pequena para não ter um ônibus para Istambul ou Izmir pelo menos uma vez a cada dois dias.

Encontrar o ônibus correto pode requerer ajuda. Pessoas encarregadas de oferecer os serviços estão sempre presentes e podem ajudar na compra de um bilhete, mas atenção: às vezes só há uma linha para o destino desejado, mas em algumas ocasiões, você pode acabar sentado enquanto outros ônibus para o mesmo local partem enquanto você espera. Portanto, se você tiver tempo disponível, verifique a grade de chegadas e saídas de outras companhias. Você também pode dizer que precisa partir imediatamente (use as palavras "hemen" ou "shimdy", ou a expressão "adjelem var" – tenho pressa), e as pessoas entenderão que você precisa partir logo.

No caso de haver várias empresas operando para a mesma localidade, procure saber o tamanho dos ônibus que percorrem a linha. Geralmente, os maiores são mais confortáveis e algumas linhas chegam a colocar desconfortáveis vans (dolmus) operando nessas linhas. Outra dica é comparar o tamanho dos letreiros – normalmente as empresas com mais ônibus e rotas têm também os maiores letreiros. Não se surpreenda se, a caminho para algum destino estranho e mais distante, você tenha que descer do ônibus, apanhar sua bagagem e ser transferido a outro ônibus, o que pode ocorrer até mesmo em rotas “diretas” ou “expressas”. Nesses casos, o outro ônibus vai “comprar” você e levá-lo ao seu destino.

Às vezes os ônibus de longa distância poderão largá-lo em algum anel rodoviário próximo a uma cidade, ao invés de levá-lo ao centro, portanto, não deixe de perguntar se o destino final fica no centro da cidade. Por outro lado, muitas companhias têm o "arac servis", veículos que levam ao centro quando a Otogar fica na periferia de uma cidade, o que hoje em dia ocorre freqüentemente. Nas cidades como Ancara estes veículos são compartilhados por várias companhias, e uma frota deles, partindo para as várias partes da cidade, estará à espera. Seria útil manter à mão seu bilhete para provar que você estava em um ônibus (a maioria destes serviços opera, no entanto, na base da boa-fé).

O assento dentro dos ônibus é determinado, em parte, pelo "koltuk numarası" - o número do assento em seu bilhete – e em parte pelo costume de sentar juntas as mulheres, os casais e assim por diante. Não se irrite, portanto, se lhe pedirem para trocar de lugar. Geralmente, sendo um estrangeiro, você terá os melhores assentos.

Uma dica: embora a última fileira de assentos possa estar reservada para o motorista-reserva dormir, normalmente é melhor pegar um assento nos fundos, qualquer que seja o número do seu koltuk, e assim não ser importunado na maior parte da viagem. Isso é especialmente útil quando se viaja sozinho e se quer continuar assim.

De comboio/trem

A Turquia tem uma rede ferroviária extensa. Embora os bilhetes sejam baratos, os trens são extremamente lentos e normalmente não são páreo para a competição dos confortáveis ônibus do país e as recém-chegadas linhas aéreas econômicas.

Fale

O idioma oficial é o turco, que utiliza o alfabeto romano com algumas modificações. O curdo também é falado em determinadas áreas. O alemão é popular como segunda língua e muitos jovens tem algum conhecimento de inglês.

A linguagem gestual é sempre muito útil e às vezes mais eficaz do que as palavras. Para dizer "não", os turcos simplesmente movem a cabeça para trás levantando os olhos e estalando ligeiramente a língua. Para dizer "sim", abaixam a cabeça e os olhos.

Compre

Os custos na Turquia, em geral, são bem mais baratos do que os padrões europeus e muitas vezes até mesmo do que os preços brasileiros.

Os turcos são um povo de alma mercadora e, em geral, exímios negociadores. Portanto, exceto no caso de preços fixos, a palavra de ordem é barganhar/ regatear. Essa forma de negociação faz parte da cultura de compra e venda local e pode causar estranhamento / estranheza aos viajantes que não estão habituados (e que muitas vezes saem pagando mais do que deveriam!). A insistência dos vendedores às vezes também pode ser irritante. Ainda assim, é possível fazer excelentes compras por todo o país.

Produtos Locais

  • Tapetes - Existem quatro tipos principais, todos feitos à mão: o kilim, o cicim (pronuncia-se djidjim), o sumak e o hal;
  • Couro - a cidade de Malatya é uma grande produtora de artigos em couro;
  • Cerâmica - As produzidas em Avanos e Kütahya são interessantes e utilizam antigos motivos otomanos;
  • Instrumentos musicais típicos
  • Narguilês
  • Antiguidades - Importante notar que, de modo a evitar o tráfico ilícito de bens culturais, as autoridades turcas não permitem a saída do país de objetos, especialmente os arqueológicos, de mais de 100 anos.

Taxa de câmbio

Em maio de 2006, a cotação de 1 nova lira turca é de, aproximadamente:

  • € 0,60
  • US$ 0,75
  • R$ 1,59

Coma

Lokum, a doce delícia turca

A cozinha turca é excelente e, exceto para os vegetarianos, tem uma quantidade imensa de pratos de dar água na boca. De acordo com os preceitos islâmicos, o consumo de carne de porco é proibido.

O café da manhã/ pequeno almoço (kahvaltı) servido nos hotéis e pensões normalmente consiste em um bufê contendo pão, torradas, queijo, presunto, mel, azeitonas, chá e café.

O börek ou a poça (diz-se "potcha") salgados recheados com carne, queijo ou batata, ou os simit (rosquinhas de gergelim) são vendidos em barracas e carrinhos nas ruas e consumidos por muitas pessoas logo de manhã.

Lanches rápidos incluem:

  • Lahmacun - espécie de pizza com cobertura de carne
  • Pide, pizza turca, um pão sírio com coberturas que é servido em estabelecimentos especializados chamados pideci.
  • Tava, mariscos à milanesa, comuns nas cidades costeiras
  • Mantı - raviólis de carne com molho de iogurte

Os restaurantes, por sua vez, servem pratos quentes mais substanciosos como o Kebap:

  • İskenderkebap - carne no pão sírio com molho de tomate picante, iogurte e salada
  • Köfte (almôndegas)
  • šiš (carne grelhada)
  • Çöp šiš (de cordeiro)

Muito populares são os mezes, entradas que às vezes substituem uma refeição completa e são normalmente acompanhadas pelo rakı(ver seção Beba, abaixo)

As sobremesas mais comuns incluem as baclavas (pastéis doces, regados a mel), sütlaç (tipo de arroz-doce) e o lokum, a delícia turca que consiste em balas de goma açucaradas.

Beba e saia

  • Café (kahve) - o café turco é servido em pequenas xícaras e é forte e encorpado. Atenção para não beber os grãos que ficam no fundo da xícara. O sade kahve é servido puro. Já o şekerli, orta şekerli e o çok şekerli levam açúcar.
  • Chá (çay) também é muito popular no país e, quando preparado pelos locais, é forte. O chá de maçã (elma çayı) é imperdível.
  • Ayran - um refresco à base de iogurte
  • Boza, bebida originária da Ásia Central, é feita à base de trigo, açúcar e água. Por ser fermentada, tem um teor levemente alcóolico. Sua consistência grossa e é consumida gelada. Vefa Bozacisi é a marca mais conhecida de Istambul.
  • Sahlep - outra bebida tradicional, porém quente. É feita de leite, raiz de orquídea e açúcar e tipicamente decorada com canela. É mais consumida no inverno e servida em cafés e patisseries (pastane).

Bebidas alcoólicas

Embora seja um país islâmico, bebidas alcoólicas são facilmente encontradas pelo país. No entanto, ficar bêbado pode causar sérias recriminações. Evite a todo custo o consumo de bebidas alcoólicas em público durante o mês do Ramadã.

  • Rakı - uma bebida alcoólica derivada da uva e com sabor de anis, semelhante ao arak. É considerada a bebida nacional da Turquia. Normalmente é servida misturada a água e/ou gelo.
  • Vinho - o encorpado vinho da Capadócia é envelhecido em barris de concreto e tem um sabor distintivo
  • Efes - a maior marca de cerveja nacional tem sabor leve e é muito popular.

Durma

Há uma quantidade enorme de opções de alojamento na Turquia. Ainda assim, é recomendável reservar na alta temporada / época alta (Julho e Agosto, Anzac Day etc.). De Novembro a inícios de de Abril (exce(p)to no Natal e Ano Novo), muitos hotéis oferecem tarifas reduzidas. Alguns dos melhores hotéis do mundo estão no país, mas há também hotéis econô(ó)micos, pensões e albergues. Também são comuns os hotéis de charme, instalados em casas antigas e com um ambiente mais tradicional e decoração "retrô" que remonta ao passado. Embora custem um pouco mais caros, são uma experiência interessante.

Os preços, na maioria das vezes, são cotados em euros ou dólares. Dentre as cidades do país, Istambul é certamente a mais cara e as diárias de estabelecimentos comparáveis podem muitas vezes custar o dobro na cidade do que no resto da Turquia.

Normalmente homens e mulheres não são colocados no mesmo quarto. Aos casais que pretendem ficar juntos, recomenda-se usar alianças de casamento mesmo que não sejam casados, ou pelo menos preencher uma data de casamento na ficha de entrada no local onde irão ficar hospedados.

Os campings/ parques de campismo, cuja localização é indicada em mapas distribuídos pelos serviços de informação turística, só são comuns na região costeira e nos parques nacionais. Comparado com os preços médios das pensões mais econô(ó)micas, o acampamento pode não ser vantajoso.

Aprenda

Os estudantes normalmente precisam de um visto especial. Há oportunidades de estudos tanto para educação formal quanto informal.

Dificilmente se encontrarão aulas em português. Muitas universidades têm aulas em inglês e/ou cursos preparatórios de turco para os estudantes.

Trabalhe

Embora muitas pessoas trabalhem na ilegalidade, é necessário o visto de trabalho para poder trabalhar legalmente no país.

A oportunidade mais comum para estrangeiros é trabalhar no ensino de idiomas, especialmente o inglês e, é claro, os falantes nativos dessa língua são mais valorizados. As atividades relacionadas ao comércio exterior também apresentam muitas oportunidades.

Há ainda programas de estágios, trabalhos durante as férias, serviço de au pair (babá) e oportunidades de voluntariado.

Segurança

A despeito do histórico de terremotos, ataques terroristas e a horrível (e falsa) imagem apresentada no clássico filme O expresso da meia-noite, a Turquia é mais segura do que muitos países da Europa e o registro de crimes violentos é bastante raro. Os roubos também não são comuns e as autoridades locais tratam os visitantes com cortesia.

Os policiais usam roupa azul-marinho e bonés.

Respeite

As mulheres viajantes devem atentar a algumas questões peculiares aos países islâmicos, especialmente no que diz respeito ao assédio. Uma série de mal-entendidos levam os homens turcos a imaginarem as mulheres ocidentais como "fáceis". Se por um lado, as mulheres turcas sabem se livrar das abordagens inoportunas com mais naturalidade (inclusive mantendo um nível de formalidade necessário), as mulheres ocidentais, especialmente se viajam sozinhas, podem se sentir importunadas. Evite de olhar os homens turcos nos olhos, não sorria para desconhecidos e evite sair à noite em bairros onde há prostituição (Beyazit e Aksaray em Istambul, por exemplo). Usar aliança de casamento também pode desencorajar algumas tentativas. Se necessário, junte-se a um grupo de mulheres turcas e peça ajuda.

A religião e os costumes locais - Use vestuário apropriado e mantenha um comportamento adequado para visitar as mesquitas. Não imite ou faça graça / pouco do canto de chamada para oração repetido pelos muezins. Ele /Este tem um importante significado religioso.

Atatürk - O governante que revolucionou a política, os costumes e o idioma turcos é admirado por quase todos e os turcos são pouco tolerantes a críticas à sua imagem.

Saúde

Embora a água seja tratada em alguns locais, beba sempre água engarrafada (evite o gelo).

Apesar das ocorrências da gripe aviária no país, não há risco imediato de contágio entre humanos. Não frequente lugares onde há contato com aves e fezes (granjas, mercados de aves etc.) e coma apenas alimentos bem cozidos. Evite também os pratos com mariscos vendidos ao ar livre, sobretudo em Istambul - eles podem ter sido lavados com a água poluída do Bósforo.

Embora não seja obrigatório, recomenda-se a vacina contra difteria, hepatite A, tétano e pólio (normalmente já aplicadas universalmente em outros países). Visitantes que se dirigem às regiões costeiras de Mármara ou do Mar Negro podem tomar as devidas precauções contra a malária. Aqueles que ficarão períodos longos em áreas rurais podem vacinar-se contra a febre tifóide.

Os medicamentos indispensáveis são amplamente encontrados no país e vendidos sem receita. Filtro solar e repelentes de insetos também podem ser comprados no país.

Mantenha contato

Os celulares / telemóveis utilizam a tecnologia GSM. O Acesso à rede é disponibilizado por três operadoras (Avea, Telsim e Turkcell - sítios em turco e inglês). A cobertura do país é ampla e o roaming, inclusive de serviços de dados, costuma funcionar sem problemas. O roaming internacional, no entanto, nem sempre é automático e pode ser necessário solicitar o serviço à sua operadora antes de partir para a Turquia.

Os hotéis com melhor classificação hoteleira disponibilizam conexões /ligações de internet sem-fio, geralmente, sem custo adicional.


Este artigo é um guia. Ele tem muita informação, incluindo listas de hotéis, restaurantes, atracções e informação sobre chegada e partida. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites