Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Rota Via da Prata

Da Wikitravel
Espanha : Rota Via da Prata
Revisão das 15h04min de 7 de março de 2011 por Texugo (discussão | contribs)

(dif) ← Revisão anterior | Ver revisão atual (dif) | Revisão posterior→ (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo é um itinerário.


A Rota “Vía de la Plata” assenta num tradicional eixo de comunicação do oeste espanhol.


Entenda[editar]

Na época romana, especialmente durante os reinos dos imperadores Trajano e Adriano, criou-se no ocidente peninsular uma grande rota de comunicação que unia a cornija Cantábrica com as terras do sul de Hispánia. Por ela circularam mercadorias, tropas, comerciantes e viajantes, num contínuo tráfego que favoreceu a difusão da cultura romana, a sua língua e modos de vida, bem como facilitava o controlo do território de que precisava a administração do Império Romano.

Esta rota continuou a ser utilizada no decorrer dos séculos, tanto por árabes como por cristãos durante a Idade Média, desempenhando depois um papel importante na rede de comunicações da Península Ibérica.

Na actualidade, constitui um itinerário rico e variado que representa um potencial cultural e turístico de primeira ordem na Península Ibérica e na União Europeia.

Este itinerário decorre por 4 regiões e 7 províncias num eixo norte-sul de 800 Km e mais de 100.000 km2.

O carácter aberto e multi-temático da Rota permite diversas interpretações históricas, culturais e etnográficas. Um grande circuito turístico capaz de articular em torno a um eixo de cidades com importante património histórico, o conjunto dos excelentes recursos naturais e paisagísticos, bem como as diversas culturas locais presentes no território.

A Rede de Cooperação de Cidades na Rota da Prata criou-se em Abril de 1 997. É uma Associação voluntária constituída por cidades situadas na denominada Rota Vía da Prata, entre Gijón e Sevilha, para uma actuação conjunta em defensa e para a promoção dos seus recursos turísticos, históricos, culturais e económicos.

Prepare-se[editar]

Chegar[editar]

Circule[editar]

A Rede ficou formada pelas seguintes povoações: Gijón, Ribera de Arriba, Morcín Riosa, Mieres, Aller, Lena, La Pola de Gordón, León, La Bañeza, Benavente, Zamora, Salamanca, Béjar, Baños de Montemayor, Carcaboso, Plasencia, Casar de Cáceres, Cáceres, Mérida, Zafra, Calzadilla de los Barros, Fuente de Cantos, Monesterio, Santiponce, Carmona e Sevilha.

Coma[editar]

Beber e sair[editar]

Durma[editar]

Segurança[editar]

Partir[editar]


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas