Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Diferenças entre edições de "Ponte de Lima"

Da Wikitravel
Portugal : Norte : Minho : Ponte de Lima
Ir para: navegação, pesquisa
(updated listing Casa Havpilaboaaneza)
(updated listing Bar e discoteca)
Linha 126: Linha 126:
 
* <drink name="Gira Bola" alt="" address="Rua Formosa, 17, Margem Este" directions="no centro histórico" phone="258 943 447" email="" fax="" url="" hours="Fecha por volta das 2h00" price="">Um dos bares mais antigos da região. Um local calmo, para jogar um jogo de bilhar.</drink>
 
* <drink name="Gira Bola" alt="" address="Rua Formosa, 17, Margem Este" directions="no centro histórico" phone="258 943 447" email="" fax="" url="" hours="Fecha por volta das 2h00" price="">Um dos bares mais antigos da região. Um local calmo, para jogar um jogo de bilhar.</drink>
  
* <drink name="Bar Boteca" alt="" address="Praia do Arnado" directions="" phone="" email="" fax="" url="" hours="Domingo a Quinta: 11h00-02h00. Sexta e Sábado: 11h00-06h00" price="">Situado à beira-Lima, é famoso pela esplanada à beira-rio. Tem noites dedicadas à poesia e a exposições de arte.</drink>
+
* <drink name="Bar e discoteca" alt="" address="Praia do Arnado" directions="" phone="" url="" hours="Domingo a Quinta: 11h00-02h00. Sexta e Sábado: 11h00-06h00" price="" lat="" long="" email="" fax="">Situado à beira-Lima, é famoso pela esplanada à beira-rio. Tem noites dedicadas à poesia e a exposições de arte.</drink>
  
 
==Durma==
 
==Durma==

Revisão de 17h26min de 20 de novembro de 2012

Vista da margem norte do Rio Lima, com a Capela do Anjo da Guarda na margem.

Ponte de Lima é a vila mais antiga de Portugal, situada nas margens do Rio Lima, no Minho. Esta vila e a sua icónica ponte situam-se no coração da região de produção do Vinho Verde, que, juntamente com os seus animados festivais e festas populares, a tornou famosa em todo o país.

Índice

Chegar

De autocarro/ônibus

A Rede Expressos [1] tem autocarros de Ponte de Lima para quase todas as capitais de distrito, bem como para muitas cidades e vilas do país, incluindo Beja, Braga, Bragança, Caldas da Rainha, Castelo Branco, Coimbra, Covilhã, Évora, Faro, Guarda, Leiria, Lisboa, Porto, Santarém, Setúbal, Vila Real e Viseu. Os preços variam consoante a cidade-destino, mas geralmente variam entre os 10 € e os 20 €. Pode ver a lista completa de cidades, horários e comprar bilhetes no site.


noframe

Veja o estado do tempo em Ponte de Lima nos próximos dias: Sapo Tempo.

De avião

O aeroporto mais próximo de Ponte de Lima é o do Porto. O Aeroporto Internacional Francisco Sá Carneiro (IATA: OPO; ICAO: LPPR) [2] situa-se nos arredores do Porto, mais precisamente em Pedras Rubras. Actualmente é o melhor aeroporto de Portugal em termos de espaço na aerogare. Em termos de movimentos aéreos de carga é o segundo maior de Portugal (à frente de Faro e atrás de Lisboa). Recentemente o Aeroporto Francisco Sá Carneiro foi galardoado como o melhor do mundo na categoria de aeroportos até 5 milhões de passageiros. O aeroporto recebe voos frequentes das principais cidades europeias, bem como de Lisboa e Funchal. Várias companhias servem o aeroporto do Porto:

Mais a norte fica o Aeroporto Internacional de Vigo-Peinador (IATA: VGO; ICAO: LEVX) [3], em Espanha, a 15 km de Vigo. Recebe principalmente voos nacionais como os da Air Europa (Madrid, Palma de Maiorca, Tenerife-Sul), da Vueling (Barcelona), da Iberia Airlines (Madrid), da Air Nostrum (Alicante, Bilbao, Málaga, Valência) e os da Spanair (Barcelona, Gran Canaria, Madrid, Tenerife-Sul).

Também perto está o Aeródromo de Vila Real. Rrecebe alguns voos de outras cidades do país, mas nenhum internacional. Mais longe ficam os aeroportos de Santiago de Compostela, Lisboa e Faro.

Pode apanhar um autocarro até à vila ou vir de carro.

De carro

A A27 é uma pequena auto-estrada que liga a vila a Viana do Castelo. Pela vila passa também o IP1, que começa em Valença, na fronteira com Espanha, e acaba em Castro Marim, no Algarve, atravessando o país de norte a sul. O IP passa também por Braga, Porto, Vila Nova de Gaia, Espinho, Santa Maria da Feira, Aveiro, Coimbra, Leiria, Fátima, Caldas da Rainha, Santarém, Lisboa, Loulé, Faro e Tavira, entre muitas outras vilas e aldeias. Várias estradas nacionais (a N306, a N307, a N202, a N204 e a N201) passam também por Ponte de Lima.

Circule

Ponte de Lima é uma vila de tamanho médio, mas as atracções situam-se a pouca distância uma das outras, no reduzido centro histórico. Aliás, caminhar torna a visita muito mais agradável (a menos que venha numa altura em que a cidade esteja inundada de turistas, como nas Feiras Novas, quando é quase impossível andar nas ruas a transbordar de gente). O carro é um meio de transporte inútil, porque grande parte das atracções, como a Igreja de Ponte de Lima, só podem ser acedidas de pé ou de bicicleta. No entanto, pode ser útil para chegar a algumas atracções como o Museu dos Terceiros ou para chegar à margem norte.

Veja

Capela do Anjo da Guarda.
  • Capela do Anjo da Guarda (também chamada Capela de São Miguel do Abrigo), Caminho da Oliveirinha, Margem Oeste (perto da Igreja de Santo António da Torre Velha e dos Jardins do Arnado). Situada do outro lado da ponte fica a pequena capela barroca datada do século XVIII. Da capela têm-se maravilhosas vistas para a vila. Apresenta um padrão quadrangular abobadado e aberto, de cantaria, decorada com elementos medievais e barrocos, como a decoração dos pilares e das colunas. Grátis.
  • Capela de São João, Alameda de São João, Margem Este (no extremo norte da vila, perto da Expolima). Situada ao fundo de uma alameda ladeada por árvores, tem forma de um octágono irregular, com exterior simples e rectangular com os cantos cortados. Grátis.
Igreja Matriz de Ponte de Lima.
  • Igreja Matriz, Rua Manuel Morais, Margem Este (em frente da Igreja da Misericórdia, no coração do centro histórico). Mandada edificar por D. João I em 1425, pensa-se que deverá ter sido concluída em 1446. Ao longo dos séculos sofreu várias transformações e ampliações, possuindo assim vários estilos - românico, gótico e neoclássico, de que é exemplo o portal gótico encimado por uma rosácea do séc. XVIII. Grátis.
  • Igreja da Misericórdia, Rua Cardeal Saraiva, Margem Este (em frente da Igreja Matriz, no coração do centro histórico). Frente-a-frente com a Igreja Matriz de Ponte de Lima, foi construída no século XV, e foi completamente reconstruída no século XVIII. São notáveis as duas figuras de pedintes de cada um dos lados da porta e o frontal do altar-mor.
  • Igreja de Santo António da Torre Velha, Caminho da Oliveirinha, Margem Oeste (no fim da ponte, perto dos Jardins do Aenado e da Capela do Anjo da Guarda). Resultante da reformulação da antiga ermida no século XIX, consagrada à Nª Senhora do Carmo, recebeu esta designação devido à torre do reduto medieval, que coexistiu com a igreja até meados do séc. XIX. A torre destaca-se pelas suas gárgulas. Grátis.
  • Jardins Temáticos do Arnado, Caminho da Oliveirinha, Margem Oeste (à beira da Igreja de Santo António da Torre Velha, perto da Capela do Anjo da Guarda e da ponte), +351(258)942335 (fax: +351(258)900410). Este jardim nasceu da ideia de criar um jardim no qual se pudesse viajar através da história da arte dos jardins. Reutilizando-se as estruturas pré-existentes da exploração agrícola, foram criados jardins característicos de diversas épocas, bem como plantações com sentido pedagógico, sendo constituído um verdadeiro horto botânico, que inclui uma grande estufa. A vinha, o espigueiro e o museu rural representam a cultura rural.
  • Museu Rural, Jardins Temáticos do Arnado (Ao fundo do jardim), 258900414. Terça-feira a Domingo 14h-18h. O museu é composto por vários espaços: a Tulha, com exposições sobre o linho e exposições temporárias de pintura; a Cozinha, imitando uma antiga cozinha rural, com forno e lareira; a Adega, com vários utensílios relativos ao vinho e pipas; e o Celeiro, com exposições relacionadas com à cultura do milho.
Museu dos Terceiros.
  • Museu dos Terceiros, Av. 5 de Outubro, Margem Este, 258 753 136 (), [4]. Situado no edifício do Antigo Convento dos Frades Menores da Província da Conceição e na Igreja da Ordem Terceira, sacristia, sala consistorial e seus anexos, é um dos mais notáveis museus de Ponte de Lima e do Minho. Foi criado em 1974, e as suas colecções incluem um importante conjunto de estatuária religiosa, azulejos, pinturas e alfaias litúrgicas. O edifício é uma das principais atracções, com a igreja e sacristia elaboradamente decorada, tectos apainelados, etc. 2,5€ por um bilhete normal.
  • Paço do Marquês, Praça da República, Margem Este (Na extremidade da Avenida António Feijó). Construído nos séculos XIV/XV, em estiilo gótico e manuelino é um dos mais belos palácios da região. Foi residência de D. Leonel Lima. Deve o seu aspecto de castelo à sua função de defesa, já que existia perigo de um ataque castelhano.
A ponte e a Igreja de Santo António da Torre Velha.
  • Ponte sobre o Lima, (Entre a Igreja de Santo António da Torre Velha e a Praça de Camões). Com dois troços distintos, um romano (provavelmente construído no séc I, para por ela passar a via iniciada pelo Imperador Augusto) e outro medieval, tem 27 arcos. A ponte romana, com sete arcos, encontra-se parcialmente encoberta pelo maciço onde se situa a Igreja de Santo António da Torre Velha. A ponte medieval tem 17 arcos, com dois deles soterrados.
  • Praça de Camões, Margem Este (na extremidade sul da ponte). É a praça mais marcante da vila, e tem no seu centro um chafariz setecentista, que ostenta as armas da vila. Aqui situa-se a Casa Havaneza, um café de referência na vila, com excelente doçaria. A praça estende-se na direcção do rio, até à ponte. À entrada desta última existe um cruzeiro com o emblema heráldico limiano.
  • Torres da Cadeia e do Postigo, Passeio 25 de Abril, Margem Este (À beira-rio). Unidas por um pequeno pano de muralha, as Torres da Cadeia e do Postigo são o único vestígio da cerca de Ponte de Lima no século XIV. A Torre da Cadeia era, como o próprio nome indica, uma prisão até à decada de 1860. Actualmente é usada para exposições, lançamentos de livros e pequenas conferências. Grátis.

Faça

Um dos extravagantes jardins do Festival Internacional de Jardins.
  • Centro Equestre do Vale do Lima, Quinta da Sobreira, Feitosa, Ponte de Lima, 258 894 873. Aberto Segunda-Sábado. Verão: 8h00-20h00 e 21h00-24h00. Inverno: 9h00-19h00. Um centro de equitação moderno, nos arredores rurais de Ponte de Lima, com óptimas condições. Com 8 hectares, dispões de um par de picadeiros descobertos e um coberto, uma pista de ensino e 50 boxes. Cerca de 15€ por uma aula de equitação individual.
  • Feiras Novas, Margem Este. Terceira Semana de Setembro. Para alguns, a melhor altura para vir à vila, é uma das mais loucas festas do Alto Minho, tendo a duração de três dias. Com cortejo e numerosas celebrações populares, é uma das últimas festas populares do ano. Infelizmente, durante esta época a vila é invadida por, literalmente, milhares de forasteiros, tornando a deslocação pelo centro histórico praticamente impossível devido à multidão.
  • Feira do Cavalo, Expo Lima, Margem Este (no extremo norte da Alameda de S. João, perto da Capela de S. João), [5]. Junho/Julho. Com cavalos de raça e excelentes cavaleiros, é uma das feiras equestres com mais renome do país.
  • Festival Internacional de Jardins, Caminho de São Gonçalo, Margem Oeste (Indo pelo Caminho de São Gonçalo desde a N306, vá pela primeira à direita, em direcção ao parque de estacionamento (este parque paga-se nas Feiras Novas, por isso talvez seja boa ideia deixá-lo de fora e ir a pé). A entrada está marcada com um grande cartaz.), (+351) 258 900 400 (, fax: (+351) 258 900 410), [6]. 30 de Maio-30 de Outubro. Imitando o festival de Chaumont-sur-Loire, França, apresenta jardins modernos de várias partes do mundo, de Portugal à China.
  • Vaca das Cordas. Maio-Junho (na véspera do Corpo de Deus). Um evento tradicional e característico de Ponte de Lima, datado de 1646. A tradição consiste em um touro, que, amarrado por cordas, sai da Casa do Conde D'Aurora e percorre as ruas da cidade, até chegar ao areal do rio. Durante o percurso, vários são os que se aventuram a enfrentar o animal.

Compre

O que comprar?

Ponte de Lima é uma região relativamente rica em artesanato tradicional, desde cobertas de lã, bordados, rendas e outros produtos de tecelagem a mobiliário rústico e à cestaria. Também de interesse são os tamancos regionais. Pode também comprar comida e bebida regional. A carne barrosã, famosa pela sua suculência, o cabrito das terras altas, de sabor característico, e o Vinho Verde, o ex-libris gastronómico da região.

Vinho Verde (Ponte de Lima).jpg

Vinho Verde

Existem vários locais para ir às compras em Ponte de Lima:

  • Comércio Tradicional. A maior parte do comércio tradicional de Ponte de Lima encontra-se no centro histórico, incluindo lojas de roupa, drogarias tradicionais, sapatarias, etc.
  • Maria Teresa, Passeio 25 de Abril. Esta loja de produtos regionais é o local perfeito para comprar uma lembrança da viagem. A Maria Teresa vende toalhas e cobertas de linho tradicionais de Ponte de Lima.
  • Feira, (à beira-rio, em volta da ponte). De 15 em 15 dias às segundas-feiras. Uma das feiras mais conhecidas da região e marco do dia-a-dia em Ponte de Lima, desde tempos imemoráveis que se realiza nas margens do Rio Lima. É a feira mais antiga de que há registo em Portugal. Com centenas de "tendas", pode encontrar variados artigos, desde roupa a acessórios, e, dependendo dos dias, alimentos. A feira cresce muito durante as Feiras Novas, estendendo-se também para a Avenida dos Plátanos, e surgindo também alguns bares e restaurantes por entre as tendas.
  • Feira de Antiguidades e Velharias, Avenida dos Plátanos (nas margens do rio Lima). Todos os segundos domingos de cada mês. Uma feira de antiguidades mensal, com vários artigos interessantes.
  • Mercado Municipal de Ponte de Lima, Largo Pomar do Marquês. Vários produtos alimentícios à venda, mas tirando isso a oferta é limitada. Possui também vários restaurantes e lojas.
  • Baú D'Avó, Mercado Municipal de Ponte de Lima, (), [7]. Uma loja de artesanato no mercado, vendendo várias peças decorativas, usando materiais como peneiras, etc.

Coma

Gastronomia

Arroz de Lampreia.

Na gastronomia limiana, o prato de maior destaque é o arroz de sarrabulho com rojões - um prato delicioso, com vários temperos, e cheio de tradição. O porco é uma das ingredientes principais da cozinha da região, sendo essencial em pratos como a "perna de porco à Clara Penha", as belouras, o chouriço de verde, as farinhotas. A própria matança do porco era e ainda é motivo para juntar a família e amigos.

Outro ingrediente muito apreciado na cozinha da vila é a lampreia. Pode ser cozinhado de diversas formas, mas as mais conhecidas são o Arroz de Lampreia e a Lampreia à Bordaleza.

Também em doces a gastronomia da região é muito rica, sendo o mais famoso o leite-creme queimado.

Restaurantes

  • A Tulha, Rua Formosa, Margem Este, 258 942 879. Fecha às segundas-feiras. Neste restaurante de aspecto rústico servem-se várias iguarias tradicionais, desde peixe fresco à deliciosa carne galega. O medalhão, o sável, o bacalhau e a lampreia são alguns dos melhores pratos de casa. Não-fumadores. Menos de 15€.
  • Taverna Vaca das Cordas, Rua Beato Francisco Pacheco, Margem Este, 258 741 167 (), [8]. Fecha aos Domingos. Um restaurante informal, com várias entradas, e pratos como rojões no forno à moda antiga e arroz de pato. Não-fumadores. Menos de 30€.
  • A Carvalheira, Margem Oeste, 258 742 316 (fax: 258944672). 12h00-15h00 e 19h00-22h00. Fecha às segundas. Também de ambiente rústico, tem decoração simples e uma grande lareira no centro da sala. Uma das especialidades da casa é a lampreia e o sável. Não fumadores. Cerca de 25€/pessoa.
  • Casa Alameda, Alameda de São João, 42, Margem Este, 258 941 630. Fecha às segundas. Situado no centro da vila e com uma boa vista para o rio, destaca-se pela cozinha regional, incluindo o afamado arroz de sarrabulho com rojões. É aconselhável fazer reserva, porque o restaurante é pequeno e muitas vezes está cheio (principalmente durante as Feiras Novas). Cerca de 13€/pessoa.
  • Retiro do Sobral, Rua General Norton de Matos, Margem Este, 258 942 435. Fecha às quartas.. Situado na zona moderna da vila, serve também comida tradicional. Com um serviço simpático e eficiente, é muito procurado pelo sarrabulho. Cerca de 12€.

Beber e sair

Prove o Vinho Verde, característico da região.

  • Casa Havpilaboaaneza, Praça de Camões, Margem Este. Um dos cafés mais conhecidos da vila, tradicional e com boa doçaria. Um dos melhores locais para relaxar à tarde com uma bebida na mão.
  • Gira Bola, Rua Formosa, 17, Margem Este (no centro histórico), 258 943 447. Fecha por volta das 2h00. Um dos bares mais antigos da região. Um local calmo, para jogar um jogo de bilhar.
  • Bar e discoteca, Praia do Arnado. Domingo a Quinta: 11h00-02h00. Sexta e Sábado: 11h00-06h00. Situado à beira-Lima, é famoso pela esplanada à beira-rio. Tem noites dedicadas à poesia e a exposições de arte.

Durma

InLima Hotel & Spa.
  • Casa do Outeiro - Turismo de Habitação, Margem Oeste, 258 941 206 (). Um belo solar do século XVIII, com todo o encanto de uma casa fidalga antiga. 80 €/noite por um quarto com duas camas de solteiro..
  • Hotel Império do Minho ***, Avenida dos Plátanos, Margem Este, 258741510 (, fax: 258942567), [9]. Situado na Avenida dos Plátanos, virado para o Rio Lima e muito próximo do centro histórico da vila. Tem um bom restaurante. Quarto duplo por 42,50-65 (consoante a época).
  • InLima Hotel & Spa, Rua Agostinho José Taveira, Lote 6, Margem Este, 258 900 050 (, fax: 258 900 059), [10]. Inaugurado em 2010, este sofisticado Boutique Hotel situa-se relativamente perto do centro da vila. Com um design moderno e instalações confortáveis, possui um spa e um bar temático. Todos os quartos tem LCD, tv cabo, internet sem-fios grátis, telefone, mini bar, ar condicionado e secador de cabelo. As suites tem também uma banheira de hidromassagem. Quarto duplo: cerca de 75€. Quarto individual: cerca de 60€. Suite (2 pessoas): Cerca de 150€.
  • Pousada da Juventude de Ponte de Lima - Histórica Cultural, Rua Papa João Paulo II, Margem Este, +351 258 751 321 (, fax: +351 217 232 101), [11]. Com instalações modernas e confortáveis, situa-se à beira-Lima e a pouca distância do centro. Acessível a deficientes motores. Cama num dormitório: 11-13€. Quarto duplo sem WC: 26-30€. Quarto duplo com WC: 28-32€. (Consoante a época).
  • Casa do Arrabalde - Turismo de Habitação, Margem Oeste, 258 742 442 (, fax: 258 742 516), [12]. Situada na margem oeste do rio Lima, esta case senhorial do século XVIII tem uma das mais belas vistas da vila e do rio.A ponte fica a dois passos da casa. Quarto individual: 65€. Quarto duplo/com duas camas: 80€.

Partir

Viana do Castelo, com a Basílica de Santa Luzia.
Valença.
  • Viana do Castelo - É a capital de distrito e uma das cidades mais monumentais de todo o Norte de Portugal. Situada entre a foz do Rio Lima e o Monte de Santa Luzia, a sua principal atracção é a Romaria de Nossa Senhora da Agonia. Classificada como "Meca da Arquitectura" pela revista londrina Wallpaper, é famosa pelos monumentos dentro e nos arredores da cidade, bem como pela natureza involvente.
  • Valença - Outrora uma peça-chave na defesa do Minho, é uma prça fronteiriça muito visitada por espanhóis. As suas muralhas, fossos e baluartes encontram-se extraordinariamente bem preservados, e o seu centro histórico, apesar de pequeno está entre os mais interessantes do norte do país. Rodeada por belas paisagens e com o Rio Minho a seus pés, é um dos ex-libris do turismo minhoto.
  • Caminha - Situado na foz do Rio Minho, na fronteira com Espanha, é uma vila de rara beleza. Entre as suas principais atracções incluem-se a Igreja Matriz, virada para o rio, solares, ruas sinuosas, e igrejas. Nos arredores encontra-se Vilar de Mouros, famosa pelo festival de mesmo nome, e Vila Praia de Âncora, uma das mais belas praias do país.
  • Melgaço - Uma pitoresca vila medieval dominada pelo castelo, mandado construir por D. Afonso Henriques. É famosa pelo seu compacto e muito belo centro histórico e pelo Alvarinho, produto mais conhecido da vila e da região.
  • Monção - Conhecida pela Festa da Coca, esta bela cidade de terraços e miradouros, foi, tal como Valença, uma das mais importantes praças-fortes do país. O centro histórico, rodeado por muralhas do século XVII, está repleta de belos monumentos, como a Igreja Matriz. Fora das muralhas, ficam as famosas Termas de Monção, procuradas por pessoas de toda a região.



Rotas por Ponte de Lima
Viana do Castelo  O noframe E  FIM
Valença  N noframe S  BragaCastro Marim
Valença  N noframe S  Braga


Este artigo é um guia. Ele tem muita informação, incluindo listas de hotéis, restaurantes, atracções e informação sobre chegada e partida. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites