Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Diferenças entre edições de "Pólo Norte"

Da Wikitravel
Ir para: navegação, pesquisa
(+ nl)
(Chegar)
(3 edições intermédias de 3 utilizadores não apresentadas)
Linha 1: Linha 1:
 +
{{dados
 +
| imagem=[[Image:Polar bears near north pole.jpg|250px]]
 +
| localização=[[image:NASA seaice 2005 lg.jpg|200px]]
 +
| bandeira=
 +
| capital=
 +
| governo=
 +
| moeda=
 +
| área=12.000.000 km²
 +
| população=0
 +
| idioma=
 +
| religião=
 +
| eletricidade=não tem
 +
| códigotelefônico=
 +
| tld=
 +
| fusohorário=
 +
}}
 
[[Image:North-pole-l.png|thumb|right|200px|Robert Peary & co. 1909]]
 
[[Image:North-pole-l.png|thumb|right|200px|Robert Peary & co. 1909]]
  
Linha 14: Linha 30:
 
==Chegar==
 
==Chegar==
  
O Pólo Norte só pode ser alcançado por meio de expedições específicas para esse fim. As viagens começam geralmente por via aérea, às vezes com alguma etapa sobre o gelo. Outra alternativa é pegar um navio quebra-gelo que abra caminho no gelo do Oceano Ártico. No programa Top Gear conseguiram chegar num Jeep Toyota.
+
O Pólo Norte só pode ser alcançado por meio de expedições específicas para esse fim. As viagens começam geralmente por via aérea, às vezes com alguma etapa sobre o gelo. Outra alternativa é pegar um navio quebra-gelo que abra caminho no gelo do Oceano Ártico. No programa Top Gear conseguiram chegar num Jeep Toyota.
  
 
===De avião===
 
===De avião===

Revisão de 00h21min de 25 de dezembro de 2012

Polar bears near north pole.jpg
Localização
NASA seaice 2005 lg.jpg
Informações Básicas
Área 12.000.000 km²
População 0
Eletricidade não tem


Robert Peary & co. 1909

O Pólo Norte é o ponto mais setentrional do planeta, por onde o seu eixo de rotação passa e onde todos os meridianos se entrecruzam.

Índice

Entenda

Map of the North Pole

Existem várias definições de Pólo Norte. A mais comum é a de Pólo Norte geográfico: o ponto exato do encontro de todos os meridianos terrestres e também o local onde fica o eixo de rotação do planeta, que também passa pelo Pólo Sul. Por esse motivo, o Pólo Norte está, simultaneamente, em todos os 24 fusos horários da Terra. Outra definição é a de Pólo Norte magnético, que é aquele para onde as bússolas apontam, variando conforme os campos geomagnéticos; hoje esse ponto situa-se próximo à ilha Ellef Ringnes (em Nunavut, norte do Canadá) . Há ainda quem use, como referência, a magnetosfera terrestre, a qual afeta a aurora boreal e que hoje se encontra perto de Qaanaaq (na Groenlândia). A definição arbitrária de Pólo Norte da Inacessibilidade, o mais extremo ponto em terra firme, fica a 84°03'N 174°51'W , pelo menos até que o aquecimento global e o aumento do nível do mar redefinam as linhas costeiras.

Diferentemente do Pólo Sul, o qual se localiza no continente antártico, o Pólo Norte encontra-se sobre a camada de gelo que cobre o Oceano Ártico. Lá não há habitações ou estações permanentes, nem mesmo um marco oficial, já que a flutuação da camada de gelo mudaria continuamente sua posição relativa.

O primeiro explorador a alcançar o pólo Norte foi o americano Robert Edwin Peary, em 1909. Hoje, as expedições são mais corriqueiras e o local tornou-se um destino de viagens comerciais.

Chegar

O Pólo Norte só pode ser alcançado por meio de expedições específicas para esse fim. As viagens começam geralmente por via aérea, às vezes com alguma etapa sobre o gelo. Outra alternativa é pegar um navio quebra-gelo que abra caminho no gelo do Oceano Ártico. No programa Top Gear conseguiram chegar lá num Jeep Toyota.

De avião

A maioria das expedições parte em abril, quando a noite ártica termina mas o gelo ainda está firme. Muitas saem de Longyearbyen nas ilhas Svalbard, e seguem em direção ao pólo numa combinação de avião e helicóptero. Normalmente, elas param no “aeroporto de gelo” da estação russa de pesquisa polar chamada Barneo (também pronunciada Borneo), instalada anualmente durante a primavera a 89ºN, e lá fica flutuando no gelo ártico. Muitas expedições deixam os viajantes ali ou em qualquer outro lugar perto do pólo, para que eles terminem a viagem andando no gelo. Uma opção mais fácil, confortável e barata é sobrevoar a região em aviões de longo alcance, que partem da Alemanha e do Reino Unido, passam sobre a Noruega, o arquipélago de Svalbard e o Pólo Norte em si, sem aterrisar, mas voando baixo sobre as áreas de interesse.


  • Arctic Odysseys. [1]. Oferece uma excursão de quatro dias, com um dia no gelo. US$ 13.000 por pessoa.
  • Deutsche Polarflug. [2]. Com início em maio de 2007, oferece vôos para se ver o pólo, partindo da Alemanha num Airbus A330, cruzando a Noruega e Svalbard, voando baixo sobre locais de interesse e fazendo todo o caminho até seu destino. Os passageiros trocam de lugar na metade do vôo, os que estão nos assentos do centro com os das laterais e vice-versa, a fim de que todos possam desfrutar da vista, pelo menos de perto de uma janelinha. Um pequeno número de assentos é vendido para se ficar exclusivamente na parte central ou nas laterais do avião. Programa informativo no próprio avião. Tarifas entre €555-€1190, classe econômica. Primeira classe, sob consulta. No dia 1º de agosto de 2008, ocorrerá um eclipse solar total a partir de 7º do pólo. Observações serão coordenadas com um sobrevôo à região.[3]
  • Global Expedition Adventures, [4]. Variedade de pacotes, incluindo avião e helicóptero diretamente ao pólo, “pernoite” no local, esqui no “último grau” e até mesmo pára-quedismo sobre a camada de gelo polar. Tarifa mínima de US$ 12.000 por pessoa pela viagem.
  • Icetrek, [5]. Oferece viagens de um dia a partir de Longyearbyen, excursões de 3 a 4 dias, com “pernoite” em Barneo e expedições de esqui de até nove dias sobre o gelo. €7,900-€13,900.
  • Northwest Passage, [6]. Pacotes que incluem vôos diretos de avião e helicóptero ao pólo, esqui e passeio de trenó com cães.
  • Voyage Concepts, [7]. Oferece excursões via aérea de 5 dias e expedições de duas semanas (incluindo treinamento) de esqui até o pólo com volta aérea. Parte de Londres via Svalbard. A partir de £12.000.
  • Polar Challenge, [8]. Oferece a oportunidade de participar do time competitivo da corrida polar até o pólo norte magnético, perfazendo a distância de 350 milhas náuticas. Inclui treinamento completo no País de Gales, Áustria e no Ártico, equipamento e todo suporte administrativo. Taxa de £17.500 por pessoa.
  • North Pole Adventures, [9]. Oferece pacotes variados, desde lua-de-mel a travessias de esqui e degustação de vodca a -40ºC. Vôos partem de Moscou e de Frankfurt. Custam em média €10.000 por pessoa, embora casais em lua-de-mel paguem o preço unitário.

De barco

O único navio comercial a fazer viagens regulares ao Pólo Norte é o quebra-gelo nuclear russo Yamal, operado pela Murmansk Shipping Company. Ele parte de Murmansk (pacotes turísticos começam em Helsinki e Moscou), fazendo muitas viagens de duas semanas durante o verão, quando o gelo é mais facilmente quebrado. O barco é equipado com 50 cabines e suítes com banheiro privativo e janelas externas, restaurante, piscina coberta aquecida, academia, biblioteca etc. Pacotes são vendidos por muitos operadores, custando em geral entre US$ 18.000 e US$ 25.000 por pessoa em cabine dupla.

  • Quark Expeditions. [10].
  • Journeys International. [11].
  • Poseidon Arctic Voyages. [12].

Circule

Esquiar e andar de trenó puxado por cães são os únicos modos de transporte viáveis nas proximidades do Pólo Norte; recomenda-se ficar com seu grupo turístico.

Veja

O terreno de gelo no Pólo Norte tende a ser bastante plano, embora algumas formações de neve interessantes possam ser vistas. Só existe um único nascer do sol e um único pôr-do-sol por ano, o que não ocorrerá durante sua visita. Os operadores turísticos colocam um marco sinalizando o pólo sobre o gelo, mas que servem apenas para se fazer algumas fotos. Apesar do nome, os ursos polares não costumam visitar o pólo, preferindo áreas mais ao sul, nas beiradas da camada de gelo, onde eles podem também nadar.

Faça

Há poucas oportunidades formais de recreação no Pólo Norte. Contudo, uma maratona é realizada anualmente – a Maratona do Pólo Norte --, organizada pela firma Polar Running Adventures.

Compre

É impossível comprar qualquer coisa no pólo; obviamente, é preciso levar tudo de que se precisa.

Coma

Seu operador turístico levará a alimentação necessária. É tradicional celebrar a chegada no pólo com caviar.

Beba

O gelo que cobre o oceano é salgado. Celebrar a chegada com champanhe também é tradicional. Leve o seu.

Durma

Embora não haja acomodações permanentes nas proximidades do pólo, acampamentos temporários podem ser montados, proporcionando abrigo aquecido por uma ou mais “noites”. Barneo tem abrigos aquecidos semi-permanentemente, normalmente usados por expedições que passam mais de um dia sobre o gelo.

Partir

Muitos visitantes do Pólo Norte querem conhecer o Pólo Sul em seguida.

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites