Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Maurício

Da Wikitravel
África Oriental : Maurício
Revisão das 19h23min de 3 de agosto de 2010 por 200.207.162.9 (discussão)

Ir para: navegação, pesquisa
Ile aux Cerfs001.JPG
Localização
LocationMauritius.png
Bandeira
Mp-flag.png
Informações Básicas
Capital Port Louis
Governo República parlamentarista
Moeda Rúpia mauriciana (MUR)
Área 2.040 km2
População 1.230.602 (est. julho 2006)
Idioma Inglês (oficial), crioulo e várias outras
Religião hindus 53%, cristãos, 28%, muçulmanos 13%
Eletricidade 230V/50Hz
Internet TLD .mu
Fuso horário UTC+4

As Ilhas Maurício (francês:L’île Maurice; crioulo maurício: Maurice) [1] são um pequeno país da África Oriental, a este de Madagáscar. São um famoso destino turístico, conhecido pelas suas praias paradísiacas, bem como pela cultura crioula e pelos seus luxuosos resorts.

Regiões

Districtos

A Ilha Maurícia, divide-se em 9 districtos:

Dependências

Existem também mais três dependências (ilhas separadas):

Cidades

Outros destinos

Entenda

A Maurícia ou Maurício, também chamada de ilhas Maurícias ou ilhas Maurício, é um país do oceano Índico, constituído pelas ilhas Mascarenhas orientais (ilha Maurícia e ilha Rodrigues) e por dois arquipélagos de ilhotas mais a norte: as ilhas Cargados Carajos e Agalega. A Maurícia disputa ainda com Madagascar e a França a ilha de Tromelin. Os seus vizinhos mais próximos são o departamento francês de Reunião, a oeste, e as Seychelles, a norte. Sua capital é Port Louis. Juntamente com Líbia e Seychelles, é o único país do continente africano com Índice de Desenvolvimento Humano considerado alto.

Chegar

  • Brasileiros não precisam de visto antecipado; um visto de 3 meses é dado no aeroporto. Portugueses não precisam de visto algum. Angolanos e Cabo-verdianos precisam de visto antecipado. Moçambicanos não precisam de visto para ficar até 60 dias por ano, sendo 30 dias no máximo em cada viagem. [2]

De avião

Do Brasil, não existem vôos diretos. A melhor maneira de se chegar é via África do Sul, pela excelente South African Airways.

Aeroporto Internacional de Sir Seewoosagur Ramgoolam

O Aeroporto Internacional de Sir Seewoosagur Ramgoolam (☎ +230 603 6000, e-mail: airportinfo@aml.mru.aero, fax: +230 637 5306) situa-se em Plaisance e é o principal ponto de entrada de viajantes para a Maurícia.

  • Air Mauritius [3] - A rede aérea principal e opera uma variedade de rotas para as ilhas locáis e para localizações internacionais em África, Austrália, Europa e Ásia.
  • Redes aéreas regionais são, por exemplo, a Air Austral [4], a Air Madagáscar e a Air Seychelles [5] conectam a Maurícia com as ilhas vizinhas.
  • Redes internacionais como a Air Europe, Air France [6], Virgin Airlines, Air Zimbabwe, Austrian Airlines [7], British Airways [8], Condor, South African Airways, Air India [9], e a Emirates [10] servem Maurício desde a sua base.

De barco

De carro

De autocarro/ônibus

De comboio/trem

Circular

De avião

De barco

De carro

De autocarro/ônibus

De comboio/trem

Fale

Compre

Coma

A culinária nacional é a mistura de influências da cozinha Criola, Chinesa, Francesa e Indiana. É comum a combinação destas culinárias para a elaboração de um prato. Maurícia tem fortes laços culturais com a França A popularidade dos pratos franceses como o daube, civet de lièvre or coq au vin servidos com vinho mostram a prevalência da Culinária da frança em Maurício na atualidade. Com o passar dos anos, algumas receitas foram adaptadas com a adição de ingredientes mais exóticos nativos da ilha, o que confere, em muitos casos, um sabor único. Durante o século XIX, após a abolição da escravidão, trabalhadores indianos migraram para a ilha trazendo consigo sua culinária. No final do mesmo século, veio uma outra onda de imigração, desta vez da China, especialmente Chineses da região sudoeste da China, o que também influenciou a culinária local. Ao longo dos anos, cada comunidade adaptou e misturou elementos uma das outras ao seu gosto, resultando ne culinária atual. A produção de rum é comum na ilha. A cana de açúcar foi inicialmente introduzida pela colonização holandesa no ano de 1638.

Beba e saia

Durma

Aprenda

Trabalhe

Segurança

Saúde

Respeite

Mantenha contato

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites