Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Irã

Da Wikitravel
Oriente Médio : Irã
Revisão das 13h22min de 20 de novembro de 2011 por 177.73.16.53 (discussão)

Ir para: navegação, pesquisa
Teerão.
Localização
noframe
Bandeira
Ir-flag.png
Informações Básicas
Capital Teerã
Governo República islâmica
Moeda Rial iraniano (IRR)
Área 1,648 milhão km2
População 68.688.433 (est. Julho 2006)
Idioma Persa e dialetos 58%, azari e dialetos 25%, curdo 9%, luri 2%, balochi 1%, árabe 4%,
Religião Muçulmanos xiitas 80%, sunitas 15%, zoroastros e outros 5%
Eletricidade 220V/50Hz
Código telefônico +98
Internet TLD .ir
Fuso horário UTC+3:30


O Irã (ou Irão, em persa: ايران) é um país do Oriente Médio.

Regiões

Iran regions map.png
Baluquistão
Irã Cáspio
Irã Central
Khorasan
Região do Golfo Pérsico
Azerbaijão Iraniano
Irã Ocidental







Cidades

  • Abadan, localizada na província do Khuzestão e cercada de água, a cidade possui uma cultura muito rica e também grandes refinarias de petróleo.
  • Isfahan possui uma arquitetura singular e bulevares arborizados. Foi a capital do país durante a dinastia Safavid, no século 17. O nome da cidade rima, nas cantigas folclóricas, com outra palavra que significa "a metade do mundo", devido à variedade arquitetônica e destacada beleza.
  • Kashan é uma cidade similar a um oásis, na beira do deserto. É considerada uma das cidades mais arcaicas do país.
  • Mashhad, que em árabe significa o lugar do martírio, é o santuário de Imam Reza, o oitavo imam dos muçulmanos.
  • Shiraz, é uma cidade de clima ameno, na qual muitos poetas viveram e por isso é tida como a capital da Literatura Persa; além disso, é também famosa pelo seu vinho tinto.
  • Tabriz - Na Antigüidade, seu nome era "Aturpatgan" ou "Azargoshnasp", onde os templos de fogo dos zoroatras se localizavam.
  • Teerã, a capital do país e uma das maiores metrópoles do Oriente Médio, com todos os prós e contras de uma grande cidade.
  • Urmia, que em assuriano significa o lugar da água, localiza-se perto do lago Urmia, o segundo maior lago de água salgada do mundo. A cidade é cercada por vinhedos e fica a uma hora de carro da Turquia e do Iraque.
Mapa do Irã

Outros destinos

  • Ilha Kish, uma zona de livre comércio no Golfo Pérsico, considerada o paraíso dos consumistas e repleta de shoppings, atrações turísticas e resorts. O Dariush Grand Hotel é o melhor do Irã e um dos dez melhores do Oriente Médio [1].
  • Babol, no norte do país, perto do Mar Cáspio
  • Proximidades do Monte Damavand, com mais de 5600 m de altitude

Entenda

Chamado de Pérsia até 1935, o Irã tornou-se uma república islâmica em 1979 depois de o xá ter sido obrigado a se exilar. O país viu-se em guerra contra o Iraque entre 1980 e 1988. O desemprego juvenil é um problema, devido ao fato de o país ter a maior população jovem do mundo.

Clima

O Irã tem um clima diversificado. No noroeste, os invernos são frios, com muita precipitação de neve e temperaturas abaixo de zero em dezembro e janeiro. As meia-estações são amenas e o verão é muito quente e seco. No sul, os invernos são amenos e os verões muito quentes, com temperaturas que ultrapassam os 38ºC. No Khuzestão, o verão quente é acompanhado de umidade alta. Em geral, o clima é árido, com a maior parte das (poucas) precipitações entre outubro e abril. Chove um pouco mais nos vales de Zagros e na planície costeira do Mar Cáspio.

Chegar

É necessário visto para brasileiros visitarem o país. O procedimento inclui registro on-line do pedido no Ministério das Relações Exteriores daquele país, seguido de encaminhamento para a embaixada em Brasília [2]. Detalhes também pelo telefone (61) 3242-5733. Portugueses e cidadãos dos demais países lusófonos também precisam de visto.

De avião

Não há vôos diretos do Brasil. As conexões mais óbvias são feitas através das grandes capitais europeias ou de Dubai. Há dois aeroportos internacionais em Teerã: o novo Imam Khomeini e o Mehrabad. Pouco a pouco os vôos estão sendo transferidos para o primeiro e concentrando-se nele.

De barco

Há alguns serviços de Baku, no Azerbaijão, sobre o Mar Cáspio, e de cidades do Golfo Pérsico para a costa iraniana. Os serviços geralmente são de má qualidade.

De carro

Muita gente viaja de carro a partir da Turquia, por não haver vôos econômicos.

De autocarro/ônibus

  • As agências Seir-o-Safar em Istambul, Antalya and Ancara vendem passagens econômicas para Teerã.
  • É possível cruzar a fronteira a partir do Paquistão, entre Taftan (no lado paquistanês) e Zahedan (no iraniano). Os vistos não são dados na fronteira.

De comboio/trem

Trens internacionais de passageiros partem semanalmente de Istambul, na Turquia e de Damasco, na Síria.

  • De Istambul passa por Ancara e por um ferry sobre o lago Van. A viagem dura 69 horas. Partidas de Istambul às noites de quarta-feira e de Teerã às quintas. Vagões dormitório e restaurante disponíveis.
  • Da Síria, a viagem dura 54 horas, partindo de Damasco e de Teerã simultaneamente nas manhãs de segunda-feira. Carros-dormitório somente entre o Lago Van e Teerã.
  • A linha Quetta-Zahedan liga o país ao Paquistão. Não há conexões entre Zahedan e o resto da rede ferroviária iraniana. Os trens partem todo dia 1º e 15 de cada mês de Quetta, a viagem dura 11h e custa € 8.

Circular

O transporte no Irã é de boa qualidade e barato. Há ônibus para quase todos os lugares, a rede ferroviária é limitada mas confortável e de preços razoáveis e viajar de avião é muito barato para os padrões internacionais.

De avião

As companhias Iran Air, Iran Aseman, Mahan Air, Kish Air, Saha Air, Iran Airtours etc. oferecem vôos inter-regionais e entre as capitais provinciais e Teerã por US$30 ou menos. Os serviços são freqüentes, confiáveis e seguros, e definitivamente valem a pena considerando as distâncias dentro do país. Algumas companhias usam aviões meio antigos, mas a manutenção é boa. Os bilhetes podem ser comprados nos aeroportos ou em agências de viagem. Reserve com antecedência durante o verão (agosto e setembro): encontrar assentos de última hora é praticamente impossível. A Iran Air vende passagens domésticas em outros países, com um pequeno aumento devido à taxa de câmbio; as demais companhias só vendem passagens domésticas dentro do Irã.


De carro

A gasolina é barata e a rede de estradas é grande. Estrangeiros que entrarem no país dirigindo precisam de um carnê de passagem e uma carteira internacional. Aluguel de carros custam entre US$20 e 50 por dia, o mesmo preço que contratar algum motorista e seu carro.

De táxi

Viajar de táxi entre duas cidades distantes até 250 km pode ser uma opção barata. Savari são táxis compartilhados, uma boa opção para viagens.

Se você estiver apressado, tome o táxi sozinho; basta dizer o destino e a frase dar bast ("porta fechada"). Negocie o preço antes da partida, mas geralmente se pagam todos os cinco assentos do carro. Táxis por hora custam entre IR 20 e 30 mil.

De autocarro/ônibus

A rede de rotas domésticas de ônibus no Irã é extensa e as passagens baratas. O único incoveniente é a velocidade, limitada a 80 km/h pelo governo. Há pouca diferença entre as diversas companhias de ônibus, e a maioria delas oferece duas classes: luxo ou Mercedes (2ª classe) e super ou Volvo (1ª). Esta é formada por ônibus com ar-condicionado, nos quais um lanchinho é servido. A 2ª, no entanto, é mais freqüente.

Os bilhetes podem ser comprados nas rodoviárias ou agências específicas com até uma semana de antecedência, mas não costuma ser complicado comprar a passagem uma hora antes da partida.

A maioria das cidades tem bom serviço local de ônibus, mas devido a não trazerem as rotas em alfabeto romano é meio difícil descobrir qual tomar. O baixo custo dos táxis ajuda o turista a não precisar enfrentar essa dificuldade. Mesmo assim, lembre-se de que homens usam a porta da frente ou de trás para entrar, validam o bilherte com o motorista antes de se sentar na metade frontal do carro. Mulheres e crianças validam os bilhetes pela porta da frente, mas só entram pela porta de trás e ocupam a metade posterior do carro. Bilhetes custam geralmente IR 200 e podem ser comprados em cabines próximas aos pontos.

De comboio/trem

Os Trens de Passageiros Raja são de modo geral confortáveis e mais velozes que os ônibus. O serviço noturno de dormitórios é especialmente bom, pois ainda se economiza uma noite de acomodações. A rede férrea concentra-se em três troncos: a primeira cruza de leste a oeste, ligando a divisa da Turquia com a do Turcomenistão, passando por Tabriz, Teerã e Mashhad. As outras duas saem de Teerã rumo ao sul, bifurcando-se em Qom. Uma delas chega ao Golfo Pérsico, passando por Ahvaz e Arak, enquanto a outra atravessa o centro do país, passando por Kashan, Yazd e Kerman. Os bilhetes podem ser comprados nas estações de trem com até um mês de antecedência, e é bom adquiri-los com atecedência durantes os meses de férias. Os bilhetes de primeira classe custam o dobro do ônibus.

Fale

O persa (chamado de fārsi, em persa, فارسی), é uma língua indo-européia e o idioma nacional do país. Embora escrito no alfabeto arábico, as duas línguas não têm qualquer relação. Os jovens nas cidades maiores e quase todos que trabalham em serviços internacionais de turismo podem comunicar-se em inglês, mas um persa básico é fundamental em áreas rurais.Placas de estradas geralmente trazem versão em inglês, mas as demais placas não. Curdo e azeri são também usados no país.

Compre

US$ 1 - 10115 Riais

1 € - 13465 Riais

R$ 1 - 5740 Riais

Taxas de Abril de 2010

O rial (ریال) é a moeda oficial do Irã; às vezes os preços são expressos em tomãs (تومان). Um tomã equivale a dez riais. De um modo geral, preços escritos são em rial; na conversação, emprega-se o tomã. Para aumentar a confusão, muitas vezes os lojistas falam 2 tomãs querendo dizer 2.000 tomãs ou IR 20.000. Na conversação, um chomejni equivale a IR 10.000 ou 1.000 tomãs. Como regra geral, sempre pergunte se o preço está em riais ou tomãs.

O Irã ainda é uma economia baseada em papel-moeda; então carregue espécies suficientes para sua estadia. Notas de 100 dólares ou 100 euros, quando novas, atingem melhor cotação. Os embargos comerciais contra o país tornam as retiradas em cash com cartões impossíveis, exceto para compra de tapetes. Cheques de viagem são impraticáveis.

Trocar dinheiro em bancos pode ser demorado, e no mercado negro arriscado. Uma boa opção é procurar agências de câmbio (sarāfi), presentes em toda grande cidade e centros turísticos.

Barganhar sempre ao comprar artesanato e tapetes. Dar gorjetas não é sempre esperado, mas os locais, em geral, arredondam as contas nos táxis e dão 10% nos restaurantes. Porteiros e carregadores esperam 2 ou 3 mil riais.

Tanto as hospedagens como algumas atrações têm preços para estrangeiros de até 10 vezes o cobrado aos iranianos. Ficar nos albergues mais baratos, só viajar de ônibus e comer em lanchonetes custará em torno de IR 100.000 (R$ 25,00 aproximadamente) por dia. Comer em restaurantes médios e ficar em hotéis de um padrão intermediário custará cerca de IR 250.000 ou R$60,00. Para hospedar-se e comer em locais excelentes, bem como ir de avião entre as maiores cidades, você gastará IR 700.000, menos de R$170,00 por dia.

Coma

Uma boa notícia para aqueles que visitam o Irã é que sua culinária é extraordinária. Uma gama imensa de influências da Ásia Central, Cáucaso, Rússia e Meio Oriente criaram uma uma cozinha diversificada e saudável com foco em alimentos frescos e ervas aromáticas. A má notícia é que a maioria dos iranianos come em casa e, assim, os reastaurantes podem tornar-se repetitivos. Comer na casa de alguém pode ser uma ótima experiência gastronômica.

Beba e saia

Durma

Aprenda

Trabalhe

Segurança

Saúde

Os serviços de saúde nas grandes cidades são de excelente qualidade. Além das vacinas normais para viagens (tétano, pólio etc.), nenhum cuidado especial é necessário.

A água de torneira é potável na maior párte do país, especialmente nas cidades. Água mineral em garrafa (āb ma'dani) é disponível em toda parte. Em muitas ruas, há instaladas geladeiras públicas para fornecer água de beber à população.

Respeite

  • Apesar do progresso dos últimos anos, a liberalização no país é vagarosa e os códigos islâmicos ditam muitos aspectos do dia-a-dia.
  • Uma das marcas mais visíveis das tendências islâmicas no Irã é o modo conservador de se vestir dos seus cidadãos. O estilo ocidental é aceito dentro de casa, mas em público, as mulheres devem vestir-se totalmente cobertas, podendo deixar à mostra apenas a face, as mãos e os pés. O uniforme mais comum são os lenços de cabeça (roo-sari, روسری) para ocultar a cabeça e o pescoço, uma espécie de casaco até a altura dos joelhos (roo-poosh, روپوش) e longos vestidos ou calças. Em lugares sagrados, espera-se que as mulheres usem o chador, uma túnica de tecido preto usado para cobrir tudo menos o rosto. Essas roupas e acessórios são baratos no Irã. Os homens terão mais sorte: camisas de manga curta e camisetas são aceitáveis no dia-a-dia. Entretanto, shorts e bermudas são usados apenas na praia.
  • O Irã é uma sociedade explicitamente segregada. Muitas instalações como transporte público e mesquitas são segregadas, e qualquer interação social entre homem e mulher que não sejam casados ou parentes é vista com suspeita. Cumprimente pessoas do mesmo sexo com aperto de mão e três beijinhos, mas evite contato físico com pessoas do sexo oposto em público, a não ser que todos o estejam fazendo. Coloque a mão sobre o coração e curve-se ligeiramente para frente para saudar alguém do sexo oposto.
  • Evite discussões sobre política.
  • Ao visitar lugares sagrados, tais como mesquitas e capelas, lembre-se de que a entrada é feita sem sapatos, as mulheres devem estar usando o chador e os homens camisas de mangas compridas.
  • Não fotografe as mesquitas durante as orações.

Mantenha contato

  • Embaixada do Brasil em Teerã, Zafaranieh, Yekta Street, 26, tel. (98-21) 2274-3996/7/8, fax (98-21) 2274-4009.
  • Embaixada de Portugal em Teerão, tel. (98-21) 2276-4060
  • Alguns códigos de área são: Teerã (021) - Isfahan (0311) - Tabriz (0411) - Mashad (0511) - Shiraz (0711) - Ahvaz (0611)
  • Lan-houses, ou cafe-net (کافی نت), têm sido abertas nas maiores cidades. Alguns websites são bloqueados. A hora custa entre IR 4.000 e IR 9.000. A velocidade de conexão é média nas grandes cidades, mas muito devagar nas pequenas cidades e áreas rurais. Os cafés também dispõem de gravadores de CD para baixar suas fotos.


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites