Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Diferenças entre edições de "Goiás (estado)"

Da Wikitravel
Centro-Oeste : Goiás
Ir para: navegação, pesquisa
(Durma)
(Coma)
Linha 117: Linha 117:
  
 
== Coma ==
 
== Coma ==
 +
[[Image:Arroz_com_piqui.jpg|thumb|250px|Arroz com pequi e frango]]
 +
 
A culinária goiana é muito diversificada sendo seus principais pratos o '''peixe na telha''', o '''suã''' (carne de porco) com arroz, o '''arroz com pequi''', e também os pratos de todos os dias dos brasileiros como o arroz e feijão; além da pamonha, que é usada como prato principal nas refeições; os frutos são a '''jaboticaba''', a '''guabiroba''', o '''jatobá''', entre muitos outros do cerrado. Também se destacam as misturas, nome que se dá às verduras, como a '''serralha''' e a '''taioba''', além da introdução da '''guariroba''', um dos principais ingredientes do empadão, como vegetal na dieta quase diária. A '''quitanda''', denominação que se dá aos biscoitos caseiros, também é diversificada: '''quebrador''', '''mané pelado''' (bolo de mandioca assado na folha de bananeira), '''biscoito-de-queijo''' (que foi inventado em Goiás), '''mentira''' (biscoito de polvilho frito), a '''peta''', o quase esquecido '''brevidade''' (polvilho batido com ovos e açúcar), o '''pastelinho de doce de leite''' e o '''bolinho doce de arroz''' (esses dois últimos são quitandas típicas da Cidade de Goiás). É riquíssima a variedade de doces: '''marmelada em caixeta''' (região de Luziânia), '''moça-de-engenho ou moça branca''' (melado batido e emoldurado em forma de escultura), '''doce-de-leite''' (sobretudo com pau de mamão ralado ou sidra ralada), '''doce-de-ovo''' (ambrosia feita diretamente no melaço), de frutas cristalizadas (riquíssimos em Pirenópolis), '''doce de sidra ralada''', de '''cascas de frutas''' (laranja, limão), entre tantos outros. As rapaduras temperadas (com leite, casca de laranja, sidra ou amendoim).
 
A culinária goiana é muito diversificada sendo seus principais pratos o '''peixe na telha''', o '''suã''' (carne de porco) com arroz, o '''arroz com pequi''', e também os pratos de todos os dias dos brasileiros como o arroz e feijão; além da pamonha, que é usada como prato principal nas refeições; os frutos são a '''jaboticaba''', a '''guabiroba''', o '''jatobá''', entre muitos outros do cerrado. Também se destacam as misturas, nome que se dá às verduras, como a '''serralha''' e a '''taioba''', além da introdução da '''guariroba''', um dos principais ingredientes do empadão, como vegetal na dieta quase diária. A '''quitanda''', denominação que se dá aos biscoitos caseiros, também é diversificada: '''quebrador''', '''mané pelado''' (bolo de mandioca assado na folha de bananeira), '''biscoito-de-queijo''' (que foi inventado em Goiás), '''mentira''' (biscoito de polvilho frito), a '''peta''', o quase esquecido '''brevidade''' (polvilho batido com ovos e açúcar), o '''pastelinho de doce de leite''' e o '''bolinho doce de arroz''' (esses dois últimos são quitandas típicas da Cidade de Goiás). É riquíssima a variedade de doces: '''marmelada em caixeta''' (região de Luziânia), '''moça-de-engenho ou moça branca''' (melado batido e emoldurado em forma de escultura), '''doce-de-leite''' (sobretudo com pau de mamão ralado ou sidra ralada), '''doce-de-ovo''' (ambrosia feita diretamente no melaço), de frutas cristalizadas (riquíssimos em Pirenópolis), '''doce de sidra ralada''', de '''cascas de frutas''' (laranja, limão), entre tantos outros. As rapaduras temperadas (com leite, casca de laranja, sidra ou amendoim).
  

Revisão de 17h58min de 3 de junho de 2012

Goiânia, capital de Goiás

Goiás é um estado do Brasil.

Índice

Entenda

A história de Goiás remete aos tempos da colonização brasileira. Fora encontrado ouro em Minas Gerais e em Mato Grosso, a partir daí surgiu-se a crença de que "se há ouro no oeste e se há ouro no leste, deve haver ouro no centro". Essa afirmação se provou verdadeira. Em 1726 foram encontradas jazidas de ouro e ouro de aluvião na região do Rio Vermelho, em território dos índios Goyá, raça extinta atualmente.

O bandeirante paulista Bartolomeu Bueno da Silva comandava a bandeira que pretendia explorar a região. O bandeirante pediu aos índios que lhe mostrasse onde se localizavam as jazidas. Os índios se negaram a ajudar. Para persuadi-los, o bandeirante derramou aguardente em uma bacia e tacou fogo. Os índios acharam que a aguardente era água e pensaram que aquele homem podia por fogo na água. Os índios não tiveram escolha mostraram ao bandeirante as jazidas e o apelidaram como Anhanguera, que significa "Diabo velho" na língua Goyá.

O Anhanguera fundou, então, o Arraial de Sant'anna em 1727. Foram descobertas novas jazidas em Corumbá de Goiás e Arraial de Meya-Ponte (hoje Pirenópolis. O Arraial de Sant'anna mais tarde se tornaria Vila Boa de Goyaz. A capitania de Goyaz foi criada por meio da Carta Régia, que emancipou a nova capitania da capitania de São Paulo (hoje Estado de São Paulo) e Vila Boa foi eleita a capital da capitania. Depois do esgotamento do ouro e da Proclamação da República, Vila Boa se tornou Goiás.

O Estado de Goiás viveu, até a década de 1930, um período de baixo crescimento. Por incentivo do presidente da época, Getúlio Vargas, através de um plano de integração nacional. Goiânia foi construída para ser a nova capital do estado, uma vez que a Cidade de Goiás possuia infra-estrutura arcaica para o século XX.

A fundação de Goiânia, em 24 de outubro de 1933, contribuiu ainda mais para o desenvolvimento do Centro-Oeste brasileiro. Hoje, Goiânia possui mais de 1.500.000 habitantes e atrai muitos turistas por causa dos inúmeros restaurantes, jardins e qualidade de vida.

Goiás abriga vários pólos de turismo. As cidades que, inicialmente, surgiram em razão da exploração de ouro, hoje recebem turistas do mundo inteiro. Cidade de Goiás, Corumbá de Goiás, Pirenópolis, Pilar de Goiás, Caldas Novas, Rio Quente e Goiânia são as cidades goianas mais procuradas pelo turista.

Fuso horário

O fuso horário de Goiás é UTC -3, ou no horário de verão, UTC -2.

Regiões

Regiões de Goiás
Norte
aqui ficam a Chapada dos Veadeiros e o Lago da Serra da Mesa
Noroeste
a região do Araguaia e da antiga capital
Leste
cidades históricas do Ciclo do Ouro e o entorno do Distrito Federal
Centro
região desenvolvida que gira em torno das duas maiores cidades, Goiânia e Anápolis
Sul
próspera, extensa, desenvolvida e diversificada, rios piscosos, e piscinas de águas quentes em Caldas Novas, Jataí e Lagoa Santa








Cidades

São Jorge, Goiás

Outros destinos

Chegar

De avião

O maior aeroporto do estado é o Aeroporto Internacional Santa Genoveva, de Goiânia, que possui voos nacionais e internacionais. Dependendo de para onde se vai, é mais prático voar para Brasília.

De carro

O Estado de Goiás se localiza em um importante entrocamento rodoviário nacional. A malha rodoviária nacional e estadual é presente em todo o Estado, com mais de 92% de rodovias pavimentadas.

De ônibus

Quase todas as cidades possuem um terminal rodoviário com ônibus para várias cidades do país. Consulte as áreas de abrangência das empresas de ônibus. O terminal rodoviário mais movimentado do estado é o de Goiânia.

Circule

O estado possui extensa malha rodoviária, com rodovias federais e estaduais em bom estado de conservação. Um detalhe interessante a ser observado é a ausência de rodovias privatizadas no estado, isto é, não há cobrança de pedágio.


Veja

Rio dos Couros, Alto Paraíso
  • Museus, bares, restaurantes, cafés, boates, shows, teatros e vida noturna em geral em Goiânia.


Compre

É comum nas cidades goianas uma boa quantidade de lojas de suvenires. Não deixe de comprar uma lembrança de sua passagem por Goiás. Muitos desses suvenires são bem divertidos e lembram artigos do estado, como pequi, as fazendas, os utensílios de cozinha goiana, etc. Os suvenires de Caldas Novas, Aruanã, Cidade de Goiás e Pirenópolis fazem sucesso.

Nas cidades médias como Anápolis, Jataí, Rio Verde, Itumbiara e Luziânia há bons shoppings com grandes marcas e lazer à disposição do turista.

Em Goiânia o comércio é bastante diversificado. Pode-se comprar de tudo. Além disso, a capital de Goiás é conhecida pelos baixos preços, principalmente de roupas. Por isso, muitos varejistas da região Norte vêm fazer compras na cidade.

Coma

Arroz com pequi e frango

A culinária goiana é muito diversificada sendo seus principais pratos o peixe na telha, o suã (carne de porco) com arroz, o arroz com pequi, e também os pratos de todos os dias dos brasileiros como o arroz e feijão; além da pamonha, que é usada como prato principal nas refeições; os frutos são a jaboticaba, a guabiroba, o jatobá, entre muitos outros do cerrado. Também se destacam as misturas, nome que se dá às verduras, como a serralha e a taioba, além da introdução da guariroba, um dos principais ingredientes do empadão, como vegetal na dieta quase diária. A quitanda, denominação que se dá aos biscoitos caseiros, também é diversificada: quebrador, mané pelado (bolo de mandioca assado na folha de bananeira), biscoito-de-queijo (que foi inventado em Goiás), mentira (biscoito de polvilho frito), a peta, o quase esquecido brevidade (polvilho batido com ovos e açúcar), o pastelinho de doce de leite e o bolinho doce de arroz (esses dois últimos são quitandas típicas da Cidade de Goiás). É riquíssima a variedade de doces: marmelada em caixeta (região de Luziânia), moça-de-engenho ou moça branca (melado batido e emoldurado em forma de escultura), doce-de-leite (sobretudo com pau de mamão ralado ou sidra ralada), doce-de-ovo (ambrosia feita diretamente no melaço), de frutas cristalizadas (riquíssimos em Pirenópolis), doce de sidra ralada, de cascas de frutas (laranja, limão), entre tantos outros. As rapaduras temperadas (com leite, casca de laranja, sidra ou amendoim).

Os temperos são muito diversificados sendo uma culinária rica em temperos como açafrão e gengibre.

O pequi, por exemplo, nas antigas vilas de Meia Ponte (hoje Pirenópolis), e Vila Boa, ainda no início do século XVIII, começou a ser utilizado na culinária de Goiás. Na região que circunda a cidade industrial de Catalão, o pequi era empregado tão somente na fabricação do sabão de pequi, de propriedades terapêuticas. Hoje já é comercializado em compota.

O fruto pode ser degustado das mais variadas formas: cozido, no arroz, no frango, com macarrão, com peixe, com carnes, ao leite e na forma de um dos mais apreciados licores de Goiás.

  • Arroz com pequi - Feito com a típica fruta goiana. Cuidado para não morder a fruta, pois a polpa esconde finos espinhos que podem machucar a boca.
  • Carne de lata (método antigo para guardar carne utilizando banha de porco)
  • Carne de sol (método antigo para guardar carne deizando-a secar ao sol e protegida com uma tela contra moscas)
  • Chambaril - Caldo feito com pedaços de carne da canela do boi, mandioca e pimenta-de-cheiro.
  • Empadão goiano - Massa recheada com frango, linguiça, batata, queijo, azeitona e guariroba (palmito amargo típico)
  • Farofa de diversos tipos (de ovo, de maça, de jiló, de cenoura, de banana)
  • Galinhada - Arroz com pedaços de galinha com açafrão e pimenta-do-reino
  • Goiabada - Doce de goiaba
  • Pamonha - Massa de milho verde recheada com queijo e embalada em palha de milho. Pode ser doce ou "de sal".
  • Pastelinho de Cidade de Goiás

Beber e sair

  • Licores de diversos sabores (jabuticaba, chocolate, baunilha, cupuaçu, etc.)
  • Sucos regionais (tomate, jabuticaba, seriguela, cupuaçu, açaí, oiti, etc.)
  • Cachaça (Envelhecida ou destilada)
  • Cerveja (Clara ou escura)
  • Cozumel (Drinque à base de cerveja clara, sal e limão)

Durma

Vale da Lua, Alto Paraíso

Em Goiás é comum encontrar hotéis-fazenda espalhados pelo interior. Albergues e pensões também são comuns em todo estado. Hotéis executivos são encontrados em Goiânia e Região Metropolitana. Pousadas são muito procuradas pelos turistas.

Estima que em Goiás tenha 230 mil leitos, sendo 70 mil só em Goiânia e 50 mil em Caldas Novas.

Aprenda

  • Pontifícia Universidade Católica de Goiás [2] - Campi em Goiânia e Ipameri. Recebe alunos estrangeiros em cursos de curta ou longa duração.

Trabalhe

O estado de Goiás está entre os mais prósperos no Brasil no que se refere a geração de empregos. O setor agropecuário e a indústria movem a economia do estado. Cidades como Aparecida de Goiânia, Anápolis, Rio Verde, Catalão e Jataí atraíram grandes multinacionais como a empresa de energia Cosan, as empresas de alimentos Perdigão, Sadia, Resende e Nestlé, as fabricantes de veículos Mitsubishi, Suzuki e Hyundai, entre outras.

Saúde

Goiânia é o maior centro médico do Estado e o 3º no Brasil. A cidade é destaque na ortopedia, na oftalmologia, no tratamento de queimaduras, na oncologia e na cirurgia plástica. A capital possui excelentes hospitais públicos e particulares e contam com duas das melhores faculdades de medicina do país: Universidade Federal de Goiás (UFG) e Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás).

No interior do estado, destaque para Rio Verde, Anápolis e Itumbiara, com bons hospitais e bons profissionais na área médica.

Cotidiano

Consulados

  • Consulado Honorário da Espanha - Rua T-48, nº 28, Sala 102, Ed. Comercial Perillo, Setor Oeste, Goiânia - GO. Telefone: +55 62 3285-1999.
  • Vice-Consulado da Itália - Rua 4-A, nº 110, sala 205, Centro, Goiânia - GO. Telefone: +55 62 3223-5820.
  • Consulado Honorário de Portugal - Avenida Portugal, nº 941, Setor Oeste, Goiânia - GO. Telefone: +55 62 3251-3543.
  • Consulado Honorário de Trinidad e Tobago - Rua 1131, casas 34 e 35, Cond. Fontana di Trevi, Setor Marista, Goiânia - GO. Telefone: +55 62 3942-0010.
  • Consulado Honorário da Síria - Rua Joaquim Inácio, nº 11, Centro, Anápolis - GO. Telefone: +55 62 3324-0307.
  • Consulado Honorário da Turquia - Avenida Brasil, nº 495, Bairro Santana, Anápolis - GO. Telefone: +55 62 3311-2211.

Segurança

Atualmente, o nível de segurança do estado é aceitável diante o parâmetro nacional. Quando se trata de crimes hediondos, a região Leste, especificamente a região do Entorno de Brasília, é a menos segura, mas nada que chegue a alarmar. Quando se trata de pequenos delitos, a região central é a menos segura.

A Polícia Militar do Estado de Goiás e a Polícia Civil do Estado de Goiás estão presentes em todo o estado. A Polícia Federal possui unidades em Goiânia, Jataí, Itumbiara e Luziânia.

  • Lembre-se sempre: O uso do cinto de segurança é obrigatório em todo território nacional. A fiscalização, principalmente em Goiânia, é rígida quanto a essa lei.
  • Respeite os semáforos das cidades, muitos têm sensores fotográficos que são acionados quanto o motorista fura o semáforo.

Respeite

  • Não jogue lixo nas estradas, com essa atitude estará preservando a vida silvestre.
  • Restos de cigarro não devem ser jogados nas estradas. Acredite, um simples cigarro pode ocasionar um grande incêndio, principalmente na estiagem.
  • Os goianos, assim como o povo brasileiro em geral, amam seu estado e seu país. Criticar exageradamente o estado é grosseiro e ofensivo para muitos goianos, assim como o povo brasileiro em geral.

Mantenha contato

Por telefone

O Código do País é 55.

Os Códigos de Área são 61, 62 e 64.

Em 2005, os números de telefone foram convertidos de 7 para 8 dígitos, normalmente adicionando-se o número 3 no início dos telefones. Dessa forma, números antes escritos como 224-0000 tornaram-se 3224-0000. Portanto, se você encontrar um número de 7 dígitos, acrescente o número 3 ao discar. Os telefones públicos são geridos pela Oi, antiga Brasil Telecom. A maioria dos telefones fixos são Oi.

Pelo correio

Assim como em todo Brasil, o serviço postal é excelente. Todos os municípios goianos possuem uma agência dos Correios.

Pela web

Todo o estado possui cobertura de internet banda-larga. Algumas cidades possuem pontos com internet sem fio grátis (Wi-fi).

Partir




Este artigo é um guia. Ele tem muita informação, incluindo listas de hotéis, restaurantes, atracções e informação sobre chegada e partida. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites