Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Diferenças entre edições de "Goiás (cidade)"

Da Wikitravel
Noroeste : Goiás
Ir para: navegação, pesquisa
(Faça)
(Eventos)
Linha 89: Linha 89:
 
===Eventos===
 
===Eventos===
  
* '''FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental''' - Realizado anualmente no mês de junho, o festival reúne os melhores longa-metragem e curta-metragem com o objetivo de preservação ambiental e incentivo ao cinema brasileiro. Recebe muitos turistas que se declaram "cinéfilos", ou seja, amantes do cinema.
+
* '''Carnaval de Rua da Cidade de Goiás'''
  
 
* '''Procissão do Fogaréu''' - A procissão encena a prisão de Jesus Cristo. Na quarta-feira santa, as luzes da cidade se apagam, e os ''farricocos'' aparecem com tochas. Os ''farricocos'' representam os guardas de Pôncio Pilatos. Única no mundo, é uma tradição secular.
 
* '''Procissão do Fogaréu''' - A procissão encena a prisão de Jesus Cristo. Na quarta-feira santa, as luzes da cidade se apagam, e os ''farricocos'' aparecem com tochas. Os ''farricocos'' representam os guardas de Pôncio Pilatos. Única no mundo, é uma tradição secular.
 +
 +
* '''FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental''' - Realizado anualmente no mês de junho, o festival reúne os melhores longa-metragem e curta-metragem com o objetivo de preservação ambiental e incentivo ao cinema brasileiro. Recebe muitos turistas que se declaram "cinéfilos", ou seja, amantes do cinema.
 +
 +
* '''Festival de Artes da Cidade de Goiás''' - Realizado analmente, em outubro.
 +
 +
* '''Festas religiosas''' - Sendo uma cidade de tradição católica secular, a cidade comemora a Folia de Reis (de 1º a 6 de janeiro), a Festa de Santa Rita (de 10 a 19 de maio), a Festa de Santana (26 de julho), a Festa da Pedreira de São Sebastião (2 de setembro), a Festa de Nossa Senhora d'Abadia e Nossa Senhora da Guia (8 de setembro), a Festa do Rosário (7 de outubro), a Festa de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), a Festa de Santa Bárbara (4 de dezembro) e a Festa de Nossa Senhora da Conceição (8 de dezembro).
  
 
==Aprenda==
 
==Aprenda==

Revisão de 04h01min de 4 de junho de 2012

Cidade de Goiás

Originalmente a Vila Boa de Goiás, a Cidade de Goiás (alguns moradores consideram Goiás Velho como um nome pejorativo, evite usá-lo, prefira usar Cidade de Goiás; quem nasce aqui é vilaboense) é uma cidade histórica do estado de Goiás, na região Centro-Oeste do Brasil.

Patrimônio Histórico Mundial pela UNESCO, onde a história é contada em seus casarios, costumes seculares e na rica gastronomia típica e tradicional. Foi Capital do Estado até 1937.

Índice

Entenda

História

Igreja de Nossa Senhora do Carmo
Museu da Boa Morte

Logo após a descoberta de ouro em Mato Grosso e em Minas Gerais, surgiu uma crença, no século XVII, de que também haveria ouro na região central do país, ainda desabitada. Ali, muito próximo da Serra Dourada, Bartolomeu Bueno da Silva (o Anhanguera), encontrou ouro no rio Vermelho e fundou o Arraial de Sant'anna, em 1727. A região já era habitada pelos índios Goyá, que conheciam os locais das jazidas de ouro. Os índios se recusaram a contar aos bandeirantes onde ficavam as jazidas, então Bartolomeu Bueno da Silva coloca aguardente em uma bacia e coloca fogo. Os índios, assombrados, gritaram "Anhanguera", que significa "Diabo Velho", e revelaram aos bandeirantes onde de se localizavam as jazidas.

Uma década depois, em 1737, o Arraial é elevado a categoria de vila administrativa, passando a se chamar Vila Boa de Goyaz. Em 1748, com a criação da Carta Régia, é criada a Capitania de Goyaz e Vila Boa se torna a capital da Capitania. O primeiro governador Dom Marcos de Noronha, também conhecido como Conde dos Arcos, constrói muitos edifícios importantes na cidade, como a Casa de Fundição e o Palácio Conde dos Arcos, nova sede do governo.

No início do século XIX, o houve o esgotamento do ouro e a cidade voltou suas atividades econômicas para a agropecuária e a cidade começou a ser valorizada culturalmente por lembrar a cidade de São Paulo de 450 anos atrás. A Procissão do Fogaréu é uma importante demonstração da cultura goiana, nessa ocasião, que acontece na Quarta-feira da Semana-Santa, é representada a prisão de Cristo. Foi também nesta época que começou a cogitar a construção da primeira capital planejada do país, Goiânia, já que a antiga Cidade de Goiás possuía enormes problemas de planejamento e não tinha mais para onde crescer.

A construção de Goiânia, começada em 1933, pelo governador Pedro Ludovico Teixeira, significou um retrocesso no quesito populacional da cidade, já que muitos dos moradores se mudaram para a nova capital, mas o efeito foi positivo para a conservação do centro histórico. A nomeação da Cidade de Goiás como patrimônio da humanidade pela UNESCO, em 2001, contribuiu ainda mais para o turismo da cidade, que recebe milhares de turistas todos os anos, muitos vindos de outros países.

Clima

Tropical Úmido, Temperaturas: máxima 35º e mínima 10º

Eletricidade

É utilizada em Cidade de Goiás apenas um tipo de voltagem: 220V com corrente alternada de 60 Hz. Verifique o interruptor de voltagem antes de ligar qualquer aparelho que não seja bivolt. A distribuição de energia elétrica é feita pela CELG (Companhia Elétrica de Goiás).

Chegar

O município está situado a 135 Km a noroeste de Goiânia, no cruzamento das rodovias BR-070 e GO-164.

De Brasília, saia pela Via Estrutural, no rumo de Águas Lindas e Pirenópolis, e siga pela BR-070. Cidade de Goiás fica a 263 km.

Circule

Esqueça o carro, calce um tênis confortável e ande pelas lindas e arborizadas ruas de pedra, calçadas por escravos. Nada de sapatos de salto ou sandálias-plataforma. Apesar de a cidade ser muitíssimo segura, não facilite para os bandidos, não deixe objetos de valor à mostra em seu carro e não ostente demais.

Uso de bicicletas é viável, pois a cidade não possui tráfego intenso, mas pode ser cansativo pelo fato do relevo da cidade ser acidentado, com alguns aclives.

Veja

Rio Vermelho
  • Ruas da Cidade de Goiás
  • Rio Vermelho - Rio que nasce no alto da Serra Dourada, foi a principal fonte de ouro no século XVIII. É chamado assim por, ao entardecer, suas águas ficarem com uma cor semelhante a de sangue devido às pedras de tons vermelhos no leito do rio.
  • Esculturas de Veiga Valle - As esculturas de Veiga Valle remetem ao estilo barroco e possuem adornos em ouro, muitas delas estão expostas no Museu da Boa Morte.

Museus

Palácio Conde dos Arcos
  • Casa de Cora Coralina - Rua D. Cândido (Rua dos Mercadores), nº 20. A casa da famosa doceira e poetisa que morreu com mais de 100 anos de idade. O local se tornou um museu aberto à visitação tombado pelo IPHAN. Nesta casa, você pode conhecer o cotidiano dos tempos antigos e como eram os casarões coloniais.
  • Museu da Bandeira - Praça Brasil Caiado, s/nº. Primeiro presídio da cidade, construído em meados do século XVIII, atualmente funciona como museu. Lá você poderá conhecer as celas e a forma cruel com que os presos eram mantidos naquela época.
  • Museu da Boa Morte - Antiga Igreja da Boa Morte, se localiza na bifurcação do Largo da Boa Morte, guarda esculturas valiosas de Veiga Valle, um artista barroco nascido em Goiás e descendente da família real portuguesa.
  • Palácio Conde dos Arcos - Praça Castelo Branco (Largo do Palácio), s/n°. Em estilo barroco e clássico, era o antigo palácio dos governantes de Goiás, antes da capital ser transferida para Goiânia. Aberto à visitação, possui pinturas, móveis e objetos pessoais dos antigos governadores. Todos os anos, em 25 de julho, o governador em exercício vem despachar durante esse dia no Palácio e a Cidade de Goiás revive os tempos em que fora capital do estado.
  • Casa de Fundição - Rua Luiz do Couto (Rua da Fundição), nº 1A. Com a decadência do ouro no século XIX, a casa deixou de funcionar em 1822. Hojé é a sede do Ministério Público na cidade mantém artefatos históricos abertos à visitação no edifício.

Monumentos

Cruz do Anhanguera
  • Cruz do Anhanguera - A cruz que fundou o Arraial de Sant'anna, hoje Cidade de Goiás. Localizada na Rua da Lapa, em frente à famosa Ponte da Lapa.
  • Quartel do XX - Localizado na Praça Brasil Caiado, foi onde o povo goiano se juntou ao Exército Brasileiro para a Guerra do Paraguai. Hoje abriga o Arquivo Municipal e a Secretaria Municipal de Cultura.
  • Chafariz de Cauda - Localizado na Praça Brasil Caiado, em frente ao Museu das Bandeiras, é uma fonte com adornos em ouro e possui estilo barroco.
  • Igreja de Nossa Senhora do Carmo - Construída em estilo neo-gótico, inspirado nas catedrais católicas da Europa, é a principal Igreja da cidade e sua torre é tão alta que pode ser vista de vários pontos da cidade.
  • Igreja da Abadia
  • Igreja de São Francisco
  • Igreja de Santa Bárbara

Áreas Verdes

  • Praça do Coreto - Lugar onde os governantes e coronéis realizavam discursos e comícios. Desde 1952, uma sorveteria funciona no pavimento inferior do Coreto.
  • Fonte da Carioca - Localizado no Largo da Carioca, é a primeira fonte de água encontrada na cidade, é cercada por um complexo de lazer muito frequentado pelos moradores e turistas da cidade.
  • Cachoeira Grande

Faça

Procissão do Fogaréu

Eventos

  • Carnaval de Rua da Cidade de Goiás
  • Procissão do Fogaréu - A procissão encena a prisão de Jesus Cristo. Na quarta-feira santa, as luzes da cidade se apagam, e os farricocos aparecem com tochas. Os farricocos representam os guardas de Pôncio Pilatos. Única no mundo, é uma tradição secular.
  • FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental - Realizado anualmente no mês de junho, o festival reúne os melhores longa-metragem e curta-metragem com o objetivo de preservação ambiental e incentivo ao cinema brasileiro. Recebe muitos turistas que se declaram "cinéfilos", ou seja, amantes do cinema.
  • Festival de Artes da Cidade de Goiás - Realizado analmente, em outubro.
  • Festas religiosas - Sendo uma cidade de tradição católica secular, a cidade comemora a Folia de Reis (de 1º a 6 de janeiro), a Festa de Santa Rita (de 10 a 19 de maio), a Festa de Santana (26 de julho), a Festa da Pedreira de São Sebastião (2 de setembro), a Festa de Nossa Senhora d'Abadia e Nossa Senhora da Guia (8 de setembro), a Festa do Rosário (7 de outubro), a Festa de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), a Festa de Santa Bárbara (4 de dezembro) e a Festa de Nossa Senhora da Conceição (8 de dezembro).

Aprenda

Universidades

  • Universidade Federal de Goiás - UFG [1] - Dois campi em Goiânia, dois em Jataí, um em Catalão, um em Mineiros e um na Cidade de Goiás. Recebe alunos estrangeiros em cursos de curta ou longa duração.

Compre

Há muitas lojas de artesanato na cidade, onde você poderá comprar suvenires, panelas de barro, cartões-postais, camisetas de turista e muitas outras coisas. O preço é bem em conta.

  • Mercado Municipal - Localizado na Praça Zacheu Alves (Largo de São Francisco de Paula), foi construído no final do século XIX com arquitetura eclética. O local reúne lojas de artesanato e gastronomia e é um ponto de encontro dos moradores, tornando-se um excelente lugar para conhecer o cotidiano da cidade e provar o delicioso Empadão Goiano.

Coma e Beba

Coreto

Jantar em Goiás é um prazer, há muitos restaurantes à sua disposição, muitos bastante refinados. Experimente os pratos típicos de Goiás: Arroz com pequi e frango, Empadão Goiano, Carne de sol, Chambaril, Pastelinho de Goiás, entre outros.

  • Ateliê Trapiche - Rua do Fogo, nº 16. Variedade de pizzas artesanais feitas em forno à lenha, excelente carta de vinhos. Tudo isso numa ambiente relaxante e em estilo colonial.
  • Coreto - Uma sorveteria que funciona embaixo do coreto da cidade desde 1952.
  • Degust'Fun Pizzaria - Rua Quintino Bocaiúva, s/nº. Pizza muito saborosa, acompanhada do chopp mais gelado da cidade.
  • Poesias Restaurante - Rua Sebastião Fleury Curado, s/nº. A tradicional e saborosa comida típica goiana e pratos finos à la carte.
  • Hotel Vila Boa - Morro Chapéu de Padre, s/nº. Mescla a comida típica goiana e pratos comtemporâneos à la carte. Ambiente com contato direto com a natureza.
  • Café do Cerrado - Rua Sebastião Fleury Curado, s/nº. Os melhores pães e quitutes estão nesta lanchonete.
  • Restaurante Braseiro - Praça Brasil Caiado, nº 03. Funciona em um típico casarão colonial, serve comida típica goiana no fogão à lenha. O buffet de saladas faz bastante sucesso, também.
  • Restaurante Flor de Ipê - Praça da Boa Vista, nº 32. Une diversos pratos de todo o Brasil, mas evedencia a culinária goiana. Serve pratos contemporâneos à la carte, também. A carta de vinhos é completa.
  • Restaurante Dali Sabor & Arte - Rua 13 de Maio, nº 26. Serve pratos diversos à la carte e o famoso Empadão Goiano, um ícone da culinária goiana.
  • Restaurante Goiás.com - Praça de Tasso Camargo, nº 19. Serve pratos da culinária goiana e contemporânea. Utiliza ervas finas e especiarias em seu tempero. O ambiente é bastante requintado.

Durma

  • Pousada do Ipê - Telefone: +55 62 3371 2065. O restaurante também é muito bom.
  • Pousada Dona Sinhá - Telefone +55 62 3371 1667 - A única pousada rural da cidade, a 700 metros do centro histórico, casa histórica de mais de 160 anos, passeio a cavalo e muito mais.
  • Hotel Casa da Ponte - Rua Moretti Foggia, s/nº. Telefone: +55 62 3371 4467 - Localizado no Centro Histórico, em frente a Casa da Cora Coralina. O café da manhã é bastante completo, com quitutes da cozinha goiana.
  • Hotel Serrano - Avenida Dr. Deusdete F. de Moura, s/nº. Quinze apartamentos duplos ou triplos com ventilador de teto ou ar condicionado, TV e Frigobar. Bom custo-benefício. Telefone: +55 62 3371 1825.
  • Hotel Vila Boa - Morro Chapéu de Padre, s/nº. Conta com 29 apartamentos e 4 suítes luxo. Todos eles equipados com TV, ar condicionado e frigobar. O hotel conta também com um excelente restaurante e um auditório. Telefone: +55 62 3371 1000.
  • Hotel-Fazenda Manduzanzan - Rodovia Mun. Goiás-Assentamento do Mosquito, km 6. 12 chalés com 2 apartamentos por unidade (frigobar, ar condicionado, sala e TV) e 10 apartamentos luxo (frigobar, ar condicionado e TV). Café da manhã excelente, trilhas e lago para pesca à disposição do hóspede. Telefone: +55 62 9982 3373.

Segurança

A Cidade de Goiás é uma cidade bastante segura. Porém, deve-se utilizar o senso comum e ter cuidado ao sair de bancos, ao estacionar o carro, ao andar pelas ruas. Não ostente demais. A segurança é feita pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar do Estado de Goiás.

Respeite

Ao conversar com moradores, principalmente os mais velhos, evite usar a expressão "Goiás Velho" e comparações com Goiânia. “Goiás Velho” é um termo declaradamente rejeitado pelos vilaboenses, transmite uma apreciação de menosprezo ao papel histórico da cidade, colocado em contraponto ao da moderna Goiânia. O erro de concordância de gênero agrava a gafe, pela metonímia que toma a cidade de Goiás pelo Estado. A História estadual não esconde que a transferência da capital gerou impactos econômicos, políticos e sociais bastante significativos aqui; muitas casas e prédios públicos foram abandonados, se deteriorando. Enquanto isso, aqueles que permaneceram na cidade iam lutando para não deixar sucumbir suas tradições em meio ao mito da modernidade, cuja expressão máxima era Goiânia. Ao retornar a Goiás em 1956, após mais de quarenta anos distante da cidade, Cora Coralina redige “O Cântico da Volta”, no qual narra o momento:

Sentiu com altivez o tremendo impacto da mudança. Não se despovoou nem se desagregou com a grande expoliação. No seu progresso atual, sente-se um novo sentido de ajustamento, solidariedade e união dos que ficaram, se impondo com dignidade ao respeito e admiração dos que partiram. Sobrevive aqui, ainda e sempre, o mesmo determinismo histórico que fez viver e florescer, dentro desta muralha de serras e rodeada destas águas vivas, uma autêntica civilização que, no enluramento de dois séculos, se considerou um dia madura e apta para ser mudada, sem se esfacelar, deixando ainda, para os pósteros, raízes fortes e sementes fecundas.


Assim é a Vila Boa. Mantenha uma vibração positiva.

Mantenha contato

O código de área (DDD) é 62. Em 2005, os números de telefone foram convertidos de 7 para 8 dígitos, normalmente adicionando-se o número 3 no início dos telefones. Dessa forma, números antes escritos como 371-0000 tornaram-se 3371-0000. Portanto, se você encontrar um número de 7 dígitos, acrescente o número 3 ao discar. Os telefones públicos são geridos pela Oi, antiga Brasil Telecom. A maioria dos telefones fixos são Oi.

A cidade é atendida pelas 4 principais operadoras de telefonia celular do país (Vivo, Oi (antiga BrTcelular), TIM e Claro) pela tecnologia GSM, CDMA e 3G, além do atendimento a clientes corporativos pela Nextel pela tecnologia iDEN. A maioria dos telefones celulares são Claro.

Alguns pontos públicos da cidade contam com Internet Wi-fi, assim como muitos restaurantes e bares da cidade.

A cidade é atendida pelo serviço postal brasileiro - Correios.

Partir



Este artigo é um guia. Ele tem muita informação, incluindo listas de hotéis, restaurantes, atracções e informação sobre chegada e partida. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!




Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas