Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Dinamarca

Da Wikitravel
Norte : Dinamarca
Revisão das 07h55min de 10 de maio de 2012 por 188.82.209.18 (discussão)

Ir para: navegação, pesquisa
Localização
LocationDenmark.png
Bandeira
Da-flag.png
Informações Básicas
Capital Copenhague
Governo Monarquia constitutional
Moeda Coroa dinamarquesa (DKK)
Área 43.094 km2, excluindo-se as Ilhas Faroe e Groenlândia
População 5.450.661 (est. Julho 2006)
Idioma Dinamarquês
Religião Luteranos 95%, muçulmanos 2%
Eletricidade 230V/50Hz
Código telefônico +45
Internet TLD .dk
Fuso horário UTC+1



Dinamarca [1] é um país do norte da Europa.

Entenda

A Dinamarca (em dinamarquês: Danmark, pron. [d̥ænmɑɡ̊], arcaico: [d̥anmɑ ː ɡ̊]) é um país escandinavo da Europa setentrional e membro sênior do Reino da Dinamarca. É o mais meridional dos países nórdicos, a sudoeste da Suécia e ao sul da Noruega, delimitado no sul pela Alemanha. As fronteiras da Dinamarca estão no Mar Báltico e no Mar do Norte. O país é composto por uma grande península, a Jutlândia, e muitas ilhas, sobretudo Zelândia (Sjælland), Funen (Fyn), Vendsyssel-Thy, Lolland, Falster e Bornholm, assim como centenas de ilhas menores, muitas vezes referidas como o Arquipélago Dinamarquês. A Dinamarca por muito tempo controlou a entrada e a saída do mar Báltico, já que (até a construção do Canal de Kiel na Alemanha) isso só podia acontecer através de três canais, que também são conhecidos como os "Estreitos Dinamarqueses".

Regiões

A Dinamarca consiste na península da Jutlândia (Jylland) e de 443 ilhas com nome, das quais 76 são habitadas. 40% da população vive na ilha da Zelândia.

Regiões da Dinamarca
Jutlândia
o continente Europeu
Funen e Ilhas Periféricas
Terra natal do famoso autor H.C. Andersen, e sua casa museu em Odense e a pitoresca island sea.
Zelândia
A maior ilha da Dinamarca, onde fica a capital Copenhague
Lolland-Falster
Ilhas ao sul da Zelândia
Bornholm
Ilha turística, conhecida como "the rock island", com belas igrejas arredondadas medievais e algumas praias excelentes.









Cidades

Outros destinos


Chegar

De avião

Não existem voos diretos entre o Brasil e a Dinamarca. A SAS (Scandinaviam Air System) chegou a operar em território brasileiro nos anos 80 e 90, bem como a Varig já teve voos para Copenhagen. É a principal empresa do setor naquele país, ainda que oficialmente ela pertença também a alguns países Escandinavos. Assim como a SAS, a Braathens voa de Copenhagen para diversas cidades europeias. Resta a opção de chegar à Dinamarca através das principais empresas europeias fazendo uma conexão no país de sua bandeira. O mesmo vale para a brasileira TAM, que atualmente voa para Paris, Milão, Frankfurt e Londres, cidades que possuem voos diretos à capital dinamarquesa.

De barco

De carro

De autocarro/ônibus

De comboio/trem

Circular

De avião

De moto

De carro

De autocarro/ônibus

De comboio/trem

Fale

O dinamarquês é falado em todo o país, embora um pequeno grupo perto da fronteira alemã também fale alemão.

Compre

Coma

A culinária da Dinamarca, tal como a de outros países escandinavos (Suécia e Noruega) e do norte da Europa em geral, como na Alemanha, é composta de pratos pesados, ricos em gorduras e carboidratos. Isto é devido à sua tradição agrícola e ao clima frio, caracterizado por invernos rigorosos e longos. Antes de o país se industrializar (cerca de 1860), a agricultura de subsistência, gerida pelas famílias, individualmente, era a principal actividade económica da Dinamarca. Os produtos importados eram raros, o que originou hábitos gastronómicos determinados pelos produtos locais: cereais, lacticínios, carne de porco, peixe, maçãs, ameixas, cenouras, batatas, cebolas, cerveja e pão. Os dinamarqueses consomem diversas saladas e legumes cozinhados mas servidos frios. Entre estes, para além dos já referidos, contam-se a couve-flor e a beterraba. São também apreciados os legumes em conserva, tais como pepino, cebola, couve e rodelas de beterraba. Estes são muitas vezes confeccionados e armazenados em casa. O prato nacional é o smørrebrød (traduzido à letra, pão com manteiga). Smørrebrød são sanduíches abertas que se comem sobretudo ao almoço e são compostas normalmente de peixe ou carnes frias e diversos tipos saladas sobre um pão escuro tipicamente dinamarquês, denominado rugbrød. A refeição quente de carácter nacional poderá ser carne de porco no forno com batatas aloiradas, couve vermelha cozida e molho castanho (conhecida como flæskesteg). São ainda bastante populares as almôndegas ao estilo dinamarquês, conhecidas por frikadeller, o hakkebøf, o kogt hamburgerryg e o stegt flæsk. Os molhos são muito usados e podem ser encontrados, por exemplo, nos cardápios dos postos de venda de salsichas tipicamente dinamarqueses conhecidos como pølsevogn. Medisterpølse‎ e rød pølse são exemplos de salsichas dinamarquesas. Os cachorros-quentes dinamarqueses podem também ser complementados com um preparado à base de cebola denominado ristede. Na ilha de Bornholm, existe uma grande tradição de consumo de arenque fumado. Antigamente, quando não era possível comer todo o arenque acabado de fumar no próprio dia, preparava-se no dia seguinte o chamado Bornholm æggekage, que consiste numa omelete com arenque fumado.

Beba e saia

cococococoo looooal tqmejn fuck

Durma

Aprenda

aprenda o aprender de aprender  ! a cantar fado ! faz muito bem !! lololaloladaoladaolda

fuck youi

cabras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! for fucking china

Trabalhe

Segurança

Saúde

Respeite

Mantenha contato


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites