Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Diferenças entre edições de "Dinamarca"

Da Wikitravel
Ir para: navegação, pesquisa
(Entenda)
(De avião)
Linha 41: Linha 41:
  
 
=== De avião ===
 
=== De avião ===
Não existem voos diretos entre o Brasil e a Dinamarca. A SAS (Scandinaviam Air System) chegou a operar em território brasileiro nos anos 80 e 90, bem como a Varig já teve voos para Copenhagen. É a principal empresa do setor naquele país, ainda que oficialmente ela pertença também a alguns países Escandinavos. Assim como a SAS, a Braathens voa de Copenhagen para diversas cidades europeias. Resta a opção de chegar à Dinamarca através das principais empresas europeias fazendo uma conexão no país de sua bandeira. O mesmo vale para a brasileira TAM, que atualmente voa para Paris, Milão, Frankfurt e Londres, cidades que possuem voos diretos à capital dinamarquesa.
+
A Dinamarca é servida por dois grandes e vários aeroportos menores, que oferecem quase todas as ligações internacionais. A maioria das companhias aéreas europeias oferece rotas para Copenhagen, e muitos também de Billund, mas SAS Scandinavian Airlines continua a ser a operadora dominante. Principais  intervenientes no mercado de baixo custo inclui o nacional-Cimber Sterling  ou norueguês, Easyjet , Transavia  e, finalmente, a Ryanair, que tem apenas os serviços de aeroportos provinciais.
 +
 
 +
*Aeroporto de Copenhagem (IATA: CPH, ICAO: EKCH) é o maior aeroporto da Escandinávia. O aeroporto está localizado na cidade Kastrup na ilha Amager, a 8 km do centro de Copenhaga. O aeroporto está ligado por trem até a Estação Central de Copenhague e além, bem como de outras cidades e Malmo, na Suécia.  
 +
 
 +
*Billund Aeroporto (IATA: BLL, ICAO: EKBI) no Centro-Sul da Jutlândia é o maior aeroporto da Dinamarca, e o principal aeroporto para a península inteira.
 +
*Aalborg Aeroporto (IATA: AAL, ICAO: EKYT cerca de 7 km a leste do centro da cidade, é o maior aeroporto Denmarks 3 com cerca de 20 vôos para destinos europeus, incluindo Oslo, Reykjavik e as Ilhas Faroé, bem como os principais centros como Londres e Paris, bem como uma ligação semi-direto de Nova York com Iceland Express toda quarta-feira. transportadoras Major inclui Norwegian, SAS, Cimber Sterling e Atlantic Airways.
 +
 
 +
*Aeroporto de Aarhus (IATA: AAR, ICAO: Ekah) é na península Djursland 44 km a nordeste de Aarhus, a 50 km Randers, a 90 km de Silkeborg, 99 Horsens fra km, 98 km de Viborg e 138 km a partir de Aalborg .
 +
*Malmö-Sturup Aeroporto (IATA: MMX, ICAO: ESMS) está localizado 61 km a partir de Copenhagem e oferece voos low-fares com Wizzair para a Europa Oriental.
  
 
=== De barco ===
 
=== De barco ===

Revisão de 17h06min de 8 de dezembro de 2010

Localização
LocationDenmark.png
Bandeira
Da-flag.png
Informações Básicas
Capital Copenhague
Governo Monarquia constitutional
Moeda Coroa dinamarquesa (DKK)
Área 43.094 km2, excluindo-se as Ilhas Faroe e Groenlândia
População 5.450.661 (est. Julho 2006)
Idioma Dinamarquês
Religião Luteranos 95%, muçulmanos 2%
Eletricidade 230V/50Hz
Código telefônico +45
Internet TLD .dk
Fuso horário UTC+1



Dinamarca [1] é um país do norte da Europa.

Índice

Regiões

A Dinamarca consiste na península da Jutlândia (Jylland) e de 443 ilhas com nome, das quais 76 são habitadas, e entre as quais as mais importantes são Fiónia e a Zelândia (Sjælland). A ilha de Bornholm localiza-se um pouco para leste do resto do país, no mar Báltico. Muitas das ilhas estão ligadas por pontes. A ponte do Øresund liga a Zelândia à Suécia e a ponte do Grande Belt liga Fyn à Zelândia. O país é, em geral, plano e com poucas elevações (os pontos mais elevados são o Møllehøj, o Ejer Baunehøj e o Yding Skovhøj, todos com altitude apenas uns centímetros acima dos 170 m. O clima é temperado, com invernos suaves e verões frescos. As cidades principais são a capital, Copenhague (na Zelândia), Aarhus (na Jutlândia) e Odense (em Fyn).

Cidades

Outros destinos

Entenda

A Dinamarca (em dinamarquês: Danmark, pron. [d̥ænmɑɡ̊], arcaico: [d̥anmɑ ː ɡ̊]) é um país escandinavo da Europa setentrional e membro sênior do Reino da Dinamarca. É o mais meridional dos países nórdicos, a sudoeste da Suécia e ao sul da Noruega, delimitado no sul pela Alemanha. As fronteiras da Dinamarca estão no Mar Báltico e no Mar do Norte. O país é composto por uma grande península, a Jutlândia, e muitas ilhas, sobretudo Zelândia (Sjælland), Funen (Fyn), Vendsyssel-Thy, Lolland, Falster e Bornholm, assim como centenas de ilhas menores, muitas vezes referidas como o Arquipélago Dinamarquês. A Dinamarca há muito tempo controla a entrada e a saída do mar Báltico, já que isso só pode acontecer através de três canais, que também são conhecidos como os "Estreitos Dinamarqueses".

Clima

O clima da Dinamarca é continental, frio no inverno e temperado no verão, sujeito à influência das massas de ar de origem atlântica. A península de Jylland é relativamente chuvosa (800 milímetros por ano), enquanto o resto do país, especialmente as ilhas orientais, tem pouca chuva, as médias não ultrapassam 600 milímetros anuais.

Chegar

De avião

A Dinamarca é servida por dois grandes e vários aeroportos menores, que oferecem quase todas as ligações internacionais. A maioria das companhias aéreas europeias oferece rotas para Copenhagen, e muitos também de Billund, mas SAS Scandinavian Airlines continua a ser a operadora dominante. Principais intervenientes no mercado de baixo custo inclui o nacional-Cimber Sterling ou norueguês, Easyjet , Transavia e, finalmente, a Ryanair, que tem apenas os serviços de aeroportos provinciais.

  • Aeroporto de Copenhagem (IATA: CPH, ICAO: EKCH) é o maior aeroporto da Escandinávia. O aeroporto está localizado na cidade Kastrup na ilha Amager, a 8 km do centro de Copenhaga. O aeroporto está ligado por trem até a Estação Central de Copenhague e além, bem como de outras cidades e Malmo, na Suécia.
  • Billund Aeroporto (IATA: BLL, ICAO: EKBI) no Centro-Sul da Jutlândia é o maior aeroporto da Dinamarca, e o principal aeroporto para a península inteira.
  • Aalborg Aeroporto (IATA: AAL, ICAO: EKYT cerca de 7 km a leste do centro da cidade, é o maior aeroporto Denmarks 3 com cerca de 20 vôos para destinos europeus, incluindo Oslo, Reykjavik e as Ilhas Faroé, bem como os principais centros como Londres e Paris, bem como uma ligação semi-direto de Nova York com Iceland Express toda quarta-feira. transportadoras Major inclui Norwegian, SAS, Cimber Sterling e Atlantic Airways.
  • Aeroporto de Aarhus (IATA: AAR, ICAO: Ekah) é na península Djursland 44 km a nordeste de Aarhus, a 50 km Randers, a 90 km de Silkeborg, 99 Horsens fra km, 98 km de Viborg e 138 km a partir de Aalborg .
  • Malmö-Sturup Aeroporto (IATA: MMX, ICAO: ESMS) está localizado 61 km a partir de Copenhagem e oferece voos low-fares com Wizzair para a Europa Oriental.

De barco

De carro

De autocarro/ônibus

De comboio/trem

Circular

De avião

De moto

De carro

De autocarro/ônibus

De comboio/trem

Fale

O dinamarquês é falado em todo o país, embora um pequeno grupo perto da fronteira alemã também fale alemão.

Compre

Coma

A culinária da Dinamarca, tal como a de outros países escandinavos (Suécia e Noruega) e do norte da Europa em geral, como na Alemanha, é composta de pratos pesados, ricos em gorduras e carboidratos. Isto é devido à sua tradição agrícola e ao clima frio, caracterizado por invernos rigorosos e longos. Antes de o país se industrializar (cerca de 1860), a agricultura de subsistência, gerida pelas famílias, individualmente, era a principal actividade económica da Dinamarca. Os produtos importados eram raros, o que originou hábitos gastronómicos determinados pelos produtos locais: cereais, lacticínios, carne de porco, peixe, maçãs, ameixas, cenouras, batatas, cebolas, cerveja e pão. Os dinamarqueses consomem diversas saladas e legumes cozinhados mas servidos frios. Entre estes, para além dos já referidos, contam-se a couve-flor e a beterraba. São também apreciados os legumes em conserva, tais como pepino, cebola, couve e rodelas de beterraba. Estes são muitas vezes confeccionados e armazenados em casa. O prato nacional é o smørrebrød (traduzido à letra, pão com manteiga). Smørrebrød são sanduíches abertas que se comem sobretudo ao almoço e são compostas normalmente de peixe ou carnes frias e diversos tipos saladas sobre um pão escuro tipicamente dinamarquês, denominado rugbrød. A refeição quente de carácter nacional poderá ser carne de porco no forno com batatas aloiradas, couve vermelha cozida e molho castanho (conhecida como flæskesteg). São ainda bastante populares as almôndegas ao estilo dinamarquês, conhecidas por frikadeller, o hakkebøf, o kogt hamburgerryg e o stegt flæsk. Os molhos são muito usados e podem ser encontrados, por exemplo, nos cardápios dos postos de venda de salsichas tipicamente dinamarqueses conhecidos como pølsevogn. Medisterpølse‎ e rød pølse são exemplos de salsichas dinamarquesas. Os cachorros-quentes dinamarqueses podem também ser complementados com um preparado à base de cebola denominado ristede. Na ilha de Bornholm, existe uma grande tradição de consumo de arenque fumado. Antigamente, quando não era possível comer todo o arenque acabado de fumar no próprio dia, preparava-se no dia seguinte o chamado Bornholm æggekage, que consiste numa omelete com arenque fumado.

Beba e saia

Durma

Aprenda

Trabalhe

Segurança

Saúde

Respeite

Mantenha contato


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites