Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Dakar

Da Wikitravel
África Ocidental : Senegal : Cap Vert-Thies : Dakar
Revisão das 12h55min de 26 de janeiro de 2011 por Texugo (discussão | contribs)

Ir para: navegação, pesquisa
O controverso Monumento da Renascença Africana.

Dakar é a capital do Senegal, uma agradável cidade com belas avenidas e uma atmosfera europeia. A sua animada vida nocturna, os seus monumentos históricos e museus fazem desta cosmopolita cidade uma das mais interessantes cidades africanas.

Entenda

Os senegaleses estão muito orgulhosos da sua reputação de terem "teranga" - hospitalidade. Os locais são muito amigáveis e prestáveis, mas, como em qualquer outro lugar, tenha cuidado com os aldrabões.

História

A cidade de Dakar nasceu a partir de um forte francês, substituindo Saint-Louis como capital do país em 1902. Foi também a capital do Mali desde 1959 a 1960, tornando-se mais tarde a capital do Senegal. Entre os séculos XVI e XIX, foi um grande centro de tráfico de escravos, mandando escravos para toda a América. Dakar é também conhecida por ser o ponto de chegada do Rali Dakar, que ocorre no início de cada ano.

Clima

Dakar tem um clima semi-árido quente, com uma curta estação chuvosa e uma longa estação seca. A estação chuvosa dura de Julho a Outubro, enquanto que a estação seca cobre os restantes oito meses. A cidade recebe aproximadamente 540mm de precipitação por ano.

Entre Dezembro e Abril, Dakar é normalmente confortavelmente quente. As noites durante este período de tempo são confortáveis. Entre Maio e Novembro a cidade fica mais quente. No entanto, não fica tão quente em Dakar como em Niamey e N'Djamena.

noframe

Veja o estado do tempo em Dakar nos próximos dias: msn Meteorologia.

Chegar

Dakar é uma das maiores cidades da África Ocidental, por isso há muitos voos a partir e para a Europa, América do Norte e outras cidades africanas. Prepare-se para sair e chegar a qualquer hora do dia ou da noite - muitos dos voos saem às duas e chegam às quatro da manhã.

De avião

Dakar é servida pelo Aeroporto Internacional Yoff-Léopold Sédar Senghor.

Desde África

Desde a Europa

Desde a América do Norte

De barco

Existem navios regulares desde as Ilhas Canárias, França, Marrocos, Espanha e vários portos da América do Sul e da África Ocidental.

Existe um ferry desde Dakar a Ziguinchor nas terças e sextas às 20h00 e desde Ziguinchor nas quintas e domingos às 15h00, chegando cerca de 15-17 horas depois. Para comprar bilhetes tem de ir directamente ao porto de Dakar ou ao de Ziguinchor. Não pode comprar bilhetes na internet, nem por telefone. Traga o passaporte para comprar os bilhetes. Recomenda-se que compre o bilhete com antecedência, mas nem sempre é necessário. O preço por um lugar para dormir é de 30,500 e por um quarto de quatro pessoas é de 28,500. Ambos incluem casa de banho privada e pequeno-almoço. O telefone da bilheteira de Dakar é o +221 33 821 29 00. Esta pode dar informações sobre preço, horas e disponibilidade.

De comboio/trem

O serviço de comboios que liga Dakar e Koulikoro no Mali, que parava em várias cidades no Senegal, foi cancelado indefinidamente.

Existe um comboio, com vagão-restaurante e vagão-cama, que vai desde e para Bamako, Mali. A viagem dura entre 30 e 36 horas, mas pode esperar 4 a 12 horas de atraso. Em Dezembro de 2007, o comboio Dakar-Bamako tem viajado desde a Gare de Hann, a 3km da estação de Dakar.

De autocarro/ônibus

Existe um bom sistema de autocarros atravessando a fronteira de vários países.

De carro

As estradas entre a fronteira senegalesa e mauritana estão em boas condições; o melhor lugar para ultrapassar a fronteira é em Rosso. As estradas desde Guiné-Bissau ainda não estão alcatroadas; pode atravessar a fronteira em São Domingo. Existe uma estrada desde o Senegal até ao Mali através de Tambacounda. Também pode atravessar pelo Saara através de uma estrada de 5,500km que vem desde a Argélia através do Mali. A auto-estrada trans-gambiana atravessa o Rio Gâmbia de ferry.

De sept places

O principal método de viajem no país é através de sept places (francês para "sete lugares", ou seja uma camionete onde cabem sete pessoas, o que quer dizer que vai quase sentado no colo do vizinho durante a viagem). Pode também vir com um grupo e alugar todo o sept place, mas isto é caro. Se parecer um turista eles tentarão roubá-lo no preço, por isso estabeleça um preço antes de aceitar o condutor. Existem preços estabelecidos para destinos pouco viajados. A principal estação de sept places em Dakar é a Gare Routieres de Pompiers. Cuidado com carteiristas!

Circular

A Place de l'Indépendance.

De carro

Aluguer de carros

O aluguer de carros só é uma opção se quiser gastar dinheiro e se se sentir corajoso para enfrentar o tráfego caótico de Dakar.

As principais agências de aluguer de carro em Dakar são:

  • Avis [37] (tel.: 849 7757) - No aeroporto e no Hôtel Meridien President.
  • Budget (tel.:822 2513) - Na Ave. du President Lamine Guèye e Ave. Faidherbe. Também no aeroporto e no Hôtel Meridien President.
  • Hertz [38] (tel.:820 1174) - Na Rue Gomis e também no aeroporto.

De táxi

Baratos, seguros e podem ser encontrados em qualquer lugar. Não ligue ao para-brisas partido. Tem que negociar o preço do táxi antes de entrar, e tem que negociar o preço. Se não for do Senegal, irão provavelmente propor um preço muito alto, por isso verifique com os locais qual é o preço justo, para não pagar mais do que o necessário.

Uma viagem curta pelo centro da cidade custa cerca de 1,20 €. Desde o centro de Dakar até aos subúrbios de Point E e Mermoz, pagará cerca de 2,50 € e mais de 4,50 € se quiser viajar para Yoff e N’Gor. O preço oficial para viagens desde e para o Aeroporto Internacional Léopold Sédar Senghor é de 5 €, embora seja improvável que gaste menos de 6,50 €.

De barco

Existem ferries habituais que saem do porto principal de Dakar para a Ile de Gorée entre as 6h00 e as 23h00. A viagem de ferry demora 20 minutos e pode reservar uma visita guiada nas docas da cidade, se quiser.

Para apanhar o barco para a Ile de N'Gor, vá à aldeia de N'gor, a cerca de 15 km de Dakar, e apanhe um barco (mais ou menos 500CFA por viagem) para a ilha de N'gor e salte fora do barco quando estiver no recife. Para voltar para trás, vá para a costa e apanhe um barco na praia principal.

De autocarro/ônibus

Um car rapide.

O sistema de autocarros de Dakar, conhecido por Dakar Demm Dikk (Dakar ir e vir), é bastante confiável. Os bilhetes custam 150 CFA. Os autocarros são modernos, confiáveis e regulares. Veja o site [39] para rotas detalhadas do Dakar Demm Dikk.

De cars rapides

São mini-autocarros, normalmente azuis e amarelos, que atravessam Dakar e outras cidades senegalesas. As taxas são fixas para certas distâncias, mas verifique os preços com os locais, para não ser roubado. Para descobrir para onde é que um car rapide vai, faça-lhe sinal e grite o local onde quer ir ao apprenti, o rapaz que recolhe os bilhetes. Se ele voltar a gritar, pare-o e entre. Para fazê-lo parar bata no autocarro de forma ruidosa. Os apprentis nem sempre falam francês, por isso prepare-se, a não ser que fale wolof.

Veja

Uma rua na Ilha de Gorée.
  • Monumento da Renascença Africana, Avenue Cheikh Anta Diop, Ouakam, Dakar. Aberto em 2010, este colossal monumento é dedicado à independência africana dos regimes europeus que outrora controlaram o continente e ao fim da escravatura. Também pretende mostrar o orgulho africano para destruir a presunção que os africanos são gente inferior. O monumento é muito controverso, pois alguns africanos sentem o orgulho que é suposto evocar, enquanto que outros o criticam por ser estrangeiro (foi feito na Coreia do Norte) e estalinista. É mais alto que a Estátua da Liberdade em Nova Iorque.
  • Museu IFAN de Artes Africanas (Musée Théodore Monod dArt Africain), Place Soweto, Dakar, [40]. Aberto diariamente desde as 8h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h30. Um dos mais interessantes museus da cidade, e um ponto obrigatório para os amantes de arte africana. Tem uma excelente colecção de máscaras e estátuas de toda a África Ocidental. A entrada custa cerca de 2000 CFA..
  • Ilha de Gorée (Ile de Gorée), (Só pode chegar à ilha por ferry - ver secção Circular/De barco). A Ilha de Gorée é uma ilha de 0.182 km2, onde os escravos eram transferidos para navios de escravos que se dirigiam para as Américas. A ilha tem uma interessante arquitectura colonial, incluindo o museu da "Casa dos Escravos", um dos pontos altos da ilha. Outras atracções da ilha incluem os três museus (um dedicado à mulher, um ao mar e outro á história do Senegal), o Castelo de Gorée, a Estação da Polícia e também uma pequena praia.
  • Les Almadies (Les pointes des Almadies). A ponta oeste do continente africano, onde se localizam vários restaurantes de marisco, bem como um resort de luxo. Tem também reputação de ser um dos melhores locais para surfar no Senegal.
  • Grande Mesquita de Dakar (Grande Mosquée de Dakar), Avenue Malick Sy, Dakar. Construída em 1964. A Grande Mesquita é uma atracção de grande significado neste país muçulmano: se estiver em Dakar numa sexta pare e ouça a chamada para orção. Mulheres não-muçulmanas não podem entrar, mas homens não-muçulmanos podem entrar, desde que seja só para observar.
  • Catedral de Dakar (Cathédrale de Dakar), Rue de la République, Dakar. Consagrada em 1936, é a maior igreja de Dakar. Um grande, mas um pouco desinteressante edifício com arquitectura dos anos 20. Mesmo assim merece uma visita.
  • Parque Hann (Parc Forestier de Hann), Route des Maristes, Dakar. é uma reserva natural que ocupa aproximadamente 80 hectares de floresta e pântano, contendo um zoo (o Zoo Senegal, que também merece uma visita). O parque atrai os jovens da cidade, bem como vários turistas.

Faça

Eventos

  • Rali Dakar - É a maior prova de automobilismo todo-o-terreno do mundo, que percorre Europa e África, acabando sempre em Dakar. Ocorre na primeira semana de cada ano, e é indispensável para os amantes do automobilismo. Infelizmente, desde 2009 que é realizado na América do Sul, devido a ameaças de terrorismo.

Atividades

Uma praia em Dakar.
  • Dê um passeio pelos principais mercados, como o Marché Kermel, o Marché Sandaga ou o Marché HML.
  • Ir para a praia - Dakar possui algumas das melhores praias para surfar do continente. Existem várias boas praias próximas à capital, e muitas providenciam boas condições de mergulho (ver abaixo). No entanto algumas destas possuem correntes marítimas, tornando-as perigosas. Pergunte aos locais que praias são seguras. Algumas das praias mais bonitas localizam-se na área de Yoff, mas deve escolher com cuidado. A melhor praia da capital está na Ilha de N’Gor (veja a secção Circular para informações sobre como chegar).
  • Mergulho - Várias praias em Dakar são boas para mergulho. Algumas companhias em Dakar dão a oportunidade de mergulhar perto da capital. Uma destas é a Oceánium [41], um clube de mergulho em Dakar, que, para além do mergulho está muito envolvido na protecção do ambiente.

Aprenda

  • Universidade Cheikh Anta Diop [42] (tel.: +221 33 8250530)
  • Universidade de Suffolk - Campus de Dakar [43] (pdujardin@suffolk.edu; tel.: (221) 33 869 10 11)


Compre

Bordados islâmicos

Dakar tem algumas boas (e também caras) lojas especializadas em alta-costura e roupas muçulmanas bordadas, tradicionais da África Ocidental.

Marché Kermel.
  • Marché Sandaga - Uma decrépita estrutura de cimento que tem três andares: carne e vegetais no andar principal, peixe na cave e bancas de comida no telhado. Tem que desbravar as escadas e contornar os homens a limpar galinhas mortas para conseguir subir. À volta do mercado uma grande variedade de bancas oferecem tudo, desde CDs de música copiados, T-shirts do Manchester United, aparelhos electrónicos e livros islâmicos - mas os vendedores ambulantes podem ser (muito) agressivos. O lugar também é famoso pelos carteiristas, por isso só leve o dinheiro que precisa e guarde-o num lugar seguro.
  • Marché HLM - Um mercado mais pequeno, direccionado principalmente para a venda de tecidos, ligeiramente menos caótico que o Marché Sandaga. Existem centenas de opções de tecido que pode comprar e com o qual pode depois fazer roupa senegalesa (se estiver em Dakar por algum tempo, pergunte a um senegalês quem é o ou a alfaiate dele, e vá lá. Um pouco menos conveniente para turistas que só estão por uma semana). A maior parte dos vendedores não vendem menos do que 3 a 6 metros de tecido. Um preço razoável é 1000CFA/metro.
  • Marché Kermel, Avenue Albert Sarrat - Vende artesanato, comida e flores. Fica perto do centro, na Avenue Albert Sarraut, a uma curta distância do Marché Sandaga. Merece uma visita pelo seu edifício e pelas suas bancas.
  • Soumbedioune - Um popular mercado de peixe nocturno.

Coma

Para além dos restaurantes abaixo, as ruas de Dakar estão recheadas de bancas que vendem todos os tipos de comida de rua: amendoins torrados (deliciosos, não estão gordurosos e com a dose certa de sal - e ás vezes ainda estão quentes), frutos secos, fruta, e outros petiscos senegaleses. Existem muitas lojas de sanduíches e pequenas bancas a vender pão, onde pode arranjar sanduíches de ovo ou comida rápida e barata.

A zona de Les Almadies está cheia de restaurantes de marisco e de peixe.

Econômico

  • Ali Baba, Avenue Pompidou, Dakar (Mais ao menos a meio da avenida). Um restaurante barato onde pode encontrar comida libanesa. Boas sanduíches de falafel com batatas fritas e muito molho de tahina, shwarma, kebab e todos os tipos de petiscos deliciosos.
  • Centro Cultural Francês (Centre Culturel Français), Rue Carnot, Dakar, [44]. Peça a comida local que servem ao almoço (não está no menu) durante a semana. Nos fins-de-semana tem que os convencer a deixarem provar o que eles preparam para os empregados.
  • Chez Ndeye (Ker Ndeye), (Numa rua paralela ao Ponty). Barato. Autêntica comida senegalesa. Para além do Thiebou Dien, tem também um óptimo sumo de tamarindo. Tem um bom tocador de kora.
  • Glacier, (No centro da cidade). Mais de 30 sabores do melhor gelado que alguma vez comerá.
  • Le Jardin Thailandais, Avenue Cheikh Anta Diop, Dakar (Em frente á UCAD (Université Cheikh Anta Diop)), 16-20€. Um enorme menu de comida tailandesa e um óptimo ambiente.
  • Cafe Indigo, Rue Felix Faure, Dakar. Óptima comida. Menos de 10€.
  • Chez Loutcha, Rue Blanchot, 101, Dakar. Óptima comida cabo-verdiana e portuguesa. Tente o arroz de polvo 11-20$.

Médio

  • La Fourchette, (A seguir ao Marché Kermel). Serve cozinha internacional (mexicana, japonesa, marroquina, etc.) a preços moderados. Mais de 30 sabores do melhor gelado que alguma vez comerá.

Esbanje

  • Café de Rome, (Fica no centro da cidade). Verdadeira comida francesa, desde ostras a bife tártaro, e o famoso Sole Meuniere. É caro pelos preços de Dakar, mas a comida é óptima.

Beba e saia

A Gazelle é a cerveja favorita dos locais - vem em enormes garrafas.

  • Le Hanoi - Um bom bar com palmeiras pintadas na parede.
  • Hotel de l'Independance - Apanhe o elevador até ao 16º andar do hotel na Place de l'Independance, peça a bebida no bar e vá para o 17º andar apreciar as vistas do terraço. Também pode comer no restaurante do 16º andar e apreciar as mesmas vistas.
  • Le Viking - No Ponty, no meio do caos do Marché Sandaga, o Le Viking é um bar popular entre os turistas. Bebidas caras, mas tem um bom ambiente. Nos fins-de-semana á noite, música ao vivo.

Durma

Existe uma grande variedade de hotéis, desde os mais básicos até aos hotéis de quatro estrelas. Muitos turistas vão para o (muito) caro Meridien. Existem, no entanto, alguns lugares razoáveis para ficar.

Econômico

  • Hôtel du Phare, Cité des Magistrats, Les Mamelles, 36, Dakar, +221 33 860 30 00 (), [45]. O hotel, localizado num pacato bairro residencial perto da praia, a apenas 15 minutos do centro e a 10 minutos do aeroporto. O Phare tem dez quartos que rodeiam um pátio. Os quartos variam desde individual a quadruplo, todos com ventoinha de tecto e/ou ar condicionado.
  • Auberge Poulagou, Praia de Yoff Tonghor, Dakar, +221 8202347, [46]. O Poulagou é um pequeno hotel, a dois quilómetros do aeroporto. ideal para escapar à loucura de Dakar, o Poulagou é aconselhado pela maior parte dos guias turísticos. Tem acesso grátis à internet. Boa relação preço/qualidade.
  • Hotel Oceanic, Rue de Thann, Dakar, +221 822-2044 (fax: +221 821 5228), [47]. Situa-se no centro. Os quartos e as camas estão (um bocadinho) degradados, mas a casa-de-banho está boa. Cerca de 30€.

Médio

  • Hotel Onomo Dakar Airport, Route de l'Aéroport, Dakar, + 221 33 869 06 10 (, fax: + 221 33 820 33 01), [48]. 60€/noite.
  • Hotel Farid, Rue Vincens, 51, Dakar, (221) 33.823.61.23, (221) 33.821.61.27 (fax: (221) 33.821.08.94), [49]. Localizado no centro da cidade, o Hotel Farid, de três estrelas, está a apenas dois minutos da Place de l'Indépendance. Este hotel destaca-se pela comida lebanesa e senegalesa. Tem ar condicionado, TV Cabo, mini-bar, secador de cabelo e internet grátis em todos os quartos. Uma boa escolha para os que não querem gastar muito, mas querem ficar na baixa. 60€-80 €.
  • Savana Dakar Hotel, Corniche Est, Dakar, (221) 33.849.42.42 (, fax: (221) 33.849.42.43), [50]. Localizado fora da cidade, na costa, este hotel é silencioso, limpo e tem boas condições. Os quartos - todos com ar condicionado, casa-de-banho privada, mini-bar e TVs - oferecem excelentes vistas sobre o Atlântico e pode comer no restaurante local, na praias. Fica a quinze minutos de caminhada da baixa, e os táxis são muitos de dia ou de noite. O hotel tem piscina, e campo de ténis, e pode pedir equipamento de pesca na recepção. 60€-80€.
  • Hotel Al Afifa, Rue Jules Ferry, Dakar (Centro da cidade). Quartos limpos a preços razoáveis, com ar-condicionado. Internet wireless. Existe uma piscina exterior, com um restaurante à beira. Cerca de 70€ por um quarto individual.
  • Seneganne, Les Almadies, Dakar, + 221 33 820 12 33 (), [51]. Uma confortável pousada com internet WiFi, piscina e, indispensável em Dakar, um gerador. Muito limpo. Cerca de 70€ por um quarto individual.

Esbanje

Vista desde o Le Meridien President.
  • Le Meridien President, Route des Almadies, Dakar (Fica em Les Almadies), (221)(33) 8696969 (fax: (221)(33) 8696924), [52]. O único hotel de cinco estrelas na África Ocidental. A qualidade dos seus 360 espaçosos quartos, a comida, as grandes salas de convenções e as instalações para desportos ao ar livre (como ténis, golf e corrida) faz deste um dos melhores hotéis de Dakar. Os quartos tem internet wireless, ar condicionado, TV Cabo, empregada, mini-bar e terraço. Também existem serviços de aluguer de carros, fotocópias, computadores, troca de moedas e multibancos. Tem também uma loja de lembranças e um restaurante muito bom com cozinha de todo o mundo. Mais de 120€.
  • Pullman Dakar Teranga, Rue Colbert, 10, Dakar, (+221)33889/2200 (, fax: (+221)33823/5001), [53]. Localizado no coração do centro comercial, este óptimo hotel tem 230 quartos com internet DSL, ar condicionado e TV Cabo. Também tem três salas de convenções para mais de 300 pessoas, um delicioso restaurante com terraço e óptimas vistas para o Atlântico, um bar, uma piscina, uma ama, computadores, troca de moedas, um cofre para os valores e transporte complementar. 80-120€.
  • Novotel Dakar Hotel, Avenue Abdoulaye Fadiga, Dakar, (+221)33/8496161 (, fax: (+221)33/8238929), [54]. Situado no centro de negócios, com vistas para a Ile de Gorée, e a cinco minutos de caminhada da Place de l'Indépendence, este hotel tem 245 quartos com ar condicionado, incluindo uma suite, salas de convenções, piscina, salas de computadores, e campos de ténis. A apenas quinze minutos do aeroporto, de carro. 80-120€.

Mantenha contato

Cyber Cafés

Embaixadas e Consulados

  • Po-flag.png Embaixada de Portugal, Avenue des Ambassadeurs, 6, Dakar, (221) 864 0322 (, fax: +221-8235096).
  • Br-flag.png Embaixada do Brasil, Boulevard Djily Mbaye, Dakar, (221) 33823-1492 (, fax: (221) 33823-7181).
  • Ao-flag.png Embaixada de Angola, Rue Paul Holle, Dakar, +221-821-4326 (fax: +221-821-7974).
  • Cv-flag.png Embaixada de Cabo Verde, Rue Macodou N'Diaye, Dakar, (221)224285 (, fax: (221)210697).

Segurança

O crime em Dakar é relativamente alto; é comum o crime contra turistas, mesmo na Place de l'Indépendance. Use o senso comum: não ande sozinho depois do anoitecer. Tenha cuidado com carteiristas em lugares cheios de gente, como o Marché Sandaga, e tenha cuidado com os seus pertences. Existem muitos esquemas diferentes para extorquir dinheiro a turistas. 'Eu trabalho no teu hotel e fiquei sem gasolina, empresta-me 10€', e outras aldrabices são comuns.

Evite as praias à noite. Tente não vestir nada que pareça extremamente caro. Os senegaleses não são violentos. Algumas pessoas começam a roubar para poderem comer. No geral, os senegaleses são muito amigáveis e simpáticos.

O Senegal é um dos países africanos com um governo mais estável. Tem uma boa força policial, muitos dos quais falam francês.

Saúde

  • Malária - Existe um grande risco de contrair malária enquanto está em Dakar. Claro que em certos locais existe mais risco do que em outros (por exemplo, áreas que tem uma grande presença de mosquitos). Assim sendo, é essencial que os turistas façam tudo o que podem para evitarem ser mordidos por um mosquito durante as férias. Use roupas claras, usar roupas que cubram o mais possível, aplicar repelente de mosquitos frequentemente (deve conter DEET), e não use qualquer tipo de perfumes, porque os mosquitos podem ser atraídos por estes. Se suspeitar que tem malária, é essencial que vá a um médico imediatamente. Se não for tratada, a malária mata.
  • Esquistossomose - Frequentemente chamada "bilharzíase", é causada por vermes muito pequenos que vivem em corpos de água doce. Se uma infestação de vermes não for tratada (e os sintomas podem não ser visíveis por um grande período de tempo), estes podem danificar seriamente os orgãos internps de uma pessoa. A solução para evitar esta doença é não nadar em corpos de água doce perto de Dakar.

Existem dois hospitais em Dakar:

  • Hôpital Principal de Dakar [57] - Rue du Dr. Guillet, Dakar; communication@hpd.sn; fax: 33 839.50.88.
  • Hôpital de Grand Yoffr - Grand Yoff, Dakar; tel.: +221338694050.


Partir

Lago Retba.
  • Lago Retba (Lac Rose). Também chamado "Lago Rosa", devido à alta concentração de cyanobacterias que lhe dão um tom rosa. Durante a estação seca a cor é mais vívida. O lago tem uma alta concentração de sal, por isso enquanto admira a beleza do lago pode também ver o sal a ser retirado do lago.
  • Saint-Louis — A velha capital francesa do Senegal. Localiza-se na fronteira norte, perto da Mauritânia, e tem uma fantástica arquitectura colonial e vida nocturna. Destino popular entre turistas.
  • Delta Sine Saloum — A norte da Fronteira com a Gâmbia, o delta tem uma fantástica floresta de mangue que pode ver por piroga (uma canoa motorizada). Negocie um preço justo com o guia, e lembre-se que, uma vez no delta, é difícil e caro circular sem ser em piroga.
  • Casamance — A região mais a sul do Senegal, com algumas das melhores praias e com as pessoas mais simpáticas do país. A capital é Ziguinchor - um bom sítio para visitar, mas sem muito para fazer. Cap Skirring é o principal destino turístico, e há muitos motéis, bem como um Club Med. No entanto, já houveram mortes de turistas devido a facções beligerantes, embora estas não ataquem turistas de propósito. Existe um ferry entre Dakar e Ziguinchor (veja secção Chegar --> De barco)
  • Touba — O centro religioso do Senegal. Infelizmente, não é permitida a entrada na mesquita a não-muçulmanos. As mulhers devem usar saias longas e cobrir a cabeça.



Este artigo é um guia. Ele tem muita informação, incluindo listas de hotéis, restaurantes, atracções e informação sobre chegada e partida. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas