Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Bogotá

Da Wikitravel
América : América do Sul : Colômbia : Bogotá
Revisão das 01h01min de 15 de janeiro de 2011 por 190.145.68.10 (discussão)

Ir para: navegação, pesquisa

Bogotá é a capital da Colômbia

Entenda

Vista de Bogotá

Bogotá foi fundada pelos espanhois num planalto a 2640 metros de altitude e hoje tem mais de 8 milhões de habitantes. A cidade é ladeada por montanhas, que estão posicionadas no sentido norte/sul. É muito fácil andar e entender a cidade. As Carreras acompanham o mesmo sentido norte/sul das montanhas, e a numeração começa lá. Então a Carrera Primeira fica na montanha e quanto maior seu número mais afastada daí estará. Os números são ordinais até a Carrera Décima, a partir daí a numeração é dita normalmente: once, doce, trece etc. As Calles vão de leste a oeste e a numeração tem a mesma lógica, a partir do centro da cidade. Para o norte, os números vão de 1 a 200. O mesmo acontece para o sul, porém não há nada o que se ver lá. Exemplo de um endereço: Cra 5a, 10-20, significa que o local está na carrera quinta, depois da calle 10, no número 20 da quadra. Calle 116, 7-2: fica na calle 116, depois da carrera sétima, no número 2 da quadra. Facinho!

Tempo

Apesar de estar a apenas 4º ao norte da linha do Equador, faz frio toda noite, com a temperatura variando entre 10 e 12ºC, devido à altitude. De dia faz de tudo: frio na sombra, calor quando o sol aparece, chuva quase toda tarde. É bastante imprevisível.

Chegar

De avião

  • De São Paulo, pela Varig/Gol (de 3 a 6 voos semanais) e Avianca (diário), de 5 e meia a 6h de viagem
  • A maioria dos voos nacionais passa por Bogotá

Táxi - saindo do aeroporto: Chegando em Bogotá, na saída internacional, virando à direita, há um guichê onde você diz para onde vai e lhe dão um voucher com o valor exato da corrida. O dinheiro você paga diretamente ao taxista, porém o valor nunca vai ser maior que o indicado no voucher. Nunca pegue táxi daqueles caras que ficam esperando um gaiato do lado de fora do desembarque.

Câmbio - no aeroporto: Faça câmbio apenas do necessário para chegar a algum lugar. No Centro e nos shoppings a taxa é sempre melhor que no aeroporto.

De carro

De ônibus

Andar de ônibus dentro da Colômbia tornou-se bastante seguro nos últimos anos. Contudo, não é bom arriscar-se em algumas áreas no interior do país, especialmente à noite. Não é recomendado levar grandes somas de dinheiro também, pois pode haver assaltos em algumas rotas. O serviço em ônibus executivos é bem melhor e eles são bastante confortáveis. É recomendável pegar sempre os mais caros: a diferença é pequena em dinheiro, mas o serviço é melhor e também as condições dos carros.

Atualmente, os ónibus chegam e partem do Terminal de Transporte de Bogotá[1]. A rodoviária é limpa e boa. Fica na Calle 33 B, 69-59, e tem diversas companhias servindo cidades por todo o país (exceto Letícia). Táxis do aeroporto ficam baratos, pois é perto. O terminal está dividido em cores que indicam a região do país que é servida por quais companhias. Amarelo - Sul; Azul - Leste/Oeste; Vermelho - Norte; Roxo - Pacotes.

Há um serviço na internet que indica a companhia, preço e duração da viagem: [2]

Circule

Transmilenio

Transmilenio

Consiste num sistema de transporte público de ônibus biarticulados que trafegam por faixa segregada. São mais rápidos que andar de carro, custam $1500 por viagem e estão (quase) sempre lotados. A grande vantagem é que percorrem longos trechos e podem ultrapassar uns aos outros. Param em estações com portas de vidro, que só abrem quando o ônibus encosta exatamente no local indicado. O número das linhas é meio confuso, mas perguntando chega-se lá. Sempre há revista de bolsa na entrada das estações.

Busetas

São uns mini-ônibus extremamente apertados, barulhentos e poluidores, que trafegam pelas ruas por onde o Transmilenio não passa. A pintura é multicolorida, são enfeitados mesmo, até com luz neon, e custam 1400 pesos.

Buseta: colorida, ruidosa e poluente

Táxi

A maneira mais confortável de ir de um lugar a outro. Os táxis são amarelos, geralmente os menores carros do mercado. Os taxímetros marcam unidades, com uma tabela de conversão pendurada no banco de trás. Não tenha vergonha de consultar. À noite há uma sobretaxa de 1500 pesos. Em geral as corridas são muito baratas para os padrões de cidades como São Paulo. Exemplos: do aeroporto ao bairro de Chapineros: 15 mil; Centro/Zona Rosa: 8 mil; Chapineros/Zona Rosa: 4 mil.

Jamais pegue táxi que já tem alguém no banco do passageiro. Há um golpe conhecido na cidade que se chama Paseo Millonario, que é um assalto em que te extorquem tudo que puderem, inclusive nos cajeros (caixas eletrônicos)

De um modo geral, os táxis são bons e os taxistas super honestos. Mesmo assim, é sempre bom se prevenir: chamar um no hotel ou pegar em algum ponto. Na rua, vale o bom-senso.

Carro

É extremamente fácil andar em Bogotá. Apesar disso, o trânsito é bem caótico, os motoristas buzinam demais, por qualquer coisa, e vão cortando uns a frente dos outros.

A pé

Dá para andar e ver muita coisa a pé. Porém, tome cuidado com os motoristas que de um modo geral não respeitam os pedestres. Faixas de travessia, quando há, não significam nada. Você tem mesmo é que se jogar no meio dos carros. Quando existe semáforo com indicativos para pedestres, tome muito cuidado com os carros que vêm da transversal, porque eles sempre acham que têm prioridade.

Veja

Museus

Peça do Museu do Ouro
  • Museo del Oro, Calle 16, 5-41, Centro, tel. 284-7450. A maior coleção de artefatos de ouro da América Pré-Colombiana. Lá está tudo que os espanhois não conseguiram pilhar no período da colonização. O prédio está completamente renovado. Imperdível. Aberto de 3ª a sábado, das 9 às 19h; domingos, das 10h às 17h. Entrada: $2800, domingos de graça.
  • Donación Botero, Calle 11, 4-41, Centro, tel. 343-1331. Coleção totalmente doada por Fernando Botero. Além de suas obras, tem Renoir, Picasso, Dali, Monet, Matisse etc. Aberto de 3ª a sábado, das 9 às 19h; domingos, das 10h às 17h. Entrada franca.
  • Casa de la Moneda, vizinho ao Botero.
  • Museo Nacional, Cra. 7, 28-66, tel. 334-8366. Construído em 1863 é o mais antigo do país. Arqueologia, etnografia. arte indígena e afro-colombiana. Aberto de 3ª a sábado, das 10 às 20h; domingos, das 10h às 16h.
  • Museo de Arte Moderno de Bogotá, Calle 24, 6-00. Também chamado de MamBo, é um museu baste completo. Aberto de 3ª a sábado, das 10 às 17h30; domingos, das 10h às 15h30.

Lugares

Funicular do Monserrate
  • Monserrate. Monte mais alto da cidade, com igreja, restaurantes, feirinha de objetos "artesanais" e comidas populares. Há dois meios de transporte: funicular e teleférico. Pode-se subir e descer por quaisquer dos meios, e o ingresso é o mesmo: ida-e-volta custa 8 mil nos finais de semana e 15 mil nos dias úteis; às vezes tem promoção por 5 mil, no domingo de manhã. As escadas para subir e descer a pé estão fechadas.
  • Candelaria, região central da cidade, onde ficam os museus, o casario antigo e tudo mais que tem num centro de cidade. Não é muito bom de ir à noite.
  • Usaquén, Bairro ao norte da cidade, antes um município independente. Tem um casario colonial, restaurantes bons, ateliês e um shopping center (Centro Comercial Hacienda Santa Bárbara, Cra. 7, 116-05), que é o melhor e mais completo de toda a cidade.
  • Macarena é a Plaza de Toros. Toda a região é muito bonita e vale a pensa passear pelos parques. Bem pertinho fica o Museo del Cobre, montado numa antiga prisão.
Macarena: Plaza de Toros
  • Parque de la 93, pracinha com bares e restaurantes chiques.
  • Zona Rosa e Calle T, na altura da Calle 82, concentra três shoppings, muitos bares, restaurantes e hoteis de luxo.
  • Chapinero, bairro bonito e interessante, com restaurantes mais modernos. A parte alta é mais gay.
  • Plaza Bolivar, formada pelas Cras. 7a e 8a e Calles 10 e 11, cheia de edifícios históricos e muitos pombos.
  • Zipaquirá, uma cidade muito próxima a Bogotá, que é famosa pela Catedral de Sal. É uma Catedral construída dentro de uma mina de sal. Informe-se pelo trem turístico que vai até essa cidade. É um passeio para um dia todo. O trajeto é longo mas existe uma banda para animar o passeio e o preço não é caro.
Plaza Bolivar

Faça

Compre

  • Sony Style, vários endereços. Calle 82 esquina com Calle T, Zona Rosa. (Cra. 11, 82-51, local 171). É uma loja bonita da Sony. A vantagem são os preços: a metade dos praticados no Brasil.
  • Passaje Rivas, Cra. 10 depois da calle 11. Galeria com muitas lojinhas de artesanato, com preço muito em conta, pois não é turístico. Olhe tudo, que há bons achados... Ademais, pechinche sempre!
  • Xoco Puro. Avenida 82, 11-78, local 7, tel. 622-0443 e 622-4618. Chocolates finos e deliciosos. A avenida 82 fica paralela a calle 82, por trás do centro comercial Andino. Atravesse a rua e procure, a loja fica meio lateral.
  • Colombia es Bella, Calle 16, 5-22/24, segundo piso, ao lado do Museu do Ouro. A melhor casa de artesanato da cidade. Nao é a mais barata, mas tem seleção, curadoria, história das peças, local de produção, enfim, a informação que falta em outros locais.
  • Temperos. A Colômbia é um local de temperos e sabores exóticos. Eles são muitos e não são assim tão fáceis de achar, com qualidade. Um bom local onde encontrá-los é no supermercado do Centro Comercial Hacienda Santa Bárbara, em Usaquén.

Coma

  • Mini-Mal, Cra. 4a, 57-52, tel. 347-5464. Comida colombiana contemporânea. Essencial.
  • Imaymaná, Cra. 13, 78-09, tel. 236-6451. Natural/Vegetariana (à la carte). Das 12h às 17h. Fecha domingo.
  • Habemus Papa, Cra. 6a, 119-24, Usaquén, tel. 629-2591, cel. 310-227-6027. Comida contemporânea.
  • La Macuira, Calle 100, 18A-30, tel. 632-2200. Fica no Hotel Bogotá Plaza. Nova Cozinha.
  • Los Cauchos, Calle 26, 3a-20, tel. 243-4050. Raízes colombianas.
  • La Esquina, Cra. 4a, 26A-04, tel. 283-8685. Pescados.

Beber e sair

  • Cha Cha, Cra. 7a, 32-26, piso 41. Club moderno, no terraço de um prédio (41º andar), com uma vista linda da cidade. Sexta e sábado.
  • Bares de Ambiente, como muitos chamam (preconceituosamente ou não!) os clubes gays. Há vários na Calle 66, perto da Carrera 10

Durma

De um modo geral, hotéis são caros em Bogotá e na Colômbia como um todo. Os Bed & Breakfast, a maioria fica no Centro, que não é muito seguro, principalmente à noite. Às vezes você encontra um ou outro em um lugarzinho melhor, mas acaba sendo caro e pode ser uma verdadeira espelunca.

Hoteis com padrao Formula 1 tem preços de 4 estrelas.

Agora, há muitos 5 estrelas e também hoteis butique, que cobram pelo luxo que oferecem.

Se você não se encaixa em nenhum desses padrões, sugiro os seguintes:

  • Hotel Las Terrazas, Calle 54A, 3-12, tel. 255-5777, Chapinero. Hotel simples, porém limpo e agradável. Diárias para dois a partir de 105 mil pesos.
  • Suite Jones, Calle 61, 5-39, tel. 346-8246. Diárias de 198 mil.
  • Hotel Nación, Cra 8a, 65-36, tel. 248-4185

Segurança

Bogotá é a cidade mais policiada das Américas. Tem policiais por toda parte, cuja tarefa se completa por soldados do exército e seguranças privadas. Chega ao exagero, porém eles dever ter lá seus motivos e ao mesmo tempo isso te dá uma sensação boa de segurança. O sul da cidade é muito pobre e bastante perigoso. Nenhum turista terá o que fazer nessa parte da capital. O centro também não é muito recomendado à noite. Para entrar em museus, shoppings e até mesmo no Transmilenio, eles vão mandar abrir a bolsa e olhar o que tem dentro, independente da tua aparência ser de riquinho ou maloqueiro, turista ou local. Ao entrar nos estacionamentos dos shoppings (centro comerciais, como se diz) ou supermercados, o carro vai ser invariavelmente inspecionado por cães farejadores nos bancos traseiros e no porta-malas.

Partir

Para saídas internacionais, é preciso ir ao guichê 18 (do lado das lojas das companhias aéreas) pegar um papel e um carimbo para não pagar imposto de saída destinado apenas aos colombianos. Dirija-se à sala de embarque com antecedência: depois de peregrinar pelo raio-X, imigração e free-shops, você ainda deverá passar por uma longa fila no fim da qual soldados do exército vão revistar tudo o que você leva na mão e também o teu corpo. Seja paciente! Se estiver indo aos Estados Unidos, a revista é mais completa.



Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites