Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Argentina

Da Wikitravel
América : América do Sul : Argentina
Revisão das 17h27min de 10 de setembro de 2012 por 187.103.101.3 (discussão)

Ir para: navegação, pesquisa
La Boca - Caminito - Buenos Aires.jpg
Localização
LocationArgentina.PNG
Bandeira
Ar-bandeira.png
Informações Básicas
Capital Buenos Aires
Governo República federativa presidencialista
Área total: 2.766.890 km²
terra: 2.736.690 km²
água: 30.200 km²
População 37.812.817 (est. 2002)
Idioma Espanhol
Religião Católicos romanos 92%, Protestantes 2%, Judeus 2%, outros 4%
Eletricidade 230V/50Hz (tomada européia e do tipo "I")
Código telefônico 54
Internet TLD .ar
Fuso horário UTC -3 (não usa horário de verão)


A Argentina é um país da América do Sul.

Regiões

A Argentina está geograficamente dividida em 23 províncias e mais a Cidade Autônoma de Buenos Aires ou Buenos Aires, antiga Capital Federal. Estas se agrupam em 5 regiões geográficas:

Regiões da Argentina
Noroeste (Jujuy, Salta, Catamarca, Tucumán, Santiago del Estero)
junto à Cordilheira dos Andes, é uma região com clima cálido e formações desérticas
Gran Chaco (Formosa, Chaco, Misiones (Missões), Corrientes, Entre Rios, Santa Fé)
situada entre os rios Paraná e Uruguai, com clima subtropical.
Cuyo (La Rioja, San Juan, San Luis, Mendoza)
situada próxima aos Andes, é uma região vinícola de clima temperado
Pampas (Buenos Aires, Córdoba, e La Pampa)
extensa planície na área centro-oriental do país; a região é explorada pela agropecuária e tem clima temperado e úmido
Patagônia (Neuquén, Rio Negro, Chubut, Santa Cruz, Terra do Fogo)
de clima frio e úmido, estende-se do Oceano Atlântico à Cordilheira dos Andes, com presença de lagos, bosques e geleiras.








Cidades

Mapa da Argentina
  • Buenos Aires - a capital do país, uma metrópole sul-americana

Outros destinos

Entenda

  • A Argentina faz fronteira com o Chile, a Bolívia, o Paraguai, o Brasil e o Uruguai.
  • O país tem vários tipos de clima, relevo e forração vegetal: do subtropical ao polar, de regiões desérticas a locais com altos índices de umidade, florestas, savanas, pampas e serras cobertas de neve.
  • A voltagem elétrica na Argentina é de 220 Volts e 50 Hz (relógios elétricos fabricados para uso no Brasil dão uma defasagem de 4 horas por dia!); a tomada padrão atual no país é do tipo "I" (como a de muitas máquinas de lavar e secar roupa no Brasil), mas também ainda são usadas as de tipo redondo (européias). Muitas tomadas vêm com os dois tipos. Se você for levar aparelhos com tomada do tipo americana (dois plugs retos e paralelos, com um furo em cada), é preciso levar um adaptador ou um benjamim.

Chegar

Segundo o Ministério de Relações Exteriores da Argentina[1], os cidadãos de Portugal e Brasil não necessitam de visto para entrar no país.

Para os brasileiros, é suficiente apresentar a Carteira de Identidade oficial (não se aceita carteira de motorista ou identidade profissional), ou passaporte.

Para cidadãos de Angola, Moçambique e Cabo Verde, é necessário o pedido de visto à representação consular local.

Regiões da Argentina: Noroeste (rosa), Gran Chaco (verde escuro), Mesopotâmia (beje), Cuyo (verde claro) Pampa (azul), Patagônia (lilás)


De avião

  • Em Buenos Aires, no aeroporto de Ezeiza, chegam vôos de vários países americanos, europeus e de outros continentes. Aeroporto Ministro Pistarini - Ezeiza (EZE) - Estr. Ricchieri, Km. 22. Tel. 5480-6111. Para informações sobre partidas e chegadas, consulte o site: [2]. Ezeiza recebe os vôos internacionais e charters e está localizado a 30-45 minutos do centro da cidade. O transporte ao centro é feito por
    • Ônibus de classe turística - AR$ 25
    • Remis - carros com preço fixo, cerca de AR$ 100. Para Centro / Recoleta, tabelado em AR$ 150,00 (maio/2011)
    • Táxi - pode custar a partir de AR$ 80, dependendo do tempo de viagem, trânsito etc. Pela empresa Ezeiza, até Palermo, preço fixo de AR$88 (junho/2008).

A polícia do aeroporto tem alertado a população em geral, principalmente os estrangeiros desavisados que chegam ao país, para não tomar táxis daqueles homens que ficam esperando na saída do desembarque e no hall seqüente, onde eles se concentram, chegando mesmo a te cercar. Peça licença e siga em frente. Há uns quiosques na calçada do lado de fora com táxis de confiança (as empresas mais conhecidas são a Ezeiza, a Yellow e a Tienda Leon, com preço fechado antes do embarque).

  • O Aeroparque, também na capital, recebe voos domésticos e internacionais vindos do Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. Aeroparque Jorge Newbery (AEP) - Av. Rafael Obligado, Tel. 4576-1111 - A 10 minutos do Centro e a 15 de Palermo.

De barco

Há linhas regulares de barco (ou buquebus , como é localmente conhecido) a partir de Colônia e de Montevidéu, ambos no país vizinho Uruguai. E estação portenha localiza-se em Porto Madero. Veja o site [3].

De carro

Os motoristas vindos dos outros países do Mercosul (Brasil, Paraguai e Uruguai) devem estar de porte da Carta Verde, um seguro que deve ser feito antes da entrada do motorista no país. Ele pode ser feito em alguns bancos e em algumas seguradoras, e o seu valor depende do tempo de permanência no país vizinho.

Todas as compahias internacionais operam no país. Na cidade Autônoma de Buenos Aires pode-se encontrar: Rent a Car International (Maipú 965, tel. 4311 1000), Avis Rent a Car (Cerrito 1527, tel. 4307 5944), Budget Rent a Car (San Martín 1225 tel. 0810-4444-2834 ), Dollar Rent a Car (M.T. de Alvear 449, tel. 4315 8800), Hertz - Annie Millet Rent a Car (Paraguay 1138, tel. 4816 8001), Localiza Rent a Car (Av. Alicia Moreau de Justo 1120, Of. 104 "A", tel. 4331 5444), Thrifty Car Rental (Av. Leandro N. Alem 699, tel. 4315-0777)..

De autocarro/ônibus

As cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis e Porto Alegre, dentre outras, têm linhas regulares de ônibus para cidades argentinas, como Buenos Aires, Córdoba, Posadas e Resistência.

De comboio/trem

Não há linhas de transporte de passageiros entre a Argentina e outros países da América do Sul. Uma nova conexão com o Chile e a reativação do serviço com o Paraguai estão sendo planejadas.

Circular

De avião

  • Dadas as grandes dimensões do país, o avião é o meio de transporte mais adequado para estas distâncias, podendo-se utilizá-lo jutamente com os serviços terrestres.
  • Os voôs são feitos pelas transportadoras Aerolíneas Argentinas/Austral, American Falcon, LADE, Silver Sky, Andes, Sol e outras menores.
  • Salvo raras exceções, todos os vôos partem de Buenos Aires, não havendo muita conexão entre as cidades do interior, sem que se passe pela capital.
  • De acordo com as novas regras do governo argentino, as tarifas aéreas praticadas para os estrangeiros (nem adianta argumentar que você é do Mercosul!) são de 60% a 100% mais caras que para os residentes. Um vôo doméstico de uma hora, por exemplo, pode sair mais caro que uma passagem de ida-e-volta do Brasil.
  • Os vôos domésticos estão quase sempre lotados. Reserve com antecedência, pois quanto mais próximo do vôo, mais cara a tarifa.

De barco

De carro/ Taxi

Taxistas - pegue apenas os radiotaxis, que têm identificação luminosa em cima. Existem empresas confiabilíssimas, como LA PLATA (quem souber de outras, é só dizer). Os motoristas são cadastrados e não trapaceiam. Cuidado para pegar táxis nos pontos mais turísticos. Eu tive outro incidente saindo das Galerias Pacifico, carregado de alfajores. Um taxista que passou pela frente do shopping me cobrou 25 pesos numa corrida que, depois, descobri não custar sequer 15.

No aeroporto, você pode pegar táxis das lojas oficiais. Recomendo o Manuel León (ou algo assim) e o Taxi Ezeiza. O valor do transporte de Ezeiza até o Centro e arredores é de 100 pesos. Eu paguei 95 pela corrida até Palermo.

NÃO ACEITEM OFERTAS DE PESSOAS QUE VÊM OFERECER TÁXI LOGO NA SAÍDA DO DESEMBARQUE. Além de cobrarem mais caro, esses taxistas não têm cadastro, o que pode ser perigoso. Os brasileiros estão visados no país pelo alto poder de compra. Apesar de ser uma cidade segura, lembrem-se de que se trata de um país de terceiro mundo e, ainda, de uma metrópole. Os táxis credenciados tem um adesivo com um "0800" e atrás do banco tem uma ficha completa do motorista.

Lembrem: só peguem rádio táxi, mais confiáveis, e mesmo assim, só paguem as corridas com notas de valor baixo, como 5, 10 ou 20 pesos

De autocarro/ônibus

  • O terminal de ônibus de Buenos Aires se encontra na Av. Ramos Mejía 1680, a metros da estação de trens de Retiro (Tel. 11 4310-0700). As linhas de longa distância dispõem de serviços, ar condicionado e bar. O site da Omni informa os preços, horários, duração e tipos de ônibus (leito, semi, comum) para todos os destinos a partir de Buenos Aires.
  • Como em qualquer lugar em que se encontram grandes quantidades de pessoas, cuide-se de modo a evitar que alguém o surpreenda.

De comboio/trem

Pouco a pouco, as linhas de trens de passageiros têm sido reestabelecidas na Argentina. Apesar dessas linhas serem principalmente noturnas, o trem volta a ser uma opção de transporte e também para se admirar muitas regiões do país, sobretudo de manhãzinha e à tardinha. Melhor ainda nas maiores distâncias ou de dia.

Ferrobaires (Estação Constituición, tel. 54-11 4304-0028/31/38);
TBA (Estação Retiro, tel. 54-11 4317-4407/45);
NOA Ferrocarriles S.A. (Estação Retiro, tel. 54-11 4893-2244);
Ferro Expreso Pampeano (Estação Once, tel. 54-11 4331-2702);
Ferrocarril Urquiza (Estação Federico Lacroze, tel. 54-11 4553-0044).

Fale

A língua oficial da Argentina é o espanhol, porém com algumas diferenças na pronúncia em relação ao espanhol castelhano, entre elas a pronúncia do "ll", onde na Espanha ele se pronuncia como "i" ou "y", na Argentina e também no Uruguai ele possui som de "j", que em espanhol se pronuncia de forma parecida com o "r" em Português. Devido ao crescente número de visitantes brasileiros, muitos argentinos estão improvisando na língua portuguesa, principalmente os que trabalham na área de turismo e os que vivem na capital, Buenos Aires, que recebe um grande contingente de turistas brasileiros todos os anos. Nas regiões de fronteira com o Brasil o fenômeno do "portunhol" também se encontra presente. Nas áreas ao norte do país, onde a influência indígena ainda atua sobre a cultura da população, ainda se pode ouvir línguas como o guarani, próximo à fronteira paraguaia, e o quéchua, junto à fronteira boliviana.

Compre

O dólar é geralmente aceito, o câmbio de divisas em moeda nacional se realiza em bancos e casas de câmbio autorizadas. Os cartões de crédito de aceitação mais frequente são: American Express, VISA, Diners e Master Card. Pode haver dificuldades para a utilização de cheques de viagem fora dos grandes centros urbanos.

Onde denunciar roubo ou extravios de cartões de crédito: American Express: 4312 0900. Master Card: 4345 1322. Visa: 4379 3400. Diners Club: 4708 2484.

Assistência o viajante: Travel Ace: Paraná 711, Capital Federal. Tel:. 4374 1134. Assist Card: Suipacha 1109, Capital Federal. Tel:. 4312 6801. Universal Assistance: Av Córdoba 967. Capital Federal. Tel:. 4323 6000.

Bancos e casas de câmbio: de segunda a sexta-feira, entre 10:00 e 15:00 horas.

Comércio: geralmente das 09:00 a 12:00 e das 14:00 as 19:00 horas.

Negócios: nas grandes cidades, das 09:00 as 20:00 horas, também no interior costumam fechar ao meio dia. Aos sábados, o horário é das 09:00 as 13:00.

Cafés, confeitarias e pizzarias: estão quase sempre abertos, com parada entre duas e seis da manhã.

Restaurantes: o almoço é servido a partir das 12:30 e o jantar a partir das 20:30. Muitos establecimentos oferecem comidas rápidas a toda hora.

É costume deixar 10% do valor total do serviço em cafeterias e restaurantes e dar gorgeta aos porteiros, maleteiros entre outros.

Coma

  • Puchero - Cozido típico
  • Parrilla - Churrasco. (Buenos Aires sem carne, não é Buenos Aires)
  • Bife de Chourizo - Bife bem grosso e suculento.
  • Empanadas - Os salgadinhos preferidos da Argentina, sendo uma espécie de pastel de forno.
  • Alfajor - Uma excelente pedida são os alfajores Havana.
  • Facturas - Doces consumidos principalmente no café da manhã.
  • Sorvetes - Em estilo italiano, um dos melhores do mundo (experimente o de Doce de Leite!).

Beba e saia

Fernet e uma famosa bebida na Argentina, servida nos principais bares, cafes e casinos.

Durma

Tenha em conta que os hotéis na Argentina cobram 21% de IVA (imposto) sobre as tarifas. Antes de fechar a reserva, verifique se o imposto já está incluído no preço, para não ter surpresas posteriores.

Aprenda

  • EducAR Intercâmbios, [4]. Intercâmbio estudantil e cultural com a Argentina.
  • Esqui - são vários centros, na Cordilheira dos Andes, desde a província de Mendoza até a Terra do Fogo, no extremo sul do continente americano. A temporada começa em 14 de junho e vai até o final de agosto.
Centros de esqui Cidade/Província Número de pistas Teleféricos Superfície apropriada (ha) Altitude máxima (msnm)
Las Leñas Malargüe, Mendoza 30 13 17.500 1.200
Penitentes Las Heras, Mendoza 28 10 300 3.200
Caviahue Neuquén, Neuquén 18 9 2.200 2.950
Cerro Bayo Villa La Angostura, Neuquén 21 12 1.200 1.710
Chapelco San Martín de los Andes, Neuquén 31 12 140 1.980
Catedral Bariloche, Rio Negro 60 40 1.200 2.100
La Hoya Esquel, Chubut 24 10 1.400 2.150
Cerro Castor Ushuaia, Terra do Fogo 24 7 600 2.500

Trabalhe

Segurança

Cuidado com os taxistas pois costumam repassar notas de Pesos falsas. Isso ocorre também nos restaurantes, vendedores de rua, bares. é bom comprar a caneta que identifica notas falsas (encontra-se em qualquer papelaria). O golpe é manjado. Se você der uma nota de 50 ou 100 eles dizem que são falsas e nao aceitam e ai te entregam de volta e pedem outra ou trocado. Mas você nao viu que sua nota de 100 foi trocada por outra falsa.Esse golpe tem vitmado muitas pessoas,nota falsa não tem a marca d'água(vire pra luz), nem aquele fitele dentro e o papel é mais liso. Há pessoas que falam em pequenos furtos em Buenos Aires. Nesse caso, os cuidados são os mesmos como em qualquer lugar do mundo. Evitar lugares isolados, guardar bem os seus pertences e não chamar a atenção, especialmente em La Boca.

Outro cuidado que se fala muito aqui, embora eu nunca tenha tido problemas com isso, é plastificar a mala na ida e na volta. Dizem que o aeroporto de Ezeiza tem um número razoável de violação de malas. Falam também que alguns motoristas de táxi querem ser espertos e tentam enganar os passageiros, dizendo ter recebido notas de valor mais baixo em vez das mais altas.

Tenham atenção redobrada com as notas falsas passadas por taxistas. Procurem sempre pagar com notas "baixas"... tipo 10, 20 pesos, evitem pagar com notas de 100 e 50, pois muitos passam notas falsas no troco. Sabe-se também de casos de notas falsas no troco de vendendores de rua, como aqueles que vendem aquelas flautas andinas e CDs nas calçadas.

2- Cuidados com as malas no aeroporto de Ezeiza. Levem objetos de valor em bagagens de mão e protejam bem as malas que irão despahar. Ponham cadeados e nào hesitem em usar aqueles plásticos de proteção tipo "Securebag" e similares

Saúde

Respeite

Evite falar sobre a Inglaterra ou a Grã-Bretanha e as ilhas Malvinas ea Guerra das Malvinas e de resolução de litígios, e uma referência para as ilhas com o seu nome em Inglês. Estas questões são muito sensíveis a muitos argentinos e pode causar uma reação forte e uma situação desagradável para você.

Evite usar quaisquer símbolos Inglês e Britânicas pelas razões acima mencionadas. Bandeiras Inglês e Britânicas, assim como roupas de futebol Inglês (que são os rivais do time de futebol da Argentina durante a Copa do Mundo) são certamente deve ser evitado. Embora nenhum ataque às pessoas que o utilizam têm sido registradas, as pessoas podem ser muito irritante para eles e é muito provável a receber um tratamento muito frio e da população.

Também evite falar sobre os anos de Perón e também sobre a política, a junta militar ea religião em geral. Estas questões são muito sensíveis a muitos argentinos e pode causar uma reação.

Evite comparar a Argentina com os países vizinhos Brasil e Chile, por serem considerados rivais, especialmente no campo econômico.

Respeite o ídolo Maradona. Não seja sem educação e comece a falar que o Pelé é melhor que o Maradona. Lembre-se: na Argentina é "Deus no Céu, Maradona na terra". Falar mal dele pode lhe render bastante dor de cabeça e até alguns hematomas dependendo de onde você o diga. (experimente falar isto no barro de La Boca!). O melhor é concordar que realmente o Maradona é melhor que o Pelé e pronto!

Mantenha contato

Os telefones públicos funcionam com cartões que se adquirem em quiosques e lojas das compahias telefônicas ou com moedas em curso. Também existem locais onde se pode pagar pela ligação: são os chamados locutorios, que permanecem abertos 24horas por dia.

Tenha em mente a existência de tarifas reduzidas das 22h às 8h.

Secretaria de Turismo do país, Centros de Informação Turística: Av. Santa Fe 883, (C1059ABC) Buenos Aires, tel. 4312-2232 ou 0800-555-0016; Aeroporto Internacional de Ezeiza e Aeroparque Jorge Newbery.

Centros de Informação Turística da Cidade de Buenos Aires, na Av. Pte. Quintana y J.M. Ortiz, Florida y Diagonal Norte, Carlos Pellegrini 217, Dique 4 de Puerto Madero, Teatro da Ribera (La Boca), Terminal de Ônibus de Retiro e Shopping del Abasto

O código de área da Argentina é 54. Se você quiser fazer uma ligação para a Argentina, digite o código de acesso internacional do seu país, depois 54, o cógido de área e o número do telefone. Se você estiver telefonando para um celular, digite 15 (ou 9) entre o código de área e o número do telefone. Interurbanos, digite 0 antes do código de área. Exemplos:

  • Ligação internacional para um telefone fixo em Buenos Aires: código de acesso internacional do seu país + 54 11 + número
  • Ligação nacional para um telefone fixo em Buenos Aires: 0 11 + número
  • Ligação internacional para um telefone celular em Buenos Aires: código de acesso internacional do seu país + 54 9 11 + número (o 15 é trocado por 9)
  • Ligação nacional para um telefone celular em Buenos Aires: 0 11 15 + número
  • Ligação internacional feita a partir da Argentina: 00 + código do país + código de área + número do telefone

Telefones úteis:

  • Informações: 110
  • Telefonista Internacional: 000
  • Telefonista Nacional: 19
  • Chamadas Nacionais a cobrar: 19 de telefones fixos, *19 de orelhões
  • Todos os telefones celulares começam com 15
  • Código de área de Buenos Aires: 11
  • Hora certa: 113
  • Defesa do consumidor: (011) 5382-6216/17


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites