Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

África do Sul

Da Wikitravel
África Austral : África do Sul
Revisão das 03h32min de 8 de novembro de 2011 por Texugo (discussão | contribs)

(dif) ← Revisão anterior | Ver revisão atual (dif) | Revisão posterior→ (dif)
Ir para: navegação, pesquisa
noframe
Localização
LocationSouthAfrica.png
Bandeira
Sf-flag.png
Informações Básicas
Capital Pretória
Governo República
Moeda Rand (ZAR)
Área total: 1.219.912 km2
terra: 1.219.912 km2
água: 0 km2
População 49.660.502 (est. 2007)
Idioma 11 idiomas oficiais: Afrikaans, inglês, Ndebele, Xhosa, Zulu, Sesotho, Sesotho sa Leboa, Setswana, SiSwati, Tshivenda, e Xitsonga
Religião Cristãos 68%, crenças nativas e animistas 28,5%, muçulmanos 2%, hindus 1,5%
Eletricidade 220-240V/50HZ
Código telefônico +27
Internet TLD .za
Fuso horário UTC+2


A África do Sul é um país da África.

Regiões[editar]

South Africa-Regions map.png

A África do Sul está dividida em 9 províncias:

Cidades[editar]

As capitais são Pretória (capital executiva), Bloemfontein (capital judicial), e a Cidade do Cabo (capital legislativa). A principal cidade é Joanesburgo, mas a "capital do turismo" é a Cidade do Cabo (Cape Town).

Outras cidades importantes incluem:

Outros destinos[editar]

  • Sun City - Também chamada a a "Las Vegas Sul-Africana", oferece alguns dos campos de golfe mais famosos do país, entre muitos outros entretenimentos. Adjacente a Sun City fica a Reserva de Caça de Pilansberg, que oferece aos visitantes a experiência de uma reserva de caça africana.
  • Parque Nacional de Kruger - É a maior área de conservação de fauna bravia da África do Sul, com cerca de 20 000 km2. É um dos maiores destinos turísticos do mundo, porque aqui podem ser avistados os chamados "big five": leão, elefante, rinoceronte, leopardo e búfalo, para além de muitos outros animais, como as girafas.
  • Reserva de Caça de Madikwe - É a mais recente e a maior reserva da África do Sul, onde é possível fazer um safari e encontrar leões, búfalos, leopardos, elefantes, rinocerontes brancos e rinocerontes pretos.
  • Rota Panorâmica - Tem algumas das melhores paisagens de África, incluindo o Canyon do Rio Blyde, a aldeia de Pilgrim’s Rest, o Pinnacle, o Miradouro de Gods Window, as Quedas de Berlim, as Quedas de Lisboa e o Bourke´s Luch Pothules.
  • Reserva Natural do Rio Blyde - É o terceiro maior canyon verde do mundo, com magníficas paisagens.
  • Parque Transfronteiriço de Kgalagadi - O parque é considerado uma das maiores áreas de conservação e preservação da natureza do sudoeste do continente africano, e uma das maiores reservas mundiais do ecossistema e área de proteção natural remanescente.
  • Parque Nacional de Tsitikamma - Tem altas florestas temperadas e os chamados fynbos (flora indígena), que se estendem até o mar golpeado sem parar pelas ondas do Oceano Índico. E os rios antigos talham seus caminhos por desfiladeiros rochosos, em direção ao oceano.
  • Baía de Sodwana - É um dos melhores locais do país para mergulho e snorkelling.
  • Vale das Mil Colinas - A 45 km de Durban, é um dos mais fantásticos locais do mundo. Tem paisagem magníficas e foi aqui que viveram os antepassados do povo zulu e ainda hoje é possível visitar aldeias zulus e conhecer a sua cultura.

Patrimónios da Humanidade[editar]

Entenda[editar]

A África do Sul limita-se ao norte com a Namíbia, Botsuana e Zimbabwe, e ao leste com Moçambique e Suazilândia, e o Reino do Lesoto é um enclave independente cercado pelo território sul-africano.[5] O país possui três capitais: Pretória, Cidade do Cabo e Bloemfontein.

A África do Sul é famosa por sua diversidade cultural, linguística e religiosa, com onze línguas oficiais reconhecidas na constituição. O inglês é o idioma mais falado na vida pública oficial e comercial, embora seja apenas a quinta língua doméstica mais falada.[4] O país é etnicamente diversificado, com as maiores comunidades caucasianas, indianas e mestiças da África. Embora 79,6% da população seja negra, esta categoria não é nem linguisticamente, nem culturalmente homogênea, pois seus integrantes falam línguas bantu diferentes, das quais nove são oficialmente reconhecidas. Em 2007, a população da África do Sul era estimada em 47,9 milhões de habitantes.[6]

O sistema de segregação racial (apartheid) começou a ser desmontado em 1990, de modo que a primeira eleição democrática da África do Sul, em 1994, levou ao poder Nelson Mandela e o partido do Congresso Nacional Africano.

Chegar[editar]

Brasileiros não precisam de visto para permanência de até 90 dias. Basta apresentar um passaporte com validade de pelo menos seis meses. Lembrando que é necessário apresentar certificado de vacinação contra a febre amarela caso queira sair do aeroporto para qualquer cidade sulafricana.

De avião[editar]

A South African Airways tem vôos diretos e diários de São Paulo para Joanesburgo, com conexões para diversos países africanos, como Moçambique, além de vários destinos na Ásia e Oceania.

De barco[editar]

A maior parte das grandes linhas de cruzeiro, como a Princess Cruises [1], inclui a Cidade do Cabo como uma das suas paragens, mas pode tentar algo diferente:

  • RMS St Helena [2] - Este navio de mercadorias/passageiros para na Cidade do Cabo no seu caminho para Saint Helena.

De carro[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

De comboio/trem[editar]

Circular[editar]

De avião[editar]

De barco[editar]

De carro[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

De comboio/trem[editar]

Fale[editar]

Os dois idiomas mais falados do país são o inglês e o Afrikaans. Fora esses, há outros 9 idiomas oficiais no país, todos de origem africana.

Compre[editar]

Coma[editar]

A África do Sul é uma grande produtora de vinho especialmente nos vales de Stellenbosch, Franschhoek e Paarl.

Beba e saia[editar]

Durma[editar]

Há algumas redes de hotéis que operam nacionalmente:

Aprenda[editar]

Universidades[editar]

  • Universidade da Cidade do Cabo, Rhodes Drive, Rondebosch, +27 (0)21 650-2128 (, fax: +27 (0)21 650-5189), [11].  editar
  • Universidade do Cabo Oeste, Modderdam Road, Bellville, +27 (0)21 959-3900, [12].  editar
  • Universidade de Tecnologia da Península do Cabo, Keizergracht Road, Cape Town, + 27 (0)21 959-6121 (), [13].  editar
  • Universidade de Witwatersrand (WITS), Braamfontein, Joanesburgo, ☎ +27 (0)11 717-1000 (studysa@international.wits.ac.za, fax: +27 (0)11 717-1065), [14].
  • Universidade de Joanesburgo, Bunting Road, Auckland Park, Joanesburgo, ☎ +27 (0)11 489-3129 (international@uj.ac.za, fax: +27 (0)11 489-2191), [15].

Aprender a velejar[editar]

A Cidade do Cabo é um óptimo lugar para aprender a velejar, com cursos reconhecidos intenacionalmente, e os custos são muito mais baixos que em países desenvolvidos.

Trabalhe[editar]

Segurança[editar]

Saúde[editar]

A expansão da SIDA (síndrome da imunodeficiência adquirida, AIDS no Brasil) é um problema alarmante no país, chegando a atingir 31% das mulheres grávidas em 2005 e uma taxa de infecção nos adultos estimada em 20%. A ligação entre HIV, um vírus transmitido principalmente por contato sexual, e SIDA foi negado há muito tempo pelo presidente Thabo Mbeki e pelo ministro da saúde Manto Tshabalala-Msimang, que insiste que as muitas mortes no país são causadas por má nutrição, e muita pobreza, e não pelo HIV. Em 2007, em resposta a pressões internacionais, o governo fez esforços para combater a SIDA. Em setembro de 2008 Thabo Moeki foi expulso pelo Congresso Nacional Africano e Kgalema Motlanthe foi apontado para o interim. Uma das primeiras ações de Motlanthe foi substituir Tshabalala-Msimang pelo atual ministro da saúde, Barbara Hogan.

A SIDA afeta principalmente aqueles que são sexualmente ativos e é muito mais presente na população negra. A maioria das mortes são de pessoas economicamente ativas, resultando em muitas famílias perdendo sua principal fonte de renda. Isso tem resultado em muitos órfãos pela SIDA que em muitos casos dependem do estado para suporte financeiro e médico. É estimado que há 1,2 milhões de órfãos na África do Sul. Muitas pessoas mais velhas também perdem o apoio dos membros mais jovens da família. Cerca de 5 milhões de pessoas estão infectadas pela doença.

A África do Sul, mesmo com muitos problemas envolvendo a saúde pública, abriga o maior hospital do mundo, o Hospital Chris Hani Baragwanath, com 173 hectares de área, 3.200 camas e 6.760 funcionários. Esse hospital fica na área de Soweto, Joanesburgo.

Respeite[editar]

Mantenha contato[editar]

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites