Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Tóquio/Chiyoda

Da Wikitravel
Ir para: navegação, pesquisa
Nijūbashi, em frente do Palácio Imperial.

O ward de Chiyoda (千代田)[1] é o centro de Tóquio, e, de certa maneira, o centro de todo o Japão. Nuns meros 12 km² pode encontrar o Palácio Imperial, a Dieta Nacional do Japão, os ministérios de Kasumigaseki, as sedes empresariais de Marunouchi, o controverso Santuário de Yasukuni... e ainda sobra espaço para os distritos comerciais de Akihabara, Jimbocho e Kanda.

Chegar[editar]

A Estação de Tóquio (東京駅 Tōkyō-eki), estação principal para todos os comboios Shinkansen, fica na parte este de Chiyoda. A estação está parte em Chiyoda, parte em Chuo; para entrar pela estação no lado de Marunouchi, no ward de Chiyoda Ward, vá pela saída oeste. A fachada oeste da estação é só por si uma atracção, com arquitectura ao estulo da I Guerra Mundial. A estação está actualmente a ser renovada (as obras estarão completas por volta de 2011). Actualmente (2009) a estação está rodeada de andaimes, por isso o acesso é limitado.

A Linha JR Yamanote (verde claro) passa pela Estação de Tóquio, formando um círculo no centro da cidade, e as Linhas JR Chuo (laranja) e Sobu (amarelo) atravessam o círculo horizontalmente. Yurakucho, Akihabara, Kanda (na Yamanote) e Ochanomizu, Yotsuya (na Chuo) são algumas das estações de comboio do ward. Os comboios do Expresso de Narita, desde o Aeroporto de Narita param em Tóquio (¥2940, 53 min.) nas estações de Sobu.

Muitas linhas de metro atravessam o distrito. Estas incluem a Linha de Marunouchi (vermelho) (em direcção a Shinjuku), a Linha de Hanzomon (roxo) (em direcção a Shibuya), a Linha de Hibiya (cinzento) (para Roppongi), a Linha de Tozai (azul) (para Nakano), e a Linha de Chiyoda (verde) (para Harajuku). A vizinha Linha de Asakusa (rosa) para ligeiramente a este, em Kyobashi e Nihonbashi, desde onde os comboios da Linha Keikyu o levam ao Aeroporto de Haneda (¥650, cerca de 35 minutes).

A Estação de Otemachi (大手町駅 Ōtemachi-eki), partilhada por cinco linhas de metro, é, de longe, a maior estação de metro em Tóquio e ocupa vários quarteirões debaixo do distrito de Marunouchi, entre a Estação de Tóquio e o Palácio Imperial. Mudar de uma linha para outra aqui pode obrigá-lo a percorrer uma variedade de escadas rolantes e a caminhar mais do que um quilómetro.

Os autocarros Airport Limousine vão de Narita à estação de Tóquio a cada 10/20 minutos através do Tokyo City Air Terminal (東京シティエアターミナル Tōkyō Shiti Ea Tāminaru; 1 1/2 a 2 horas, dependendo do trânsito, ¥3000). Desde Haneda, os autocarros passam a cada 30/40 minutos (cerca de 45 minutos de duração, dependendo do trânsito, ¥900).

Veja[editar]

Área do Palácio Imperial[editar]

Fujimi-Yagura, uma das poucas partes do Castelo de Edo que ainda sobrevive, actualmente parte do Palácio Imperial.
  • Palácio Imperial (皇居 Kōkyo), +81 03-3213-1111. Rodeado por uma série de fossos e de altas muralhas, o sítio do antigo Castelo de Edo é a residência oficial da família imperial japonesa desde 1868. Tem reputação de ser o quilómetro quadrado mais caro do mundo, que durante o auge da bolha financeira do Japão, estima-se, valia ligeiramente mais que a Califórnia. Infelizmente, parte dos jardins e edifícios estão fechados ao público, excepro em 2 de Janeiro e 23 de Dezembro, quando a família imperial faz uma aparição pública. No entanto, os visitantes podem também candidatar-se online [2] para se juntarem a uma visita guiada grátis (dias úteis às 10h00 e 14h00). Se se sentir com sorte, também pode simplesmente aparecer no escritório da Agência da Casa Imperial (宮内庁 Kunaichō), situado na esquia noroeste do Parque do Palácio Imperial, e que está aberto das 9h00 ao meio-dia e das 13h00 às 14h00; se houver alguma vaga livre, pode-se juntar à visita guiada no mesmo dia. Os guias só falam japonês, mas emprestam-lhe um audio-guia electrónico (em inglês), gratuitamente a quem pedir. No fim da visita, aos visitantes que desejarem entrar nos Jardins Orientais (veja a seguir), é lhes dado cartões de entrada e são levados até aos jardins através de um portão privado, permtindo-lhes passar as filas na entrada principal; preste atenção aviso em japonês e faça fila, conforme for indicado.  editar
  • Jardins Orientais do Palácio Imperial. Aberto diariamente, excepto Segundas e Sextas. Mantidos num estado impecável, os jardins são particularmente belos durante durante o florescer das cerejeiras e ameixeiras em Março e Abril. A entrada é grátis, e pode ser feita através de uma variedade de portões; dar-lhe-ão um cartão de entrada no portão, que é obrigado a devolver ao sair; a maior parte dos visitantes usam o portão de Ōte-mon (大手門), perto da estação de metro de Ōtemachi (saída C10). Também está à distância de uma caminhada da Estação de Tóquio.  editar
  • Parque de Kitanomaru. Ligado ao lado norte dos Jardins Orientais fica este parque. Oferecendo muito ao mesmo tempo, é uma maneira conveniente de chegar ao Santuário de Yasukuni. O parque também inclui o Nippon Budokan, que tem regularmente competições de artes marciais e concertos ao vivo, bem como o Kagaku Gijyutsukan (Museu de Ciência).  editar
  • Fosso de Chidoriga-fuchi (千鳥ヶ淵), (no noroeste dos Jardins Imperiais). Um dos, se não "o", mais bonitos locais para ver as cerejeiras florescer em Tóquio, atraindo multidões de pessoas em Março e Abril. Situa-se em frente da entrada do Santuário de Yasukuni. Também estão disponíveis barcos a remos, que lhe permitem percorrer uma secção limitada do fosso por ¥500/30 minutos e ¥1000/hora. Os preços aumentam ligeiramente durante a época do florescer das cerejas.  editar
Rezando no Santuário de Yasukuni.
  • Santuário de Yasukuni (靖國神社 yasukuni-jinja), 3-1-1 Kudan-kita, +81 03-3261-8326, [3]. Um controverso santuário em honra dos mortos de guerra japoneses, contendo as almas de cerca de 2,5 milhões de pessoas mortas durante as guerras do Japão — incluindo criminosos de guerra condenados e executados pelos Aliados. Aberto diariamente e a entrada é grátis. Adjacente à estação de metro de Kudanshita. Se quiser, também pode atravessar a ponte que passa por cima do Fosso de Chidoriga-fuchi, desde o Parque de Kitanomaru. Os festivais mais notáveis ocorrem em meados de Julho e meados de Outubro, e conseguem atrair tantas pessoas e vendedores como no Ano Novo, quando os japoneses vem rezar para um novo ano próspero. Também fica bastante cheio durante o florescer das cerejeiras.  editar
  • Museu Memorial de Guerra de Yushukan (遊就館), (adjacente ao santuário). Diariamente 9h00-17h00. Uma estranhga colecção de parafernália militar (incluindo torpedos humanos e cartas de pilotos kamikaze) e descrições da guerra. ¥800.  editar

Santuários e Igrejas[editar]

  • Catedral da Santa Ressurreição (ニコライ堂 Nikorai-do), +81 03-3291-1885. Uma magnífica catedral ortodoxa russa restaurada, construída no século XIX, perto da Estação de Ochanomizu, na Linha de Chuo. A Ponte de Hijiribashi, mesmo na saída da catedral, é uma das pontes mais bonitas de Tóquio, e fica muito bonita quando fica iluminada à noite.  editar
  • Kanda Myojin, (um quarteirão a norte da ponte de Hijiribashi, se vier da Catedral da Santa Ressurreição, desça a rua até à ponte de Hijiribashi, atravesse o rio e siga em frente. Ao chegar ao cruzamento, vire à direita). Este santuário data do século VIII e era tido em alta consideração durante o xogunato Edo. A actual estructura foi reconstruída depois de ter sido completamente destruída no Grande Terramoto de Kanto em 1923. O festival de Kanda Matsuri, que ocorre em meados de Maio, ano sim, ano não, é um dos maiores de Tóquio e uma das atracções principais de Tóquio. Chegue antes do meio-dia, ou o santuário vai ficar a abarrotar de espectadores.  editar
  • Hie Jinja, +81 03-3581-2471. Outro santuário importante de Tóquio, e o festival de Sanno Matsuri, que ocorrer em Junho, é um dos 3 Grandes Festivais de Tóquio. Situado a uma caminhada de cinco minutos da estação de Kokkai-gijido-mae, na linha de metro de Chiyoda.  editar

Outros[editar]

O centro administrativo do Japão, situado nas áreas de Kasumigaseki e Nagatacho, na esquina sudoeste do ward de Chiyoda, está cheio de edifícios muito aborrecidos. Uma excepção à regra é o Ministério da Justiça (a cinco minutos de Sakuradamon, na linha de Yurakucho), um magnífico edifício ao estilo do século XIX que faria orgulhosa qualquer capital europeia. A Dieta Nacional (Kokkai-gijido-mae, linha de Marunouchi) também é interessante de ver, embora a sua arquitectura seja um pouco monótona, comparada com outras assembleias nacionais - até a Câmara Municipal de Tóquio, em Shinjuku, tem melhor aspecto.

  • Museu Nacional de Arte Moderna (東京国立近代美術館 Tōkyō Kokuritsu Kindai Bijutsukan), 3-1 Kitanomaru-koen (a estação de metro mais próxima é a de Takebashi, na linha de Tozai), +81 03-5777-8600, [4]. Terça-Quinta, Sábado-Domingo 10h30-17h00, Sexta 10h30-18h00, fechado às segundas. Com uma modesta colecção permanente e várias exposições temporárias, o MOMAT é um bom lugar para passar algum tempo, se já viu o Palácio Imperial, no outro lado da ponte. A entrada para a vizinha Galeria das Artes e Artesanato está incluída no preço. ¥420 para adultos, ¥130 para estudantes e grátis para crianças com menos de 15 anos. A entrada também é grátis no 18 de Maio, no 3 de Novembro e no primeiro Domingo de todos os meses. Tem que pagar extra para visitar as exposições temporárias.  editar
  • Museu de Arte de Idemitsu, no 9º andar do edifício do Teatro Imperial (no lado este dos Jardins Imperiais), +81 03-3213-9402, [5]. Diariamente 10h00-17h00 (até às 19h00 nas Sextas). Tem uma grande colecção, centrada nas artes tradicionais japonesas. ¥1000 para adultos.  editar
  • Museu de Arte de Yamatane, (a uma curta caminhada da estação de metro de Hanzomon, na linha de Hanzomon), 03-3239-5911. Aberto diariamente 10h00-177h00. Especializa-se em pinturas modernas ao estilo japonês e tem uma colecção notável, apesar de apenas alguns quadros estarem expostos devido a problemas de preservação. 600 yen para adultos.  editar
  • Galeria de Arte de New Otani, no 6º andar do Hotel New Otani, 4-1 Kioi-Cho (a estação de metro mais próxima é a de Nagata-cho na linha de Hanzomon, ou a estação de Yotsuya se estiver a usar a JR), +81 03-3221-4111, [6]. 10h00-18h00. Tem uma pequena colecção de arte francesa e japonesa. ¥500.  editar
Kokuritsu Gekijo.
  • Kokuritsu Gekijo (Teatro Nacional), (a uma caminhada das estações de metro de Hanzomon ou Nagatacho na linha de Hanzomon), +81 03-3265-7411, [7]. Para quem está interessado em artes dramáticas, o Kokuritsu Gekijyo tem exibições de arte tradicional, desde Kabuki e Noh a Bunraku, etc. Talvez seja boa ideia reservar bilhete com antecedência.  editar
  • Forúm Internacional de Tóquio, (em frente da estação de Yurakucho), +81 03-5221-9000. Um enorme e moderno centro de exibições usado para concertos, convenções, e eventos semelhantes. Em dias utéis existem também várias bancas de comida, mas para além disto não tem muito interesse para o turista casual - excepto, obviamente, o fantástico design. O átrio é o símbolo mais bem conhecido do edifício, e pode caminhar pelo impressionante edifício de paredes de vidro. O Centro de Informação Turística de Tóquio, que costumava ficar aqui, foi mudado para Shinjuku.  editar

Faça[editar]

Visite um dos três grandes santuários (Kanda Myojin, Hie Jinja ou o Santuário de Yasukuni) durante o Ano Novo, se visitar a cidade nessa altura, ou participe um dos grandes festivais que ocorrem durante o ano. Não existem restrições na entrada dos santuários.

Como já foi dito na secção Veja, pode ver o florescer das cerejeiras em vários locais na Área do Palácio Imperial. Os Jardins do Palácio Imperial também é um bom local para fazer jogging, devido á ausência de estradas e, consequentemente, de semáforos. No entanto, uma vez que a maior parte do centro de Chiyoda é constituído por edifícios de escritórios, fica praticamente sem vida após o pôr-do-sol, uma vez que a maior parte da população se dirige para os subúrbios.

Compre[editar]

Akihabara.

O centro de Chiyoda não oferece muito em compras, mas a parte este tem três áreas de interesse:

  • Akihabara, muito procurada pela electrónica e pelo anime. Tem o seu próprio artigo.
  • Jimbocho (神保町), Metro Hanzomon/Toei Shinjuku/Toei Mita Jimbocho. Um distrito especializado na venda de livros, novos e usados — a maior parte destes em japonês, mas também tem alguns em inglês e outras linguagens. Várias lojas de livros usados, incluindo algumas antiguidades literárias, agrupam-se nas ruas principais de Hakusan Dori (白山道り), Yasukuni Dori (靖国道り), e Kanda Suzuran Dori (神田すずらん通り), bem como nas numerosas vielas. Algumas lojas especializam-se em temas, incluindo a religião, a arquitectura, pornografia, peças dramáticas, enquanto que outras abrangem uma variedade de temas.
  • Estações de Kanda (神田) e Ochanomizu (お茶の水). Procurada pelos instrumentos musicais e equipamento desportivo. Estes distritos tendem a ter as suas maiores lojas nas suas maiores ruas.

Outras áreas de compras incluem:

  • Marunouchi, deste a sua renovação, tem vindo a atrair boutiques de marca, como a Tiffany's, a Gaultier, a Sergio Rossi etc., na rua que vai desde o edifício de Marunouchi building até Yurakucho, mas não se compara com outros destinos de compras, como Ginza ou Omotesando.
  • Existe uma enorme loja de electrónica de seis andares da Bic Camera em frente da Estação de JR Yurakucho, vendendo de tudo, desde aparelhos domésticos a lentes de contacto. Existe mesmo um pequeno cinema no 7º e 8º andar, que mostra filmes japoneses e estrangeiros pouco conhecidos. Um bom local para visitar se não tiver tempo de explorar as ruas de Akihabara.
  • A livraria de Maruzen no edifício de Oazo, em frente da Estação de Tóquio, é o melhor local para comprar livros na cidade, pois é um dos poucos lugares que os vende em inglês. Se não encontrar o que estava à procura aqui, provavelmente não o encontra em outro local.

Coma[editar]

  • Para além dos restaurantes caros espalhados pela área de Ginza, existem outras opções mais "invulgares", como as bancas de yakitori por baixo dos caminhos-de-ferro perto da estação de JR Yurakucho. Recuando para o passado, é onde homens de negócios relaxam comendo um pedaço galinha yakitori grelhada em espetos e algumas nama biiru (chope) cervejas após um longo dia de trabalho. Espere pagar pelo menos ¥2000 por algumas cervejas e meia dúzia de de yakitori.
  • Como as áreas de Jimbocho e Ochanomizu tem dezenas de colégios e universidades importantes, a área está recheada de restaurantes baratos, cadeias de fast food e cafés de todos os tipos. Existe também uma grande quantidade de restaurantes de caril.
  • Os edifícios de Marunouchi e Shin-Marunouchi, em frente da Estação de Tóquio, são o melhor local para comer uma refeição decente na área de Marunouchi, principalmente nos fins-de-semana, uma vez que a maior parte dos outros edifícios estão fechados. Vários restaurantes, desde comida italiana a havaiana e a sushi podem ser encontrados no interior, mas podem ser um pouco caros para um almoço casual.
  • Restaurante Peter, 24º andar, Hotel Peninsula, +81 03-6270 2763, [8]. Fantásticas vistas do Palácio Imperial. Serviço excelente. Código de vestuário: casual elegante. Desde ¥4900 por um almoço.  editar

Beber e sair[editar]

Durma[editar]

Económico[editar]

  • Green Ochanomizu Hotel, Kanda-Awajicho 2-6 (a 5 minutos da Estação JR Ochanomizu, quase no centro da Linha Yamanote), +81 03-3255-4161, [9]. O Green Hotel Ochanomizu é um hotel extremamente confortável, perfeito para o viajante que prefere um local calmo para dormir, no meio da agitação de Tóquio. Individuais por ¥8400 e duplos por ¥9500..  editar


Esbanje[editar]

  • Imperial Hotel Tokyo (帝国ホテル Teikoku Hoteru), Uchisaiwaicho 1-1-1, +81 03-3504-1251, [10]. Esqueça os hotéis novos como o Park Hyatt, este é o rei dos hotéis da cidade, com mais de 115 anos de história e serviço lendário, digno de um imperador. Os quartos normais tem um bocado de mofo, mas os andares imperiais são bonitos. O hotel tem vistas do Parque Hibiya e fica a uma pequena caminhada do Palácio Imperial e de Ginza. Os quartos são surpreendentemente caros, com preços de ¥43,000 ou mais, e poucos descontos..  editar
  • The New Otani, Kioicho 4-1, +81 03-3265-1111‎, [11]. A qualidade da cadeia New Otani, e um dos maiores hotéis de Tóquio, com uma variedade de lojas e restaurantes. Conveniente para homens de negócios, uma vez que se localiza a uma pequena caminhada de Akasaka, Nagatacho, e outros distritos de negócios; menos conveniente para turistas, embora se situe perto de Roppongi, Shinjuku, e outras áreas de entretenimento. Quartos normais individuais por ¥36,000..  editar

Segurança[editar]

De vez em quando, carrinhas pretas com esvoaçantes bandeiras do sol nascente e crisântemos imperiais aparecem nas redondezas do Santuário de Yasukuni Shrine e perto das áreas de Nagatacho/Kasumigaseki. Com atitudes xenofóbicas de direita financiadas pela yakuza (máfia japonesa) e cooperação da polícia, os estrangeiros podem receber olhares sinistros dos homens, mas estes não são um perigo real se não forem provocados.

Fumar nas principais ruas e passeios é proibído pela lei do ward de Chiyoda. Se tiver azar pode ter que pagar uma multa de até 20000 yen.

Mantenha contato[editar]

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites