Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Palermo

Da Wikitravel
Europa : Itália : Sicília : Palermo
Ir para: navegação, pesquisa

Palermo (em siciliano Palermu) é uma cidade da Itália

Entenda[editar]

Por sua riqueza e sua localização geográfica, na Sicília, em três milénios e tem atravessado caminhos e estratégias condicional gregos e cartagineses, romanos, bizantinos, árabes e normandos, franceses e espanhóis, austríacos e Inglês. Neste volume três grandes historiadores britânicos recontar os eventos desta extraordinária história, em conexão com as constantes mudanças da natureza e do meio ambiente, economia e sociedade. primeiro insulares foram Sicani, remover e Ausoni sicilianos. Mas é só com a chegada dos colonos gregos que entra na Sicília Big História (século VIII. AC). Os gregos fundaram a primeira cidade em siciliano a costa quase todos: Nasso, Siracusa, Lentini, Catania, Messina. Os habitantes destas novas cidades fundadas: Taormina, Iblea Megara, Gela, Selinunte, Imera, Milazzo, Agrigento, Segesta, Lillibeo, etc. Essas cidades foram regidos pela primeira oligarcas e, em seguida, pela tirania. O mais potente foi a tirania de Siracusa, que, ao longo do tempo soggiacquero todas as outras cidades. Mas logo entrou em conflito com Cartago que foi capaz de liquidar n extremidade ocidental da Sicília insignorendosi de Mozia, Panormo e Solunto. O Concurso serra da vitória da Batalha de Siracusans Imera (480 aC). A guerra continuará, no entanto, com ups entre as duas principais cidades de Siracusa e Cartago até Roma, substituindo, de facto, em Siracusa, vai herdar o papel histórico. Somente após a Guerra Púnica três e destruição da Cartagineses, os romanos poderiam ser chamados mestres da Sicília. A ilha irá, em seguida, ordenou que uma província Pretore em Siracusa e dois questores, uma em Siracusa e os outros um Lilybaeum. Sob o domínio de Roma Sicília grandemente desenvolver a sua agricultura e viver em paz durante séculos substancial, em última instância, sob a jurisdição do Império Romano de Constantinopla. Uma nova era de paz serão sentidas a partir de agora Sicília iluminados pela fé cristã e da Cultura Bizantina Mas a ilha foi dall'827 sangrentos contra os sarracenos que submetidos a um severo domínio. Na segunda metade do século. Sicília foi libertada por um exército liderado por Christian Roberto "Guiscard" e seu irmão Roger I, a família de Hauteville, que havia sido enviado pelo Papa, em Roma. Em 1130 foi proclamado o Reino da Sicília e no Natal daquele ano foi coroado o primeiro rei, Rogério II da Altavilia. Eles expandiram o domínio siciliano, portanto, um grande reino que esticou a partir de Montecassino à Albânia e à costa do Norte de África e Tunísia tripolino. A dinastia Altavilla deu dois outros grandes soberano como William I e seu filho William II. No tribunal de Palermo acordado por todos os países da ciência e homens de letras, políticos e artistas fazendo um excelente centro de cultura internacional. Com a morte de William II, em 1189, a dinastia Altavilla substitui o Hohenstaufen. Após a curto e trágico reinado de Henry VI é devolvido para a sua glória em 1208 com seu filho, Frederico o Grande (I di Sicilia, do II). Grande homem de Estado, pagos em ciências administrativas, naturais e matemática, foi ao seu tribunal que ele desenvolveu um novo tipo de cultura, prerinascimentale. Mas a sua morte (1250) iniciou uma era de confusão política. Para a investidura papal Corona di Sicilia (vassalos dos Soglio de Pedro), foi dada a Charles de Anjou, irmão do rei de França. Mas o angevino (francês) foi uma verdadeira ocupação militar da Sicília e obteve a revolta das Vésperas, segunda-feira de Páscoa 1282, que teve origem em Palermo e começou a expulsão do Angevins de toda a ilha. Para a lei marital coroa-lo para Peter King de Aragão que, com o apoio da nobreza da ilha, foi aclamado rei da Sicília, em Palermo, em 4 setembro 1282. A dinastia Aragão di Sicilia (Coroa de Trinacria), sucessor de Anjou (apoiado pela França), exceto para o seu Federico II di Sicilia, terá representantes bastante fraco. De fato, durante o século XIV, será o grande família aristocrática para tomar posse do poder político real na ilha devido à sua potência econômica e militar. As famílias mais importantes: o Alagona, o Peralta, o Ventimiglia e Chiaramonte chegar a uma verdadeira partilha da Sicília em quatro respectivas esferas de influência. Ele 'Vicari o período de quatro. Mas em 1392 o aragonês de Espanha - depois de quase um século de fraqueza política da Coroa de Trinacria e incerto após o resultado da Guerra das Vésperas contra Anjou di Napoli (reteve o título de Rei da Sicília) rintuzzarono decididamente estas vagas autonomistiche. Sicília em 1415 foi então ligada à Coroa de Aragão e, conseqüentemente, a ilha foi governada pelo vice-rei. No século XV, rei Alfonso "o magnânimo" (Aragão e Sicília) conseguiu unificar as duas partes (Sicília e no sul da Itália), do Estado e reformula como o Reino das Duas Sicílias. França, no entanto, algumas secretamente fomentar tumultos que se repete pelo século XVI ao século XVII. Finalmente, em 1672, subiu Messina abertamente encorajado por Louis XIV da França na guerra contra a Espanha. Mas, apesar das vitórias obtidas no mar e em terra, em 1678 o francês deixou Augusta e Messina, e foi severamente punida pela Coroa como o seu arranque descida imparável. No início século XVIII Sicília esteve envolvido nas guerras da Sucessão Espanhola e Polônia (1700-1738). Em três décadas, a ilha foi forçado a entregar sua coroa para o primeiro Savoja então para o Imperador Charles VI da Áustria e, finalmente, a de Carlo Bourbon de Espanha, que fundou a dinastia dos Bourbons de Nápoles e restaurada a autonomia para Reino de Nápoles e Sicília. Por causa da invasão do francês Bourbon rei Fernando mudou-se para Palermo, durante vários anos. Aqui estava sujeito a solicitações siciliano aristocratas autonomista promulgar uma Constituição (1812). Mas, em 1816, reconstituído a monarchical, Ferdinando removido e dissolvido o Parlamento siciliano. Em 1820-21, foi o primeiro motim antiborbonica. Em 1848 eclodiu a Revolução graças ao qual os separatistas formaram um Parlamento autónomo de Nápoles, em seguida, propor uma federação independente da Sicília com os outros Estados italiano. A Revolução of'48 foi reprimida pela força. Finalmente a guerra terminou em 1861 com a anexação da Sicília e no Sul da Itália para o Reino de Sabóia, em Itália. Em 15 de Maio de 1946 com um decreto legislativo foi criado na região da Sicília estatuto especial. Em 1947 ele foi eleito o primeiro Parlamento regional siciliano. Palermo é a capital da Sicilia, que é a principal ilha italiana,a cidade fica localizada na costa norte da ilha.Eles tem uma mentalidade e cultura muito aberta ,as mulheres , usarem shorts, saias curtas .A Silia tem muita historia, em ela nasceu o movimento cultural Liberty que em pouco tempo fu muito conhocido em tuda Europa.

Chegar[editar]

De avião[editar]

os voos chegam pelo aeroporto internacional Punta raisi ou falcone borselino, é a mesma coisa. o aeroporto recebeu o nome de falcone e borsellino, por causa de dois juizes que combatiam a mafia siciliana, foram mortos por uma explosao a caminho do aeroporto. Fica a 32 km da cidade de Palermo, chegam voos do todas as cidades europeias,para quem nao sabe, é sempre bom ter 1 euro de moeda, pois os carrinhos de mala se liberam por 1 euro na fila dos carrinhos. existem taxis do lado externo, mas sera facil arrumar o frescao que leva ate palermo por 5 euros, e tem a estaçao de trem tambem que passam de 1 a 2 trens por hora, demoram 50 minutos ate a cidade. tem tambem o ret a car no aeroporto, mas Palermo em termos de transito, essa opçao é totalmente desaconselhavel...

De barco[editar]

No Porto de Palermo, chegam embarcaçoes ( cruzeiros, barcas, barcos) de todas as principais cidades de porto italianas, Genova, Napoli,Civitavecchia, e Cagliari, Salerno e Livorno. existem taxis dentro do porto, charretes ( que sao carissimas, e uma pagaçao de mico né?) e perto do porto, tambem agencias de ret a car. subindo a rua logo em frente ao porto, voce chegara a Piazza Politeama, com o teatro Politeama, e tem Mc Donalds nessa praça,;)essa praça na minha opiniao é a mais bonita de Palermo. agora virando a esquerda no sentido de quem subiu aquela rua la do porto, tem uma outra rua muito bonita e grande chamada via Rugero Settimo cheia de lojas, e que se voce caminhar toda a vida por essa rua, saira, na Piazza do "teatro Massimo" que é o segundo maior teatro classico da europa depois do teatro de paris. voce pode parar tirar algumas fotos, e de costas para o teatro, olhando para o outro lado da rua, voce vera duas vielas. essas vielas, de noite ferevem, e voce de dia talvez encontre um suvenir legal e de bom gosto, e nao aquelas coisas pra "gringo" ver. seguindo ainda pela mesma rua, que agora recebera o nome de " via maqueda" voce desembocara, em outro ponto turistico, os quatro cantos ou "i quattro canti", e mais adiante a praça da vergonha ou "Piazza della vergogna" que lembrara um pouco a "piazza di spagna" em Roma.Esse 4 canti, sao 4 igrejas, muito bonito.

De comboio/trem[editar]

voce pode vir a sicilia de trem, os trens chegam de barca pelo estreito de messina, e a estaçao de trem em Palermo ate que é bem tranquila, pois muitos universitarios a usam para chagar ate aqui, a estaçao tambem é bem bonita. talvez um pouco fora de mao, mas existem pontos de onibus logo à frente da estaçao e taxis obviamente.

De autocarro/ônibus[editar]

voce tambem pode vir a sicilia de onibus, os onibus tambem chegam de barca pelo estreito de messina, o mesmo esquema do trem, quanto a estaçao.

De carro[editar]

se voce vier de carro, voce chegara pelo estreito de Messina do Reggio Calabria ou de Villa san Giovanni site de tarifas e horarios http://www.carontetourist.it/v2.0_it/stretto.mvd , de barca, voce paga a passagem do seu carro para a barca, e depois, tera de pegar a autoestrada Messina-Palermo E-90. este aki é o site de todos as companhias de barca para passageiros e automoveis dos principais portos da Italia, ate a sicilia ou ate mesmo Palermo.http://www.traghettionline.com/sicilia.htm

Circular[editar]

De comboio/trem[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

Os onibus sao otimos, limpos, e voce conseguira um passe que é comprado no ponto de onibus, por 4 euros que dura 24 hs, ou o passa normal que custa 1,20 e dura 2 hs. apesar que se voce subir no onibus, e se fizer de desentendido, voce nao paga, pois nao tem roleta como no Brasil, e quase nunca tem fiscal ( eu no começo fiz isso muitas vezes, mas nao de proposito, rs é porque nao sabia mesmo aonde comprava o bilhete do onibus!) a opçao do onibus é otima pra quem esta cansado de andar, mas nao conte com pontualidade o transito em Palermo as vezes pode ser uma coisa de louco, por tanto se voce vir que esta tudo parado, descer do onibus pode ser uma boa, e se tiver esperando por um prepare o seu saco de paciencia! ou " cebo nas canelas"!

De barco[editar]

De carro[editar]

eu acho que ja mencionei que o transito daqui é de deixar qualquer um louco né?nao so pelo fato dos engarrafamentos, nos horarios de pico, as familias italianas posem possuir ate 4 carros por familia, e no horario de pico, saem todos ao mesmo tempo na rua( depois eles reclamam...)sem falar que eles dirigem como uns doidos, nao existe logica nenhuma, e o carro nao é um veiculo para eles, é como se eles estivessem andando a pé...ou seja nao se aborreça se um fulano frear com tudo na tua frente para "admirar a paisagem", é o que eles fazem.

Veja[editar]

Piazza Politeama e teatro Politeama

Piazza Massimo e Teatro Massimo-- é Lindissimo, e tem muitos fatos arquitetonicos, muito interessantes, como a sala de Sparlare , que em portugues seria a " sala de fofocar, com um efeito acustico que confunde os sons para que ninguem entenda oq esta sendo dito , nem do lado de fora e nem do seu lado, somente a pessoa que esta a sua frente.o curioso desta sala, è que as mulheres nao podiam entrar, foi uma coisa feita para os homens!!!

Le catacombe dei capuccini ---as catacumbas dos capuccinos, sao pessoas mortas concervadas por uma tecnical particular, e embalsamação, vem gente do mundo inteiro ver isso, nao aconselhavel, aos alergicos, e nao pode tirar foto la embaixo.

i quattro canti

Mondello- é fora da cidade, seria como o proximo bairro em dimensoes brasileiras, vale apena ir ate o Charleston e beber alguma coisa apreciando a vista.

Monreale- tambem nao è considerado cidade de Palermo, tem um panorama da cidade de Palermo muito bonito.

La Catedreale

Piazza Marina e Palazzo Chiaramonte Steri- no fim de semana na Piazza, existe um mercado das pulgas com peças de antiquariado, super exoticas, do periodo nazista e do inicio do seculo, vale a pena dar uma olhada existe artigos a 10 euros. O Palazzo steri, è um ponto turistico visitadissimo, por suas salas de tortura e celas, era aonde enforcavam muitas pessoas acusadas pela santa inquisiçao em 1300 hoje em dia museu.

Faça[editar]

use e abuse da cozinha siciliana. va a uma praia siciliana.mondello,Cefallu, Taormina, sao as mais bonitas, so que taormina ja fica mais perto de Catania que ja è outra cidade.


Eventos[editar]

Atividades[editar]

Aprenda[editar]

muita gente aqui fala dialeto siciliano, que muito curiosamente, muitas palavras sao iguais ou parecidas com as do portugues. o Branco para as mulheres é uma cor muito sexy, por tanto nao se vista de branco se nao quizer ser olhada e perturbada. As pessoas aqui so compram roupas e etc, no periodo de saldo de estaçao, voce conseguira, preòos com ate 70% de desconto.

Trabalhe[editar]

a sicilia nao è um lugar para se trabalhar em geral... aqui è aonde tem o maior indice de desemprego da Italia.

Compre[editar]

na rua Finocchiaro Aprille ou via Roma!!!! os melhores preços da cidade

Coma[editar]

Econômico[editar]

mcdonald's Piazza Politeama

Médio[editar]

Le pergamene Piazza Marina, realmente muito bom, e bem barato, tambem atmorfera europeia ao ar livre, situado bem proximo ao palazzo chiaramonte steri, compreços bem rasoaveis, de 5 euros a pizza e pratos de pasta a 7 euros, taça de vinho 3 euros, considerado uns dos melhores restaurantes de Palermo.

Esbanje[editar]

Charleston, em mondello, o risotto de camarao com laranja è uma maravilha!

Beba e saia[editar]

Durma[editar]

  • B&B Palermo B & B Porta di Castro, localizado no centro histórico de Palermo, atrás do Palácio dos Normandos, a 400 metros da Catedral, está a poucos minutos da estação de metro. Os principais pontos turísticos da cidade são facilmente alcançáveis ​​em poucos minutos.


Econômico[editar]

http://www.palermoerasmuslife.net/english/apartments-for-rent/ quartos baratos para estudantes

Médio[editar]

  • Palermo Hotels [3].

Esbanje[editar]

Mantenha contato[editar]

Segurança[editar]

atençao com as bolsas!!! os ladroes passam de lambreta e puxam a bolsa, e evite as ruazinhas, que vao dar nao sei aonde... ai é que acontecem a maioria dos roubos e voce pode dar de cara com aqueles marginais, "mafiosos".

Saúde[editar]

Cotidiano[editar]

Partir[editar]

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites