Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Niterói

Da Wikitravel
Ir para: navegação, pesquisa
Museu de Arte Contemporânea - Niterói

Niterói é uma cidade no litoral do estado do Rio de Janeiro e sua antiga capital. Situa-se a apenas 13 km de distância da cidade do Rio de Janeiro.

Considerada uma das cidades brasileiras com melhor qualidade de vida, oferece aos seus habitantes e visitantes um pouco do estilo de vida das grandes cidades com tranqüilidade e segurança.

Entenda[editar]

História[editar]

Com data oficial de fundação da cidade de Niterói, estabelecida através da Deliberação n.º 106, de 10 de março de 1909, é 22 de novembro de 1573, Niterói é a única cidade do Brasil fundada por um índio, o cacique temiminó Araribóia, que em tupi-guarani significa "Cobra da Tempestade". Araribóia foi um personagem importante, tanto para a história de Niterói, quanto para a história do Rio de Janeiro e da colonização portuguesa no Brasil.

A emancipação política da região que hoje é a cidade de Niterói deu-se com a criação da Vila Real da Praia Grande, em 10 de maio de 1819. A partir desta data a região passou a ter vida político-administrativa independente da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. O processo de criação da Vila Real envolveu diversas personalidades que já habitavam as terras das Freguesias de São João de Icaraí, de São Sebastião de Itaipu, de São Lourenço dos Índios, e de São Gonçalo. Dentre elas, merece destaque José Clemente Pereira, grande figura da época colonial, que teve importante atuação por ocasião da declaração de independência do Brasil.

Em 1822 o Brasil torna-se independente. O Imperador, Dom Pedro I, abdica de seu trono em 1831, para lutar pelo trono português. De 1831 a 1840 o Brasil é governado por regentes, já que o herdeiro da coroa, Dom Pedro II, é menor de idade. Em 12 de agosto de 1824 é promulgado o Ato Adicional à Constituição de 1824, determinando, entre outras coisas, que a Regência seria, a partir dali, Una e que a cidade do Rio de Janeiro, capital do Império, seria considerada Município Neutro, separada, portanto, da Província do Rio de Janeiro.

Automaticamente, por ser a nova capital, a Vila da Praia Grande estaria elevada à condição de cidade. No entanto, a Assembléia houve por bem estabelecer essa nova condição em decreto especial e, em 28 de março, foi assinada a Carta de Lei nº6, que estabeleceu que a antiga Vila Real da Praia Grande passaria a chamar-se Nictheroy, nome sugerido por Joaquim Francisco Viana.

Porém, a Proclamação da República trouxe com ela momentos difíceis para Niterói: a Revolta da Armada e a transferência da capital. A Revolta foi um movimento iniciado pelo Almirante Custódio de Melo, que considerava inconstitucional o Marechal Floriano assumir a presidência no lugar de Deodoro. A armada inicia bombardeios à capital federal e procura ocupar o Laboratório Pirotécnico da Marinha, na Ponta d'Areia. Graças ao coronel de polícia, Fonseca Ramos, os revoltosos são rechaçados. Começam, então, bombardeios contra Niterói.

Os bombardeios fizeram grande estrago na cidade e a vida urbana se viu convulsionada. A população, temerosa, foge para o interior. No entanto, todas as tentativas de invasão da cidade foram corajosamente reprimidas. A Revolta faz precipitar a transferência da capital do Estado, já decidida desde 1890. Teresópolis havia sido escolhida para ser a nova capital, mas, em 1894, no auge da Revolta, decide-se transferir a capital em regime de urgência para a cidade de Petrópolis.

Passado o perigo da Revolta da Armada, a população niteroiense pede a volta da capital.Em 1902 a Assembléia Legislativa solicita ao presidente do Estado, Quintino Bocaiúva que estabeleça, novamente, a capital em Niterói. Em 04 de agosto o governo declara que Niterói volta a ser capital e autoriza o governo a transferir as repartições públicas o mais breve possível. A instalação definitiva do governo em Niterói dá-se, por fim, em 20 de junho de 1903.

A década de 70 traz um novo túnel e a ponte Presidente Costa e Silva, mais conhecida como Ponte Rio-Niterói. Traz, também, a fusão dos estados do Rio de Janeiro e da Guanabara. O novo Estado do Rio de Janeiro passa a ter como capital a cidade do Rio de Janeiro e Niterói perde, de vez, a condição de capital.

Referência: site Niterói Virtual

Chegar[editar]

  • De ônibus, a partir de diversas Rodoviárias do país, pela Rodoviária Roberto Silveira. Avenida Feliciano Sodré, no centro de Niterói, telefone (21) 2620-8847.
  • De carro, a partir do Rio de Janeiro, pela ponte Rio-Niterói, cuja concessão está com a Ponte S/A [1] - (Pedágio de R$4,30, em janeiro de 2011, apenas no sentido Rio-Niterói). Do norte do estado, pela BR-101 e a partir de Itaboraí, também pela RJ-104; da região dos lagos, pela RJ-106.
  • Saindo da praça XV de Novembro, no Rio de Janeiro, pode-se optar pelas Barcas [2], que custam R$4,50 (em fevereiro de 2014). A viagem dura aproximadamente 20 minutos e é bastante tranqüila.
  • De avião, chegando pelos aeroportos do Rio de Janeiro:
    • Do Aeroporto Santos Dummont é possível ir a pé até a Estação das Barcas (se não estiver carregando muita bagagem) e pegar uma barca até Niterói (ver acima).
    • Do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim - Galeão, é possível tomar o ônibus nº 761D (antigo 998), da Autoviação 1001 (R$5,30 em janeiro de 2011).
    • De ambos os aeroportos é possível utilizar serviço de táxi, com preços variando conforme o serviço contratado.

Circule[editar]

Aos sábados e domingos o "Linha Turismo" opera saindo da Praça Araribóia nos horaraios das 10h:00m, 12h:30m e 02h:30m e faz 7 pontos diferentes ao longo do caminho,suas principais atrações do centro da cidade de Niterói para a Fortaleza(R$ 10 para uma ida e volta todos os dias hop dentro e fora bilhete).Para chegar à Área Oceânica é melhor você ter um carro, caso contrário, tomar um ônibus municipal no terminal de ônibus ao lado da Estação Ferry. Procure o sinal específico Praia nome no ônibus (30 ~ 40 ~ 50 minutos de carro do centro da cidade para Piratininga / Camboinhas ~ ~ Itacoatiara Itaipu, respectivamente).

Veja[editar]

  • Museu de Arte Contemporânea, de Oscar Niemeyer. Atente para a inclinação da estrutura externa, que se encaixa perfeitamente no morro do Pão de Açúcar, ao fundo.
  • Estação de barcas Charitas, do mesmo arquiteto.
MAC - Rampas de acesso
  • Solar do Jambeiro no Ingá
  • Museu do Ingá - Museu de História e Arte do Estado do Rio de Janeiro
  • Museu Antônio Parreiras no Ingá
  • Museu de Arqueologia de Itaipu Praia de Itaipu

Faça[editar]

Como os próprios cariocas dizem, a melhor vista que se tem em Niterói é a do Rio de Janeiro. Brincadeiras à parte, estando na Praia de Icaraí, é possível registrar, em uma única fotografia, os principais cartões postais do Rio.

Praias[editar]

Sossego, devido ao seu difícil acesso, é uma das praias mais isoladas em Niterói.

Apesar das indicações de balneabilidade feitas pela prefeitura indicarem que as praias da Baia de Guanabara estão próprias para banho, vê-se muita sujeira na areia. As praias da Baia são de fácil acesso e localizam-se em bairros de grande movimento.

Para banho, recomenda-se procurar as Praias Oceânicas, principalmente Itacoatiara, Camboinhas, Piratininga e Itaipú.

Passeios[editar]

  • Campo de São Bento - Em Icaraí, com a entrada principal na Rua Lopes Trovão, altura do nº 377. O campo de São Bento, cujo nome oficial é Parque Prefeito Ferraz, é uma área verde do tamanho de um quarteirão largo, sendo um bom local para um pequeno passeio. Funciona todos os dias, das 6 às 22 horas.
Ponte Rio-Niterói. Vista à partir da Barca, durante o Passeio Turístico.
  • Ônibus Turístico - O ônibus da Linha de Turismo realiza aos sábados, domingos e feriados nacionais, um tour pela baía de Guanabara em Niterói, passando pela Cantareira, Museu de Arte Contemporânea (MAC), as praias de Icaraí, São Francisco, Charitas e Jurujuba e Fortaleza de Santa Cruz. Saídas às 10h, 12h30 e 14h30, da Praça Araribóia, Centro. Ingresso: R$10,00; estudantes e pessoas acima de 65 anos têm 50% de desconto. Maiores informações: 0800 282-7755.

Compre[editar]

  • Niterói Plaza Shopping - Inaugurado em 1986, é o maior Shopping de Niterói. Conta com várias lojas, bons restaurantes e salas de cinema (Cinemark). Localiza-se perto da Estação das Barcas, na Rua XV de Novembro, nº8, no centro de Niterói. Site do Shopping, telefone (21)2621-9400.
  • Mercado São Pedro - Considerado o melhor mercado de peixe da região, conta com 38 boxes que vendem peixes e frutos do mar. Localiza-se na Rua Visconde do Rio Branco, 55. No piso superior, conta com restaurante.
  • Feira de Artesanato do Campo de São Bento - Aos sábados, domingos e feriados, é montado no Campo de São Bento (Parque Prefeito Ferraz, em Icaraí), das 9 às 15 horas, uma pequena feira de artesanato local. Vale a pena visitar se quiser conhecer o Parque.

Coma[editar]

  • Caneco Gelado do Mário - Localizado no centro de Niterói (R. Visconde de Uruguai, 288), é um buteco simples, com excelentes pratos de frutos do mar, apesar do atendimento não ser muito bom. Não deixe de comer o famoso bolinho de bacalhau com uma cerveja geladíssima ou uma das ótimas batidas de coco ou limão.
  • Família Paludo - Comida a quilo com qualidade, citada no Guia 4 Rodas [3] . Av. Quintino Bocaiúva, 247 - São Francisco. Tel. (21) 2715-3205.
  • Outback Steakhouse - A cidade de Niterói conta com um restaurante da famosa rede Outback. Localizado no piso térreo do Shopping Plaza.
  • Gendai - Restaurante de comida japonesa, possui sistema rodízio, que custa R$50,00 por pessoa (em maio de 2008), ou pratos a la carte. Oferece uma mescla interessante de pratos típicos japoneses com pratos nem um pouco orientais, como o rolinho primavera com cream cheese ou os sushis marinados. Localiza-se na Rua Nóbrega, nº260. Telefone (21) 2610-3050. http://www.gendai.com.br.
  • À Mineira - Conforme o nome sugere, o restaurante serve pratos típicos mineiros. Funciona no sistema self-service e conta com uma boa variedade de saladas, pratos quentes, carnes grelhadas e sobremesas. A casa oferece também uma boa variedade de cachaças. Localizado em São Francisco, na Avenida Quintino Bocaiuva, nº 353. Telefone (21) 2714-3676. http://www.amineiraniteroi.com.br/.

Beber e sair[editar]

A vida noturna de Niterói se localiza principalmente no saco de São Francisco, com diversos bares e restaurantes.

Bares[editar]

  • Botequim São Nunca, Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres, 63, Praia de Icaraí, tel. 21 2722-4278.
  • Juruju-Bar,Av. Carlos Ermelindo Marins,68, tel.(21) 9922-2900 ‎
juruju-bar.com
  • Caneco Gelado do Mário,Rua Visconde do Uruguai, 288, tel.(21) 2620-6787 ‎
  • Boteco Confraria,Rua Nóbrega, 237,tel.(21) 2617-8110 ‎
botecoconfraria.com

Casas noturnas[editar]

  • São Firmino, em Gragoatá
  • Goa, em Itacoatiara
  • Bar do Meio, em Piratininga

Durma[editar]

  • Hotel Village Icaraí, Rua Mariz e Barros, 97 - Icaraí (Próximo à esquina com Rua Coronel Moreira Cézar), +55 (21) 3602-3753 / 8882-5013 (), [4].  editar "O melhor custo/benefício" - Guia 4 Rodas. Possui 34 suítes. Ar Refrigerado, frigobar, telefone, tv a cabo, varanda. Hidromassagem, Internet wireless grátis, café da manha e garagem.
  • Hotel Cantareira, Rua General Osório, 62 - São Domingos, +55 (21) 3604-1681 (), [5].  editar Possui 30 suites com Ar Refrigerado, Frigobar, Microondas, Cozinha, Tv, telefone e cama americana. Vista do Rio de Janeiro do Lounge da Cobertura. O único hotel no Caminho Niemeyer.
  • Hotel Residencial Icaraí, Rua Mariz e Barros, 109 - Icaraí, +55 (21) 2714-5242 (), [6].  editar Possui 14 suítes com Ar, Frigobar, Tv a cabo, Telefone e Cama Americana. Café da Manha e garagem. Internet Wireless Gratuita. A 1 quadra da Praia de Icaraí.
  • Tower Icaraí Hotel, Rua Ary Parreiras, 12 - Icaraí, +55 (21) 2612-2121 (, fax: +55 (21) 2610-4309), [7].  editar Tem 111 apartamentos, centro de convenções, eventos, etc.

Partir[editar]

Este artigo é um guia. Ele tem muita informação, incluindo listas de hotéis, restaurantes, atracções e informação sobre chegada e partida. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites