Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Moscou

Da Wikitravel
(Redireccionado de Moscovo)
Ir para: navegação, pesquisa

Uma das maiores cidades do mundo, Moscou (ou Moscovo) [1] é a capital da Rússia e desempenhou um papel fundamental na história do país, que relembra com monumentos como o Kremlin e a Catedral de São Basílio. É um magnífico sítio para explorar, com magníficos palácios e museus mundialmente famosos.

Entenda[editar]

A Praça Vermelha, o Mausoléu de Lenin e a Torre Spasskaya do Kremlin

Moscou (português brasileiro) ou Moscovo (português europeu), em russo: Москва, transl. "Moskva", lido Maskvá, é a maior área metropolitana da Europa e está entre as maiores áreas urbanas do mundo. Moscou é um grande centro político, econômico, cultural, religioso, financeiro, educacional e de transporte da Rússia e do mundo, uma cidade global. É também a sétima maior cidade do mundo, uma megacidade. A população de Moscou (em 1 de janeiro de 2010) é 10.562.099 habitantes.

A cidade está localizada junto ao rio Moskva no Distrito Federal Central, na parte europeia da Rússia. Historicamente, foi a capital da antiga União Soviética, do Império Russo, da Rússia Czarista e do Grão-Ducado de Moscou. É a sede do Kremlin de Moscou, um dos Patrimônios Mundiais da cidade, que serve como a residência do Presidente da Rússia. O parlamento russo (Duma e o Conselho da Federação) e o Governo da Rússia também estão sediados em Moscou.

Moscou é um importante centro econômico e é o lar de um dos maiores números de bilionários do mundo; em 2008, foi nomeada a cidade mais cara do mundo para trabalhadores estrangeiros pelo terceiro ano consecutivo. No entanto, em 2009, Moscou foi para a terceira posição depois de ser ultrapassada por Tóquio e Osaka, respectivamente.

É a casa de muitas instituições científicas e educacionais, bem como numerosas instalações esportivas. Possui um complexo sistema de transportes, que inclui 4 aeroportos internacionais, 9 terminais ferroviários e o segundo mais movimentado sistema de metrô do mundo (depois de Tóquio), que é famoso por sua arquitetura e arte.

Ao longo do tempo, a cidade ganhou uma variedade de apelidos, a maioria referindo-se ao seu estatuto de pré-eminente no país: a "Terceira Roma" (Третий Рим, tretiy rim), "Pedra Branca" (Белокаменная, belokamennaya), "O Primeiro Trono" (Первопрестольная, pervoprestolnaya), "Os Quarenta Fortes" (Сорок Сороков, sorok sorokov).

Geografia[editar]

A geografia urbana de Moscou lembra uma gigantesca teia de aranha; a aranha é o Kremlin, no centro da teia definida pelas ruas importantes que começam lá e pelos 'Anéis Viários' que circundam a cidade, ocupando o lugar de muros medievais que a rodeavam. O anel mais interno chama-se Anel Boulevard (Bulvarnoye Koltso), construído nos 1820s ocupando o lugar da muralha do século 16. Segue da Catedral do Cristo Salvador, na parte sudoeste central de Moscou, até a foz do rio Yauza, na parte sudeste central. O anel viário seguinte, Anel dos Jardins (Sadovoe Koltso), deriva seu nome do fato que os proprietários dos lotes nela situados, nos tempos czaristas, eram obrigatos a manter jardins para embelezar a estrada. Na era soviética, a estrada foi alargada, e hoje em dia não há mais jardins. O Terceiro Anel, recentemente construído, não é muito útil para o viajante, mas absorve boa parte do tráfego da cidade. Os limites municipais são largamente definidos pela Moscow Ring Road (conhecida por sua abreviação MKAD-Moskovskaya Kolcevaya Avto Doroga), de 108 km, circundando todo o município (similar à M25 em Londres e à Périphérique em Paris).

Chegar[editar]

  • Brasileiros não precisam de visto para entrar na Rússia a turismo [2], para estadias de no máximo 90 dias a cada 6 meses. No entanto, vistos são necessários para trabalho, estudo ou pesquisa.
    • Consulados no Brasil:
      • Rua Prof. Azevedo Marques, 50, Leblon, Rio de Janeiro, tel: 21 2274-0097
      • Av. Lineu de Paula Machado, 1366, São Paulo, tel. 11 3814-4100
      • Setor de Embaixadas Sul Quadra 801, Lote A, Brasilia-DF, tel. 61 3223-5094
  • Portugueses precisam de visto de turismo. Para obtê-lo são necessários:
    • Convite também chamado carta de suporte de visto - visa support letter. Essa carta pode ser comprada online no site [3].
    • Documentos (passaporte com validade de 3 meses além do período do visto, 2 fotos, seguro de viagem)
    • Formulário de pedido de visto
    • Pagamento de taxas
      • Consulado em Lisboa: Rua Visconde de Santarém, 59, tel. 218-462-424, 218-462-524 e 218-462-623, fax 218-463-008, [4]

De avião[editar]

Moscou (IATA: MOW) tem quatro aeroportos principais:

  • Sheremetyevo, internacional (IATA: SVO) +7 495 232-65-65 [5].
  • Domodedovo, internacional (IATA: DME) +7 495 933-66-66 [6].
  • Vnukovo, internacional (IATA: VKO) +7 495 436-71-9 [7].
  • Bykovo, doméstico - o menor deles (IATA: BKA) +7 495 558-47-38.

Domodedovo é o centro do sistema de tráfego aéreo da Rússia e vai continuar assim, uma vez que tanto Sheremetyevo quanto Vnukovo passam por grandes reformas de ampliação.

De 1980 a 1991 todos os vôos internacionais para Moscou pousavam em Sheremetyevo Internacional, comumente chamado Sheremetyevo II, recentemente renomeado "Terminal F". A base central da Aeroflot, Sheremetyevo II foi construído para os Jogos Olímpicos de 1980. Sheremetyevo I (agora "Terminal B") é um velho terminal doméstico da era soviética. Hoje Sheremetyevo tem também os novos terminais C e D (a nova casa da Aeroflot); o Terminal E vai abrir em 2010.

Em tempos recentes, Sheremetyevo foi eclipsado por Domodedovo, que passou por reforma recente e sempre teve ligação metroviária com o centro da cidade. Muitas companhias aéreas internacionais, incluindo British Airways e Lufthansa, mudaram-se para Domodedovo, e desde 2005 mais passageiros pousam lá do que em Sheremetyevo. As maiores concorrentes da Aeroflot, S7 (Sibir) and Transaero, e várias outras companhias menores, estão baseadas em Domodedovo.

Do Aeroporto para a Cidade[editar]

Se você prefere ir de carro, é melhor ligar para uma agencia e reservar um taxi. Várias agencias fazem este serviço, e cobram €30-50 ou mais. Confira a lista de agências oficiais de taxi operators nos websites oficiais dos aeroportos. [8], [9]. Agendando online você consegue um taxi mais barato. Todos os airports também têm quiosques onde você consegue arrumar um taxi a preço fixo, apenas um pouco mais caro do que se consegue online. Não dê atenção aos falastrões no terminal oferecendo taxis em várias línguas no portão de desembarque - no mínimo vai pagar muito mais caro, e pode haver riscos à segurança pessoal bem maiores. Para transporte público:

  • Sheremetyevo (IATA: SVO) [10] tem os terminais B, C, D, E (vai abrir em 2010), e F em 2 grupos ao longo da pista [11]. Você pode ir a pé entre os terminais B e C, ou entre terminals D, E e F; mas deve pegar um shuttle bus [12] ou taxi, para ir de um site ao outro. Sheremetyevo I é o nome antigo do Terminal B, e Sheremetyevo II hoje é o Terminal F.

Os voos internacionais partem dos terminais C, F e D. Os domésticos saem dos terminais B e D. A Aeroflot quer transferir a maioria de seus voos para o novíssimo Terminal D (que durante a construção foi apelidado "Terminal 3" ou "Sheremetyevo III"). A maioria dos voos internacionais, inclusive os da Aeroflot, ainda usa o Terminal F (ex-Sheremetyevo II).

Sheremetyevo fica ao norte do centro, e é o aeroporto mais próximo a downtown Moscow, mas a artéria rodoviária a ser usada (Leningradskoye Shosse) é uma das mais congestionadas da cidade e fica engarrafada quase continuamente. O melhor transporte até Sheremetyevo é o Aeroexpress [13] que sai do Terminal Ferroviário Belorussky (veja "De Trem"). Ele parte de um terminal dedicado (entradas 3d or 4th) de 5:50AM a 11:30PM a cada 30 ou 60 min (confira o website antes; há uma "janela" de 2h na escala, entre 11am e 1pm desde Belorussky e de 10:30am a 12:30pm desde Sheremetyevo), e agora conecta diretamente para SVO-2/D/E/F, com um serviço de shuttle bus para SVO-1/B/C. A jornada leva 35 min e custa 300 rubles one-way. Guarde seu ticket por toda a Aeroexpress journey.

Também é possível chegar a Sheremetyevo das estações Rechnoi Vokzal ou Planernaya do Metro, que são os terminais noroeste das linhas verde e roxa, respectivamente. Esta rota, apesar de muito recomendada por major English-language guidebooks, só faz sentido se você estiver partindo de algum lugar ao norte de Moscou, ou precisa chegar ao aeroporto na hora da "janela" do trem Aeroexpress. Há ônibus também (#851 de Rechnoy Vokzal, #817 de Planernaya) e vans um pouco mais rápidas (Marshrutka; uma van de passageiros, de cor amarela noxious, onde cabem 12 pessoas) de ambas estações. Os ônibus partem bem regularmente (~ 15-30 min). Sem engarrafamentos (é muito raro) a trip leva cerca de 30-40 min e custa 20-50 RUB, dependendo de qual você pega e quanta bagagem está levando. Se tiver muita bagagem volumosa, evite pegar Marshrutka; o espaço é bem apertado. Fique alerta pois ambas as rotas de bus/Marshrutka vão para os dois terminais, a diferença sendo qual deles o veículo visita primeiro; se você pegar errado, mesmo assim vai chegar, mas calcule pelo menos 20 minutos de atraso. Na hora do rush, a rota a partir de Planernaya evita parcialmente os engarrafamentos e pode ser mais rápida.

For leaving a car near the airport for the length of your trip outside Moscow, there are numerous (non)official parking lots between SVO1 and SVO2; rates start from 200 RUB/day and up.

Terminal F (Sheremetyevo II)[editar]

A maioria dos voos de/para Sheremetyevo II são operados pela Aeroflot ou pelas companhias internacionais parceiras, a maioria membros da SkyTeam Alliance. Check-in começa 2h antes da partida (3h para voos US-bound).

Se você vai de classe economy e está com um grupo, é interessante alguém ficar na fila da classe business para o check-in, especialmente se vocês chegarem antes do início da registration: o balcão business-class abre primeiro, e pode atender passageiros da classe economy se a fila e o clima estiverem tranquilos.

Os desembarques acontecem no térreo, os embarques no andar de cima.

Na área pre-check-in do andar de departures, há um TGI Friday's e seis ou oito cafes/bars/coffee shops. O TGIF serve bom café, mas cobra 360RUB por um latte de tamanho médio que é servido em copo de papel com logotipo da Coca-Cola. Tem free Wi-Fi que pega também do lado de fora do restaurante. O TGIF serve o mesmo menu que em todo o mundo, o que pode vir a calhar se você já estiver cansado de salty smoked fish and warm drinks. Tem uma cafeteria self-service no 2º andar (use o elevador ou as escadas), que atende os funcionários do airport, e um restaurante 1980's Soviet-retro-chic mais formal acima. Ambas oferecem vista bacana do tarmac.

Quase todos os cafes e restaurantes após o passport control são caros e esquecíveis. O Club Bar, however, tem chás Ronnefeldt e panquecas decentes. Note que você deve clear customs antes do check-in, então não há como voltar atrás, depois do check-in, para a cafeteria ou o restaurante no andar de cima.

O aeroporto dispõe de facilities de banking e câmbio, e há vários ATMs tanto em arrivals quanto em departures. Lembre-se de trocar seus rublos para Euros or USD antes de partir de Moscou, você não vai conseguir trocá-los em nenhum outro país. Duty-free shops operadas por Aerofirst Moscow Duty Free [14] são grandes e apetrechadas, mas apenas repetem os mesmos itens em cinco ou seis outlets; há algumas lojas de souvenirs com preços inflados. O terminal dispõe também de cabeleireiro, farmácia, posto médico e pelo menos duas travel agencies. Os lounges para primeira classe e classe executiva ficam no andar de cima.

Para passageiros em trânsito sem visto para a Rússia existe a possibilidade de passar a noite em um Novotel que fica ao lado do airport. Vá ao balcão 'Transfer/Transit without visa' ao pousar. Você será escoltado ao hotel num private bus e ficar num corredor com personal security guard. Os quartos são espaçosos (duas camas queen size) e confortáveis. Você será buscado pelo staff da Aeroflot cerca de uma hora antes do embarque e o bus vai te deixar em frente ao departure gate. O custo deste serviço fica em torno de 6700 RUB por um quarto.

O balcão de informações fica no hall principal e às vezes pode-se dar a sorte de topar com alguém que fale um inglês razoável. O telefone é +7 (495) 956 4666. Pode-se também ligar para o representante da Intourist (Terminal 2), que pode fornecer informação turística, em +7 (495) 578 5971.

Domodedovo[editar]

Aeroporto Internacional Domodedovo (IATA: DME) [15] fica ao sul do centro da cidade e é convenientemente servido pelo trem Aeroexpress [16] que sai da estação Paveletsky (a ferroviária, ao lado da do Metro de mesmo nome). A viagem leva cerca de 40 min e vai direto para o aeroporto. Os trens saem a cada hora de 6AM a 11:30PM (a cada 30 min em horas de pico) e custam 300 rubles. Na estação Paveletsky, você entra pela entrada nº 2, muto bem sinalizada, alguns degraus acima já dentro da estação, outro lance de degraus abaixo para a esquerda, e um corredor à esquerda. A bilheteria fica à direita. A plataforma fica depois de passar um salão que oferece varias mesas de check-in para voos domesticos. Guarde seu ticket durante a viagem no Aeroexpress - ele será conferido no trem e também na saída da estação Domodedovo Airport.

Ao pegar um train de DME para a cidade, note que há velhos trens suburbanos e serviços sem escalas dedicados operando da mesma plataforma. O serviço de trem commuter regular custa menos (72 rubles), mas a viagem levará cerca de 1h 15 min num vagão bem menos confortável. Alternativamente, você pode ir à estação Domodedovskaya do Metro e pegar o bus 405 ou um shuttle dali. O shuttle opera 24 h, mas a escala noturna é diferente [17].

Há um ônibus expresso entre os aeroportos de Domodedovo e Vnukovo, a cada 90 min. Note que Domodedovo é o aeroporto mais afastado do centro, e isto se reflete nas tarifas dos taxis. Se você chegar tarde, depois que os trens pararam, vai pagar os olhos da cara pelo privilégio de ser transportado ao centro de Moscow.

Vnukovo[editar]

Vnukovo (IATA: VKO) [18] fica a sudoeste do centro. Pegue o bus 611 ou a Marshrutka de/para a estação Yugo-Zapadnaya do Metro. Ônibus saem a cada 15 min e a trip leva 30 min. Alternativamente, há o trem Aeroexpress[19] do Terminal Ferroviário Kievsky, que opera entre 7AM e meia noite, a cada 60 min em horas de pico (os intervalos podem durar 4 h em off-peak hours). A jornada leva 35-45 min e custa 300 rubles one-way. Há um ônibus expresso entre Domodedovo e Vnukovo a cada 90 min.

Bykovo[editar]

Bykovo é um aeroporto regional a sudeste do city centre. Serve apenas alguns voos domesticos short-haul por causa da pista curta. Pegue o trem "elektrichka" no Terminal Ferroviário Kazansky. Leva 50 min e sai a cada 15-20 min. Desça na Bykovo Station. O aeroporto estará a 400 m de distância.

De barco[editar]

Moscou tem a fama de ser um "porto de cinco mares" (Báltico, Ártico, Negro, Azov e Cáspio), devido a hidrovias naturais e construídas. Mas não há serviço regular para passageiros atualmente.

De comboio/trem[editar]

Trans-Siberian railway.jpg

Moscou é o ponto inicial da ferrovia Transiberiana que vai até Pequim, Ulaanbaatar e Vladivostok. Chega-se aqui de qualquer lugar da Europa ou Ásia Central. Moscou é também o hub ferroviário principal da Rússia; é muito mais fácil para alguém, numa viagem cross-country, fazer baldeação em Moscou, mesmo se for um desvio na rota, porque a escolha de trens diretos é limitada em comparação aos que passam pela capital. Isto infelizmente significa que as estações principais estão sempre lotadas de transeuntes, sendo assim os lugares menos seguros da cidade.

Tendo mencionado isto, e mesmo com a proliferação de pequenos e médios carriers aéreos na Rússia pós-soviética e o barateamento das passagens (e o preço dos tickets de trem subindo ano após ano, graças ao monopólio estatal das tarifas), o trem continua sendo o modo predominante de viajar médias e longas distâncias para a maioria dos russos. Em um dia e uma noite um viajante baseado em Moscou chega a qualquer parte da Europa Oriental; em duas noites, na segunda manhã você, indo para o Sul, já estaria no Mar Negro; indo para o Leste, nos Montes Urais. Algumas rotas são esticadas, normalmente com paradas extras, para durar a noite inteira (p.ex., um dos dois trens para Orel, 350 km ao sul de Moscou, sai da estação Kursky às 6PM e chega às 10:39PM, fazendo duas paradas, enquanto o outro sai às 10:22PM e chega somente às 6:27AM na manhã seguinte, fazendo 10 paradas), então o ticket transforma-se numa cama ambulante, eliminando a necessidade de uma noite extra num hotel.

O jeito mais fácil de ir do centro de São Petersburgo até o centro de Moscou é via Sapsan, o trem high-speed russo. A viagem dura de 3h 45min a 4h 45min, saindo 6x dia em ambas as direções, de Moscou as 6:45, 13:00, 16:30, 16:45, 19:25, e 19:45; alguns trens param em Tver, Vyshniy Volochek, Bologoe e Okulovka. A tripulação do trem fala inglês. Tickets saem por 2400 RUB pela segunda classe para St Petersburgo (3500 RUB ida e volta), e aprox. 5500 RUB em primeira classe.

Os trens noturnos são mais baratos, a viagem leva 7h em 2ª classe (quase equivalente a European sleeping car) custa aprox. 1700 RUB, ida e volta um pouco mais caro. Há 4 camas e uma mesa em uma cabine.

Mas se vc quiser a experiência autêntica 'russa' de trem, tente a 3ª classe 'platzkart' (parente distante da "couchette" europeia), que custar 700 RUB. Há aproximadamente 54 pessoas por vagão, dormindo em 9 seções de 6 'camas' cada. Em um lado há 4 camas (2 embaixo, 2 em cima), e do outro 2 camas (1 embaixo, 1 em cima).

Fique avisado que às vezes há 2 classes de platzkart. Uma com cobertores e travesseiros, outra sem. Pode haver uma '4ª classe', as vezes o condutor pode ter vendido tickets extras no último minuto pra botar mais gente no trem. Mas assim é a Rússia- don't worry, be happy.

Se você consegue ler russo, o website oficial das Russian railways (Rossiskiye Zhelezniye Dorogi, Российские Железные Дороги, ou RZD) é http://www.rzd.ru. o website tem o horário de todos os trens, o número de assentos disponíveis e o preço de cada ticket. Você pode comprar tickets online, mas os preços podem ser mais altos e você ainda precisa ir pegá-los na estação de qualquer jeito. Ao contrário das ferrovias europeias, Russian Railways NÃO adotou e-tickets; se por qualquer motivo não puder pegar os tickets você terá que comprar outros. No final, acaba sendo melhor usar o website da RZD como um guia apenas, e comprar na estação ferroviária (vokzal, em russo). Saiba o número do trem (dois ou três dígitos seguidos de uma letra) pra facilitar a compra do ticket.


Moscou tem nove estações, 8 delas oferecendo serviços de trens locais e de longa distância (na estação Savyolovsky só trens locais). Todas se localizam em áreas centrais de Moscou, perto de estações de metrô.

As três últimas estão na mesma praça, Komsomolskaya, conhecida informalmente como "Praça das Três Estações". Os motoristas de táxi de Moscou fazem um tipo de pegadinha, desde os tempos soviéticos, de levar passageiros desavisados de uma para a outra, numa inútil viagem em círculos. Esteja preparado para filas gigantescas ao entrar ou sair de alguma destas estações em horários de pico.

  • Terminal Kursky: Duas direções em um terminal. A linha sudeste serve Vladimir e Nijny Novgorod, mas a maioria dos trens daqui vai para o sul, por Tula, Orel, Kursk e pela Ucrânia oriental para o Mar Negro e além, incluindo Adler/Sochi, a Criméia e o Cáucaso. Metrô: Kurskaya/Chkalovskaya.
  • Terminal Paveletsky: Serve Voronej, Astrakhan, e outros destinos no Sul. Metrô: Paveletskaya.
  • Terminal Kievsky: Direção sudoeste. Serve Kiev, outros destinos na Ucrânia central e do sul, cruza a fronteira em Chop, e segue para lugares na Europa do sul, como Budapeste, Zagreb, Belgrado, e Sofia. Metro: Kievskaya.

Circular[editar]

De metrô[editar]

O Metro de Moscow

O Centro de Moscou é ótimo para ser explorado a pé, mas as distâncias são grandes, é mais fácil usar o famoso Metro (Московский метрополитен, Moskovskii metropolityen) [20]. É bastante abrangente, abriga arquitetura notável, e relativamente barato. Em Janeiro de 2010, uma passagem custa 26 RUB. O preço não depende da distância percorrida. Os tickets são vendidos em cabines com atendentes ("kassa"). Algumas estações têm máquinas de venda automática de tickets. Evite comprar tickets de outras formas. Uma forma conveniente de evitar filas é comprar um cartão multitrip RFID card por 5, 10, 20 ou 60 trips (10 custam 200 RUB) válido por 45 dias, ou um passe mensal para até 70 trips; custa quase o mesmo que o passe de 60x , mas vale um mês de calendário, não os 30 dias da data de compra. Não há passes diários ou ofertas similares para turistas. Para os heavy users do Metro (90 trips por mês ou mais), há um smart-card multitrips recarregável (requere-se um pequeno depósito), que pode ser recarregado em um período variável, de um mês até um ano. Porém, se você perdê-lo, não há reposição nem reembolso!!

O Metro de Moscow

O Metro fica aberto entre 5:30AM e 1AM. As estações fecham à 1AM então esteja avisado. Mais precisamente, à 1AM saem os últimos trens das estações terminais, as entradas e transferências são trancadas e as escadas rolantes desligadas - se você pegou o trem, poderá descer em qualquer parada, mas subir as escadas desligadas vai cansar. Antes de 7AM e após 9PM, é hora do rush. O metrô estará apertado e empacotado. Algumas estações são bem subterrâneas, leva-se até dois minutos de escada rolante para subir ou descer. Nas escadas rolantes, mantenha-se à direita.

É melhor orientar se pelos NÚMEROS das linhas do que pelas cores. Não há sinalização em inglês então planeje-se com muito cuidado no mapa ou aprenda a ler o alfabeto cirílico. É fácil obter mapas em inglês na Internet. Não se deixe intimidar pela multidão barulhenta e apressada. Russos também se confundem às vezes, e estudam demoradamente os mapas e sinais para saber a hora de comutar ou descer do trem. Não use o Metro se for claustrofóbico, o ar fica realmente carregado nas horas de pico.

As estações mais bem decoradas são Komsomolskaya e Novoslobodskaya na linha circular, Kropotkinskaya na linha vermelha, e Mayakovskaya na linha verde (aprecie os mosaicos no teto). Esta última é uma das mais profundas; foi usada para uma festa do Partido, comemorando o aniversário da Revolução, durante os bombardeios nazistas no inverno de 1941.

O Metro é relativamente seguro, mas existem batedores de carteira, acomo em todo lugar com muita gente concentrada. Furtos de celulares são muito comuns. Tome precauções normais à noite,quando diminui a concentração de pessoas; não queira ser o único passageiro num vagão com adolescentes bêbados querendo confusão. Prefira o primeiro vagão, perto do condutor; todos os vagões são equipados com interfones. Se algo anormal acontecer, aperte o botão preto e dê o alarme. A maioria dos interfones funciona.

De Marshrutka[editar]

As vans amarelas e brancas (маршрутка - marshrutka) são muito práticas e rápidas, têm 14-20 lugares. Pega-se acenando como para um taxi. Paga-se ao motorista na entrada, 20 a 27 rub. Uma forma de participar de cenas urbanas típicas e interagir com locais. Alguns motoristas suscitam emoções mais fortes. Quando você quer desembarcar, deve gritar: "Остановите здесь!" (Ostanovite zdes, "Pare aqui!") [21]. Em algumas vans você vê a inscrição: "Тише скажешь – дальше выйдешь" (quanto mais fraco gritar, mais longe vai desembarcar). Grite em russo para ter mais chances.

De táxi[editar]

Os táxis em Moscou são caríssimos, similares aos mais caros do mundo. Apesar disso, devido à dificuldade de se circular na cidade podem ser uma alternativa mais segura, num lugar em que é praticamente impossivel entender sinalização e placas, vale a pena contar com a ajuda de um "nativo". Outra dica é junto à recepção do hotel, traduzir os endereços buscados para o russo já que não é garantido que os taxistas falarão inglês e é garantido que não falarão português. Tendo um mapa em mãos, evite andar longas distâncias de táxi, o preço pode ser abuzivo mas os taxistas são, em geral, confiáveis no que diz respeito a trocos, circuitos, rotas, etc, é tudo bastante profissional. Há empresa LingoTaxi onde todos os operadores e os taxistas falam inglês mínimo. Bom serviço e preços razoáveis​​.

De carro[editar]

Nem pense em dirigir em Moscou. É simples assim.

Fale[editar]

O idioma oficial é o Russo (русский, russkii). Não espere encontrar falantes de inglês, a não ser nos hotéis, restaurantes e atrações mais chiques da cidade.

Não é possível aprender a linguagem em pouco tempo; concentre-se em decorar algumas frases úteis e o alfabeto cirílico (p.ex. "ресторан" significa "restaurante") e ter uma chance de chance de decifrar nomes de ruas, rótulos, placas etc.

Veja[editar]

Kremlin de Moscou[editar]

Kremlin

A sede do governo da Rússia (Московский Кремль, Moskovskiy Kreml) [22] é uma cidadela gigantesca, ocupando cerca de 30 hectares. A muralha contém 20 torres, das quais a principal é a Torre do Salvador (ou Torre Spasskaya) na Praça Vermelha. A entrada de visitantes atualmente é a Torre da Trindade (Troitskaya).

Mapa do Kremlin

O Senado (Сенат, Senat) é a residência principal do supremo governante russo, desde Lenin. O Grande Palácio do Kremlin (Большой Кремлёвский дворец, Bolshoi Kremlyovskii Dvorets), construído entre 1839 e 1849 como residência dos imperadores russos, hoje é usado principalmente para recepções diplomáticas e eventos oficiais. Nenhum dos dois está aberto à visitação. A atração principal para o viajante é necessariamente a Armaria (Оружейная палата, orujeinaya palata - "The Armory"), oficialmente conhecida como Palácio do Arsenal do Kremlin, com sua coleção inacreditável de diamantes, jóias, coroas, tronos, robes de coroação e os famosos ovos Fabergé. Se o tempo for curto e é preciso escolher o que visitar, não tenha dúvidas. O Palácio Estatal do Kremlin (antigo Palácio dos Congressos, Кремлёвский Дворец съездов), construído em 1961, o único edifício em estilo moderno, abriga apresentações de música e ballet, e está hospedando a trupe do Teatro Bolshoi enquanto a sede original passa por reforma (é possível comprar ingressos baratos para matinês, ocasionalmente-fique alerta). A Praça da Catedral (Соборная площадь, Sobornaya Ploschad) é o coração espiritual da Rússia, com as catedrais mais importantes do império czarista; escolha uma ou duas pra entrar e aprecie o resto dos jardins. Tickets saem a 700RUB para a armaria e 350RUB para todo o resto. Chegue cedo pois os tickets começam a ser vendidos 30 minutos (10AM tour) ou 1h (12, 14:30, & 16:30 tours) antes das tours. Há também exibições rotativas cuja entrada custa 200RUB. A bilheteria fecha às quintas feiras. Bolsas grandes devem ser deixadas no guarda volumes (60RUB). Fotografia e videotaping proibidos. Metro: Ohotnii Ryad, Ploschad Revolutsii.

  • Praça Vermelha (Красная площадь, Krasnaya Ploschad) a praça central de Moscou e de toda a Rússia, conhecida pelos desfiles militares durante a era da União Soviética. A praça separa a cidadela real do bairro histórico de Kitai-gorod. As ruas mais importantes de Moscou partem da praça em várias direções, prolongando-se em rodovias para fora da cidade. Seu nome não deriva da cor dos tijolos ao seu redor, nem da associação da cor vermelha ao Comunismo. Na verdade, o nome surgiu porque a palavra russa красная (krasnaya), que pode significar tanto "vermelha" como "bonita", foi empregada originalmente (com o sentido de "bonita") à Catedral de São Basílio, e foi mais tarde transferida à praça adjacente.
  • Mausoléu de Lenin, Defronte ao muro do Kremlin (Entrada pela Manejnaya Ploschad, perto da estação Ploschad Revolutsii do Metro). 10-13h, fecha às segundas e sextas feiras. Peça central da Necrópole do Muro do Kremlin, onde estão sepultados vários personagens da história soviética, como Stalin, Brejnev, Andropov, Yuri Gagarin, Molotov, Kalinin, entre outros. Todas as bolsas, celulares e câmeras devem ficar no guarda volumes. Uma vez lá dentro, mantenha máxima solenidade, não fale, nem sorria, nem enfie a mão no bolso. Entrada gratuita.  editar
São Basílio
  • Catedral de São Basílio (Собор Василия Блаженного, Sobor Vassiliya Blajiennogo) conhecida mundialmente por suas características cúpulas multicoloridas, teve sua construção ordenada pelo Czar Ivan IV (o Terrível) para comemorar a conquista de Kazan, realizada entre 1555 e 1561. Em 1588 o Czar Fiodor Ivanovich ordenou que se agregasse uma nova capela no lado leste da construção, sobre a tumba de São Basílio o Bendito, santo por cujo nome ela é popularmente conhecida. Não muito grande, consiste de 9 pequenas capelas construídas. Por fora, parece a Disneylândia, mas por dentro, revela seus quase 500 anos de idade e bela arquitetura russa ao mesmo tempo arrojada e tradicional. Se tiver tempo, entre.

Ainda no Centro[editar]

  • Teatro Bolshoi (Большой театр, Bol'shoi Teatr) reconhecido no mundo inteiro como uma das melhores companhias de balé e ópera. A sede principal atualmente encontra-se em reforma, com reinauguração prevista para 2013. Metro: Teatralnaya.
  • Galeria Tretyakov (Государственная Третьяковская Галерея, Gosudarstvennaya Tretyakovskaya Galereya) fundada por Pavel Tretyakov, um mecenas das artes que doou uma grande coleção privada para a cidade, a Galeria Tretyakov é dividida em dois edifícios. A Antiga Tretyakov, a galeria original na área Tretyakovskaya, na margem sul do Rio Moskva, abriga as obras da tradição clássica russa com obras dos famosos pintores pré-revolucionários, como Ilya Repin, bem como os trabalhos dos primeiros pintores russos de ícones, inclusive os originais raros, do início do século XV, do iconógrafo Andrei Rublev (Metro: Tretyakovskaya). A Nova Tretyakov, criada nos tempos soviéticos, contém principalmente as obras dos artistas soviéticos, bem como de alguns artistas contemporâneos, mas há alguma sobreposição com a Antiga em relação à arte do século XX. Inclui uma pequena reconstrução do famoso Monumento à III Internacional, de Vladimir Tatlin, e uma mistura de outras obras de vanguarda de artistas como Kazimir Malevich e Vassily Kandinsky. Aspectos do realismo socialista também podem ser encontrados dentro dos corredores da Nova Galeria Tretyakov. Metro: Oktyabrskaya
  • Museu Pushkin de Belas Artes (Музей изобразительных искусств им. А.С. Пушкина) semelhante ao Museu Britânico, em Londres, em que suas salas são uma seção transversal de civilizações do mundo, com muitos moldes de gesso de esculturas antigas. Também abriga pinturas famosas de todos os tempos importantes de arte ocidental; obras de Claude Monet, Paul Cézanne e Pablo Picasso estão expostas lá. Metro: Kropotkinskaya
  • Catedral do Cristo Salvador ( Хрáм Христa Спасителя, khram khrista spassitelya) disputa com a Catedral de São Basílio o título de "principal da cidade de Moscou", pois celebra as principais solenidades da Igreja Ortodoxa Russa. O mais alto templo Ortodoxo no mundo (o maior é o Templo de S. Savain em Belgrado), foi implodida por ordens de Stalin em 1931, com a intenção de construir o Palácio dos Soviets, com uma estátua de Lenin a 100 metros de altura. O projeto sofreu dificuldades estruturais (a área era um pântano), veio a Guerra, e o lugar virou uma piscina ao ar livre. Depois do colapso soviético a Catedral foi reconstruída. Boris Yeltsin foi velado aqui em 2007. Extenso museu no subsolo documentando sua história (a original foi começada em 1839, inaugurada em 1883 e reinaugurada em 2000, idêntica à original). Metro: Kropotkinskaya.
  • Biblioteca Estatal Russa [23] — Uma das maiores do mundo. Qualquer um (russo ou estrangeiro) maior de 18 pode acessar mídia eletrônica de graça, outros items podem ser acessados na compra de um "Reader's Card" (uma identidade com foto). No passado recebia uma cópia de todo livro, mapa e partitura publicados na URSS; agora recebe "apenas" as cópias dos livros russos. A sala de estudos militares recebe mais de 15.000 leitores por ano. Metro: Biblioteka imeni Lenina, Borovitskaya ou Ploschad Revolutsii.
  • Velha Rua Arbat (У́лица Арба́т) – Rua kitschy fechada ao tráfego, cheia de lojas de souvenirs, tourist cafes, batedores de carteira, restaurantes ruins, artistas, fauna urbana variada etc. Os preços de souvenirs variam de razoável até ripoff. Muitos vendedores oferecem preços iniciais altos, mas se você fala russo, pode e deve pechinchar. Metro: Smolenskaya, Arbatskaya.
  • Nova Rua Arbat (Новый Арбат)– Próxima à Velha Rua Arbat e belo contraste com ela. Novi Arbat é onde os ricos de Moscou são mais visíveis, onde se localizam os mais caros restaurantes e nightclubs da cidade. Há cafes com preços em conta também. A rua tem iluminação noturna espetacular e está sempre agitada. Procure a Dom Knigi (Casa dos Livros) na Novi Arbat. Não é tão impressionante quanto a loja de St. Petersburg, mas é provavelmente a melhor livraria de Moscou. Metro: Arbatskaya.
  • Rua Tverskaya (Тверская улица) – Esta rua, conhecida como Rua Gorki nos tempos soviéticos, começa no próprio Kremlin e segue para noroeste na direção de Tver (daí o nome) e São Petersburgo. Por isto trata-se de uma rua importante desde os tempos czaristas. É agora a rua mais chic de Moscou, com várias boutiques prestigiosas, as melhores opções de entretenimento e vida noturna, vários cafes, restaurantes, coffeehouses, dois teatros e vários hotéis, incluindo dois Marriott. Não há muita arquitetura histórica, mas nela você vai achar o McDonald's mais lotado do Planeta, o primeiro da Rússia. A estátua de Pushkin na praça Pushkinskaya é um ponto de encontro muito popular. Da Praça Vermelha até a estação Belorusski você gastará uma hora caminhando. Dê uma olhada dentro da loja Yeliseev Grocery Store, o equivalente moscovita à àrea de alimentação da Harrod's, há um belo interior restaurado. Metro: Tetralnaya, Tverskaya/Pushkinskaya, Mayakovskaya, Belorusskaya (dependendo de onde você quer ir).
Parque Gorki
  • Parque Gorki (Парк Горького) – Com certeza o mais conhecido dos vários parques de Moscou, o Parque Gorki contém várias atrações de parque temático, uma maquete em tamanho natural do ônibus espacial Buran, cafes, caminhadas agradáveis, e um laguinho romântico à beira do rio Moskva. Muito popular entre os moscovitas de todas as idades. No inverno há patinação e um concurso de escultura no gelo. Metro: Oktyabrskaya ou Park Kultury (uma breve caminhada pelo anel Sadovoye de ambas - uma leve ladeira abaixo da primeira, uma rota mais fotogênica sobre a ponte Krimski da segunda).
  • Jardim dos Monumentos Caídos, em frente ao Parque Gorki (Metro: Oktyabrskaya). Onde várias estátuas infames de Moscou foram colocadas após o colapso soviético. Veja Djerzinsky, Stalin, Brejnev e outros. Adjacente ao Novo Museu Tretyakov, que abriga arte do século 20.  editar

Fora do Centro[editar]

  • Convento Novodevichy (Новоде́вичий монасты́рь, novodevichi monastir) mistura de monastério e fortaleza, foi construído nos 1500s e permanece quase intacto desde o século 17, um dos complexos históricos mais bem preservados de Moscou. O adjacente Cemitério Novodevichy (Новоде́вичье кла́дбище, Novodevichye kladbische) é um dos mais famosos da Rússia. Russos ilustres enterrados aqui incluem Anton Chekhov, Nikolai Gogol, Sergei Prokofiev, Vladimir Mayakovsky, Konstantin Stanislavski, Sergei Eisenstein, Nikita Kruschev, Raisa Gorbacheva e Boris Yeltsin. Metro: Sportivnaya.
Igreja da Ascensão em Kolomenskoye
  • Kolomenskoye (Коло́менское)– Ex domínio imperial e agora uma excursão de fim de semana muito popular para os moscovitas. O prédio mais antigo, hoje Patrimônio da Humanidade, é a Igreja da Ascensão, construída em 1532, de pedra branca, comemorando o nascimento do czarevich (príncipe herdeiro) que passaria à História com o nome de Ivan o Terrível. Esta igreja hoje é vizinha de uma vasta coleção de estruturas dos séculos 16 e 17, arquitetura tradicional em madeira, colecionada pelo governo soviético, inclusive uma cabana construída por Pedro o Grande em Arkhangelsk e uma prisão da Sibéria. A sudoeste de Moscou, perto da estação do Metro do mesmo nome: Kolomenskaya.
  • Parque da Vitória (Парк Победы) – Massivo memorial da IIGM, foi inaugurado no 50º aniversário do Dia V-E, 8 de maio de 1995. Nos weekends é muito popular com recém casados. Há também um museu da IIGM muito interessante pra quem gosta de história militar. É servido pela estação de metro do mesmo nome (Park Pobedy).
  • Vorobyovy Gory (Воробьёвы го́ры, "Monte dos Pardais")– A melhor vista da cidade. Perto do prédio principal da Moscow State University, há um lookout muito popular de onde se avista toda a cidade em dias claros. Metro: Universitet ou Vorobyovy Gory.
  • VDNKh, também conhecido como VVTs. O acrônimo em russo "VDNKh" significava Выставка Достижений Народного Хозяйства Vystavka Dostizhenii Narodnovo Khozyaystva "Exposição das Façanhas Econômicas do Povo". Foi renomeado Всероссийский выставочный центр, Vserossiyskii Vystavochnii Tsentr "Centro de Exposições All-Russian". Mas ainda é popularmente conhecido pela abreviação soviética. Antigamente era uma exposição soviética massiva, um orgulho do governo. Hoje é uma enorme feira que vende desde computadores até bicicletas. Há muitos monumentos e fontes que fazem daqui um passeio agradável. Você pode também visitar o adjacente Jardim Botânico. O portão principal do VDNKh é uma breve caminhada desde a estação do Metro de mesmo nome.

Faça[editar]

Moscou tem várias atrações, mas a maioria não é muito amigável para quem não fala russo. Jornais em inglês como The Moscow Times [24], Element [25], Moscow News e outros, podem ajudar a navegar e achar atrações e serviços acessíveis na língua inglesa.

Tours e excurções[editar]

  • Tours locais. O segredo da viajem fascinante é tratamento de amigo que pode receber das guias locais cidadóes de Moscou. Está uma agência onde guias urbanas quem falam inglês descobrem a cidade pra visitantes de varios lados. Pode ver Kremlin e Praça Vermelha, pode achar igrejas bem escondidas no centro da cicdade ou andar pelos bairros menos famosos do centro e mesmo visitar dacha (fazenda) tradicional e almoçar com anfitrião. Aproveite visite de Moscou com Sputnik8.com, +79169047987 (), [26]. . a partir de $10 por uma pessoa.  editar
  • MiGs sobre Moscou, +41 44 500 50 10 (), [27]. Esta bela atração originou-se depois do fim da URSS, por causa de baixos orçamentos militares. No começo, voos em MiG-21, MiG-23, MiG-25, MiG-29 e Sukhoi Su-27 partiam da Base Aérea Jukovsky. Esta base está desativada mas os voos em caças como MiG-29 Fulcrum e L-39 Albatros continuam sendo oferecidos a partir de outras bases. a partir de €2000 por voo incluindo traslado de Moscou, intérprete e todos os preparativos.  editar

Atrações[editar]

  • Circos Moscou tem dois, o Nikulin no bulevar Tsvetnoi (metro Tsvetnoi Bulvar), e o Novo Circo perto da Universidade (Metro Universitet). Alternativa excelente para quem não fala russo. Tickets a partir de 200RUB, em bons assentos. Cambistas costumam aparecer perto da bilheteria, economizando tempo de fila, e falando inglês melhor que os bilheteiros. às vezes pelo mesmo preço, às vezes pelo dobro. Pergunte antes de mexer no bolso.

Aprenda[editar]

Universidade Estatal de Moscou

Moscou continua sendo o grande centro educacional da Rússia. Há 222 institutos de ensino superior, incluindo 60 universidades estatais e 90 faculdades. Algumas destas oferecem variada gama de cursos, mas a maioria é especializada. É uma herança dos dias da URSS, quando havia pouquíssimas "universidades" generalistas e grande número de "institutos" especializantes (quase todos em Moscou & S.Petersburgo). Moscou oferece algumas das melhores escolas de arte, ciência e business/management no planeta. Também é muito popular com estrangeiros que querem estudar o idioma russo.


  • LMSU Centro de Educação Internacional, [28]. Cursos do idioma, de 4 semanas a 3 semestres: Pre-university Russian (to prepare for a Russian-language university education, teaches jargon/vocabulary for 6 fields), preparation to be a teacher of Russian, & 6 levels of Russian for fun.  editar

Compre[editar]

Comprar souvenirs pode ser trabalhoso se você não ficar no centro de Moscovo. Pode conseguir souvenirs mais baratos no mercado Izmaylovskiy no Parque Izmalylovo (ignore os ursos performáticos na entrada do market-não é armadilha pra turista). Não tente negociar um preço de algo que não queira comprar realmente. Ir embora sem comprar nada atrairá vários palavrões.

  • Matriúshka - Bonecas de madeira pintadas que ficam uma dentro da outra
  • Ushanka - chapéu para o frio
  • Samovar - artefato indígena para infusão de chá
  • Chocolate - O chocolate russo é ótimo
  • Casacos de inverno em lojas de departamentos; eles são bem-feitos, estilosos e baratos
  • Sobretudos militares (shinél) disponíveis em lojas de equipamentos militares
  • Caviar, apenas vermelho desde 2007 (o caviar preto está proibido por razôes ecológicas)
  • Queijo duro - produzido em Altai
  • Vinho espumante (шампанское, champanskoie) - "Champagne russo" é muito bom (a marca tida como a melhor chama-se Abrau-Durso; muitas outras são boas também). Tenha certeza de pedir "suKHOye" ou Brut (seco). Muitos restaurantes servem em temperatura ambiente, mas se você pedir "gelado", normalmente será atendido. o preço também é surpreendente, em torno de US$10 a garrafa.

Mercados e Shopping Centers[editar]

  • Evropeiskiy – Shopping mall novo em folha, inaugurado em 2006 ao lado da estação Kievsky e do metro. Muitas lojas de marcas internacionais p.ex. Marks and Spencer, Next, Levi's, Calvin Klein e Swatch. Cinema multi screen, galeria de alimentação, supermercado, óticas, e probably tudo o que você se importar em procurar.
  • Mercado Izmaylovskiy - no Parque Izmalylovo (ignore os ursos performáticos na entrada do mercado-não é armadilha pra turista). Não tente negociar um preço de algo que não queira comprar realmente, se não quiser ouvir vários palavrões.
  • IKEA – Há três grandes lojas Ikea em Moscow, todas do lado de fora da ring road, em grandes shopping centers (MEGA, also operated by IKEA). Todas oferecem ônibus amarelos free de/para as metro stations mais próximas. Metro: Rechnoi Vokzal (Norte), Lyublino or Kuzminki (Sudeste), Tyopliy Stan (Sul)
  • GUM – Adjacente à Praça Vermelha. Já foi cheio de mercadorias de qualidade mediocre na era Soviética, agora é um mall com marcas internacionais e boutiques hipercaras. Mesmo sem comprar nada, é altamente recomendado entrar e apreciar a arquitetura. Metro: Ploschad Revolutsii
  • Detskiy Mir – "Mundo Infantil." Muitos brinquedos e também outras lojas vendendo livros, DVDs, e souvenirs do Peru. Novamente, mesmo sem comprar nada, vale a pena entrar e apreciar a arquitetura. Metro: Lubyanka. (Temporariamente fechado para reforma)
  • GOROD - "A Cidade". Mall enorme no comecinho da Ryazansky Prospekt, abriu no final de 2006. Situado no antigo território da fábrica Karacharovsky Mechanical Plant, oferece variação padrão de "everything-consumer-needs", inclusive hipermercado Auchan, fastfoods, boutiques, outlets, cinemas, patinação no gelo etc. Operado pelo grupo Auchan. Metro: Ryazansky Prospekt ou Marksistskaya, depois trolleybus №63 (№16 de Marksistskaya) ou marshutka. Considere significantes engarrafamentos por causa do próprio mall e da interseção com o Terceiro Anel.
  • Sunrise Pro - Hipermercado de computadores, eletrônicos e hi-tech, que oferece processos automatizados avançados de compra para o cliente que sabe exatamente o que quer - quase não há chance de ver os produtos antes de pagar. Return process/warranty é complicado. Em relação a preços aqui é probvavelmente o melhor lugar da Russia para comprar coisas que se liga na tomada. Pagamento por cartão de credito quite complicated, melhor levar rubles in cash. Metro: Savelovskaya depois a pé por 15 min, ou marshrutka da estação Dmitrovskaya. Parece que faliu em jan 2010.

Existem malls de diferentes tamanhos perto de quase todas as metro station, especialmente em áreas residenciais.

Coma[editar]

Borscht
  • Pelmeni (bolinho de carne)
  • Blini (crêpes)
  • Pão preto
  • Borscht (sopa de beterraba)
  • Piroshki (torta de carne ou repolho)
  • Golubsti (rolinhos de repolho)
  • Ikrá Baklajanaya (caviar de berinjela)
  • Shi (sopa de repolho)
  • Vareniki (bolinhos ucranianos)
  • Vinegret (salada de beterraba ou legumes cozidos)
  • Olivier (salada de batata)
  • Shashlyk (kebabs variados das Repúblicas do Cáucaso, similares aos churrasquinhos gregos)
  • Ikrá (caviar)

Econômico[editar]

A maioria dos turistas vai achar a comida de Moscou muito cara. Mas apenas as opções mais visíveis para o estrangeiro são assim.

Existem restaurantes para todos os gostos e orçamentos em Moscou. O preço por pessoa, em um restaurante de classe média para alta, flutua entre $30 e $200 (mais, se envolvermos vinhos vintage). Por outro lado, uma refeição estilo 'cantina' numa 'Stolovaya' pode custar $3. Estas ficam geralmente em lugares underground, perto de monumentos e stations do Metro. São grandes praças de alimentação que as vezes contain uma galeria de lojas. Elas normalmente incluem toilets, mas se prepare para pagar $1 para usar.

Existem vários restaurantes de American franchise, como McDonald's e TGI Friday's; uma opção familiar, ainda que batida, com preço em conta. O onipresente McDonald's tem filiais perto de muitas estações do Metro.

Breakfasts American-style podem ser encontrados nos American Bar & Grill; também servem suculentos cheeseburgers. Restaurantes e cafes prometendo "European and Caucasus cuisine" quase sempre decepcionam; procure uma opção especializada (Georgian, Russian, Italian, French etc).

Muitos restaurantes no anel Sadovoye agora oferecem almoço prix-fixe por RUB200-250, para a vizinhança de funcionários públicos. As promoções são só no almoço (12-3 PM) e incluem um copo de sopa ou um appetizer, um prato principal (às vezes dá até para escolher), pão (nenhum russo come nada sem) e uma bebida (refri ou café/chá; cerveja custa extra); é barato, quentinho, fica no caminho e vai te sustentar até a noite.

Culinária Étnica[editar]

Georgiana – Além da culinária russa, a georgiana é fortemente recomendada em Moscou. Esta cuisine é mais apimentada que a russa, e pode ser encontrada a bons preços.

Japonesa – O sushi está na moda desde os 1990s, e o boom continua. Japanese restaurants são os favoritos das jovens russas, forte competição com a cuisine Italiana and Francesa. Os menus ilustrados ajudam muito a pedir, e os nomes dos items são basicamente os mesmos que em Japonês, transliterado para Cyrillic. Não espere muito peixe cru; os rolls mais populares são feitos com items cozidos.

Thai - é fácil de achar mas sua autenticidade é discutível.

Vietnamita e Chinesa - não são muito populares entre os russos, mas podem ser encontradas também. Você vai achar comida chinesa e vietnamita "autêntica" em mercados Vietnamese/Chinese, p.ex. Cherkizovskaya or Izmalovo Markets. É preciso explorar os lugares, talvez perguntar aos vendedores das lojas chinesas no mercado aonde eles vão almoçar.

  • Viet Cafe - Moderno cafe fusion na Ulitsa Namiotkina (metro: Noviye Cheriomushki) serve cuisine vietnamita um pouco mais caro. Refeição em torno de 500RUB por pessoa.
  • Izumrudnaya Reka ("Rio de Esmeraldas") Boa comida vietnamita no mercado Savyolovskiy, perto da estação Savyolovskaya do Metro.
  • Harbin (Харбин), Nizhnyaya Pervomayskaya ul. 66 (m. Pervomayskaya). Seg-Seg 11am-11pm. Bem fora da cidade, mas vale a trip. Autêntico restaurante chinês não europeizado. Cada prato principal dá e sobra para dois. 80% dos clientes são chineses. Tente a sopa de tartaruga ou as berinjelas ao molho de caramelo. Loud karaoke weekend evenings. No credit cards. 1000rub por pessoa por um lauto jantar sem alcool.  editar

Culinária de Rua[editar]

Em Moscou, a comida de rua tem presença marcante, com vários kiosks de hot dogs, salgados de carne e kebab (shawarma). Porém, há cada vez menos kiosks pela cidade, graças aos esforços da prefeitura no sentido de limitar iniciativas comerciais de imigrantes sob o disfarce de sanitary enforcement. As shawarmas são saborosas, ainda que não muito autênticas, mas pode ser arriscado; leve seu sonrisal. Uma tentativa de competição sob a trademark de "Russian Bistro" (blini, piroshki etc) não teve muito sucesso, sobraram poucas (você ainda pode conferir o menu na unidade da rua Tverskaya, perto da estação Pushkinskaya; no verão, faça questão de uma caneca gelada de kvass, um tipo de chopp não alcoólico tradicional da Rússia, se estiver sendo servido do barril).

Há algumas franquias de comida de rua, usualmente localizadas em clusters ao redor das Metro stations. As que valem a pena são:

  • Kroshka-Kartoshka (Крошка Картошка)– Kiosks verdes que vendem batatas recheadas (com manteiga, creme de leite ou bacon) assadas no microondas, toasted sandwiches e alguns drinks. Um tanto caras para o que são, pedaços de raiz vegetal.
  • Riksha Ivan ("Ivan o Riquixá") – Fast food chinesa; arroz frito e carne numa caixinha.
  • Teremok (Теремок)– Kiosks de cor marrom que vendem grandes blini, crepes russos com uma variedade de recheios.

Moscovitas também adoram sorvete, e o consomem em qualquer época, inclusive (orgulhosamente) em pleno inverno; o sorvete moscovita é excelente e barato. Kiosks se encontram em toda a cidade e perto de quase todas as estações do Metro.

Fast Food[editar]

Outra opção é fast food, uma moda crescente em Moscou, com lojas usualmente localizadas perto do Metro. A inauguração do McDonald's em 1990 foi manchete internacional, e agora existem mais de 70 outlets em Moscou. Rostiks é um equivalente Russo da franchise Kentucky Fried Chicken, especializada em frango frito. Os logotipos de ambos são comuns em qualquer shopping center. Enquanto McDonald's e Sbarros Pizzas têm ótimo custo/benefício (aprox. 150RUB no McDonald's e 200RUB no Sbarros), a maioria das outras opções de fast food, incluindo as locais, não matam a fome com uma só porção. Uma batata recheada assada em microondas vai custar 145RUB, quase US$5. Prepare-se ainda para pagar 5RUB se quiser uma bisnaga de ketchup.

Várias cadeias de restaurantes estão fazendo sucesso:

  • Yolky Palky – Franquia de comida russa. Buffet liberado por 300RUB.
  • Moo-Moo – Comida de cantina, decente, com menus em inglês, por cerca de $10 por pessoa.
  • Grabli [29] – Franquia que abriu em julho de 2006 para competir com Moo-Moo. Por enquanto, oferece comida melhor que Moo Moo. Resta saber até quando.
  • prosp. Mira, 99 (M. Alexeevskaya), 9-23
  • Pyatnitskaya 27 (M. Tretyakovskaya / Novokuznetskaya), 10-23
  • Evropeyskiy mall (M. Kievskaya), 10-23
  • Kruzhka [30] – Cadeia de "beer restaurants" com comida barata e, como o nome sugere, cerveja. Existe em 20 locais em Moscou. O menu é bem simples, principalmente opções de kebab e shawarma, com batata frita. Futebol e outros esportes no telão.

Médio[editar]

  • Dyadya Vanya – Pushkinskaya/Chekhovskaya. Literalmente 'Tio Ivan', interior nostálgico do período entre guerras.
  • Darbar, (metro: Leninsky Prospect), +7 (495) 930-2925 / 930-2365 (), [31]. Um pouco fora do centro mas excelente vista panorâmica. Provavelmente a melhor comida indiana em Moscou. Staff fala inglês. Um lugar relaxado que não lota nunca. Duas pessoas gastam em média RUB 2500.  editar
  • Hard Rock Cafe, Velha Rua Arbat (Metro: Smolenskaya). Abrem às 6h para breakfast. O mesmo menu mundial por preços razoáveis. Servem café da manhã americanizado tradicional. Destaque para o suco de laranja fresco e os hash browns. Você pode comer outdoors e apreciar a fascinante fauna urbana em desfile 24h. aprox. US$8 / pessoa.  editar
  • Korchma Taras Bulba – Petrovka 30/7 perto do metro Pushkinskaya/Chekhovskaya. Pyatnickaya ul. 14 perto do metro Novokuznetsckaya. Comida ucraniana com decoração interior como uma casa Ukraniana. Jantar custa $25 para duas pessoas.
  • Lavash – Cozinha da região do Cáucaso. Cardápio variado com várias fotos, boa seleção de cerveja e vodka Russa a preços em conta. Parece mais caro do que é. Convenientemente a 100 metros sul do circo Nikulin no Tsvetnoi Bulvar. Saia do Tsvetnoi Bulvar, vire à direita, ande 2 minutos.
  • Mi Piace, 22 Chayanova (250-0893); 13/9 B. Ordynka (951-52-50, 953-96-65); 20 Tverskaya (650-7575); 20 Sadovaya-Samotechnaya (694-0001); 16/16 Pokrovka (623-4411); 7, 1st Tverskaya Yamskaya (970-1129), [32]. Cadeia de restaurantes italianos, um pouco cara, mas muito apreciada por locais e expatriados trabalhando em Moscou.  editar
  • Oprichnik (Опричник), Pyatnitsky pereulok, 2, 987-10-05, [33]. Culinária tradicional Russa incluindo carnes de caça.  editar
  • Soup (Суп), 1st Brestskaya, 62/25, bldg. 3 (M. Belorusskaya), 251 1383. Mais de uma dúzia de variedades de sopa.  editar
  • Starlite (Старлайт), [34]. 24H. Cadeia de diners em estilo Americano, serve também pratos Russos como borscht ou pelmeni. Popular entre Moscovitas pelo serviço rápido e qualidade da comida. $$.  editar
  • Krizis Janra, numa casa na esquina de Pokrowski Bulvar e Ulitsa Pokrowska, entre pelos fundos. Procure o mapa no website [35]. O bar só serve small beers (300ml) por ~ 120 roubles. De dia, serve culinária russa mediocre Italian-themed. Cocktails e sobremesas por mid-range prices (300-350 rubles). Tocam musica alternativa e em weekends o restaurante vira um rock club discreto (as 11PM retiram as mesas). É popular com estudantes not elitny with money.

Esbanje[editar]

  • Krasnaya Ploschad dom 1 (1 Red Square) – Dentro do Museu da Praça Vermelha, à direita de quem olha do Mausoléu de Lenin. Bem caro mas vale a visita; jantar sai por $70-80 por pessoa.
  • Pushkin, (Metro: Tverskaya, Pushkinskaya). Um cafe e restaurante (o cafe é mais barato). Uma mansão fake 19th century (construída em 1999) que finge ser grande atração turística. Diz a lenda que tantos turistas perguntavam por um restaurante com este nome que finalmente abriram um. Com alguma imaginação dá pra classificar o cardápio como culinária aristocrática da Rússia Imperial. Ainda assim, é o melhor lugar para este tipo de comida em Moscou.  editar
  • Carré Blanc [36] – Restaurante francês com um bar/cafe adjacente, que é muito mais barato e tem comida igualmente boa. Boa seleção de vinhos. French/English/Russian spoken. Metro Novoslobodskaya.
  • Expedition [37] – Culinária do Norte da Rússia, realmente excelente mas muuito caro.
  • Riviera – Talvez a melhor comida francesa fora da França. Serviço de luvas brancas lentíssimo, uma harpista tocando, maestria e autenticidade francesas no cardápio. Vários vinhos caros.
  • Vogue Cafe [38] – Atravessando a rua desde a TSUM na rua Kyznetski Most, building 7/9, este restaurante é um achado, não se engane com a palavra "cafe". É muito bem frequentado e as vezes lota no jantar. Os preços são de médio pra caro (pratos principais de peixe por 800RUB - 1300 RUB) e a carta de vinhos é uma pechincha para os padrões Russian --algo como 4000+RUB a garrafa. Overall, a comida é absolutely delicious.
  • Ne dal'nii vostok ("Não-muito-a-leste") [39] Tverskoy Boulevard, 15. Esbanjamento massivo que vale o preço.
  • Roberto, Rozhdestvensky blvd, 20 bldg. 1 (M. Chistiye Prudy / Tsvetnoy Blvd). Genuíno restaurante italiano frequentado por italianos. Risoto 400+ R, saladas 350+ R, pasta 350+ R, sopas 300+ R, principais 450+ R.  editar

Beba e saia[editar]

Nightclub in Moscow

Há muitos bares e entretenimento noturno na área central de central de Moscou:

  • Fabrique[40] Nada a ver com o de Londres, mas não menos happening e vibrante. Cuidado com o "Face Control" (o jeito russo de liberar entrada só para os escolhidos no club). Drinks a preços medianos, shots de vodka por ~200RUB, mixed drinks são mais caros. Se vc é estrangeiro, muito provavelmente vai entrar, e interagir com as belas e sexies jovens russas que frequentam o club. Grande atmosphera clubber com fantasticos dj's.
  • Gogol' Bar – Este bar fica no elegante Stoleshnikov pereulok. A rua abriga lojas de marcas deluxe tais como Chanel, Burberry e Cartier. A entrada do bar fica entre as boutiques Vivienne Westwood e Lancel. O interior, menu e drinks são um tanto simples. Musical performances todo weekend. No inverno, o jardim vira um rink de patinação. Também há Gogol' Bars nas ruas Arbat e Maroseika.
  • Tema Bar – perto do Chistye Prudy Boulevard (Potapovsky pereulok, 5). Longa lista de cocktails, incluindo favoritos all-time como Screwdrivers, Cosmopolitans e Manhattans. Lotado nas noites de sexta e sábado.
  • Propaganda[41] Grande bar alternativo com muita bebida a bons preços (vodka por 100RUB e cerveja por 150RUB). Com boa música, galera hip & funky e face control relativamente relaxado. Um ótimo lugar para dançar a noite inteira e conhecer gente interessante.

Cerveja[editar]

  • Yan Primus, Miklukho-Maklaya, 27A (M. Belyaevo, Vityaz cinema), (495) 336-5755. 10AM-6AM Seg-Dom. Restaurante de cerveja Belga, um raro beer place women-friendly. Oferece jogos de mesa para turmas grandes. Estacionamento; terraço outdoor (aberto até 11PM; booking required).  editar
  • Beer Market, Butyrskaya 69 (M. Dmitrovskaya), +7(495)967-1519, [42]. 12pm-12am Seg-Dom. Provavelmente a escolha mais variada de cervejas na city em menu regular, mais escolhas extras de acordo com a estação, novas regiões acrescentadas ao menu em toda season.  editar

Vinho[editar]

  • Simple Things-Nikitskaya (Простые вещи), B. Nikitskaya, 14, +7 (495) 629 34 94, [43]. Boa seleção de vinhos e snacks num porão aconchegante ao lado do Coffeemania, com uma pessoa especial que vem conversar com você (e recomendar um drink ou dois) se estiver sozinho.  editar

Chá[editar]

Moscou tem boa seleção de salões de chá. Além deles, quase todos os cafes oferecem chás de alta qualidade, como Newby, tanto em saquinhos quanto a granel.

Pedir água quente para o chá que você pediu antes é uma prática um tanto malvista por alguns cafes, normalmente é aceitável, porém, iniciativa do garçom é algo raro neste caso.

Café[editar]

De acordo com Vedomosti (Março 2009), o melhor café de Moscou está em:

  • Coffeemania, Vários lugares, [44]. A franquia de café mais cara de Moscou. A filial na Bolshaya Nikitskaya 13, ao lado do Conservatório de Moscou, serve excelente café da manhã e é ótima escolha para people watching matinal e café pré-concerto à noite.  editar
  • Coffee Bean, Petrovka 18/3. Petrovka é a melhor loja da franquia Coffee Bean (também nas ruas Pokrovka, Pyatnitskaya, Leningradsky). Algumas filiais Coffee Bean oferecem free internet (p.ex. Pokrovka).  editar
  • Volkonsky, Maroseika 4/2. Para uma emergência na madrugada ou uma rápida compra matinal, Volkonsky é um dos melhores lugares de Moscou, ao mesmo tempo padaria e coffee shop. Ambiente bacana e clima de vizinhança.  editar
  • Starbucks Cafe, Velha Rua Arbat, 19; Velha Arbat 38; Mega-Khimki e Mega-Belaya Dacha; Moscow City; Sheremetyevo-3; Metropolis (Metro Voykovskaya); Aeroport Gallery (Metro Aeroport), [45]. A franquia americana Starbucks conseguiu invadir a Rússia. Promete abrir outras 10-20 lojas até 2008.  editar

Durma[editar]

Econômico[editar]

  • Godzillas Hostel Moscow, Bolshoi Karetnyy 6 apt. 5 (1o andar), (, fax: +7 (495) 699-16-91), [46]. Banheiros decentes e staff amigável. Localização conveniente a 20 minutos de caminhada do Kremlin. Pontos negativos: pucos chuveiros e computadores. Preços começam em 725RUB por noite em quarto compartilhado ou 1,740RUB por noite em suíte.  editar
  • Napoleon Hostel, Maly Zlatoustinskiy 2 (4o andar), (, fax: +7 (495) 624-59-78), [47]. Bom hostel central em rua quieta. Noite em quarto compartilhado a partir de 800RUB.  editar
  • Suharevka mini-hotel, Bolshaya Suharevskaya Ploshad 16/18, +7 (910) 420-3446 (), [48]. Mini-hotel agradável em localização central. Quartos muito bons para o preço (por volta de €60).  editar
  • Comrade Hostel, Maroseyka ulitsa 11, 3o andar (m. Kitai-Gorod) (na praça, segunda à esquerda após o McDonalds), (), [49]. Legal, limpo, atmosfera familiar, apenas 10 minutos da Praça Vermelha. O dono Dennis é bem prestativo. Free internet. 700 RUB por noite em quarto compartilhado.  editar
  • Moscow Home-hostel, 2-y Neopalimovsky per., 1/12 (m. Park kultury), +7 (495) 778-24-45 (), [50]. checkin: 1PM; checkout: 12 PM. Em localização tranquila a 5 minutos de caminhada do metrô e 20 minutos do Kremlin. A partir de 550RUB em quarto compartilhado ou 2,000RUB em suíte.  editar
  • CapitalHostel, Malaya Ordynka street, 5/6, 1st entrance, 3rd floor (Tretyakovskaya metro station), +7 (495) 959 13 47 (, fax: +7 (495) 959 14 82), [51]. checkin: 12PM; checkout: 12PM. Muito bem localizado, 15 minutos da Praça Vermelha e dois passos da Galeria Nacional Tretyakov. Limpo, agradável hostel de atmosfera calorosa. A partir de 800 RUB (22 euros) em quarto compartilhado ou 2000 RUB (55 euros) em suíte.  editar


Médio[editar]

Monastério Bogoyavlensky

Há grande demanda por acomodações mid-range em Moscow, mas mesmo assim o viajante curioso conseguirá se virar.

  • Aquamarine hotel Moscow, Ozerkovskaya, 26 (Moscow, Russia), +7 (495) 580 28 28, [52]. Os 159 quartos e suites são equipados com moderna tecnologia multimídia e oferecem serviços corporativos de alta qualidade.  editar
  • Artel Artistic Hotel, Teatralniy Proezd, 3, +7 (910) 420-3446 (), [53]. O primeiro art concept hotel de Moscou. Do outro lado da rua do Kremlin, uma localização espetacular! O Artel é novo em folha e foi inaugurado no verão de 2009 depois de reforma cuidadosa. Situa-se na antiga e histórica Banya (Bath House) Central de Moscou, que data de 1891. Há 3 andares no complexo – o primeiro abriga o elegante bar “Barbarello”, o segundo é o art club boêmio “Masterskaya”, que tem música ao vivo de 3 ao 4 nights por semana, e o hotel ocupa o terceiro andar. Os quartos do hotel foram completamente renovados e receberam designs de diferentes artistas russos, então cada quarto é único. Todos os quartos têm banheiros individuais e são bem espaçosos, cerca de 20 m2. Você pode escolher um quarto com 2, 3 ou 4 camas. O club Masterskaya, no andar abaixo do hotel, oferece belos sofás e áreas de chill-out que funcionam como um common room. Aqui você poderá interagir com vários jovens russos, assim como com os hóspedes do hotel. Hotel guests recebem acesso preferencial para Masterskaya club events. Diárias a partir de €110.  editar
  • Petrovka Loft, Petrovka 17/2, 41, +7 (495) 626-2210 (, fax: +7 (495) 626-2209), [54]. Luxury budget hotel a dez minutos de caminhada da Praça Vermelha. Perto das estações Teatralnaya, Pushkinskaya e Tverskaya do Metro. R3000/dbl.  editar
  • Hotel Cosmos, Prospekt Mira 150, +7 (495) 646-0155 (, fax: +7 (495) 646-0155), [55]. Diárias a partir de RUB 5.000. Bem ao lado da metro station VDNKh e do All-Russian Exhibition Centre [56].  editar
  • Hotel Izmailovo Alfa, Izmailovskoe shosse 71a, +7 (495) 646-0155 (fax: +7 (495) 646-0155), [57]. Ao lado da estação Partizanskaya do Metro, conexão direta com a estação Ploshchad Revolyutsii em 15 minutos. Aos sábados e domingos há uma feira Vernissage com artesanato atraente, a cinco minutos de caminhada do hotel. Ele foi construído no site do vilarejo "Izmailovo", que era o refúgio suburbano dos czares (algumas construções medievais ainda estão de pé, a 15 min de caminhada do hotel). Pedro o Grande passou a infância aqui. "Alfa" foi construído em 1980 para os Jogos Olímpicos. Os autores do projeto foram agraciados com o State prize. Os quartos têm vista panorâmica dos lagos Park e Petrovskii. Diárias a partir de 3.300 RUB.  editar
  • Hotel Izmailovo Gamma-Delta, Izmailovskoe shosse 71, +7 (495) 646-0155 (fax: +7 (495) 646-0155), [58]. Filial mais barata do hotel descrito acima. Diárias a partir de RUB 2.300.  editar
  • Hotel Voskhod, Altuf'evskoye shosse 2, [59]. Acomodações relativamente baratas e modestas quase fora da city. Perto da estação Vladykino do Metro(linha cinza, sete paradas até o city center, 20-25 minutos). Diárias a partir de RUB 1,800 por suíte.  editar
  • Flamingo Bed & Breakfast, 2-Yamskaya Tverskay-Moscow, +79197724002 (), [60]. O Bed & Breakfast mais próximo do Kremlin, Flamingo Bed and Breakfast fica na área artística e cultural de Moscou, a apenas 30 metros da Rua Tverskaya e do Teatro Chekov.  editar
  • Dorothy's Bed and Breakfast, Fadeeva street, house 7/3, apartment 114 125047, +79266644118 (), [61]. Localizado na área artística e cultural de Moscou, comfortável atmosfera e personal service.  editar
  • Samovar Bed and Breakfast, Staropimenovskiy lane 16, flat 54 127001, +79266644118 (), [62]. Localizado na área artística e cultural de Moscou. A decoração mistura fresh IKEA design com Soviet kitsch.  editar

Esbanje[editar]

  • Crowne Plaza Moscow World Trade Centre, 12 Krasnopresnenskaya emb., +7 495 258 2222 (, fax: +7 495 258 2323), [63]. Localizado downtown perto do coração histórico da cidade. Recentemente reformado. Especialmente adequado para o business traveller. Quartos espaçosos rooms, friendly staff e uma variedade de opções de comida.  editar
  • The Ritz-Carlton, Tverskaya ulitsa 3/5, Moscow. Para um dos top hotels em uma das cidades mais caras do planeta, esteja preparado para abrir os bolsos no Ritz Carlton. Embora tenha sido completado apenas em 2007, o estilo 19th century parece autêntico, com um sabor de velho mundo. O staff fala inglês fluentemente, é muito prestativo e profissional. Apesar disto, as diárias astronômicas do hotel não parecem se justificar.
  • Hotel Baltschug Kempinski Moscow, ul. Balchug, 1, +7 (495) 230 5500 (+7 (495) 230 6500, , fax: +7 (495) 230 5502), [64]. checkin: 15:00; checkout: 12:00. Em frente à Red Square e S. Basílio. Quartos espaçosos, bom serviço e buffet-breakfast.  editar
  • Le Royal Meridien National, 15/1, bld. 1 ul. Mokhovaya, +7 (495) 258 7000 (, fax: +7 (495) 258 7100), [65]. Tradicional hotel Art Nouveau-style idealmente localizado no centro da city, ao lado da Red Square. Os quartos são spacious, clean e confortáveis, com plasma TV's, minibars e mais. A Internet é extremente cara, por 16 rubles/ minuto.  editar
  • Swissotel Krasnye Holmy, Kosmodamianskaya nab., 52 bld.6, +7 495 787 9800, [66]. checkin: 14:00; checkout: 11:00. Hotel nível top notch com um bar estonteante no 34o andar, com vista completa 360 graus de Moscou, e lista de vinhos e cocktails extremely impressive.  editar
  • Golden Ring Hotel, Smolenskaya ulitsa, 5, Moscow 119121 (breve caminhada da rua Arbat e prédio do Ministério de Relações Exteriores), [67]. O serviço é um desapontamento para um hotel 5 estrelas, embora as amenidades e breakfast são recomendáveis. As vistas dos quartos são fantásticas e o hotel fica perto de todos os tourist sites principais. Porém, como quase toda a clientela são business travelers, seria muito bom implementar Wi-Fi access (não há wifi gratuito no hotel).  editar

Mantenha contato[editar]

Há quatro operadoras de celular GSM 900/1800 (MTS [68], Beeline [69], Megafon [70] e Tele2 [71]) e uma operadora CDMA 2000 (SkyLink [72]), a cobertura é bem suficiente (todas as áreas construídas e a maioria das estradas). Se você vai ficar mais que alguns dias e precisa fazer chamadas locais, recomenda-se comprar um cartão SIM pré pago (podem pedir seu passaporte) e um aparelho, talvez um usado, se não tiver um de acordo com os standards locais. Vai ser muito mais barato que fazer roaming. Um cartão SIM com saldo custa menos de $10. As lojas de celular são abundantes (numerosos em todas as metro station e shopping centers). Você pode comprar recarga em supermercados, lojas de celular e ATMs.

Para chamadas internacionais, considere comprar um calling card que permite ligar por tarifas mais baixas (poucos rubles/min para Europa ou US). Ligar do quarto do hotel vai resultar em tarifas dolorosas.

Segurança[editar]

Moscou tem uma taxa de crimes relativamente baixa para uma cidade de seu tamanho, mas a polícia e alguns baderneiros alcoolizados podem causar problemas. A polícia sofre de alto grau de corrupção e é sempre melhor estar prevenido para este tipo de problema. Enquanto em Moscou (e na Rússia), ande sempre com passaporte e cartão de imigração. Se você é de uma etnia obviamente não europeia, as chances de a polícia te parar para averiguação aumentam muito.

Usualmente a polícia vai checar sua documentação para ter certeza que você se registrou em três dias úteis desde sua chegada a Moscou. A maioria dos policiais fala e entende apenas o idioma russo. Eventualmente você captará uma mensagem de que sua papelada não está em ordem e você deve acompanhá-los à delegacia. É possível tentar uma propina de mais ou menos 500 RUB; costuma funcionar. Se você tem certeza de estar tudo em ordem, pegue seu celular e diga que vai discar para a linha de emergência da Embaixada. A maioria dos policiais corruptos vai se assustar e te deixar em paz. Não carregue grandes somas de dinheiro vivo; podem ser levadas por batedores de carteira ou policiais.

Pessoas de compleição não europeia devem estar vigilantes em dobro; ataques violentos não são incomuns, assim como verificações de documentos pela polícia.

Mulheres devem tomar cuidado ao andar sozinhas à noite, é comum receber atenção não solicitada de homens alcoolizados. Devem também evitar turmas masculinas grandes na porta de bares, boates, restaurantes, etc. É sempre melhor andar acompanhada.

Nos meses de inverno, as ruas de Moscou ficam muito escorregadias por causa de neve e gelo. Leve um par de botas impermeáveis com boa aderência (para prevenir contusões por torção nos tornozelos).


Cotidiano[editar]

Embaixadas[editar]

  • In-flag.png Índia, 6-8, Vorontsovo Polye, +7 495 783 75 35 (fax: +7 495 916 36 32).  editar
  • Id-flag.png Indonésia, Novokuznetskaya Ulitsa, 12, +7 (495) 9519549 (, fax: +7 (495) 2306431).  editar
  • Ja-flag.png Japão, Grokholsky Pereulok 27, +7 495 229-2550 (fax: +7 495 229-2555), [75].  editar
  • Uk-flag.png Reino Unido, Smolenskaya Naberezhnaya 10, +7 495 956 7200 (fax: +7 495 956 7201), [77]. Summer: Mo-Fr: 0900-1300, 1400-1700, Winter: Mon-Fri: 0800-1200, 1300-1600.  editar
  • Tw-flag.PNG Taiwan, 24/2, Tverskaya ul, Korpus 1, Gate 4, 5º andar, +7 (495) 956-37-86/87/88/89/90. ().  editar
  • Us-flag.png EUA, Bolshoy Deviatinsky Pereulok, 8, +7 (495) 728 50 00 ().  editar

Partir[editar]

  • São Petersburgo O jeito mais fácil de ir do centro de Moscou até o centro de São Petersburgo é via Sapsan, o trem high-speed russo. A viagem dura de 3h 45min a 4h 45min, saindo 6x dia em ambas as direções. Os trens noturnos são mais baratos, a viagem leva 7h. De primeira classe tem uma cama mais bacana e petiscos para ceia e café da manhã , muito civilizado.
  • Anel Dourado Grupo de cidades históricas, ricos em igrejas e kremlins, no coração do Grão-Ducado da Moscóvia. Há muitas excursões guiadas, mas viajantes com domínio do alfabeto cirílico são aconselhados a fazer esquemas independentes. Existem vários guias escritos em inglês.
  • Museu Kubinka Tank [78] - Uma das melhores coleções de tanques de guerra e veículos blindados em nível mundial. Fica 1h a oeste da city. Acesso restrito, visitantes devem solicitar permit [79], mas totalmente vale a trampeira se o assunto te agrada.
  • Leninskiye Gorki - Antiga dacha (mansão de campo), expropriada pelas authoridades Communistas depois de 1917 e usada por V. Lenin como residencia de campo depois dos derrames. Há um grande museu, mas está um tanto decrepito.
  • Borodino - Campo da famosa Batalha de Borodino, ou La Moskova, em 1812. Museu e sítio histórico nacional[80]. Commuter trains da Belorussky Station; 2-3 x dia, a viagem leva 2 hrs.
  • Melikhovo a casa de campo de Chekhov, ao sul de Moscou.
  • Sergiyev Posad - Famoso e importante mosteiro Ortodoxo (Troitse-Sergieva Lavra). Trens commuter da estação Yaroslavsky Station, vários por dia; a viagem leva 1 1/2 hrs.
  • Kolomna - Bela cidade medieval ( 2 hrs de Moscow) com igrejas e monastérios muito interessantes
  • Yasnaya Polyana a casa de campo de Tolstoi, perto de Tula.
  • Monastério da Resurreição de Nova Jerusalém - Um monastério-fortaleza (masculino, operante) com muitos museus dentro e e fora de sua muralha: de arquitetura em madeira, de história local, Arte e História etc. Foi fundado em 1656 pelo Tsar Alexis II e pelo Patriarca Nikon (cuja "cela", uma casa de três andares, ainda existe ao lado da muralha do monastério) para assemelhar-se à Jerusalém original. Fica mais ou menos entre as estações elektrichka de Novoierusalimskaya (15 min a pé) e Istra (15 min de bus), a 60 km de Moscou.
  • Monastério Savvino-Storojevskiy - Belo monastery com história interessante, que se confunde com a dos Czares Russos. Trens da estação Belorussky para Zvenigorod, vários por dia; a viagem leva 1h, mas o terminal de elektrichka fica a 3,5km da cidade, que tem ela própria várias igrejas historicamente significantes, e depois 5km até o monastery, numa colina ali perto.
  • Dmitrov - Fica 65 km a norte de Moscou (trens saem da Savelovsky station, vários por dia, viagem 1 1/2 hrs), no Moscow Channel, velhas igrejas, esculturas interessantes nas ruas e alguns museus
  • Snegiri - Cerca de 40 km de Moscow (Volokolamskoe hwy) com um monumento à Defesa de Moscow durante a IIGM, boa coleção de tanks, e museu. Trens saem da Rizhsky Station, vários/dia, viagem dura 1h.



Este artigo é um guia. Ele tem muita informação, incluindo listas de hotéis, restaurantes, atracções e informação sobre chegada e partida. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites