Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Genebra

Da Wikitravel
Ir para: navegação, pesquisa

Genebra (Genève ou Genf) é a segunda maior cidade da Suíça. 45% da sua população é estrangeira, proveniente de 180 países diferentes, o que torna Genebra numa cidade multicultural.

Distritos[editar]

A cidade de Genebra encontra-se dividida em oito zonas:

  • Pâquis/Nations - O bairro de Pâquis é um dos mais controversos da cidade. Situado na margem direita do lago Léman, nele habitam sobretudo imigrantes oriundos de países muito distintos, formando assim uma mistura de culturas muito interessante. É também neste bairro que se situa a maioria dos bares/nigthclubs para homossexuais e visto que a prostituição é legal na cidade de Genebra, também é comum encontrar-se algumas prostitutas pelas ruas do Pâquis, fazendo lembrar de certa forma, o Red Light District de Amesterdão. À noite pode ser perigoso devido aos assaltos.

Em Nations, podemos encontrar as mais importantes sedes de organizações europeias e mundiais, como é o caso da ONU, da OMS ou do Museu Internacional da Cruz Vermelha.

  • Servette/Petit Saconnex - Zona essencialmente de habitação, com alguns bares e restaurantes.
  • Grottes/Saint Gervais - Esta zona da cidade conta com alguns bares interessantes e ruas com bastantes lojas. É o caso do grande Armazém MANOR, que conta com cinco andares, cada um deles dedicado a um tema e onde se pode encontrar um pouco de tudo, desde roupa a brinquedos, passando por livros ou electrodomésticos.
  • Saint-Jean/Charmilles - Esta é também uma zona essencialmente de habitação, que conta com um grande número de residentes de origem hispânica.
  • Jonction - Jonction é o bairro mais alternativo de Genebra, que contém muitos bares e discotecas capazes de garantir uma boa noite de diversão. Junto ao lago e a Plainpalais, a maior praça da cidade, os habitantes deste bairro são também de uma enorme diversidade cultural. Conta também com restaurantes de grande qualidade e diversidade.
  • Centre/Plainpalais/Acacias - Zona situada no centro de Genebra, na margem esquerda do lago, contém as ruas mais movimentadas da cidade. Lojas, restaurantes, bares, universidades, arte de rua, mercados, bibliotecas e muitos turistas enchem as ruas. É também aqui que se situa a "Vieille Ville", a zona mais antiga e uma das mais bonitas da cidade.


  • Eaux-Vives - Bairro situado na margem esquerda do lago, que conta com muitos parques e passeios para fazer.
  • Champel - O quartier chique de Genebra. O hospital principal situa-se neste bairro.

Chegar[editar]

De avião[editar]

Genebra tem à sua disposição um único mas muito bem situado aeroporto, o Aeroporto Internacional de Genebra (GVA), que disponibiliza também diversos acessos para o centro da cidade: - bus/autocarro 5, 10, 23 e 28 (tempo que demora até ao centro: 15/20 min) - trem/comboio (tempo que demora até ao centro: 6 min) NOTA: dentro do aeroporto, na zona das bagagens antes da saída, encontram-se máquinas onde os passageiros podem adquirir um bilhete grátis para os transportes públicos válido por 60 min. - taxi, como em todos os outros aeroportos internacionais, logo à saída do aeroporto de Genebra encontra-se uma fila de taxis.

De trem/comboio[editar]

A estação principal de Genebra, que fica situada no centro da cidade, tem o nome de Gare Cornavin. A ela chegam e partem comboios de e para diversas outras cidades suíças e europeias (ex: Zurich, Paris, Milão, Viena, etc), sendo que para além do comboio normal, está também disponível o TGV, comboio de alta velocidade. Em frente à estação, existem diversas paragens de autocarros onde é possível seguir em qualquer um deles para diversos pontos da cidade.


De bus/autocarro[editar]

A estação principal de bus/autocarro em Genève, a Gare Routière, fica também no coração da cidade, a cerca de 500m da Gare Cornavin.

Circule[editar]

Como cidade relativamente pequena que é quando comparada a grandes centros urbanos como Londres ou Paris, andar a pé é a forma mais prática e também mais bonita de conhecer esta bela cidade. Existem quatro ou cinco pontes que podem ser atravessadas por peões, que fazem a correspondência entre as margens direita e esquerda do lago Léman. Depois, é partir à descoberta, por entre as ruas, os boulevards, as promenades, os parques e as praças.

De comboio/metro[editar]

Genebra não dispõe de metro. E o comboio só se justifica para quem ficar alojado fora da cidade, nos arredores.

De bus/autocarro/barco[editar]

Os TPG (transports publics genevois) são uma rede muito boa de transportes públicos que conta com bus, tramways/eléctricos e mouettes. Existem inúmeras linhas de bus e de tramways/eléctricos que nos levam a qualquer ponto da cidade em poucos minutos e quatro ou cinco portos que a cada quinze minutos vêem partir e chegar as mouettes, pequenos barcos que fazem a ligação entre as duas margens do lago. Custo de um bilhete: 3 CHF

De carro[editar]

Sempre que puder evite andar de carro no centro de Genebra. Apesar das boas condições de sinalização e do respeito entre os condutores, o trânsito pode ser insuportável, principalmente em hora de ponta.

De bicicleta/patins/trotineta[editar]

Genebra é uma das cidades europeias com mais utilizadores destes meios de transportes não motorizados. Existem pistas próprias para estes condutores em todas as ruas e avenidas da cidade, bem como nas estradas que fazem ligação aos arredores.

Veja[editar]

  • O jet d'eau - jacto de água com mais de 100m de altura que é uma das marcas da cidade
  • O relógio florido - grande relógio situado no Jardin Anglais, que é feito de flores e muda a *cada estação do ano
  • A Catedral de Saint-Pierre - a maior catedral da cidade, situada na Vieille Ville
  • Le Mur des Réformateurs - grande muro de pedra situado no Parque dos Bastions
  • Le Palais des Nations - Palácio da ONU
  • La Place du Bourg-de-Four - a praça mais atractiva da cidade com muitas esplanadas e movimento
  • Cemitério de Plainpalais - cemitério com estatuetas muito bonitas onde estão enterrados alguns *dos mais importantes europeus de séculos passados
  • Les Schtroumpfs - edifício muito original em homenagem aos famosos desenhos animados
  • Jardim Botânico - sempre com exposições muito interessantes
  • La Perle du Lac - pequena ilha situada no meio do lago, muito agradável
  • Plaine de Plainpalais - enorme praça onde diariamente têm lugar mercados e anualmente o circo

Faça[editar]

Bicicleta: alugue uma bicicleta junto ao lago, onde existem diversos pontos de aluguer, e passeie-se pela cidade sobre duas rodas.

Carouge: Carouge é uma bonita vila ao estilo italiano que se situa mesmo perto de Genebra e que merece uma visita.

Salève: Esta grande montanha situa-se a poucos quilómetros de Genebra e é possível subi-la de teleférico até ao seu cume, de onde se pode ver toda a cidade de Genebra.

Cruzeiro: Pode apanhar o barco em Genebra que o levará a passear pelo Lago Léman.

Compre[editar]

Genebra oferece, no interior das suas inúmeras boutiques e grandes armazéns, uma escolha incomparável de artigos de todo o tipo e origem. Encontram-se muitas lojas que vendem relógios e bijoux, canivetes suíços, chocolates, etc. Depois é claro que todas as grandes marcas têm a sua boutique no centro de Genebra: desde as mais acessíveis Zara, H&M ou Benetton até aos mais conceituados estilistas Chanel, Louis Vuitton ou Dior.

Principais zonas de comércio: Rue du Marché e Rue de la Croix d'Or: grande rua em que so podem circular tramways, pessoas e veículos não motorizados como bicicletas ou trotinetas. De um lado e de outro, dezenas de lojas, de todos os tipos.

Rue du Rhône: paralela às ruas citadas anteriormente, esta é a rua que contém as boutiques de luxo.

Centre Balexert: situado a alguns minutos do centro da cidade, este é um dos poucos centros comerciais de Genebra.

Manor: Situado no coração da cidade, grande armazém com todo o tipo de artigos.


Para efectuar compras no supermercado, a maioria dos residentes prefere deslocar-se a França, que fica a poucos minutos de Genebra, onde os produtos são mais baratos. De qualquer modo na suíça existem alguns supermercados de boa qualidade, que não são muito caros: Migros, Manor ou Coop

Coma[editar]

A cozinha suíça é conhecida por ser agradável e saudável, muito à base de lacticinios e legumes. Dos pratos típicos constam a Fondue (de queijo, de carne, de legumes, de chocolate), a Raclette (queijo, batatas e bacon), os gratins (pratos gratinados no forno) e os emancés (ensopados). Durante a sua estadia abuse dos queijos, existem mil e uma qualidades, para todos os gostos. Prove a variedade enorme de chocolates que este país oferece e que se encontra à venda tanto em lojas, como em supermercados ou ainda em chocolatarias próprias com visitas guiadas e oferta de amostras no final! As boulangeries (pastelarias) estão sempre cheias devido à quantidade enorme e deliciosa de bolos que oferecem, tal como na vizinha França, os croissants são maravilhosos.

Se não estiver para grandes gastos, a cada 500m esbarra com um McDonald's ou outro restaurante de fast-food, cujo menu anda a volta dos 10/15 CHF. Caso queira dar-se ao luxo de ir jantar ao restaurante, conte no minímo com 30 a 40 CHF por pessoa. Com 15/20 CHF poderá encomendar uma pizza, cuja massa é muito boa. Se quiser optar por um restaurante de especialidade ou mais luxuoso, os preços podem subir até aos 100 CHF.

Beber e sair[editar]

Genebra conta com muitos locais de diversão nocturna, para todos os gostos, idades e tendências. Bares mais íntimos, discotecas alternativas, nightclubs que exigem roupa adequada, encontra-se um pouco de tudo.

Bares - abertos até as 2h

Preço médio de um café: 3,5 CHF Preço médio de uma cerveja: 4 CHF Preço médio de uma bebida branca: 12 CHF

  • Café Art's (Pâquis, muito bem decorado)
  • Les Brasseurs (existem vários, bar típico de cerveja)
  • Le Scandale (gay friendly)
  • Arthur's Rive Gauche (margem esquerda, muito chique)
  • Alhambar (Vieille Ville, noites temáticas)
  • Le Nathan (gay friendly)
  • Le Phare (gay friendly)
  • Le Calamar (Plainpalais, estilo retro)
  • L'Ethno (Plainpalais, estilo tribal)
  • Barrio's Latino (Plainpalais, música brasileira e latina)
  • La Clémence (Vieille Ville, esplanada muito apreciada pelos estudantes)
  • Wall Street Cafe (margem direita, estilo americano)



Discos - abertas até as 5h, consumo varia de 10CHF a 50CHF


  • S.I.P (Plainpalais, all styles)
  • CREM (Champel)
  • Platinum (Saint Gervais, para gente com dinheiro)
  • B-Club (Centro, chic & branché)
  • The Organic Club (disco gay)
  • Le Petit Palace (strip-tease)
  • Bypass (Acacias, ir obrigatoriamente bem vestido)
  • Monte-Cristo Club (Acacias, estilo latino)
  • Moa Club (all styles, dj's internacionais)
  • Weetamix (techno)
  • L'Usine (Jonction, local alternativo fechado com bares e discotecas)
  • Artamis (Jonction, local alternativo aberto com bares e discotecas)

Durma[editar]

Partir[editar]

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites