Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Chile

Da Wikitravel
Ir para: navegação, pesquisa
noframe
Localização
LocationChile.png
Bandeira
Ci-flag.png
Informações Básicas
Capital Santiago
Governo República presidencialista
Moeda Peso chileno (CLP)
Área 756.950 km2
População 16.258.852
Idioma Espanhol
Religião Católicos romanos 71.8%; Protestantes 15.5%
Eletricidade 220V, 50Hz
Código telefônico +56
Internet TLD .cl
Fuso horário UTC -4


Chile é um país da América do Sul.

Entenda[editar]

O Chile é o país mais desenvolvido da América Latina. Está crescendo muito, e pode ser comparado a vários países do primeiro mundo.

A população chilena é principalmente branca de origem europeia, 95,4% da população [1] [2]. Uma descrição pormenorizada da etnia mostra que 52,7% (8.8 milhões) [3] - 90% (15 milhões) [4] da população são descendentes de europeus. O Chile recebeu uma grande onda de imigrantes europeus, principalmente no norte, sul e costa. Ao longo do século XVIII e início do século XX. Os imigrantes europeus que chegaram ao Chile são maioritariamente espanhóis, alemães, ingleses (incluindo o escocês e irlandês), italianos, franceses, austríacos, holandeses, suíços, escandinavos, portugueses, gregos e croatas.

Segundo o Censo 2002, apenas 3,2% da população chilena são ameríndios. [5]

Regiões[editar]

Mapa do Chile
Norte do Chile (Regiões de Arica e Parinacota, Tarapacá, Antofagasta, Atacama e Coquimbo)
Visite o deserto mais árido do mundo, ruínas arqueológicas e do altiplano andino.
Chile Central (Regiões de Valparaíso, Santiago, O'Higgins e Maule)
O coração do país, você pode visitar as principais cidades, vinhedos famosos e alguns dos melhores resorts de esqui do Hemisfério Sul.
Sul do Chile (Regiões de Bío-Bío, Araucanía, Los Ríos e Los Lagos)
A terra dos Mapuches, lagos, rios e da mitológica ilha Chiloé.
Extremo Sul Chileno (Regiões de Aisén, Magalhães e Antártica Chilena)
A Patagônia ocidental, com seus fiordes, calotas de gelo, lagos e florestas.
Ilha de Páscoa (Rapa Nui ou Isla de Pascua)
A ilha deserta no meio do Oceano Pacífico, é o lar de uma das civilizações mais misteriosas do mundo.








Cidades[editar]

Outros destinos[editar]

Chegar[editar]

Cidadãos portugueses e brasileiros não precisam de visto para viagens a turismo ou negócios de até 90 dias. Portugueses necessitam de apresentar passaporte válido, já para os brasileiros, a cédula de identidade já basta para entrar no país. O documento deve estar em ótimo estado de conservação.

De avião[editar]

Varig/Gol, TAM, Swiss Airlines e LAN Chile têm voos regulares de São Paulo para Santiago e etc. A Gol opera uma rota entre Porto Alegre e Santiago.

De barco[editar]

De carro[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

Duas empresas ligam São Paulo à capital chilena: a Pluma Internacional, tel. 0800-646-0300 e 11 2221-2900, e a Chile Bus, tel. 11 2221-6239, ambas saindo do Terminal Tietê. O trajeto é feito em 54h (previsão). E uma empresa liga Rio de Janeiro à Santiago do Chile: Cruzeiro Del Norte, Rodoviário Novo Rio Guichê 14, (21) 2213 3818.

De comboio/trem[editar]

Circular[editar]

De avião[editar]

A Lan é também a principal companhia doméstica. A menores Sky Airlines, tel. (56-2) 600-2828, e Aerolineas del Sul , tel. (56-2) 800-710-300, oferecem tarifas econômicas.

De barco[editar]

De carro[editar]

O Chile possui a Rodovia Panamericana, que corta todo o país (do extremo norte - Arica - a Puerto Montt). Ela é duplicada de Coquimbo a Puerto Montt (1.700 km) e é uma rodovia bastante segura, grande e com pedágios, em média de 100 em 100km. A rodovia é toda estruturada com centros de apoio (sanitários, refeição, mini-shopping, mercados e postos de combustíveis) chamados Copec. Ela é dividida em Panamericana Norte e Panamericana Sul e pode ser considerada melhor ou semelhante a rodovias brasileiras como a Bandeirantes, Anhangüera, etc.

Grande parte das estradas no interior do país, de mão simples, são todas sinalizadas e seguras. Até algumas de terra batida.


De comboio/trem[editar]

Há trens modernos e confortáveis para Temuco, uns 700 km ao sul. Preços variam de $6200 a $7900 (pesos chilenos), conforme a classe. Reservas +56 2 376-8500.

Fale[editar]

Poucos chilenos entendem o português, um bom portunhol ajuda, porém um espanhol básico é imprescindivel, visto que os chilenos não falam exatamente espanhol, mas sim chileno.

Compre[editar]

Roupas (de todos os tipos, pois a qualidade é ótima e o preço bem baixo), lembranças e uma bandeira do Chile.

Coma[editar]

No Chile a comida é muito cara. Evite restaurantes em vias principais. Prefira locais menos requintados. Mas não deixe de experimentar as comidas típicas (Humitas, Pastel de Choclo e principalmente Empanadas) e também os maravilhosos pratos à base de peixe e frutos do mar em geral.

Beba e saia[editar]

vinhos A combinação única de um clima Mediterrâneo moderado e variadas condições geográficas fazem do Chile um lugar ideal para uma produção eco-amigável de variados estilos de vinho. A vinicultura sustentável é uma escolha lógica e vinhedos orgânicos e biodinamicos estão em aumento. De fato, alguns dos maiores vinhedos orgânicos estão aqui mesmo no Chile, onde a natureza fornece tudo que as videiras precisam para produzir as uvas mais finas que os atuais consumidores de mente ecológica e conscientes de valores exigem.


A casta Carménère foi uma das mais amplamente cultivadas em inícios do século XIX no Médoc e Graves[desambiguação necessária]. Na década de 1860 as videiras européias desta variedade foram dizimadas pela filoxera, um insecto diminuto que afecta as folhas e a raiz sugando a seiva das plantas, e substituídas por outras castas menos sensíveis, como a Merlot. Julgada extinta, foi redescoberta em 1994 no Chile por um ampelógrafo francês, chamado Jean-Michel Boursiquot, que notou que algumas cepas de Merlot demoravam a maturar. Os resultados de estudos realizados concluíram que se tratava na realidade da antiga variedade de Bordeaux Carménère, cultivada inadvertidamente, misturada com pés de Merlot.[1]

drink's à TERREMOTO muito tipico do Chile e o Terremoto: vinho-pipenho sorvete de abacaxi,Granadinha De Morango. muito gostoso msm!

TBM tem a Chicha.

pisco chileno. "cachaça pura"

grapa.

Durma[editar]

Aprenda[editar]

Os chilenos são extremamente civilizados e cultos, por isso, o país é um destaque para a América do Sul. Não se comporte inadequadamente jogando lixo no chão ou falando alto, por exemplo, porque tais costumes não fazem parte do costume chileno. Procure adaptar-se aos costumes locais ouvindo e observando antes de agir. Inobstante a seriedade, os chilenos são alegres e adoram os brasileiros, recebendo-os de braços abertos, divulgando sua cultura e seu modo de vida.

Trabalhe[editar]

Segurança[editar]

  • Santiago é uma das cidades mais seguras do hemisfério sul e os carabineros (policiais chilenos) respeitam ao máximo todos os cidadãos. A população confia muito neles, porque eles mantêm as ruas do centro da cidade policiadas, seguras e tranquilas à noite, mas vale ressaltar que existe um conflito muito forte entre os carabineiros e os estudantes. O Chile é o terceiro país com menor índice de criminalidade no mundo, atrás da Jordânia e do Chipre.
  • A homossexualidade apesar da descriminalização ainda é um tema tabu no país (Até pouco tempo assumir-se homossexual era crime no Chile). Os chilenos são bastante conservadores.
  • Os Carabineiros são bastante confiáveis e honestos; tentar suborná-los pode ser considerado ofensivo e trazer problemas serios como cadeia. Em caso de necessidade, ligue para 133 (de fixos) e 112 (de celulares GSM).
  • Se for dirigir, tenha atenção redobrada.
  • Não fotografe prédios e outras instalações militares.


Embaixada do Brasil em Santiago Tel: (+562) 876-3400

Saúde[editar]

Respeite[editar]

  • O Chile é um país extremamente católico e sua religiosidade se revela até mesmo no conservadorismo de algumas leis.
  • Não ande pelas ruas do Chile consumindo bebidas alcoólicas, você pode ser detido. Beba em locais apropriados como: bares, pubs...

Mantenha contato[editar]

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites