Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Buenos Aires

Da Wikitravel
Argentina : Buenos Aires
Ir para: navegação, pesquisa
Para outros locais com este mesmo nome, veja Buenos Aires (desambiguação).
Buenos Aires at night

Buenos Aires[1] é a capital da Argentina e uma das maiores e mais importantes cidades da América Latina.

Congresso da Nação Argentina, Buenos Aires

Entenda

Nenhuma grande cidade da América do Sul guardou tantos laços com a Europa quanto Buenos Aires. Tendo chegado a se tornar, no início do século XX, a capital cultural do mundo hispanoablante, a capital argentina recebeu sucessivas levas de imigrantes europeus - espanhóis e italianos, na maioria - que mantiveram viva a ligação com o velho mundo, ainda visível na arquitetura da cidade, na sua cultura dos cafés, espalhados por toda cidade, na comida e até no modo de se vestir. Ainda assim, Buenos Aires, a capital mundial do tango e da boa carne, é a cabeça e o coração da Argentina e tem seu sabor próprio. Hoje em dia, mesmo após as dificuldades econômicas pelas quais o país passou e passa (inflação de 30% ao ano), a cidade continua viva, bela e elegante.

Buenos Aires está encravada na província de mesmo nome (apesar de não pertencer a ela), às margens do Rio da Prata e tem um dos portos mais movimentados do mundo. Foi fundada em 1536 e refundada, após ser abandonada e destruída, em 1580, porém restam poucos testemunhos dessa época. A maior parte das construções data de a partir do final do séc. XIX.

Chegar

De avião

Do Rio de Janeiro, 3h de viagem com vôos diretos da Aerolineas Argentinas, Tam, Gol, Emirates (em breve) e com conexão pela Pluna via Montevidéo e Lan via Santiago. De São Paulo, as companhias com vôos diretos são Tam, Gol, Aerolíneas, Lan, Tam Mercosur, British e Lufthansa, todos para Ezeiza (2h30 de viagem). A Pluna tem um vôo para o Aeroparque, com escala em Montevidéu. A partir de 2010, o Aeroparque passou a receber voos de diretos de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Assunção e Santiago, pelas Aerolineas, Gol e Lan. Existem ainda vôos diretos desde Campinas, Florianópolis e Porto Alegre.

Os aeroportos que atendem a cidade são:

  • Ministro Pistarini - Ezeiza (EZE) - Estr. Ricchieri, Km. 22. Tel. 5480-6111 [2]. O Aeroporto Ministro Pistarini recebe os voos internacionais e domésticos e está localizado a 30-45 minutos do centro da cidade. O transporte ao centro pode ser feito por:
  • Ônibus de classe turística - AR$ 25
  • Remis - carros com preço fixo, cerca de AR$ 199
  • Táxi - pode custar a partir de AR$ 150, dependendo do tempo de viagem, trânsito etc. A corrida costuma demorar entre 40 e 50 minutos.
  • Ônibus comum - a Línea 8 faz o itinerário Ezeiza/La Boca, passando pela Plaza de Mayo por apenas AR$2,00. A viagem demorada, de duas horas de duração, é uma oportunidade de ver locais que passam despercebidos a turistas. É uma viagem segura durante o dia.

Há diversas casos reportados em que o taxista deu troco aos passageiros com notas falsas de Peso ou notas que estavam fora de circulação. Sendo assim, prefira pagar o táxi com o valor exato ou, se preferir, contratá-lo no aeroporto e pagar no cartão de crédito.

Atualmente um boa opção é o táxi oficial do aeroporto, Taxi Ezeiza, que cobra AR$ 150 (março/2011) para levá-lo ao centro da cidade (o preço inclui o pedágio na auto-estrada). Se você guardar o recibo, pode ligar no dia anterior ao seu retorno para agendar que eles o peguem no hotel e pagar AR$ 88 (Junho/2010) para ir do centro ao aeroporto (pedágio incluído). Esteja preparado para aguardar pois os táxis costumam deixar o aeroporto a cada 30 minutos.

Outra opção é o ônibus Manuel Tienda León, que o leva ao centro por AR$ 65(nov/2011) por pessoa. A viagem é mais demorada que num táxi, pois eles vão do aeroporto de Ezeiza ao terminal da companhia perto do Terminal Retiro, e de la levam ate seu hotel ou ao aeroporto Jorge Newberry.

A polícia do aeroporto tem alertado a população em geral, principalmente os estrangeiros desavisados que chegam ao país, para não tomar táxis daqueles homens que ficam esperando na saída do desembarque e no hall subseqüente, onde eles se concentram, chegando mesmo a cercar o viajante. Peça licença e siga em frente. Há uns quiosques na calçada do lado de fora com táxis de confiança (as empresas mais conhecidas são a Ezeiza e a Yellow, com preço fechado antes do embarque).

É preciso também tomar cuidado com a bagagem. Existe uma série de relatos de malas que foram arrombadas e os passageiros descobriram que seus bens haviam sido roubados em Ezeiza. Para garantir a sua segurança evite despachar bens de alto valor, como câmeras e mp3 players. Outra opção é fazer a embalagem à vácuo das malas (com plástico), serviço que já é oferecido no saguão da maioria dos aeroportos.

  • Aeroparque Jorge Newbery (AEP) - Av. Rafael Obligado, Tel. 4576-1111 - A 10 minutos do centro, recebe vôos domésticos e do Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. Dada a diferença de distâncias entre os dois aerportos e o Centro, descer no Aeroparque passou a ser a melhor opção. Táxi até Palermo custa As$ 50 (de Ezeiza custa As$ 150!). Melhor opção para quem sai do Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas e Porto Alegre pelas Aerolineas, Gol e Lan.

De barco

Existem conexões diárias [3] de ferry de Colônia do Sacramento (50 minutos no aerobarco (aliscafo) ou 3h de barca) e Montevidéu (3h de aliscafo direto ou 5h30 com conexão ônibus/barco em Colônia), no Uruguai. O ponto de chegada é o terminal Dársena Norte, na extremidade norte do Puerto Madero.

Os cruzeiros que chegam a Buenos Aires normalmente desembarcam no Terminal de Passageiros Benito Quinquela Martín, r. Ramón Castillo entre Av. de los Inmigrantes e r. Mayor Luisioni, na região central da cidade.

De autocarro/ônibus

A maior parte dos ônibus interurbanos de longa distância, bem como os internacionais, chegam e partem da grande e organizada estação do Retiro (Av. Antártida Argentina e Av. Ramos Mejía, tel. 4310-0700), na região central da cidade. O terminal é servido por táxis, remises e pela linha C do subte (metrô). Na Zona Oeste o transporte rodoviário de 'larga' distância é atendido pelo Terminal de Omnibus Liniers.

De comboio/trem

Das cidades de San Miguel de Tucumán, Posadas, Rosario, Santa Fé, Mar del Plata e Bahía Blanca, pode-se chegar a Buenos Aires de trem, embora os ônibus ainda sejam mais rápidos, freqüentes e caros. No entanto, a paisagem costuma ser compensadora. As principais estações são Constitución (viagens do sul), Retiro (norte e nordeste), Once (oeste) e Federico Lacroze, todas servidas por metrô e ônibus.

De carro

Tratando-se da Argentina, todos os caminhos levam a Buenos Aires. Também é possível chegar de carro a partir do Uruguai, do sul do Brasil, do Paraguai, do Chile e da Bolívia. A qualidade das estradas normalmente é boa. Na Ruta 14 que liga Zárate à Paso de Los Libres em Corrientes (fronteira com o Brasil) a concessionária realiza obras de duplicação em alguns trechos na Provincia de Entre Rios.

A polícia costuma encontar pequenos defeitos (mesmo que inexistentes) no seu carro, pedem "una cerveza" e boa viagem. Se não houver nada de errado em seu veículo perca um pouco do seu tempo com "no compreendo" e "una multa? ok!" que costumam liberar sem propina.

Circular

Caminhar em Buenos Aires é uma opção agradável, principalmente na região central, onde várias atrações estão concentradas. Por outro lado, o sistema de transporte público é eficiente e cobre todas as áreas de interesse da cidade, embora possa ficar superlotado nas horas de "pico".

Orientar-se na cidade é relativamente simples. Assim como na maior parte das cidades de colonização espanhola, as ruas da capital argentina têm um traçado quadriculado. A numeração geralmente é uniforme e simétrica. A cada quarteirão, soma-se 100, isto é: no primeiro quarteirão, os edifícios têm números de 0 a 99, no segundo, de 100 a 199, no terceiro, de 200 a 299 e assim por diante. Muitas vezes os endereços são dados com referências das interseções de ruas, como "Corrientes y Callao", por exemplo, e ter um mapa da cidade à mão é sempre uma boa idéia. Uma ótima opção é o chamado "Guia T", que pode ser comprado em qualqer banca de jornais.

De metrô

Para escapar do trânsito da cidade, os habitantes da capital argentina contam com 6 linhas de metrô [4], [5]. O metrô de Buenos Aires é um dos mais antigos do mundo, e é conhecido pelos locais como subte, abreviação de subterrâneo. As linhas convergem no centro da cidade e chegam a vários pontos turísticos e áreas importantes da cidade, além de terem uma constante programação cultural. A linha A mantém em circulação os antigos vagões de madeira, que são uma atração à parte.

O subte funciona de segunda a sábado, das 5 às 22h30, e nos domingos e feriados das 8 às 22h. Mapas das linhas são vendidos nas estações e o bilhete custa AR$ 2,50. É possível fazer conexões entre as linhas, sinalizadas com a palavra combinación.

O sistema funciona muito bem, mas turistas precisam ter atenção contra batedores de carteira, principalmente em vagões cheios.

De ônibus

Os ônibus de Buenos Aires são um meio de transporte econômico (bilhetes a A$ 1,20), embora possa ser menos eficiente nos dias de engarrafamento no centro. No entanto, a malha de ônibus é extensa e serve a toda a cidade. Os ônibus circulam durante todo o dia, diminuindo de frequencia depois das meia-noite. As rotas podem ser consultadas no Mapa Interactivo de Buenos Aires.

Compre o bilhete nas máquinas no interior do veículo. As tarifas variam de acordo com o destino do passageiro. Ao entrar no ônibus, diga seu destino ao motorista e, só então, a máquina será liberada para a compra do bilhete

Atenção:as máquinas aceitam apenas moedas.

Não se engane pela aparência dos ônibus! Apesar de parecerem muito antigos, a maioria das linhas está com o interior reformado e são confortáveis e limpas.

De táxi

Aparentemente, metade dos automóveis em Buenos Aires são táxis, facilmente identificados pela pintura preta com capota amarela. A grande quantidade significa também que eles são relativamente baratos e podem ser chamados na rua a qualquer instante, exceto em alguns feriados quando os taxis se tornam um pouco raros. A tarifa é baixa, tendo somente uma tarifação, seja qual for o dia ou horário. A "bandeirada" começa com o valor de AR$ 4,60 e adiciona AR$ 0,46 a cada 200 metros.

No entanto, relatos de problemas e até mesmo crimes envolvendo táxis não são algo inexistente, e recomenda-se utilizar os serviços de radio-taxi, considerados mais seguros. Procure também não pagar com notas de valor alto.Os taxistas que não são do radio-taxi dão notas falsas e muitas vezes trocam seu dinheiro por uma nota falsa, e dão alguma desculpa para não aceitarem, assim você fica com uma nota falsa e paga 2x.

  • Remis - os remises são carros com condutor que cobram um preço fixo para levar a um destino determinado. São comuns, por exemplo, no percurso do aeroporto de Ezeiza ao centro da cidade.

Dica - No balcão de informações do aeroporto eles vão te sugerir pegar um Remis. No entanto o taxi comum é uns 15 pesos mais barato.

De barco

Na região do Rio Tigre, a norte da cidade, todo o transporte é feito por barcos.

De trem

O trem é o meio mais rápido e mais utilizado para entrar ou sair da cidade. Desde a terminal do Retiro (perto da Torre dos Ingleses) até o norte da Grande BsAs, desde a Plaza Constitución até o sul do conurbano e desde a estação Lacroze até o noroeste. Em 1917 começou circular o primeiro serviço elétrico, Tigre - Retiro que funciona até hoje, com o nome de TBA. O trajeto direto até a cidade de Tigre (o Delta) dura 45 minutos. O trem conta com ar acondicionado em cada vagão e o bilhete mais caro sai a 1,10$.

Um serviço muito utilizado e recomendado a turistas é o "Tren de la Costa" que chega até o "Delta del Tigre". O trem segue por toda a costa do Rio de la Plata e é possível descer em cada uma das estações. Para tomar este trem, deve-se viajar com trem TBA ( que sai da Estação Retiro) até a estação Mitre e lá atravessar uma passarela até a estação Maipú. São aproximadamente 30 minutos de uma viagem muito bonita! Saiba mais em: [6]

Aos que utilizarem o trem, guardem o ticket até o final da viagem pois é preciso apresentá-lo ao chegar à estação.

Veja

Para conhecer a cidade de Buenos Aires de maneira diferente e interesante, pode-se fazer um tour gratis com Cicerones de Buenos Aires, uma ONG com serviços gratuitos de orientação e com guias voluntários. Os passeios e itinerários são planejados de acordo com os pedidos dos visitantes. É uma possibilidade de conhecer Buenos Aires com um "porteño", um habitante de Buenos Aires que conhece bem sua cidade, com alguns lugares fora dos circuitos turísticos habituais.

Também outra forma de fazer turismo de forma personalizada é com Buenos Aires Trip, conhecendo todas as atrações de Buenos Aires, indo a restaurantes para comer as melhores carnes, fazer passeios com temas de espoertes, ver partidas de futebol, ver ou dançar o Tango, tudo personalizado para que a sua estadia seja única.

Para os mais independentes, o site oficial de turismo da cidade de Buenos Aires[7] oferece uma série de percursos a serem seguidos à pé.

Centro

O centro da cidade de Buenos Aires, é o centro comercial, mas também o centro cívico da cidade. Existem uma série de pontos a serem visitados:

  • Plaza San Martín - Um bom lugar para se começar o passeio pelo centro. Em frente à praça vale visitar a Torre dos Ingleses (depois da guerra das malvinas a torre passou a ser chamada de Torre Monumental). Perto da praça outro ponto turístico é edifício Kavanagh, prédio em art-deco que durante mto tempo foi um dos mais altos da América Latina. Na praça, vale a visita ao monumento aos mortos na guerra das Malvinas, e ao Monumento ao General San Martin, que tem sempre coroas de flores deixadas por políticos que visitam a cidade. A praça tem uma bela vista da torre com o porto e a Estação de trem Retiro. Vale uma foto! Em frente à praça há duas importantes galerias de arte: Ruth Benzacar e Klemm.
  • Rua Florida- O início da rua fica bem próximo à Praça San Martin. Essa rua foi a primeira rua de pedestres da cidade e se tornou uma referência de comércio. Hoje em dia, conta com variadas lojas populares de roupas, sapatos, artigos de couro etc.
  • Galerias Pacífico - Seguindo pela Florida, chega-se às Galerias Pacífico. Com uma bela arquitetura esse shopping conta com um interior luxuoso e variadas lojas. *Na galeria Pacífico, vale à pena descer à praça de alimentação e passar na loja de alfajores, chocolates e sorvetes "Abuela Goye". Durante a semana, evite o horário do almoço, pois o shopping fica muito cheio.
Plaza San Martín
  • Teatro Colón - Seguindo pela rua Florida, chega-se à Av. 9 de Julio, uma das principais avenidas da cidade. Nela encontra-se o Teatro Colón. A visita ao teatro é muito bonita e vale muito à pena. No começo de 2010, após uma grande reforma, foi reinaugurado com uma grande cerimônia com a participação de grandes artistas e cantores líricos do país.
  • Obelisco - Na mesma Av. 9 de Julio é possível visitar o Obelisco, inaugurado em 1936. Esse é um dos pontos de manifestações políticas e de comemorações de vitórias esportivas.
  • Corrientes 348 - Esse prédio comercial é cantado no primeiro verso do tango de 1925 "A media luz": “Corrientes tres cuatro ocho, / segundo piso, ascensor. / No hay porteros ni vecinos, / adentro, cocktail y amor…” Em frente ao prédio há uma placa comemorativa.
  • Plaza de Mayo - Outro famoso próximo ao centro de Buenos Aires é a Plaza de Mayo, que em 1810 foi palcp da Revolução de Maio que marcou o inpicio da independência argentina. En 1816, foi onde se declarou a Independência e em 1860 a Constituição Nacional. Durante a ditadura militar, a partir de 1977, foi nessa praça que as Madres de Plaza de Mayo (mães da praça de maio) se reuniram para protestar contra o desaparecimento de seus filhos, sequestrados pela ditadura militar. Hoje continua sendo o pornto de encontro das manifestações sociais, e a mães da praça de maio continuam sua semanal caminhada silenciosa.
  • Casa Rosada - é a sede do poder executivo. Fica em frente à Plaza de Mayo. Foi o presidente Sarmiento (1868-1874)quem pintou o edifício de rosa. Há uma visita guiada e um pequeno museu, com entrada gratuita, na lateral do edifício.
  • Estação de Metrô Peru - Essa estação de metro foi a primeira da cidade, inaugurada em 1913. Ela ainda conserva a arquitetura original da época, com a bilheteria antiga e cartazes antigos. Nessa estação pega-se um trem muito antigo, de madeira. Uma viagem no tempo.
  • Café Tortoni - Na região do centro existe uma série de cafés tradicionais. O mais famoso dele é o Café Tortoni. (Leia mais na seção "Coma").
  • Cabildo - Inaugurado em 1740, era a sede do governo de Buenos Aires nos tempos de colonia.
  • Catedral

La Boca

Caminito, Buenos Aires

Originalmente um bairro de imigrantes da Itália e da Espanha, ainda hoje tem antigas casas de zinco e madeira, pintadas com coloridas tintas de barco.

  • El Caminito - uma das ruas mais pitorescas - e mais visitadas - de Buenos Aires. É considerado um museu à céu aberto. Além das casas coloridas, no Caminito o turista encontra uma série de dançarinos de tango se apresentando em troca de alguns pesos, e outros vendem sua imagem posando para fotos com os turistas. É uma região também repleta de vendedores ambulantes. Caminito não é um lugar completamente seguro, então tome alguns cuidados. Afastar-se do Caminito é perigoso; até mesmo os argentinos costumam se assaltados por ali.
  • La Bombonera - estádio do famoso time de futebol Boca Juniors. O estádio oferece uma visita guiada (com visita ao museu, ao campo, aos vestiários e à sala de imprensa). O passeio dura cerca de uma hora, funciona de 10 a 18h e custa cerca de 30 pesos por pessoa. Museo Boquense. Na visita guiada se anda muito, há muitas escadas e arquibancadas para subir e descer. No entanto, eles têm diversos elevadores e pessoas com necessidades especiais podem ser acompanhadas e seguir um caminho alternativo sem escadas, mas é recomendável informar-se melhor antes de começar o passeio.
  • Proa, Fundação que abriga salas para exposições, restaurante e livraria de arte. Av. Pedro de Mendonza 1929 (em frente ao rio). Tel. 54 11 4104-1000. [8]

Palermo

É o maior bairro de Buenos Aires, considerado o pulmão da cidade devido aos seus diversos parques e jardins. O bairro oferece também uma grande variedade de lojas de arte, bares, boutiques, teatros independentes, lojas de antiguidades, ateliers, milongas de tango, restaurantes e night clubs, onde você pode aproveitar durante o dia, mas especialmente à noite. Esses restaurantes são muito famosos por causa dos seus estilos originais, retrô ou novo art deco, e suas entradas, pratos principais e sobremesas espetaculares.

  • La Cabrera é um restaurante frequentando por portenhos (logo bom) com preços honestos, bons vinhos, local agradável, enfim um segredo portenho mantido distante de turistas mas que vale a pena. Bife de Chorizzo e Pato au Confitti (recomendado)
  • Palermo Chico - residências elegantes, Jardim Botânico, Jardim Japonês, Zoológico, Planetario, etc.
  • MALBA - Museu de Arte Latino-americana de Buenos Aires - Av. Figueroa Alcorta, 3415, (11) 4808 6500 (info@malba.org.ar) [9]. Situado num moderno prédio de arquitetura clean, abriga pinturas, esculturas, desenhos, gravuras, colagens, fotografias e objetos de artistas da Argentina, do Brasil e de outros países da América Latina, incluindo obras de artistas como Frida Kahlo e o Abaporu (1928), uma célebre pintura de Tarsila do Amaral que é um ícone do movimento moderno brasileiro. Funciona também como centro cultural, com atividades de cinema, seminários etc. Qui-Seg e feriados: 12 a 20h, entrada AR$ 15. Qua - 12 a 21h, entrada franca. Tem lojinha e uma livraria de arte com catálogo extenso.
  • Palermo Viejo
  • Palermo Hollywood - Esta é a parte mais trendy de Buenos Aires, com ruas largas e casas antigas, e muitas destas avenidas cercadas por árvores. Esta área é chamada “Palermo Hollywood” porque é onde a maioria dos estúdios da televisão e dos produtores do filme têm seus escritórios.
  • Palermo Soho - Lojas de moda, design e diversas alternativas gastronômicas
  • Palermo Cambodia - Nas proximidades do Soho, com galerias de arte e bares
    • Hollywood in Cambodia - Thames 1885, 1º piso. Galeria de arte, com grande variedade de estêncis e lugar que agrega os pintores modernos. Tem um bar descolado no térreo. [10]

Puerto Madero

Um modelo de recuperação de áreas urbanas degradadas, o Puerto era o antigo porto da cidade, recuperado e revitalizado para abrigar diversos restaurantes e casas noturnas. Conseguiu, assim, atrair hotéis, e empreendimentos comerciais e residenciais para a vizinhança.

Entardecer em Puerto Madero
  • Ponte da Mulher - a Puente de la Mujer é uma obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Essa ponte tornou-se um cartao postal da cidade por sua beleza e modernidade. Quando necessário, ela gira em cima de um de seus apoios para que possam passar grandes objetos ou barcos pelo porto histórico.
  • Inaugurado em julho de 2007, o bairro agora conta com o Tranvia del Este, uma linha de VLT (bonde moderno) com 2 km de extensão, ao longo do porto (antes dos diques), desde a avenida Independência até a avenida Córdoba.

Recoleta

Provavelmente o bairro mais caro e elegante de Buenos Aires.

  • Avenida Alvear - avenida com as lojas de grife mais caras de BsAs, como Armani e outras.
  • Centro Cultural Recoleta
  • Village Recoleta - Complexo de cinemas e restaurantes, localizado próximo ao cemitério da Recoleta, é um dos mais badalados pontos de encontro do bairro. A decoração interna é muito extravagante (talvez não exatamente bonita), com predomínio das cores vermelha e preta.
  • Museu Nacional de Belas Artes
  • Cemitério da Recoleta - por mais funesto que possa parecer, é uma ótima atração turística. Tem túmulos da aristocracia dos últimos séculos, e o mais famoso túmulo: de Eva Duarte Perón, a eterna "Evita Perón". Alguns guias cobram AR$ 10 para um passeio - e vale cada centavo pelas histórias fabulosas contadas sobre cada personalidade e seus mausoléus.
  • Floralis Generica - escultura metálica na Plaza de las Naciones Unidas, entre a Avenida Figueroa Alcorta e Austria, de autoria do arquiteto argentino Eduardo Catalano.

San Telmo

Bairro antigo, associado à arte, à boemia, aos antiquários e o tango. Abriga a famosa feira de San Telmo (ver seção Compre, abaixo). Abriga diversos bares para todos os gostos. Há hoteis relativamente baratos e que organizam passeios e tem bons serviços e acomodações. Os bares são uma atração a parte. Há desde pequenos e tradicionais, passando por modernos e descolados (Bar Sedon e Fin Del Mundo) até aqueles para turistas com jantar e show de tango incluso. É um bairro muito fácil de se percorrer a pé. Apesar de parecer um pouco perigoso e de alguns porteños insistirem que é um bairro pobre e "peligroso", tomando-se cuidados básicos, ele é tão seguro quanto as regiões mais centrais. Alguns garotos podem lhe pedir "una moneda" se o virem chegar em algum lugar de táxi e especialmente se estiver com bagangens ou com aparência de turista. De preferência não dê dinheiro. Se der para alguma criança, muitas outras provavelmente vão se aproximar e pedir também. Há muitos pequenos mercados que ficam abertos até o começo da noite. Há comida barata neles. Em alguns você talvez tenha uma dificuldade linguistíca, já que pertencem á imigrantes asiáticos que nem sempre falam espanhol bem. Apesar disso são honestos e uma boaopção para se pedir informações sobre o bairro e também para comprar pequenos itens. Também há "kioskos" nas ruas maiores. Em geral eles ficam abertos 24 horas e tem comidas, bebidas, cigarros, cartões telefônicos e pequenos itens similares. Seus donos, em geral pessoas mais velhas, são também uma boa fonte de informações sobre o bairro e a cidade. É uma experiência interessante conversar sobre política nacional e local com eles. Em geral são muito falantes e bem informados de acontecimentos nacionais e internacionais recentes. Costumam ser simpáticos, especialmente se você fizer um pouco de esforço para falar alguma coisa em castelhano. há muitas opções baratas para se comer no bairro. Se desejar algo típico explore as ruas menores, os restaurantes e os cafés do bairro. Não se esqueça de vera estátua da Mafalda. E se puder conversar com moradores antigos, pergunte sobre o time de futebol do bairro, o antigo Atlanta.

Delta do Tigre

Delta do Tigre

Situado 31 km a norte da capital, na Grande Buenos Aires, o Delta do Tigre é uma região formada por um rio de mesmo nome e diversas ilhas e canais. O transporte - seja de passageiros ou de serviços - é totalmente feita por barcos. O ponto de chegada é um parque, com diversos clubes desportivos, restaurantes e parque de diversões. Pode-se chegar de ônibus, de trem (a partir da estação Retiro) ou no Trem da Costa[11], uma linha de bonde moderno que parte da estação ferroviária de Maipú, margeando a costa do Rio da Prata, numa viagem de 25 minutos (o bilhete de ida-e-volta, com direito a parar nas estações intermediárias, custa AR$16,00; funciona diariamente, das 7h às 23h)

Bairro de Boedo

Bairro com muitas opções para desfrutar shows de tango, como a Esquina Homero Manzi, imortalizada no tango "Sur", nas Av. San Juan e Boedo. O bairro também é berço do time de futebol San Lorenzo de Almagro famoso pela perdida de seu estádio, onde agora pode-se procurar um importante supermercado. [12]

Esquina em Boedo

Tango

O tango é muito mais que um ritmo musical em Buenos Aires, é uma verdadeira unanimidade e estilo de vida entre os argentinos, talvez até mais que o samba para os brasileiros. É um crime passível de pena capital visitar Buenos Aires e não assistir um show de tango.

Uma das actividades mais interessantes e verdadeiramente nativas um turista estrangeiro pode realizar é assistir a uma milonga, salões de dança onde os moradores dançan o tango. Há um guia de distribuição gratuita onde aparace a lista de tudas as milongas dia a dia, com os seus locais e horários, chamada TangoMapGuide (Produzido pelo Hotel Porteño Caserón: http://www.caseronporteno.com).

Além desta publicação, Caserón Tango Porteño oferece aulas grupales de tango todos os dias, que são gratuitos para os hóspedes (http://www.caseronporteno.com). Ele também oferece a possibilidade de ter aulas particulares em seu estúdio.

De mesmos proprietários da Caserón Porteño, Tango Lodge (http://www.tangolodge.com) Apart Hotel é um novo hotel de tango, localizado em Palermo Soho. Ele oferece também aulas grupales de tango (com preços promocionais para os seus clientes), classes privadas e um espaço de dança no bar.

Você pode assistir a shows gratuitos em La Boca e aos domingos na Feira de San Telmo, porém em vários lugares da cidade você poderá ver casais dançando ao som de um CD, sendo de bom tom, mas não obrigatório, dar um trocado para o casal que ganha a vida como artista de rua. Já para quem pode gastar um pouco a mais, há várias casas de tango, muitas com um jantar incluído, com espetáculos extremamente bem produzidos, alguns dignos de Brodway.

  • Señor Tango[13], Av. Vieytes, 1655, Barracas, tel. 11 4303-0231. Grandioso show de tango hiper-mega-ultra produzido. Você pode optar por só assistir ao show ou assisti-lo acompanhado de um jantar argentino. Altamente recomendado por qualquer um que tenha visto. $125 só o show, $400 show e jantar.
  • La Viruta, calle Armenia 1366, entre Cabrera e Niceto Vega, Palermo, tel. 11 4774-6357, Abre às 20h de 4ª a domingo; milonga a partir da meia-noite de 6ª a domingo. Entrada AR$20. Poucos turistas.
  • Café Tortoni www.cafetortoni.com.ar, Av. de Mayo, 829 tel. 11 4342-4328, belissima casa com restaurante de primeira inaugurada em 1858, shows diários apartir das 20:30h. Entrada AR$120.

Atividades e eventos

Festivais em Buenos Aires - [14]

Aprenda

  • Espanhol - O Laboratorio de Idiomas da Universidade de Buenos Aires (UBA) oferece cursos de castellano em todos os níveis.
  • EducAR, [15]. Intercâmbio estudantil com a Argentina.
  • Cultura Espanhola, [16]. Intercâmbio e cursos de espanhol na Argentina.

Compre

  • Banco do Brasil - Há uma agência na esquina da Rua Sarmiento e Rua San Martín. Costumava atender ao público, mas em 2010 se tornou apenas corporativa, não há mais caixas eletrônicos nem atendimento a pessoas físicas. Do outro lado da rua há uma casa de câmbio com boas cotações mas que exige seu documento de estrangeiro e o documento da entrada no país (entregue no avião).

Saques com cartões da Visa de qualquer banco brasileiro pode ser efetuados em qualquer terminal de saque de qualquer banco argentino com o símbolo LINK. O valor máximo de saque por dia é de AR$ 600 (maio/2009). È importante saber que após a máquina pagar o dinheiro sacado é necessário apertar o botão OK para que o seu cartão de crédito seja devolvido para você. As taxas cobradas são de USD 2,50 + 2,50% + 1,00% do valor do saque (tarifas da Visa) e ainda o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) cobrado pelo Governo Brasileiro, no caso dos brasileiros.

  • TAX FREE - Nas lojas identificadas com a logo TAX FREE, peça sempre um envelope branco com um cheque de devolução do imposto (16%), nas compras acima de AR$ 70. Convém sempre perguntar, pois às vezes o logo não está à vista, nem os vendedores te oferecem o cheque a que se tem direito. Ele(s) deve(m) ser carimbado(s) na alfândega (entre os balcões 26 e 27, no terminal onde ficam as companhias brasileiras) no AEROPORTO. É preciso levar também o produto para ser mostrado, bem como a fatura, quando se carimba o cheque. Portanto, faça isso antes de despachar as malas, porque eles vão querer ver mesmo o produto. Só aqueles fabricados no país tem imposto devolvido. O dinheiro se recebe no primeiro andar; eles vão te oferecer o valor para ser creditado no cartão de crédito, mas o melhor mesmo é receber em cash, na hora, o que é bom para pagar a taxa de embarque ou gastar no free shop.


  • Feira de San Telmo - Plaza Dorrego (r. Humberto Primo esq. rua Defensa). Aos domingos, de 10 às 17h. Uma famosa feira de antiguidades, com todo tipo de objetos e diversas manifestações artísticas.
  • La Boca - Ótimo lugar para a compra de souveniers.
  • Feira Urbana, no Bar Brujas, Jorge Luis Borges, 1.640, Palermo Viejo. Produções de novos estilistas. Aos sábados e domingos, das 13h30 às 19h45. [17].
  • Papelera Palermo, Cabrera 5227, Palermo, tel. 4833-3081 e tambem em Arenales 1170, tel. 4811-7698. Papéis de todo tipo e para qualquer fim. [18]
  • Tienda Palacio, Honduras 5272, tel. 5411 4833-9456. Loja de presentes e bugigangas interessantes. [19]
  • Kiehl's, Armenia 1527, Palermo, tel. 5411 4831-7999. Loja de personal care da famosa marca americana: a primeira na América do Sul.
  • Infinit, Honduras esquina com Thames, Palermo Viejo. Óculos de sol e armações para lentes de grau. Design arrojado e preço camarada. [20]
  • Compañia de Sombreros, Armenia 1587, Palermo Soho. Chapéus. De 2ª a sáb., das 11 às 20h e dom. das 14 às 19h30. [21]

Coma

  • Puchero - Cozido típico.
  • Parrillada - Churrasco numa chapa bem próxima à brasa. (Buenos Aires sem carne, não é Buenos Aires), diferente do churrasco brasileiro a preferência aos miúdos suínos e bovinos se faz presente na parrillada(Chouriços de sangue de porco, Linguiças e Chinchulines) -- Também assam na parrilla o peito de frango e o famoso Bife de Chorizo conforme é descrito abaixo.
  • Bife de Chorizo - Bife bem grosso e suculento, feito de uma parte do boi entre o contra-filé e a picanha.
  • Bife de Lomo - Bife também suculento, de Filé Mignon.
  • Empanadas - Os salgadinhos preferidos da Argentina, sendo uma espécie de pastel de forno.
  • Alfajor - Uma excelente pedida são os alfajores Havanna. Considere experimentar os deliciosos alfajores Abuela Goye, vendidos na Galeria Pacífico e os Cachafaz, vendidos em qualquer kiosko e em supermercados.
  • Facturas - Pães doces consumidos principalmente no café da manhã.
  • Medialunas - Pequenos croissants, doces ou salgados. Ótima opção para o café da manhã.
  • Sorvetes - Helados em espanhol. Em estilo italiano, um dos melhores do mundo (experimente o de doce de leite ("dulce de leche").
  • Panqueque de dulce de leche - Sobremesa tradicional, panqueca recheada com o delicioso doce de leite argentino.

Os restaurantes encerram os serviço após as 16h e reabrem somente para o jantar. Os portenhos jantam tarde, normalmente depois das 21 ou 22h. O pagamento de serviço (gorjetas) não é obrigatório e não se inclui na conta. Dá-se, costumeiramente, cerca de 10% do valor total, quando o serviço é satisfatório.

Econômico

Existem vários locais nas ruas para se fazer lanches, incluindo os cachorros-quentes (panchos), salsichas (chorizos ou a versão com pão chamada choripán) e pizzas (vendidas em pedaços individuais).

  • El Desnivel - Defensa 855, San Telmo. Tel: 4300-9081 - Restaurante tradicional, sem maiores pretensões. Ambiente rústico e atendimento simples, no entanto a comida é barata e deliciosa. Recomenda-se o Vacio (Fraldinha) com Papas Fritas. Uma tradição é pedir uma Gazeosa (água com gás) e misturar um o vinho da casa.
  • El Sanjuanino[22] Posadas 1515, Recoleta. Tel: 4804-2909 - Restaurante simples que serve comídas típicas argentinas. Famoso pelas empanadas que podem ser comidas no lugar ou levadas para viagem.
  • Salgado Alimentos, Ramirez de Velasco 401 (esq. Aráoz) – Villa Crespo, tel 4854-1336 [23]. Restaurante e rotisseria.

Médio

  • La Cabrera, Dois endereços em Palermo Viejo: Cabrera 5127, tel.: 4832-5754; Cabrera 5099 (esq. Thames), tel.: 4831-7002. Comida argentina (carnes, massas, tortillas etc) farta e deliciosa. As carnes são excelentes e incluem acompanhamento de uma pequena salada e de potinhos com petiscos. Ideal fazer reserva ou chegar às 20:00 para entrar na fila de espera.
  • Chiquilín - r. Sarmiento 1599 (esq. Montevideo) Tel: 4373-5163/3020. Um clássico portenho. Bife de chorizo, assado e massas caseiras.
  • Pierino, Lavalle 3499 esquina com Billinghurst, tel. 5411 4864-5715, cel. 15-5062-1527. Comida italiana de primeira. O lugar (não o prédio, mas o próprio restaurante) é tombado patrimônio da cidade de Buenos Aires. O Sr. Pierino em pessoa gosta de conversar com os clientes e explicar os pratos, num clima muito receptivo e descontraído. Vale a pena!
  • Siga la Vaca - avenida Alicia Moreau de Justo, 1.714 - Puerto Madero. Tel: 4315-6801; [24]. Churrascaria estilo rodízio, no entanto o cliente é quem vai à parrilla (churrasqueira) para pegar a carne e às vezes há fila. Possui buffet de saladas não tão farto como as churrascarias brasileiras e vários cortes de carne. O preço gira de AR$ 78 a 102 (Jul/11) por pessoa, com direito a uma bebida por cliente: uma garrafa de vinho ou jarra de cerveja. A água é livre. Ideal para quem quer comer e beber muito sem se preocupar com conforto ou qualidade.
  • Sorrento, em Puerto Madero. Há outros dois endereços. Ambiente chique e comida de ótima qualidade (pelo menos as massas, foi o que eu comi) por um bom preço. Recomendo o segundo andar, a vista de Puerto Madero à noite é espetacular. [25]

Esbanje

  • Cabaña Las Lilas, Alicia Moreau de Justo, 516, Puerto Madero, tel. 4315-1010. Considerada a melhor churrascaria da Argentina em alguns guias turísticos. É uma churrascaria à la carte realmente de primeira, com infinitas opções de pratos. Espere gastar cerca de U$100 o casal, com uma garrafa de vinho.
  • Cocina Sunae, restaurante com receitas do Sudeste Asiático, a portas fechadas (puerta cerrada); reservas pelo email [26] e pelo tel. 15-4870-5506
  • Green Bamboo, Costa Rica 5802, tel. 4775-7050. Comida vietnamita. Nem vá sem reserva, feita a partir das 18h30. Dê um telefone local para confirmarem. Celulares do Brasil são em vão!
  • Ølsen, Gorriti 5870, Palermo Hollywood, tel. 11 4776-7677. Comida escandinava. Reserve!
  • Quimbombó, Costa Rica 4562, Palermo, tel. 4831-5556. Comida hindu deliciosa. Precisa reservar.
  • Sudestada, Guatemala esquina com Fritz Roy, Palermo Hollywood, tel. 4776-3777. Comida do sudeste asiático. Precisa de reserva e 6ª e sábado é meio difícil pela procura; portanto, ligue cedo!

Beba e saia

Médio

  • Cafe Tortoni - Av. de Mayo, 825. Tel: 4342-4328 (tortoni@cafetortoni.com.ar) [27]. Popular entre os turistas, este café é uma instituição portenha, um belo e charmoso café do século 19. Serviço competente a um médio preço. O chocolate com churros é uma das combinações clássicas da casa. Informe-se sobre os shows de tango que acontecem no lugar - em geral estão sempre lotados e é necessário reservar ingressos para assistí-los. Acontecem aos sábados a partir das 21:30. Conversar com o gerente sobre uma mesa de última hora é uma opção. O show é de grande qualidade e retrata fielmente o espírito do tango portenho sem as produções hollywoodianas de outras casas muito mais caras. Costuma se formar uma grande aglomeração na porta, com filas de turistas, mesmo que ainda haja muitas meses vazias dentro, o que de certa forma contribui para valorizar todo o espaço. Vale muito a pena, mais pelo passeio que pela comida. Seg-sab de 8h a 3h30; domingos, de 8 a 1h. Os ingressos para os shows começam a ser vendidos às 11 horas da manhã. Vale a pena comprar os ingressos antes e retornar à noite para assistir ao espetáculo.
  • Krakow Café Bar (Krakow Bar), Buenos Aires, Venezuela 474, San Telmo/Monserrat (entre Defensa & Bolivar), +54 11 4342 3916‎, [28]. 6pm-3am, F,Sat to 5am. Este pub ofrece a melhor selecao de choppe em San Telmo, um variedade enorme de cocktails e uma variedade enorme de bebidas numa localizacao esplendida. Menu europeu comprecos acessiveis onde incui tapas, picadas, pizzas, hamburgers e pratos principais. Uma multidao de pessoas de varias nacionalidades desfrutam enventos esportivos numa tela grande, jogos de Nintendo Wii, jogos de tabuleiro, WiFi gratuito e sofas confortaveis na sala de estar do espaco Club do Pub. O pessoal da casa sao poliglotas e musica moderna e tocada num volume agradavel a todos. Happy Hour e todo dia ate 10PM. (-34.613795,-58.373033)
  • Bar 6, Armenia 1680, tel. 4833-6807. Moderno e descolado.

Esbanje

  • Gran Bar Danzon - r. Libertad, 1181. Tel: 4811-1108. (danzon@granbardanzon.com.ar) [29]. O ambiente deste sofisticado bar pode ter pouco de autenticamente portenho - poderia muito bem ser um loft novaiorquino - mas tem uma das mais extensas cartas de vinhos argentinos da cidade, com funcionários preparados para orientar a escolha e harmonizá-la com as opções de pratos da casa.


Cerveja Artesanal

  • Antares Brewpub- Armenia 1447. etc.. (por vir)

Durma

O centro da cidade, especialmente nas redondezas da Av. 9 de Julho e r. Florida, tem várias opções de hotéis. No entanto, a grande maioria deles já mostra sinais de decadência e necessita urgentemente de novos investimentos e reformas.

Outras regiões concentram opções para nichos específicos de turistas. O Puerto Madero, por exemplo, tem hotéis de cadeias internacionais de primeira categoria, enquanto Palermo Viejo recebe, aos poucos, novos pequenos hotéis com design diferenciado.

Tenha em conta que os hotéis em todo país cobram 21% de IVA (imposto) sobre as tarifas. Antes de fechar a reserva, verifique se o imposto já está incluído no preço, para não ter surpresas posteriores.

Econômico

Albergues

  • Giramondo Hostel - Excelente albergue situado em Palermo. Próximo a diversas boites e bares da região, incluindo um bar no próprio albergue com festas às quintas e sábados. Oferece sala de televisão com Dvd e internet 24hras grátis. Inclui café da manhã completo, com medias lunas, pães, ovos, etc. Possui excelente terraço com parrilla para que os hóspedes possam fazer seus "assados". Além disso, dispõe de cozinha completa o que dá ao hóspede a oportunidade de fazer sua própria refeição. Ambiente bastante organizado e limpo. Mais informações (www.hostelgiramondo.com)
  • Hostel Suites Obelisco, Corrientes Avenue 830, Tel.: 054-11-4328-4040 - com destaque para a localização e eleito em 2010 como o 3º melhor hostel da américa latina, provê acesso à internet, aluguel de bicicletas, aluguel de toalhas, balcão de excursões, bar, biblioteca, cacifos com fechadura, câmbio de moedas, cozinha para os hóspedes, depósito de bagagem, dvd's, elevator, lençóis incluídos, mesa de bilhar, lanche, recepção 24 horas, sala comum, sala de jogos, segurança 24 horas, telefones de cartão, transporte de e para o aeroporto, TV a cabo e ventilador de teto.
  • La Casa Fitz Roy Hostel, Fitz Roy 2461 ; tel: +54 (11) 4777-3454, Station Palermo, Linha de Metrô D(1 quadra), [30]. É o favorito de viajantes de longa estada, voluntários, membros de ONGs e artistas. Bem numa parte famosa da cidade, Palermo Hollywood (tranquila, cheia de restaurantes e discos). É um hostel muito limpo, com áreas abertas, internet grátis, WiFi grátis, café da manhã incluído, arrumação de quarto 7 dias por semana, ótimos colchões (adeus dores nas costas!), cozinha comunitária, armário com cadeado, aulas de espanhol (extras). O Albergue é uma casa colonial do estilo do começo século XX, restaurada recentemente. Tours e vôos podem ser agendados (sem taxa extra). Preços: quartos por AR$ 23/26 (8.00 USD), Doubles(14 USD),Single(23USD). MSN lacasafitzroy@hotmail.com
  • La MeNeSuNdA Hostel, Av. Boedo 742 Boedo Buenos Aires +54 (11) 4957-0946, [31]. Este hostel fica em uma área tranquila, longe dos barulhos do centro da cidade, na vizinhança tradicional de tango e somente a 10 minutos do centro. Próximo a Almagro e Palermo. Oferece café da manhã, internet e WiFi, cozinha compartilhada, sala com dvd com filmes gratuitos, solarium, armários com cadeados e caixa forte, translados, tours e ingressos para viagens de ônibus.
  • Livian GuestHouse, Palestina 1184, tel. 54 11 4862-8841 ou 4863-2649. B&B sofisticado. US$55 para dois. [32]
  • Milhouse Hostel - R. Hipólito Yrigoyen 959; (11) 4345-9604 (fax 11 4343-5038) [33] - O favorito dos mochileiros, tem localização central, acesso à internet e organiza passeios e aulas de tango.
  • The Hostel-Inn Buenos Aires, Humberto 1º 820; tel: +54 (11) 4300-7992, [34] Este Hostel fica no centro de San Telmo, próximo à famosa Plaza Dorrego. Oferece cozinha compartilhada, sala de tv, internet grátis e organiza churrascos. Quartos a partir de AR$ 25.

Bed & Breakfast (Pousada)

Vida Baires - Hotel com poucos quartos e tratamento diferenciado. Bons preços e excelente localização. Fica quase esquina das ruas GALLO e CHARCAS, próximo da estação AGUERO do metro. Endereco: Gallo 1483. Telefone: 0054 11 4827 0750. www.vidabaires.com.ar

Médio

  • Caserón Porteño, Pousada de Tango, Ciudad de la Paz 344, Palermo, +54 (11) 4554 3663 (), [36]. checkin: 12; checkout: 10. Um oásis na cidade do tango, Caserón Porteño oferece aulas de tango diário, hospitalidade encantadora e acomodações em um ambiente tranquilo jardim. Com apenas 10 quartos (todos eles com banheiro privado), este B & B localizado no bairro de Palermo oferece café da manhã, acesso gratuito à Internet, serviço de limpeza e aulas de tango. A partir de usd 50 para usd 95. (-34.574182,-58.441844)
  • Tango Lodge Palermo Soho, Fray Justo Santamaria de Oro 2047, Palermo, (), [37]. checkin: 12; checkout: 10. Localizado no coração de Palermo Soho, Tango Lodge é o primeiro Apart Hotel tematico de Tango. Ele combina os serviços típicos de um hotel moderno com aulas de tango e outras atividades para os amantes desta dança. Todos os quartos têm casa de banho privada kitchennete completa e varanda individual. Eles também são equipados com TV 32LCD, secretária, ar condicionado, geladeira, microondas, cofre e cama queen / twin. Ele está localizado a poucos quarteirões da Plaza Julio Cortázar e da estação Palermo do metrô da linha D. Usd 120 por dia inclue impostos, servico de quarto e internet wi fi.
  • Hotel Boutique Racó de Buenos Aires, Yapeyú 271, Buenos Aires, Cod, Postal C1202DIB, +54 (11) 3530 6075 (), [38]. Localizado no coração da cidade de Buenos Aires, Raco é um hotel boutique fundada em uma casa típica portenha grande desde o início do século 20, foi completamente renovado para atender o conforto dos seus hóspedes. Todos os quartos são finamente decorados com estilo e vanguarda design. São todos equipados com casa de banho privativa, ar condicionado e um 32 "LCD TV a cabo.
  • Tesorito Bed and Breakfast, Ecuador 1250 PBD, (1425), +54 (11) 5778-1039, [39]. Situado em um bairro centrico e seguro da cidade de Buenos Aires (Bairro Norte, Recoleta, Palermo), Tesorito Bed & Breakfast é um lugar ideal para descansar, e é um ponto estratégico para conhecer divertir-se e desfrutar.
  • Hotel Costa Rica, Costa Rica 4137/39, Palermo, tel. 54 11 4864-7390. Há apenas 4 quadras do epicentro da noite porteña moderna. São 25 suítes, de US$70, 80 ou 90 por casal. [40]
  • Ibis Congreso - Hipólito Yrigoyen, 1592. (11) 5300-5555. (fax 11 5300-5566)[41] - O hotel pode não ter o mesmo charme dos antigos hotéis centrais de Buenos Aires, mas está bem localizado (em frente ao Congresso, no Centro) e faz reservas pelo site em português. Diárias para uma ou duas pessoas: AR$ 188
  • DeptosTemporarios - Aluguel de apartamentos mobiliados - Av. de Mayo 950. (5411) 5237-0598. [42] - DeptosTEMPORARIOS coloca à sua disposição uma enorme variedade de apartamentos totalmente mobiliados para sua melhor estadia em Buenos Aires. Encontre o apartamento perfeito pelo tempo que necesita, com muito mais economia que os hotéis de Buenos Aires.
  • 1054 Apartments[43] - Dispomos de Departamentos Temporarios, situado no bairro mais elegante da cidade. Nosso limpo, apartamentos mobiliados Recoleta apresentam uma gama de amenidades desejado semelhante a um apart hotel, e apresentar uma alternativa barata aos hotéis. US$45-$65 por noite. Tel. 54 11 5007-3122.

Esbanje

  • Pestana Buenos Aires Hotel, Carlos Pellegrini, nº 877, C1009ABQ Buenos Aires Hotel, +54 11 5239 1000 (, fax: +54 11 5239 1141), [44]. Butler service.
  • Hotel El Conquistador - Av. Suipacha, 948. Tel: 4328-3021. Toll Free: 0800-333-1855. Fax: 4328-3252. [45] Um hotel muitíssimo bem localizado, quatro estrelas, bem no centro de BsAs. Um café da manhã completíssimo. Tem banheira e cama king size no quarto duplo. Diárias a partir de U$140.
  • Hotel Alvear - Av. Alvear, 1891. (11) 4808-2100 (info@alvearpalace.com)[46]. O hotel mais tradicional de Buenos Aires tem arquitetura e instalações luxuosas e um elegante e delicioso café da manhã, aberto também para não-hóspedes. Diárias a partir de US$ 550.
  • Hotel Faena + Universe - R. Martha Salotti, 445. Tel. (11) 4010-9200. (fax: 11 4010 9001; info@faenaexperience.com)[47] - Na região do Puerto Madero o prédio, se não chama a atenção por fora, tem um interior espetacular, concebido pelo célebre designer francês Philippe Starck. Diárias a partir de US$ 300.
  • Hotel Axel - Hotel direcionado para a comunidade gay, inaugurado em finais de 2007. Com o lema "heterofriendly", os seus bares e festas são um excelente ponto de encontro de gente bonita de todas as orientações sexuais e idades. Situa-se no bairro de San Telmo. Diárias a partir de US$ 230.

Mantenha contato

Por telefone

O código de área de Buenos Aires é 11. Para chamadas de longa distância (interurbanos), disca-se o 0. O prefixo para ligações internacionais é 00. Nas bancas de jornal são vendidos cartões para ligações internacionais (peça por tarjeta de llamada internacional) a partir de AR$10 em que se pode falar por até 1h para o Brasil.

Pela web

Os chamados locutorios, lojas onde é possível conectar-se à Internet e também realizar chamadas telefônicas mais baratas, estão espalhados por toda a cidade. O preço do acesso é em torno de AR$ 1,50 por hora de Internet.

Segurança

  • Polícia turística - Av. Corrientes, 436. 0800 999 5000 (toll free)/4346 5748 (turista@policiafederal.gov.ar). Tem atendimento em português.
  • Golpe comum - Se na rua um pombo lhe sujar (ou sua roupa aparecer suja de repente), logo deverá aparecer alguém pronto para lhe ajutar a se limpar: é a pessoa que jogou a sujeira em você. Duarante a "ajuda", ela tentará bater sua carteira ou roubar sua bolsa. Recuse veementemente a ajuda, segure bem sua bolsa ou sua carteira e grite POLÍCIA, POLÍCIA. O ladrão desistirá e irá embora.
  • Golpe comum - Se uma mulher (e até mesmo homens) de aparência normal te chamar na rua para ver uma "apresentación" e ganhar massagens de meninas de graça, sem compromisso, na primeira vez, não dê atenção e saia! Na verdade elas são agentes de prostíbulos. Uma vez levados para "dentro" não te deixam sair, impedindo fisicamente até que se desembolse uma boa quantia em dinheiro. Esser tipo de golpe é bastante comum no centro, principalmente na Av. Corrientes, Calle Florida e Av. Lavalle.
  • Evite andar por ruas desertas ou semi-desertas, mesmo no centro, nos horários e dias de menos movimento.

Sobre as questões de segurança envolvendo táxis, ver seção circule acima.

Saúde

A água de Buenos Aires é potável.

Tem um gosto horrível. Compre a "Eco de los Andes". E cuidado: vendem água potável engarrafada como se fosse mineral.

Ambulância - ligue 107, grátis.

Cotidiano

Partir

  • Cidades importantes do Uruguai, como Colônia do Sacramento e Montevidéu estão a poucas horas de distância de navio.
  • Até março de 2009, era necessário pagar a taxa de embarque, no valor de US$ 29,00, no momento da volta. Entretanto, desde então a taxa já está incluída no valor da passagem.



Este artigo é um guia. Ele tem muita informação, incluindo listas de hotéis, restaurantes, atracções e informação sobre chegada e partida. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!




Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites