Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Botsuana

Da Wikitravel
África Austral : Botsuana
Ir para: navegação, pesquisa
noframe
Localização
noframe
Bandeira
Bc-flag.png
Informações Básicas
Capital Gaborone
Governo Républica parlamentar
Moeda Pula
Área 600 370 km2
População 1 639 833 (est. julho 2006)
Idioma Inglês (oficial), Setswana.
Religião Crenças nativas 85%, cristãos 15%
Código telefônico + 267
Internet TLD .bw

Botsuana é um país da África Austral.

Entenda[editar]

História[editar]

A história de Botsuana é marcada pela influência da África do Sul. Protetorado britânico desde 1885 com o nome de Bechuanalândia, em 30 de setembro 1966 a nação declara-se independente e passa a se chamar Botsuana. O presidente Seretse Khama governou o país desde a independência até sua morte, em 1980, sendo sucedido pelo vice, Ketumile Marise. Realiza eleições regulares desde então e é considerado exemplo de estabilidade política no continente. Como um dos países que se opõem ao regime de segregação racial na África do Sul, foi alvo de incursões do Exército sul-africano, sob acusação de abrigar guerrilheiros do Congresso Nacional Africano. A partir de 1990, as relações bilaterais melhoram, com o fim do apartheid. Na década de 80, o produto interno bruto (PIB) cresce à média anual de 10,3%. A seca e a recessão mundial do início dos anos 90 levam o país à depressão econômica e revelam sua dependência da mineração, responsável por 70% das receitas de exportação. Em 1998, após quatro mandatos, o presidente, Ketumile Masire, do Partido Democrático de Botsuana (BDP), retira-se da política e é substituído pelo vice, Festus Mogae. O BDP (no poder desde a independência) vence as eleições parlamentares de 1999, e a Assembléia Nacional ratifica Mogae para presidente. Em março de 2008, ao completar 10 anos no exercício do cargo, prevê-se a renúncia de Mogae, que deverá ser sucedido pelo vice-presidente Ian Khama, filho do primeiro presidente.

Feriados Públicos[editar]

Os feriados públicos no Botsuana são:

  • 1 de Janeiro - Ano Novo.
  • Fim-de-semana de Páscoa - ("Good Friday", "Sábado de Páscoa", "Domingo de Páscoa" e "Segunda de Páscoa"): um feriado de 4 dias em Março ou Abril, dependendo nas datas cristãs do ocidente.
  • 1 de Maio - Dia do Trabalhador.
  • 1 de Julho - Dia de Sir Seretse Khama.
  • Meados de Julho - Dia do Presidente.
  • 30 de Setembro - Dia do Botsuana.
  • 25 de Dezembro - Dia de Natal.
  • 26 de Dezembro - Dia da Boa Vontade.

Regiões[editar]

Mapa do Botswana.

O Botsuana é dividido em 9 distritos:

Cidades[editar]

Outros destinos[editar]

Parque Nacional de Chobe.
  • Delta do Okavango - Uma formação geológica única, na qual um delta é formado por um rio (o Okavango), que flui para o deserto em vez de para o oceano. Parte do delta é designado Parque Nacional de Moremi.
  • Reserva de Caça do Kalahari Central - É a maior reserva de caça do mundo. Entre a vida selvagem encontrada no parque podem-se mencionar: a girafa, a hiena castanha, o javali, a chita, o cão selvagem, o leopardo, o leão, o gnu azul, o eland, o gemsbok, o kudu, o búbalu, etc.
  • Parque Nacional de Chobe - Um óptimo lugar para ver vida selvagem, e uma boa paragem para quem vai para as Cataratas Vitória. É o segundo maior parque nacional do país.
  • Parque Transfronteiriço de Kgalagadi - O parque oferece uma magnífica paisagem de deserto, com manadas de gnus migrantes, de gemsboks, de cabras-de-leque e elandes, para além de leões, chitas e leopardos, e dunas vermelhas sem fim com uma flora única e uma biodiversidade de proporções épicas.
  • Tsodilo - É um sítio arqueológico no noroeste do Botsuana, no meio do Kalahari. Apelidado de "O Louvre do Deserto", exibe uma das mais importantes colecções de arte rupestre do mundo. O sítio, um Patrimônio da Humanidade, reúne mais de 4500 pinturas numa área de apenas 10 km2.

Chegar[editar]

Visto[editar]

  • Cidadãos de 67 países, como o Brasil, não precisam de visto para entrar no país. Para cidadãos de outras nações, como Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Angola é necessária a obtenção de um visto antes da sua chegada. As informações são desencontradas no que se refere a cidadãos de Portugal: a embaixada em Washington fala que precisa [1], enquanto o Ministério das Relações Exteriores e o do Turismo não listam o país dentre os que precisam [2].
  • Um visto pode ser obtido em qualquer embaixada do Botsuana.

De avião[editar]

O principal aeroporto do Botsuana é o de Sir Seretse Khama, em Gaborone. A maior parte dos voos que chegam a este aeroporto vem de Joanesburgo, na África do Sul (só há voos internacionais para África do Sul e para o Zimbabwe. O aeroporto de Maun também pode ser atingido via Joanesburgo ou Gaborone. A distância entre Gaborone e Maun é de mais de 1000km.

De carro[editar]

Há vários pontos de entrada para carros no país: no sul, em Gaborone, providenciando acesso a Joanesburgo, a oeste, vindo da Namíbia, a norte, providenciando acesso à Namíbia, Zâmbia e Zimbabwe; e em Francistown, a este, dando acesso a Harare. Todos os acessos por estrada são bons, e o estado das estradas no Botswana é bom.

Vindo da Namíbia pode ir tanto a Maun como para Lobatse através da auto-estrada Trans-Calaariana.

De autocarro/ônibus[editar]

Há um serviço regular de autocarros entre Joanesburgo e Gaborone, que demora seis horas. Existe também um serviço de Whindhoek, Namíbia até ao Parque Nacional de Chobe, a norte do país. Existe também um serviço vindo das Cataratas Vitória, no Zimbabwe. Veja Intercape Mainliner para informações de serviços de autocarros entre o Botsuana e o Zimbabwe ou a Namíbia.

Circular[editar]

Através de uma combinação de autocarros, comboios, e outros serviços públicos pode ir aonde quiser no Botsuana sem grandes complicações, embora hajam poucos transportes públicos fora das grandes cidades, mas apanhar boleia é uma maneira popular e muito fácil de viajar no país. No entanto, tentar apanhar boleia só pode ser considerado em situações desesperadas, visto que no Botsuana não existem muitos carros. Se vai usar um autocarro, é aconselhável que chegue à estação de autocarros cedo, vistpo que os autocarros enchem rapidamente, e não é invulgar ficar horas de pé à espera que fique um lugar livre. Lembre-se de levar água, visto que os autocarros não tem ar condicionado.

De carro[editar]

As estradas no Botsuana são pavimentadas e bem-mantidas, por isso viajar de carro não é problema, desde que tenha atenção a burros, vacas e outros animais, que ficam, por vezes na estrada por muito tempo.

A auto-estrada Trans-Kalahariana é bem-pavimentada e fácil de conduzir. Vai de Lobatse, a Ghanzi, no Botswana, ligando também Whindhoek, Namíbia, a Gaborone. É uma boa estrada para quem quiser ver o Deserto do Kalahari. Pode-se comprar combustível em Kang, na Kang Ultra Shop, que também oferece comida, alojamento em chalets e acampamentos baratos.

Fale[editar]

A língua oficial do país é o inglês, e a maior parte das pessoas usa-a, embora nas partes rurais do país muitas pessoas não o falam, especialmente idosos. A língua indígena primária é o setswana, e é a língua-mãe da esmagadora maioria da população. Não é muito difícil aprender a cumprimentar em setwana, e isto fará as pessoas muito felizes:

Setswana - Olá - Dumela (Dumela Rra - pronunciado borra - quando dirigindo-se a um homem; Dumela Mma - pronunciado bomma, quando dirigindo-se a uma mulher).

Compre[editar]

A moeda do Botsuana é o Pula. 100 Thebe = 1 Pula. Em setwana, pula significa "chuva" e thebe significa "escudo". 6 Pula equivale a 1 euro.



Durma[editar]

A maior parte do alojamento encontra-se nas grandes cidades, mas também existe alojamento no meio de áreas protegidas.

Gaborone[editar]

  • Grand Palm Hotel
  • Gaborone Sun Hotel
  • Cresta Lodge
  • The President's Hotel (Localiza-se no centro da cidade)
  • Mondior Summit, conhecido localmente como o melhor hotel na cidade. Serviço de 4 estrelas, com piscina e jacuzzi. Internet WiFi disponível em todos os quartos.

Parque Nacional de Chobe[editar]

  • The Chobe Chilwero Lodge na fronteira do Parque Nacional de Chobe, situado acima do Rio Chobe, com belas vistas. É um alojamento de luzo, e, portanto, não muito barato.

Aprenda[editar]

  • Universidade do Botsuana [3] (Gaborone)

Segurança[editar]

No Botsuana as pessoas são amigáveis e o crime é baixo. No entanto, o crime tem vindo a subir nos últimos anos, por isso, tenha cuidado. Tenha cuidado também com os predadores selvagens nas áreas rurais.

Saúde[editar]

A Taxa de Infecção do HIV no Botsuana é de 24.1%, a segunda maior do mundo, por isso NUNCA TENHA SEXO DESPROTEGIDO.

A parte norte do Botsuana, inculuindo o Parque Nacional de Chobe e o Delta do Okavango são zonas de malária, por isso é melhor ter precauções. Procure conselho médico antes de viajar para estas áreas.

Pode-se beber a água das áreas urbanas, a não ser que que seja indicado que não é assim.

Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites