Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Aparecida

Da Wikitravel
Ir para: navegação, pesquisa

A cidade de Aparecida fica no estado de São Paulo.

Entenda[editar]

A cidade é referência do catolicismo no país e recebe visitantes e peregrinos de diversas partes do país e do mundo. É considerada a Capital Mariana do Brasil por abrigar - sob o Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida - a imagem de Nossa Senhora Aparecida retirada das águas do Rio Paraíba do Sul, em 1717.

O último dado do próprio município, dá conta que são mais de 8 milhões de romeiros ano que vão à cidade, distante 170 km da capital paulista

A História da cidade de Aparecida se confunde e se mistura com a História da Santa Padroeira do Brasil, Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Teve seu início em meados de 1717, quando chegou a notícia de que o Conde de Assumar, Dom Pedro de Almeida e Portugal, Governador da Província de São Paulo e Minas Gerais, iria passar pela pequena Vila de Guaratinguetá, a caminho de Vila Rica, atual cidade de Ouro Preto. Entre outras providências, era necessário que pescadores da região trouxessem do Rio Paraíba quantospeixes lhes caíssem na rede, a fim de promoverem o banquete que deveria servir ao ilustre visitante e à sua comitiva, composta por auxiliares e muitos escravos. Grande quantidade de pescado deveria ser salgada para quando estivessem viajando pelo descampado das Minas Gerais até Vila Rica. Pretendia-se mostrar a Dom Pedro os recursos do pequeno vilarejo. Mesmo não sendo boa época para a pesca, pescadores foram convocados; entre eles Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso.

Colocaram suas canoas no Rio Paraíba, jogaram a rede várias sem sucesso; pararam desanimados e abatidos pelo cansaço no Porto Itaguaçú. Numa última tentativa, João Alves jogou mais uma vez sua rede, e sentiu algo pesado ao puxar as primeiras malhas. Surpreendeu-se ao puxá-la e encontrar uma imagem sem cabeça, com anjos esculpidos ao redor dos pés. Espantado, lançou novamente a rede e o que veio à tona foi a cabeça da imagem, que se ajustava perfeitamente ao corpo anteriormente encontrado. Após encontrar, e reunir, o corpo e a cabeça da imagem de Nossa Senhora da Conceição, os peixes surgiram em abundância, para os três dedicados pescadores.

Durante quinze anos, a imagem foi protegida por Filipe Pedroso e sua família, em sua casa, onde se reuniam vizinhos e parentes para rezar e adorar a Santa, que se tornava conhecida pelos milagres que realizava. Atanásio Pedroso, filho de Filipe, construiu um oratório para a Santa, que logo se tornou pequeno, devido ao grande número devotos que por ali passavam. Por volta de 1734, o Vigário de Guaratinguetá, com autorização do Bispo do Rio de Janeiro, construiu a Capela do Morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública, inaugurada em 26 de junho de 1745. Porém, o número de devotos aumentava, e exigia uma igreja maior, cuja construção iniciou-se em 1834 e foi concluída em 1888, sendo elevada a Basílica Menor, em 29 de abril de 1908.

O Distrito de Aparecida foi criado pela Lei Provincial nº 19, em março de 1842, recebendo foros de Vila. Vinte anos depois, em 17 de dezembro de 1928, a Vila que se formou ao redor da Capela do Morro dos Coqueiros tornou-se município, emancipando-se de Guaratinguetá, pela Lei nº 2.312, elevando sua sede a categoria. Em 1929, Nossa Senhora foi proclamada Rainha do Brasil e sua Padroeira Oficial, por determinação do Papa Pio XI.

O crescente aumento do número de romeiros e de devotos a Nossa Senhora da Conceição Aparecida fez com que surgisse a necessidade de construir-se um templo bem maior. Por iniciativa dos Missionários Redentoristas e dos Senhores Bispos - sob tutela do Arcebispo à época, D. Macedo -, teve início em 11 de novembro de 1955, a construção do Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, o maior Santuário Mariano do mundo.

A planta, elaborada pelo arquiteto Benedito Calixto de Jesus, reúne um conjunto arquitetônico em forma de cruz de Santo André. Em 1980, ainda em construção, foi consagrada pelo Papa João Paulo II, recebendo o título de Basílica Menor. Foi declarada oficialmente, em 1984, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB - Basílica de Aparecida Santuário Nacional.

Chegar[editar]

O município fica à margem da BR-116/Via Dutra. Saindo de São Paulo o percurso tem 207 km e deve ser feito pela BR 116 (rodovia Presidente Dutra). Esta rodovia passa pelas cidades de Itaquaquecetuba, Guararema, Jacareí, São José dos Campos e Taubaté.

Circular[editar]

Veja[editar]

  • Santuário Nacional, [1]. Também conhecida como Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, ou "Basílica Nova", é o terceiro maior templo católico do mundo. Começou a ser construída em 11 de novembro de 1955 e foi inaugurada em 4 de julho de 1980 quando João Paulo II visitou o Brasil pela primeira vez. Em outra de suas visitas, passando por Aparecida, abençoou o Santuário e, em 1984, a CNBB elevou a Nova Basílica a Santuário Nacional. Tem como acesso a "Passarela da Fé", que liga a basílica atual com a antiga, ambas visitadas por romeiros. O projeto elaborado pelo arquiteto Benedito Calixto de Jesus Neto tem 173 metros de comprimento por 168 metros de largura, foram utilizados em sua obra mais de 25 milhões de tijolos e cerca de 40.000 m3 de concreto em uma área total construída de 23.000 m2, sendo a área construída coberta de 18.000 m2. A Basílica Nacional de Aparecida tem capacidade de abrigar 75 mil pessoas, possui a forma de uma Cruz Grega e suas naves possuem uma altura de 40 metros, a cúpula mede 70 metros de altura com um diâmetro de 78 metros e sua torre mede 100 metros de altura.
  • Basílica Velha - Conhecida como Basílica Velha, a Matriz Basílica de Nossa Senhora Aparecida é ligada à Matriz Velha por uma passarela de 500 metros. Seu estilo barroco é marcado por duas torres e sinos. Os degraus de pedra da entrada do templo estão gastos e marcados pelos pés de milhões de fiéis que visitam o lugar todos os anos. O templo já passou por reformas e ampliações que estão sendo registradas nas diversas datas cravadas em suas imponentes paredes externas. No interior da Igreja, o altar-mor e o retábulo foram esculpidos em mármore de Carrara, na Itália. Os púlpitos e as talhas ornamentadas foram esculpidos em cedro.
  • Capela das Velas - A sala é um espetáculo de luz que emociona os visitantes. No local há sempre uma infinidade de velas acesas, de todos os tamanhos, cuja a fumaça faz desenhos na abóbada da capela. As velas revelam a fé e piedade do povo, que vem de todas as partes do País prestar devoção a Nossa Senhora. Cada vela representa um pedido, uma súplica à Santa ou um agradecimento por sua graça alcançada, mais um milagre da Santa Padroeira do Brasil.
  • Igreja de São Benedito - Foi inaugurada em 1924. Tem como seu maior destaque as figuras de anjos, esculpidas por Chico Santeiro, que enfeitam a porta e os berais da igreja. Apesar de modesta, a igreja de São Benedito tranforma-se durante a festa de seu padroeiro, quando torna-se o maior centro de manifestações folclóricas-religiosas do estado de São Paulo, recebendo milhares de peregrinos devotos do santo de todos os cantos do país.
  • Porto do Itaguaçu - Local onde foi encontrada a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, de grande peregrinação, para o qual centenas de romeiros afluem afim de conhecer a história de onde tudo começou. Em Tupi-Guarani, Itaguaçu significa “Pedra Grande”. Antigo bairro das Pedras, é o local onde, na curva do Rio Paraíba, foi encontrada a imagem da Santa, e por isso recebe grande número de visitantes. O lugar pertence a aquidiocese desde 1951. O Porto Itaguaçu foi transformado em um atraente ponto turístico e a inauguração das novas instalações deu-se em 11 de outubro de 1997. O monumento, "Os Três Pescadores”, escultura do renomado artista Chico Santeiro, esculpida em 1970, foi preservado.
  • Morro do Presépio - Na área de 7.345 metros quadrados do Morro do Presépio é possível observar um campo de pastores com suas ovelhas, a trilha dos Reis Magos, os anjos do anúncio do nascimento de Jesus, e uma grande estrela suspensa sobre raios de mais de dez metros de altura. O autor do projeto explica que todo o ambiente do "Morro do Presépio" é constituído por muitas pedras e uma vegetação que lembra Israel, por muitos ângulos curiosos, escadas e bancos; além do "Poço do Pescadores" onde se encontra a canoa com os três pescadores, rodeada por estátuas figurando os romeiros atuais. No alto do conjunto da obra existe um belvedere de onde se tem uma vista belíssima do Santuário e de grande parte da cidade, do Vale do Paraíba e da Serra da Mantiqueira.
  • Morro do Cruzeiro - Separada da cidade pela Via Dutra, é o ponto turístico religioso onde acontece, todas sexta-feira da Quaresma, a tradicional Via Sacra. O local foi totalmente reestruturado para atender os visitantes. No local possui as 14 estações da Via Sacra, em estilo neo-classico, elaboradas em bronze. Com caminho de asfalto, o Morro do Cruzeiro é uma rota de peregrinação, com uma bela vista da cidade. Ao final dos 680m de altitude, o visitante depara-se com uma enorme cruz de metal. Na esplanada posterior, fica o sepulcro com a imagem do cristo morto. Trata-se de um local com grande quantidade de eucaliptos, o que empresta ao morro um delicioso perfume nas primeiras horas da manhã.

Estação Ferroviária - Edificação em estilo Neo Clássico, construído pela Estrada de Ferro Central do Brasil no Ramal de São Paulo; passando posteriormente para Rede Ferroviária Federal S.A., e privatizada atualmente para M.R.S. Logística. A primeira romaria composta por quatro trens, veio da cidade de São Paulo, e dela participaram 5.000 peregrinos. Dois trens da Central do Brasil, um de São Paulo Railway e um da Paulista. A peregrinação chegou ao Santuário de Aparecida em 08 de setembro de 1935. Existem algumas teorias do por quê a cidade de Aparecida ser conhecida como Aparecida do Norte. A mais aceita entre os historiadores tem relação à Estação Ferroviária. Uma das poucas estruturadas do país à época, era utilizada por trens que partiam de São Paulo e iam para Rio de Janeiro e Espírito Santo, chamados de "trem do norte". Então, Aparecida do trem do norte, Aparecida do Norte.

Faça[editar]

Eventos[editar]

12 de Outubro - Dia da Padroeira do Brasil

Semanas posteriores à Páscoa - Festa de São Benedito. No final do século XIX, o Vigário Cônego Joaquim Fonseca, adquiriu uma imagem de São Benedito, que ficou guardada durante alguns anos na casa Arara, uma loja de propriedade do Sr. João Vieira. Em 1906, essa imagem foi levada para a então capela de Santa Rita. Em Guaratinguetá havia, e há até hoje, uma festa em louvor a São Benedito. Alguns aparecidenses eram freqüentadores assíduos e resolveram festejá-la também em Aparecida. Em 1909 na casa de João Vicente da Silva ocorreu uma reunião, com o objetivo de se fundar a Irmandade de São Benedito.

Atualmente a festa chega a receber 10 mil pessoas por ano e é considerada a maior comemoração folclórico-religiosa do interior do estado de São Paulo.

Compre[editar]

  • Artigos religiosos

Coma[editar]

Centro de Apoio ao Romeiro Inaugurado no dia 30 de maio de 1998 com o objetivo de oferecer uma estrutura organizada para recepcionar os milhares de romeiros que se dirigem ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, o Centro de Apoio ao Romeiro destaca-se pela variedade de produtos e infra-estrutura de acolhimento aos visitantes. Com instalações semelhantes às de um shopping, o Centro de Apoio tem 330 lojas de comércio varejista, 22 lojas na praça de Alimentação, 36 quiosques (Bombonier, Lanches e Lojinha), e uma farmácia além de telefones, sanitários.

Beba e saia[editar]

Durma[editar]

Cotidiano[editar]

Partir[editar]

Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites