Contribua para um artigo e ajude o wikitravel a crescer! Aprenda como.

Amsterdam

Da Wikitravel
Benelux : Holanda : Amsterdam
Ir para: navegação, pesquisa
Amsterdam de noite

Amsterdam ou Amesterdão[1] é a capital da Holanda, uma cidade multicultural de belas paisagens, muitos canais (gracht) e um dos destinos turísticos mais cobiçados e visitados em todo o mundo. Muitos parques, museus e vida noturna de qualidade - Amsterdam não costuma decepcionar ninguém.

Informações Turísticas[editar]

Distritos[editar]

Centro[editar]

Distritos de Amsterdam
Centro Velho
A área mais antiga e visitada de Amsterdam, conhecida pela arquitetura tradicional, canal tours, lojas de lembranças e várias coffeeshops. Inclui a Praça Dam, a área ao redor de Nieuwmarkt, Chinatown e o Distrito da Luz Vermelha.
Anel de Canais
Um Patrimônio Mundial da UNESCO, cheio de construções históricas e museus, este distrito histórico é um dos mais ricos do país. Aqui se situam as praças Rembrandtplein e Leidseplein, os melhores picos de vida noturna da city.
Jordaan
Área tradicional da classe baixa que passou por upgrade, hoje abriga muitas galerias de artes, boutiques e restaurantes.
Plantage
Uma extensão do Anel de Canais, a falta de demanda imobiliária tornou esta área muito verde, com jardins botânicos, praças, monumentos e o Artis Zoo.








Fora do Centro[editar]

Sul
Uma trip a Amsterdam não será completa sem uma visita à Praça dos Museus. Recomenda-se também curtir uma garrafa de vinho no Vondelpark num dia ensolarado, ou ir caçar pechinchas no Albert Cuyp Market. É a área mais popular da cidade para acomodação, com preços consideravelmente menores que no Centro, aonde se chega em 15 minutos a pé.
Oeste
Vasta área suburbana que se divide em Old West e New West. Old West é uma área charmosa construída no século 19. New West data de depois da II Guerra Mundial e aparece as vezes nas manchetes por crimes; a renovação urbana está chegando aqui.
Norte
Subúrbio moderno, a norte do estuário IJ. A leste da estrada A10 fica Waterland, uma área protegida de polder, clima de Holanda rural tradicional a ser explorado de bicicleta.
Leste
Grande área residencial centrada no Oosterpark. IJburg tem arquitetura moderna e uma praia artificial.
Bijlmer
Um exclave de Amsterdam, separado do resto da cidade por Diemen e Duivendrecht, Bijlmer foi planejado como comunidade futurista para famílias de classe média. Virou um distrito residencial lower-class, lar de mais de 150 nacionalidades, frequentemente associado a crime e roubos. Progrediu bastante nos últimos anos mas ainda é uma area só para aventureiros e fãs de futebol - aqui se encontra o estádio Amsterdam ArenA.








Entenda[editar]

Amsterdam é a capital do Reino dos Países Baixos, também conhecido por Holanda. A sede de governo, no entanto, é Haia, distante 50 km.

A Amsterdam que a maioria dos viajantes experimenta é o Centro Velho da cidade, o semicírculo cujo foco é a Centraal Station, que corresponde à cidade como existia em 1850. Cinco grandes canais concêntricos rodeiam o Centro; o Singel, o Herengracht, o Keizersgracht, o Prinsengracht e o Singelgracht, que juntos formam o Anel de Canais. Outros distritos no centro são o Jordaan, uma área de classe baixa que passou por upgrade, e Plantage, onde se localizam os jardins zoológico e botânico. As vias Nassaukade, Stadhouderskade e Mauritskade circundam o centro e marcam as localidades do antigo fosso e fortificações. Quase tudo que existe fora destes limites foi construído depois de 1870.

Chegar[editar]

De avião[editar]

o Aeroporto Internacional Amsterdam Schiphol (IATA: AMS) (ICAO: EHAM) fica a 15 km a sudoeste da cidade, é servido por trem e ônibus.

De barco[editar]

De comboio/trem[editar]

A venerável Amsterdam Centraal Station (1 'a' extra em holandês), fica entre o Centro Velho e o cais do IJ waterfront. Outras stations são Duivendrecht, Bijlmer-ArenA, Amstel, Muiderpoort (a sudeste), RAI, Zuid-WTC (sul), Lelylaan e Sloterdijk (a oeste). O Aeroporto Schiphol tem sua própria station, um major hub da Holanda, de onde saem pelo menos sete trens a cada hora até Amsterdam Centraal, com outros trens até as outras stations de Amsterdam.

Há trens diretos internacionais até Bruxelas (2h30 a 3h, conecta com Eurostar trains para Londres St Pancras e Ebbsfleet (Kent) na Inglaterra), Paris, Colônia, Frankfurt, Berlim, Copenhagen, Milan, Zurich, Viena, Praga e Moscou.

De autocarro[editar]

Não se recomendam os ônibus vindos do Reino Unido, pois demoram muito tempo para chegar, em torno de 8 horas.

Circular[editar]

Linhas de metrô e trem em Amsterdam (laranja). Preto: trem. Vermelho: metrô.

De transporte público[editar]

Um sistema nacional de emissão de novos bilhetes foi recentemente introduzido, baseado em um cartão eletrônico, como nas principais capitais brasileiras, chamado OV-chipkaart (cartão de transporte público com chip). Desde 3 de junho de 2010, o velho sistema strippenkaart (bilhetinho dobrável) foi abandonado em todas as formas de transporte público em Amsterdam, tornando o chipkaart (cartão com chip) a única forma válida de viajar em Amsterdam. Para viajar com um cartão, é preciso fazer o check-in no início da viagem e o check-out no fim, segurando o cartão na frente do leitor de cartão nos dois momentos. Três tipos de OV-chipkaart estão disponíveis:

  • um cartão pessoal (pago) no qual você pode carregar assinaturas semanal / mensal / anual
  • um cartão anônimo (pago) no qual você pode carregar dinheiro
  • um cartão descartável que pode ser usado para um número limitado de horas / viagens só o quanto você quer.

Os dois primeiros tipos pagam uma taxa de 7,50 € para o próprio cartão, e você tem que ter pelo menos € 4 nele para poder viajar. O OV-chipkaart pode ser obtido a partir de máquinas de venda automática GVB em todas as estações de metro, nos balcões de algumas estações maiores (incluindo a Estação Central) e algumas lojas (veja o mapa). Para os visitantes, o tipo mais útil de passe é provavelmente o bilhete para uma hora /24/48/72/96/120/144/168 horas (de um a sete dias). Isso permite que o titular viaje em um número ilimitado de viagens no metrô, bonde, ônibus e busão noturno durante todo o período de validade do passe.

Dentro do bonde, só o bilhete de 24 horas está disponível.

Esses passes também estão disponíveis nos quiosques de turismo (em Schiphol e do lado de fora da estação Centraal) e em muitos hotéis.

Os passes não são válidos em ônibus operados pela Connexxion e Arriva.

Preços a partir de janeiro 2010: € 7 / 24 horas, € 11.50/48 horas, € 15.50/72 horas, € 19.50/96 horas, € 23 / 120 horas, € 26 / 144 horas e € 29/168 horas.

De comboio/trem[editar]

De bonde[editar]

O tram (bonde) número 5 e gratuito é cobre boa parte da cidade.

Até pouco tempo, os bilhetes para os bondes podiam ser adquiridos em quiosques ou vendinhas. O bilhete múltiplo dava direito a 7 viagens e meia, sendo que a "meia" viagem que sobrava devia ser completada com um novo bilhete. Outros sete e meio. Bizarro?

De metrô[editar]

De autocarro/ônibus[editar]

De barco[editar]

De carro[editar]

Carro nao e uma boa opção em Amsterdam devido às ruas estreitas e a quantidade de bicicletas que ciruculam pela cidade. Os chamados "trams" rodam constantemente dentro da cidade e o nº 5 pode ser apanhado de graça. Apenas entre e desça na sua estação.

A pé[editar]

A melhor, mais saudável e prazerosa forma de se locomover pela cidade é com os bons e velhos pés. A cidade não é tão grande e caso você esteja cansado, entre num tram.

De bicicleta[editar]

Outra opção para se locomover na cidade é a bike, pode-se alugar uma em vários pontos da cidade. Há aproximadamente 750 mil habitantes em Amsterdam e 600 mil bicicletas. A cidade é bastante bike-friendly, e há faixas para bikes na maioria das ruas. No centro, é outra história, carros e ciclistas andam apertados. O tráfego não é extremamente pacífico. Seja cuidadoso e pedale defensivamente, ligado também em outros ciclistas. Afaste suas rodas dos trilhos de tram; a queda pode ser feia. Mas não perca o entusiasmo de pedalar em Amsterdam por nada disto. Alugue uma bike! Há lojas de aluguel em toda a cidade. Bikes custam entre €9 e €20 por dia. (Traga roupa para chuva.)

Um bom mapa ciclístico (rotas, reparos, aluguéis + transporte publico) é Amsterdam op de fiets (um Cito-plan). Ao planejar a rota, consulte o route-planner digital para Amsterdam, em Routecraft.com [2]

Bicicletas podem ser levadas de graça em todos os ferries aque cruzam o IJ, em todo o metro, e alguns carros do tram 26 - pagando a taxa suplementar de bike (€1.50 em 2010) pelo chipcard OV. Use os bike racks especiais, indicados elo sinal "bicicleta" do lado de fora do carro.

Sempre que você for a qualquer lugar, nunca se esqueça de prender sua bicicleta com cadeado em um local seguro, lembrando de prender a roda da frente e o quadro, e de onde ela ficou presa. É muito comum em Amsterdam ter a bicicleta roubada, ou se esquecer de onde a prendeu.

  • Star Bikes Rental [3]. Bikes holandesas, clássicas e sólidas, para quem quer seguir os costumes locais. Bikes tradicionais "da vovó", cargueiras, duplas, infantis e para necessidades especiais. Preços: 5€ (4 h) - 7€ (dia inteiro) - 9€ (24 hr), 2 trancas incluídas. Atrás da Centraal Station. Pode-se alugar junto kits de piquenique ou churrasco.
  • MacBike Bicycle Rental [4]. Talvez a bike alugada mais famosa de Amsterdam, pintada de vermelho com a placa MacBike na frente, todos percebem que você é um turista. Bicicletas confiáveis, em boas condições. Vários quiosques pelo centro, para assistência ou reparos. Reservas online pelo website.
  • Orangebike, Rentals & Tours [5]. Bikes de cor não tão óbvia assim, mais discretas, confiáveis e rústicas.Tour de 3 h pelo centro histórico de bike por €19.50. Reservas online.
  • Frederic site map Bike, seguro, mochilas, trancas e assentos infantis por €10 / dia. Do lado da Centraal Station. Bikes em modelos "incognito", para o viajante que não quer parecer "touristy".
  • Damstraat Aluguéis por dia ou semana. Têm promoções em parceria com vários hotéis, por "discount tickets", pergunte na recepção. €12.50 pelas primeiras 24 h, inclui seguro. Reparos e venda de bikes new ou used.
  • Het Zwarte Fietsenplan [6]. Bikes tradicionais holandesas pretas. 3 locações pelo centro, lojas abrem até tarde, diariamente. Aluga cagobikes infantis.

A bicicleta é o meio ideal para explorar o entorno rural. Em 30 min, você já saiu da cidade. Vá para o norte, pegue um ferry para cruzar o IJ até Waterland. Ou vá para o sul, entrando no [Amsterdamse Bos (um parque gigante), ou siga o rio Amstel onde Rembrandt pintava. Pode-se levar a bike no metro (com desconto no ticket, consulte gvb.nl [7]) até o fim da linha Gaasperplas, e pedalar por entre rios e moinhos até antigas cidades fortificadas como Weesp , Muiden e Naarden.

Veja[editar]

Arquitetura[editar]

Canais, casas, barcos, roldanas

Amsterdam possui um dos maiores centros históricos da Europa, com mais ou menos 7000 construções históricas registradas. O padrão urbanístico não mudou desde o século 19 — não houve danos sérios durante a II Guerra Mundial. O centro consiste de 90 ilhas ligadas por 400 pontes, algumas com belíssima iluminação noturna.

Museus[editar]

Amsterdam tem uma estupenda coleção de museus, exibindo desde obras primas da arte até pornografia, vodka e cannabis. Os mais populares ficam muito lotados durante o verão, recomenda-se evitar horários de pico (ou seja, chegar cedinho de manhã)e procurar descontos como o cartão IAmsterdam [8] que oferece entrada gratuita a transporte público e vários museus, descontos em várias atrações e restaurantes, e um livro/mapa sobre a cidade. Alguns museus imperdíveis:

  • Diamond Museum (Museu do Diamante), Paulus Potterstraat 8 (em frente ao'''Museu Van Gogh'''), +31 20 305 53 00‎. Novíssimo museu sobre a história do comércio de diamantes em Amsterdam.  editar
  • Filmmuseum (Museu do Cinema), Vondelpark 3 (Inside Vondelpark), +31 20 589 14 00, [9]. Organização sem fins lucrativos dedicada à preservação e exibição de filmes contemporâneos e históricos. Múltiplas sessões diariamente. O Filmmuseum fica dentro do Vondelpark, entre as entradas Roemer Visscherstraat e Vondelstraat. Apesar do nome o "Filmmuseum" não é um museu, mas um cinema alternativo mantido pelo governo.  editar
  • Rijksmuseum, Jan Luijkenstraat 1, +31 20 674 70 47, [10]. 9AM-6PM. Museu top-class imperdível com imensa coleção de pinturas da Era de Ouro Holandesa. Entre outros mestres: Rembrandt van Rijn, Johannes Vermeer, Frans Hals e Jan Steen. O Rijksmuseum passa por reforma geral até pelo menos 2012. Até lá, acontece a expo limitada 'the Masterpieces' (as obras primas), mostrando as maravilhas imperdíveis- entre outras, "A Ronda Noturna" de Rembrandt e "A Leiteira" de Vermeer. Costuma lotar, chegue cedo.. €12.50.  editar
  • Stedelijk Museum, Paulus Potterstraat 13, +31 20 573 29 11‎, [11]. O museu municipal de arte moderna em Amsterdam. Está passando por reforma e tem organizado pequenas mostras em outros espaços [12].  editar
  • Museu Van Gogh, Paulus Potterstraat 7, +31 20 570 52 00‎, [13]. 10AM-6PM (até 10PM na sexta). Até quem acha que não gosta de arte já ouviu falar em Vincent van Gogh, o pintor pós-impressionista holandês cujo trabalho teve colossal influência na arte do século 20 por suas cores vívidas e impacto emotional. Este museu possui a maior coleção de pinturas e desenhos de Van Gogh em todo o mundo. Exibe também algumas telas de Monet. Considere o audio tour por € 4,00, em várias línguas, vale a pena. Entrada a €14 para adultos, não há descontos. Costuma estar sempre com fila grande, chegue cedo. €14.  editar*
  • Casa de Anne Frank (Anne Frankhuis), Prinsengracht 267, +31 20 556 71 00, [14]. Dedicado a Anne Frank, a famosa menina judia que escreveu um diário escondida da perseguição Nazi em quartos secretos desta casa (Achterhuis). A exibição é sobre a vida de Anne e sobre outras formas de perseguição e discriminação. A fila é sempre longa mas não desanime; ela anda rápido e a exposição é tocante. Considere deixar para ir às 5PM para evitar filas. Abre até tarde no verão. Museumkaart e iAmsterdam Card não válidos. €8.50.  editar
  • Vodka Museum Amsterdam [15] Localizado numa casa antiga em Damrak 33, a entrada principal da city. Este pequeno e moderno museu também abriga eventos. Tem visita guiada pelos 3 andares do museu, que fala da história da bebida, do processo de produção e dos diferentes tipos de vodka. Bebe-se algumas doses no final.
  • Museu Allard Pierson, Oude Turfmarkt 127 (tram: Muntplein), +31 20 525 25 56, [16]. Seg-Sex 10AM-5PM, Sab-Dom 1PM-5PM. O Museu Allard Pierson é o museu arqueológico da Universidade de Amsterdam . Revive as antigas civilizações do Egito, Chipre, Grécia, Etrúria e Império Romano. Objetos de arte e utensílios desde 4000 a.C. até 500 d.C. dão boas impressões da vida cotidiana, mitologia e religião na Antiguidade. €6.50.  editar
  • Amsterdams Historisch Museum (Museu da Cidade), Nieuwezijds Voorburgwal 357 or Kalverstraat 92, +31 20 523 18 22, [17]. M-F 10AM-5PM, Sa-Su 11AM-5PM. Montado dentro de um antigo orfanato, mostra todas as fases da história da cidade. €6.  editar
  • Hash, Marihuana and Hemp Museum (Museu da Maconha), Oudezijds Achterburgwal 148 (Centro Velho), +31 20 624 89 26, [18]. 10AM-11PM daily. Aberto há mais de vinte anos, o Hash Museum se dedica a combater mentiras e demonização sobre um dos vegetais mais úteis e antigos entre todos os conhecidos, o cânhamo (hemp). Apesar de pequeno, cheio e caro, é um museu caprichado e informativo. €9.  editar
  • Hermitage Amsterdam, Amstel 51, +31 20 530 87 55, [19]. Novíssimo museu, instalado no prédio de um antigo asilo de idosos, na verdade um anexo do mais famoso Hermitage em São Petersburgo na Rússia. Exibe pinturas, outros artefatos da reserva do matriz russo e aposentos originais do edifício.  editar
  • Joods Historisch Museum (Museu Histórico Judaico), Nieuwe Amstelstraat 1, +31 20 5310310, [20]. 11am-5pm diariamente (exceto em alguns feriados judaicos). História do povo, cultura e religião Jewish. €9. (52.36735,4.9037) editar
  • Museum Amstelkring (Nosso Senhor no Sótão), Oudezijds Voorburgwal 40 (Centro Velho, dentro do Red Light District), [21]. M-Sa 10AM-5PM, Su 1PM-5PM. A maioria dos moradores locals não reconhecerá o nome oficial, mas saberá o que vc quer se falar "Our Lord in the Attic." É uma igreja católica escondida no andar superior de uma casa de 1663, quando os católicos eram perseguidos e precisavam se esconder. Belo lugar pra visitar, impressionante pensar sobre como os fiéis, um órgão e um altar conseguiam caber aqui. €7.  editar
  • Casa de Rembrandt, Jodenbreestraat 4 (Centro Velho), +31 20 520 04 00, [22]. 10AM-5PM. Onde o artista Rembrandt Harmensz van Rijn e sua esposa, Saskia, viveram entre 1639 e 1658. Foi feita uma reconstrução de como era durante esta época, provindo insights interessantes. Pode-se ver 260 de suas 290 gravuras, saber mais sobre como foram criadas, ver seu estúdio e explorar os recônditos deste fascinante local. €8.  editar
  • Palácio Real, Praça Dam, +31 20 620 40 60, [23]. Ter-Dom 12-5PM, fecha às segundas. O antigo City Hall (construído em 1651) passou por reforma geral recentemente e pode ser novamente visitado. Usado principalmente para recepções diplomáticas e visitas de Chefes de Estado, não como residência real. €7.50.  editar
  • Sexmuseum, Damrak 18, +31 20 622 83 76, [24]. 9AM-10PM diariamente. O maior e mais famoso museu holandês a respeito de sex art e história do sexo. Mostra várias sex oddities. Proibido para menores de 16 anos. €4.  editar
  • Museu da Tortura, Singel 449, +31 20 320 66 42, [25]. 10AM-11PM. Mostra vários instrumentos de tortura e respectivas histórias associadas. Muito interessante. Não aceita cartões de desconto. €5.  editar

Zoo e Jardins Botânicos[editar]

O Artis Zoo e jardins botânicos ficam em Plantage.

Atrações e passeios[editar]

  • The Heineken Experience. Cervejaria Heineken , Stadhouderskade 78 [26]. Parece mais um megacomercial do que um museu. Dom-Dom 11AM-7PM, última entrada 5:30PM
  • Amsterdam Dungeon [27] é um passeio de horror por vários corredores escuros com atores fantasiados. Termina com um passeio de montanha russa ambientado numa igreja real do século 13.
  • World of AJAX [28] Passeio temático sobre o AFC AJAX no estádio Amsterdam ArenA, dentro do qual fica o pequeno museu 'world of AJAX'. Não permite reserva online.

Distrito da Luz Vermelha[editar]

O DLV ("Red Light District") consiste de vários canais, ruas e becos, ao sul da Centraal Station e leste de Damrak. Em holandês 'De Wallen' (os muros) em referência a fortificações medievais que aqui existiram. Considera-se que o distrito inclui os canais e algumas ruas adjacentes (Warmoesstraat e Zeedijk). As prostitutas ocupam algumas ruas e becos laterais, se exibindo em vitrines. Há forte presença da polícia e muitas cameras de segurança. Ruas estreitas de bela arquitetura abrigam muitos bares, restaurantes, coffeeshops, lojas com todos os tipos possíveis de lembrancinhas, muitos prédios históricos e museus - é a parte mais antiga da cidade. A igreja mais velha de Amsterdam, a Oude Kerk em estilo Netherlands-gothic, em Oudezijds Voorburgwal na Oudekerksplein, é rodeada de ruas com vitrines de prostitutas rebolando com pouca roupa. Há várias sex shops e peep show bars. Note: Não tente tirar fotos de prostitutas, nem na rua, poderá ter sua câmera confiscada sem aviso. Se algum bêbado vier perturbar, grite "Leave me alone" com atitude, vai funcionar.

No DLV você conhece o lado mais crowded e festivo de Amsterdam, em qualquer época do ano, a qualquer dia da semana, às vezes até depois das 3 da manhã. Uma nota de 50 euros normalmente rende 30 minutos de atividade com a maioria das profissionais da área. É fácil se esbaldar até cair e dar vexame; tente não perder seu foco.

É possível participar de um tour pelo DLV via barraquinhas I amsterdam. O tour começa às 17h no VOC Cafe e foi considerado "muito informativo e entertaining".

Praias[editar]

Amsterdam tem três city beaches:

  • Blijburg ( tram 26 para 'IJburg')
  • Stand West (ônibus 22 ou 48 para 'Spaaarndammerstraat')
  • Strand Zuid ( tram 4 para'Europaplein' ou metro 51 até station RAI)

Faça[editar]

Eventos[editar]

Passeios de Barco[editar]

  • Várias companhias oferecem canal cruises, usualmente durando de uma a duas horas. Partem de: Prins Hendrikkade em frente à Centraal Station; o cais de Damrak; Rokin perto de Spui; Stadhouderskade 25 perto de Leidseplein.
  • The Canal Bus [29]. 3 fixed routes, para perto de major attractions (Rijksmuseum, Anne Frank's House, etc.). Você pode desembarcar e reembarcar à vontade, mas é caro—€20 / pessoa por 24 h. O serviço começa entre 9.15 a.m. and 10.45 a.m. . Os últimos barcos saem por volta de 7 p.m.
  • Lovers Canal Cruise [30] ancora em frente ao Rijksmuseum. €12 / pessoa, mas sem desembarcar. O passeio dura uma hora e meia.
  • Amsterdam Boat Guide [31] Classic boats. Canal cruises, dinner cruises etc.
  • Amsterdam Jewel Cruises [32] Dinner cruise noturno, romântico e caro. A la carte dining, but not cheap! Começa às 7.30 pm e dura quase 3 horas.
  • Você pode alugar um barquinho, caiaque ou canal bike (pedal boat).
  • Canal Company [33]. Quatro lugares de atendimento; canal bikes de 2 lugares a €8/pessoa/hora.
  • Rent a boat Amsterdam [34].
  • Gondola Veneziana [35]. Pode-se alugar uma gondola, feita à mão por uma garota de Amsterdam que morou em Veneza, aprendeu o craft, construiu sua Gondola e voltou para Amsterdam com ela.

Aprenda[editar]

Trabalhe[editar]

Compre[editar]

Mercados de Rua[editar]

Street markets originalmente vendiam apenas comida, e a maioria ainda vende roupas e comida, mas foram ficando mais e mais especializados. Uma lista completa dos mercados de rua em Amsterdam(com horários e número de barracas) pode ser acessada online em Hollandse Markten [36] e em Amsterdam.info [37] em inglês.


Bloemenmarkt
  • Ten Cate Market. 3º maior de Amsterdam. Seg-Sab de 8AM a 5PM. Comida, household items, flores e roupas.
  • Albert Cuyp. o maior de Amsterdam e mais conhecido do país. Pode ficar bem crowded, cuidado com punguistas. Seg-Sab de 9AM a 5PM.
  • Dappermarkt. atrás do zoo, foi votado o melhor mercado da Holanda. Seg-Sab de 8AM a 5PM.
  • Waterlooplein. Mercado das pulgas mais famoso do que merece. Seg-Sab até 5PM.
  • Lindengracht. Em Jordaan, vasta seleção de produtos, frutas, legumes, peixe e vários household items. Só sábado, 9AM to 4PM. Tram 3 or 10 até Marnixplein, depois caminhe pelo Lijnbaansgracht.
  • Spui. Sextas: livros. Domingos: Arte e Antiques.
  • Bloemenmarkt. Mercado de flores flutuante , diariamente no canal Singel, perto de Muntplein. Muito touristy, mas há tulipas e lugares piores.
  • Lapjesmarkt. Westerstraat, em Jordaan. Mercado especialista em panos, materiais para costura de roupas, cortinas etc. Só segunda. 9AM to 1PM. Tram 3 or 10 até Marnixplein.
  • Noordermarkt. Em Jordaan. Segunda de manhã (9AM a 1PM) o Noordermarkt é um mercado das pulgas vendendo tecidos, records, roupas de segunda mão etc, e é parte do Lapjesmarkt mencionado acima. No sábado (9AM a 4PM), the Noordermarkt vende comida biológica, frutas e legumes orgânicos, temperos, queijos, cogumelos etc, também há um pequeno mercado das pulgas. Tram 3 ou 10 até Marnixplein, e uma caminhada pela Westerstraat.

Coma[editar]

Uma das atividades mais prazerosas e surpreendentes a se fazer em Amsterdam. A maioria dos estilos culinários do planeta encontra-se muito bem representada aqui. Deve-se dar destaque aos estilos indonésio, tailandês, chinês e árabe, que têm tradição que data dos tempos da Holanda como potência comercial cosmopolita. A área ao redor do Nieuwmarkt tem o apelido local de "Chinatown" devido ao grande número de restaurantes e lojas direcionados a esta clientela. Viajantes querendo economizar podem dirigir-se à área ao redor da Rembrandtplein, cheia de fast foods e supermercados baratos. Não se deve negligenciar as especialidades locais: Vlaamse Frites (batatas fritas com maionese), queijos, cervejas e Broodje Haring (herring sandwich/sanduíche de peixe marinado com picles - há várias barraquinhas por toda a cidade)

Econômico[editar]

Médio[editar]

Esbanje[editar]

Beba e saia[editar]

As áreas mais agradáveis e indicadas para atividade etílica são as praças Leidseplein e Rembrandtplein, que têm atmosfera mais familiar e "Europa Clássica" do que o Distrito da Luz Vermelha, outra excelente opção.


Coffeeshops[editar]

Amsterdam é famosa por sua postura liberal em relação a drogas leves. Coffeeshops, que não devem ser confundidas com coffeehouses ou cafes, têm permissão de vender cannabis e haxixe para uso pessoal (não mais que 5 gramas). Enquanto tecnicamente ainda ilegal, o uso pessoal de drogas leves é regulado pelo Ministério da Justiça holandês sob uma política oficial de gedogen; literalmente significa aceitar ou tolerar. O conselho municipal de Amsterdam permite a existência de coffeeshops licenciadas que cumprem extensa burocracia e regras: Coffeeshops podem apenas vender drogas leves (haxixe e cannabis), outros tipos são proibidos, assim como vender álcool e derivados comestíveis de cannabis. A venda de cogumelos foi suspensa depois de acidentes com turistas em dezembro de 2009.

A maior parte da vida noturna para turistas e locais fica na Leidseplein. Nessa mesma rua existem vários coffeeshops, incluindo os famosos The Bulldog e Rokerij. Os preços nestes são mais elevados que em coffeeshops localizados em outras partes da cidade. Espere pagar em torno de 7,50 euros por grama de "bagulho bom". Alguns deles:

  • The Bulldog, [38]. Um dos mais famosos e turísticos.
  • Grey Area.
  • The Bluebird - muito bem recomendado.
  • De Kuil (420 Cafe)
  • Global Chillage - não muito confortável.
  • Barney's [39]. Ganhou a Cannabis Cup várias vezes.
  • Rokerij[40]. Quatro filiais.
  • Kadinsky
  • Hill Street Blues - atmosfera legal, produtos nem tanto.
  • Club Media - Menu completamente orgânico, bons produtos, bons preços, lovely staff, free fruit!
  • Katsu - Ao lado do Club Media, good prices + nice atmosphere.
  • The Greenhouse - usualmente bem crowded, perto do DLV, tem um bar bem ao lado.
  • De Dampkring - três filiais, a loja original aparece no filme Ocean's 12.
  • De Kroon.
  • Abraxas.
  • Homegrown Fantasy.

Durma[editar]

Econômico[editar]

  • De Oranje Tulp, Damrak 32 (Tram: Centraal Station), +31 20 428 16 18, [41]. Caro mas legal. €50.  editar
  • Bulldog, Oudezijds Voorburgwal 220 (Tram: Dam Square), +31 20 620 3822, [42]. Hostel amigável e barato bem ao lado do red light district. O Bulldog Coffeeshop fica convenientemente localizado no térreo (onde também rola o breakfast). Breakfast, roupa de cama, ducha e armário a partir de €22..  editar
  • 1 class, Damstraat, 1012 Amsterdam (Tram: Central Station), +31 208 004952. Barato e central. €50.  editar
  • Durty Nellys Inn, Warmoesstraat 117 (Tram: Dam Square), +31 20 638 01 25, [43]. Bem localizado (5 min até a Centraal Station).Confortável. Irish pub no térreo, dá descontos para quem fica no hostel (€3.5 por um pint de Amstel, 5€ por burger & chips). Breakfast 9-11am muito bom compared com outros hostels. Nenhuma área de convivência além do bar. a partir de €17.  editar
  • The Flying Pig (Downtown), Nieuwendijk 100, +31 20 420 6822 (), [44]. Hostel famoso, a filial Uptown tem vibe mais quieta comparado ao Downtown location, que é mais party vibe. Hostels famosos pela atmosfera laidback, bars e indoor smoking areas. Muitos free extra's, confira o website. Traga um cadeado para usar ou compre no balcão 5 euro. De €14 por uma cama no dorm até €70 por quarto privado..  editar
  • The Flying Pig (Uptown), Vossiusstraat 46 (Tram: Centraal Station), +31 20 400 4187 (), [45]. Hostel famoso, a filial Uptown tem vibe mais quieta comparado ao Downtown location, que é mais party vibe. Hostels famosos pela atmosfera laidback, bars e indoor smoking areas. Muitos free extra's, confira o website. Reformando, barulhento, kitchen e banheiros closed, armários requerem cadeados, Traga um cadeado para usar ou compre no balcão, 5 Euro. a partir de €25 por cama no dorm.  editar
  • St Christophers, Warmoesstraat 129 (Tram: Dam Square), +31 20 623 13 80 (), [46]. checkin: 2PM; checkout: 11AM. Conhecido como St Christopher's @ The Winston, bem no centro de Amsterdam. Quartos com design by local Dutch artists. €20 com café.  editar
  • Stayokay Stadsdoelen, Kloveniersburgwal 97 (Tram: Muntplein), +31 20 624 68 32, [47]. Dos 30 hostels Stayokay em Netherlands, este hostel é sua localização no Amsterdam city centre . Menor que o Stayokay Vondelpark, este não recebe grupos.  editar
  • Stayokay Vondelpark, Zandpad 5 (Vondelpark, tram: Stadhouderskade), +31 20 589 8996, [48]. Hostel clássico, muito limpo e profissional. Ao lado do Vondelpark, a poucas quadras do Van Gogh e Rijksmuseum. Belo café da manhã e atmosfera social. Popular com grupos. Traga um cadeado para usar ou compre no balcão.  editar
  • Apartamentos Amsterdam, Zaagmolenstraat 3 Oferece apartamentos totalmente equipados nas melhores localizações da cidade de Amsterdam. Ideal para famílias e grupo de amigos, +31208080747 (), [49].  editar
  • International Youth Hostel [50]

Médio[editar]

Esbanje[editar]

Mantenha contato[editar]

Segurança[editar]

Saúde[editar]

Cotidiano[editar]

Partir[editar]

Pode-se alcançar qualquer ponto da Holanda com até 3 h de viagem de trem. Podemos classificar as day trips entre aquelas muito perto (mais ou menos 30 min de transporte público) e outras menos perto.

30 min de viagem[editar]

  • Broek in Waterland - vila 'pitoresca' que atrai turistas desde o século 19
  • Haarlem - a mais próxima das cidades históricas
  • Zuid-Kennemerland National Park - parque nacional único cheio de dunas formadas há séculos
  • Monnickendam - pequeno porto do século 17
  • Muiden - começou como porto na foz do rio Vecht, hoje abriga o Muiderslot, o castelo mais conhecido da Holanda
  • Naarden - cercada de muralha intacta do século 17
  • Hilversum - cidade rica com magnífico town hall, também tem tours de bicicleta por florestas e pântanos
  • Weesp - pequena cidade fortificada com centro histórico quieto no rio Vecht, 14 min de trem
  • Volendam - um dia foi uma vila pesqueira, hoje é o destino turístico most commercialised da Holanda (Edam e Marken são perto e mais authentic)
  • Zaanse Schans - moinhos de vento históricos, trademen workshops e museu open-air
  • Zandvoort - praia resort mais próxima

1 h de viagem[editar]

  • Alkmaar - cidade histórica com seu mercado de queijo
  • Delft - muito conhecida pelas cerâmicas típicas azuis e brancas e Vermeer
  • Den Bosch - típical cidade do Sul da Holanda, goes crazy during carnival
  • Enkhuizen - interessante cidadezinha com o Zuiderzee Museum, que mostra como se convive com os perigos persistentes do mar
  • Hoorn - histórico porto que foi peça chave da história da Dutch East India Company (VOC)
  • Rotterdam - rival de Amsterdam, atmosfera completamente diferente com arquitetura moderna
  • Haia (Den Haag) - capital política do país, Madurodam, e Scheveningen, a praia mais popular da Holanda
  • Utrecht - Cidade historica com um sistema de canais menos ambicioso
Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!


Variantes

Ações

Docentes do destino

Noutras línguas

outros sites